07 maio 2018

Resenha - O médico e o Monstro

Título: O Médico e o Monstro, o estranho caso do dr. Jekyll e sr. Hyde.
Autor: Robert Louis Stevenson
Editora: Companhia das Letras / Penguin
Páginas: 160
Skoob
Onde comprar: Amazon / Saraiva

The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde (1886) -- Poucos clássicos da literatura são tão conhecidos e adorados como O Estranho Caso do Dr. Jekyll e Sr. Hyde. Escrito quando o autor tinha trinta e cinco anos de idade, em 1885, o romance foi um sucesso imediato de público e inseriu Robert Louis Stevenson no grupo seleto dos grandes escritores da Literatura Universal. Ao narrar as experiências de um médico que, numa “noite maldita”, tomou uma poção fumegante de coloração avermelhada e descobriu “a dualidade absoluta e primordial do homem”, o autor escocês criou uma história de suspense e horror, em que o perigo iminente não está do lado de fora, mas do lado de dentro, na parte obscura da alma.





“[...] e aí aconteceu a parte horrível, porque o homem pisoteou com toda a calma o corpo da criança e a deixou gritando no chão. Ouvir aquilo não foi nada quando comparado à coisa infernal que eu tinha visto. Não parecia um homem, e sim um diabólico Juggernaut. ”

E é assim que começa esta que é considerada uma das principais histórias de horror/gótico de todos os tempos. Escrito no finalzinho do século XIX, garanto que qualquer um já ouviu falar de o médico e o monstro, afinal esta figura horrenda está presente em muitas produções atreladas ao terror. Mas acho que nem todo mundo se aventurou algum dia em ler a obra original, o berço deste assustador monstro que se esconde por detrás da frágil figura de um simples cientista. E através desta resenha queria dar um outro olhar para esta narrativa, além da clássica duplicidade que é típica desta história. Então vamos lá!!!

O médico e o monstro é narrado aos olhos de um advogado que fica aterrorizado e intrigado ao ouvir um relato curioso sobre um homem baixinho, de aparência terrível que simplesmente atropela uma pobre criancinha nas ruas da Londres vitoriana. E o pior, o caso desta criança atropelada pelo monstruoso ser, é simplesmente esquecido após o reconhecidíssmo Dr. Jekyll aliviar a situação com um cheque destinado a família da criança. Um caso no mínimo curioso, não?

“Sim, é uma história ruim. Era uma pessoa com quem ninguém deveria ser obrigado a lidar, um homem realmente demoníaco; e quem assinou o cheque é o suprassumo da dignidade, muito célebre e – o que torna tudo pior – um desses sujeitos que dizem fazer o bem.”

Apesar da figura macabra do Sr. Hyde, no livro ele é sempre visto como alguém que age na medida do possível como um ser humano. Ele vai à compras, dialoga, tudo de forma natural....ou não. Ao longo da história, percebemos cada vez mais que Sr. Hyde está sendo protegido do Dr. Jekyll, inclusive sendo seu herdeiro direto em caso de falecimento!

Que mistérios, estas duas figuras escondem? É simplesmente intrigante acompanhar a história destes dois personagens tão opostos e tão parecidos ao mesmo tempo. O livro apesar de considerado um clássico empoeirado da literatura é tão divertido quanto qualquer suspense policial que encontramos por aí hoje em dia.

“[...]com a fúria de um macaco, pisoteou a vítima e lançou sobre ela uma chuva de golpes, a ponto de se ouvirem ossos sendo quebrados até que o corpo foi atirado no meio da alameda.”

A narrativa vai aos poucos nos apresentando provas e pistas que nos deixam com um ar detetivesco pairando sobre nossas cabeças. Você se sente impelido a finalmente conhecer a revelação final, por trás daquelas estranhas situações que acontecem na velha Londres.

“Muito bem então, queremos ver os aposentos dele, disse o advogado; e quando a mulher se pôs a declarar que era impossível, ele continuou: É melhor que saiba quem é este senhor aqui. É o inspetor da Scotland Yard.”

O clima deste livro é puro suspense, toda a hora me sentia instigado a descobrir o que iria acontecer a seguir, o que aquele advogado iria acabar descobrindo sobre aquele monstruoso sr. Hyde cercado de mistérios, e o porquê do bondoso Dr. Jekyll compactuar com tudo aquilo.


Este livro foi surpreendente para mim, pois nunca poderia imaginar que as figuras do médico e o monstro fossem ser da maneira como foi apresentada. O cinema e a cultura pop em geral apresentam geralmente apenas a parte assustadora da história, e deixa de lado todo esse suspense que ela me causou na leitura. Foi muito divertido encarar este livro sobre esse novo olhar, diria que foi no mínimo interessante.

O final do livro é digno de qualquer suspense arrebatador e não fica devendo em nada para as grandes produções atuais. E um fato extremamente curioso sobre esta história, é que dizem boatos, que este livro é nada mais nada menos que um protótipo de história para a figura da lenda do Lobisomem na literatura.

Muito recomendada a leitura e garanto que esta história vai agradar muito os fãs de suspense policial e também de mistério.


Se Inscreva e Participe!!!

13 comentários:

  1. Caramba, que tenso! Se lendo já da medo imagina um filme!? Suspense policial é meu preferido, dá aquela agonia de saber das coisas, espero que me surpreenda!

    ResponderExcluir
  2. Impossível nunca ter lido ou visto alguma coisa sobre este grande clássico mundial. Eu não cheguei a ler, mas vi muitas adaptações no cinema e com isso, já me deparei com enredos bons e outros nem tanto.
    Pelo que li acima, neste volume mais curto da história, é possível mesmo assim, se jogar no enredo de suspense e mistérios.
    Vai para a lista de desejados!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi Eduardo!
    Eu não conhecia essa obra, como você falou são poucos os clássicos que são conhecidos é esse é um que eu não sabia que existia. Mesmo não sendo um gênero no qual sou fã mas esse instigou minha curiosidade. Vou adicionar aos meus desejados para comprar e ler. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Eduardo, gostaria de parabenizá-lo pela resenha, está muito bem escrita, instigando sem realmente contar nada que possa estragar a emoção da leitura, eu já conhecia está historia, mas ainda não li, depois de ler sua resenha, com certeza vou ler, ate mesmo porque o gênero suspense policial é um dos meus favoritos.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Confesso que sou uma das que já ouviu falar e muito de O Médico e o Monstro, mas nunca parou para ler a obra original que influenciou milhares de adaptações. Gosto demais daquela leitura que te instiga a desvendar os mistérios, antes de ele ser revelado, apesar de errar com frequência, (risos).

    ResponderExcluir
  6. Olá Eduardo
    Sinceramente, o meu conhecimento de livros clássicos é pouco e esse, realmente eu não conhecia. Não é um genero de livro que eu curto, então é quase impossivel eu ler ele!

    ResponderExcluir
  7. Oi Eduardo,
    De fato tem algumas características de O lobisomem, mas achei que elas são tão suaves que nem chega a conseguir assemelhar as duas histórias.
    Eu já conhecia sim, mas nunca tive oportunidade nem de ler e nem de assistir o clássico, mas confesso que como você acho a história bem intrigante, e claro, um livro como esse tem sim que deixar o leitor curioso, lendo sua resenha a sensação de que tenho é que preciso descobrir a ligação desses dois homens!
    Eu realmente gostei, se antes me deparava com ele e não ligava, agora sinto uma enorme vontade de conhecer a história.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Eduardo!
    Pois é, o cinema sempre apresenta a parte assustadora da história de O médico e o mostro, o que acaba não despertando nenhum interesse da minha parte pois eu não curto filmes de terror - até assistia na minha adolescência mas hoje em dia não mais... - e também não gosto de livros desse gênero, mas esse suspense e mistério que você mencionou que envolve o sr Hyde e o Dr Jekyll me deixou bastante curiosa para desvendar, e por isso já adicionei o livro na minha lista de leitura, amo livros de suspense policial!
    Valeu pela dica. Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Eduardo, realmente todos nós já vimos muitas referências à obra, mas também acho que poucos de nós procuramos ler a obra original. A resenha me encheu de interesse, afinal tudo indica pelas suas considerações que a trama envolve muitos outros elementos além do que já supúnhamos. Eu gosto muito dos clássicos e no último ano consegui ler alguns. Esse entra para minha lista.

    ResponderExcluir
  10. Gostei bastante da resenha, estou muito interessados nas fontes culturais, de onde conhecemos apenas algumas derivações. Está na minha lista de leitura!

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Muito boa tua resenha, um clássico do suspense, assisti o filne,mas o livro ainda não tive oportunidade de ler. Acredito que todos conheçam essa história, talvez só os mais jovens que não. Um livro que acima de tudo tem um contexto psicológico muito forte.

    ResponderExcluir
  12. Eduardo!
    Já tive oportunidade de ler há muitos anos atrás esse grande clássico, muito bem escrito e carregado de suspense e mistério que permeia todo enredo do início ao final.
    É um livro fascinante.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  13. Tive a oportunidade de ler este livro este ano ainda e achei incrível esta obra!
    Está explicado porque é um clássico da literatura.
    Um leitura que prende começo ao final, e quando vemos já acabamos esse suspense incrível,

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir