21 março 2018

Resenha - Um Sedutor sem Coração

Título:Um Sedutor sem Coração
Autora: Lisa Kleypas
Editora:Arqueiro
Páginas: 320
Skoob
Onde Comprar: Saraiva / Amazon

Devon Ravenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas. A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon. Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar. Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu?




Um Sedutor sem Coração é o primeiro volume da série Os Ravenels, da escritora Lisa Kleypas, lançado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro. Esse foi meu primeiro contato com a escrita da Lisa Kleypas, todavia, já posso afirmar que comecei com o pé direito. 

Nesse livro iremos conhecer a história de Devon Ravenel e a Viúva Kathleen. Kathleen acaba de perder seu marido Theo Ravenel, que faleceu após cair de um cavalo, deixando a jovem viúva e mais três irmãs em uma situação bem complicada. O Condado foi dado como herança ao primo de Theo, Devon, que não tem a mínima ideia do que fazer com a propriedade e as damas que agora estão sobre sua responsabilidade. 

Devon não tem a intenção de ficar com a propriedade, porque a mesma se encontra em péssimo estado e precisa de muitas reformas, mas como se isso já não fosse problema o bastante, ele também herdou uma enorme dívida que infelizmente não tem capital para saldar. 

Então ele e seu irmão Wes, viajam para Eversby com a intenção de fazer um inventário e se tudo der certo vender a propriedade e se livrar desse fardo indesejável, mas o que ele não esperava, era conhecer uma viúva que lutaria com unhas e dentes pelas pessoas que amava, não só suas cunhadas, mas também todos os empregados que necessitavam da propriedade para viver.

Com o passar dos dias, Devon percebe que não pode se desfazer da propriedade e largar tudo como se não houvesse tantas pessoas dependendo dele, ele então resolve fazer o possível para manter o patrimônio que herdou, mesmo que isso vá contra tudo o que ele imaginava para si, ele sabe que pela primeira vez na vida, ele pode fazer a coisa certa e pensar nos outro antes de si mesmo.

"Às vezes é preciso amar algo antes que ele se torne digno de amor."
''O amor não era uma opção, mas até o mais rebelde dos corações, sabe quando se render''



[ - Minhas Impressões - ]

Um Sedutor sem Coração foi um livro que ganhou meu coração do começo ao fim, ao começar pelos personagens e suas personalidades fora do comum. Kathleen é uma mulher forte e decidida, que apesar de manter uma casca dura tem na verdade um grande coração, pois apesar de ser uma personagem que tem umas atitudes bem antipáticas, eu senti uma grande empatia por ela, porque a situação em que se encontrava não era favorável e o fardo pessoal que ela mesma carregava já era grande o bastante. 

Devon foi um personagem que sente um pouco de ódio no começo. Ele foi um homem egoísta, mesquinho e um egocêntrico assumido, que não estava nem aí para nada, porém eu adorei acompanhar sua evolução e percebe que ele era um personagem bom que tinha boas intenções, quando não estava falando besteira e irritando as pessoas a sua volta.

Apesar de Devon e Kathleen ter levantado alguns sentimentos conflitantes em mim, foi impossível não amar esse casal, eles tiveram muitas desavenças e brigas sem sentido, mas o amor que havia entre eles era inegável e forte demais para ser contido, mesmo que eles lutassem com unhas e dentes contra os sentimentos que não queriam sentir um pelo outro.

"Conheço muitos fatos científicos sobre o coração humano, e um deles é que é muito mais fácil fazer um coração parar de bater em definitivo do que evitar amar a pessoas errada."

Os personagens secundários foram de grande participação no livro. Cada um ganhou meu coração a sua maneira, um em especial que gostaria de citar é o Wes, ele é o irmão mais novo de Devon, que logo no começo do livro já se mostra um personagem de um caráter duvidoso, que vive bêbado e que já está sofrendo com as consequências de seu vício, porém no decorrer do livro, ele se torna um homem incrível e dedicado, que aprende com seus erros e que vive da melhor maneira possível, pelo bem das mulheres que ganharam seu respeito. 

Nesse livro já temos uma introdução aos demais personagens da série, como as gêmeas Cassandra e Pandora, que com certeza irão gerar muito rebuliço na sociedade Londrina, com seus temperamentos e personalidades incontroláveis. Assim como também já conhecemos um pouco mais de Helen, que é a irmã mais velha. O próximo livro contará a sua história e tem como nome: Uma Noiva para Winterborne.

Um ponto que para mim foi muito positivo no livro, foi perceber o quão apegada Kathleen ficou a família que ganhou pelo casamento e o amor que ela demostrava ter para com suas cunhadas, mesmo que na tentativa de fazer algo bom, ela por várias vezes tenha metido os pés pelas mãos, percebe que o único sentimento que a levava a tomar determinadas atitudes era a proteção e cuidado que sentia por suas meninas.

No contexto geral, Um Sedutor sem Coração foi uma leitura incrível que desfrutei do começo ao fim, ressaltando o fato de que o livro deixou um gostinho de quero mais em relação ao epílogo e a história de Helen.


Inscrições Abertas - Participe !!




8 comentários:

  1. Bom dia Marlene.
    Vou confessar que sou uma romântica nata, tudo que tenha um Romance no meio eu já estou lendo ou assistindo. 90% das minhas leituras são romances. Sobre o livro resenhado, eu estou doida para comprar ou ganhar pelo menos um da autora hahahahaha. Já li ótimas indicações dessa história e achei interessante a sinopse. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Tenho lido tantas resenhas deste livro que ele já se tornou o mais desejado do momento!
    Acho que o casal tem tudo que um casal precisa ter nos romances de época, principalmente, ser um casal!
    E mesmo com tantas diferenças,permitiram que o amor acontecesse, de uma forma natural, sem forçar nada ou impor nada. Tipo um sendo o outro, ou estando para o outro!
    Espero poder ler a obra em breve e também já ficar no aguardo das próximas!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi, Marlene
    Já li vários livros da Lisa, gosto muito da escrita dela, e já imagino o quanto irei gostar dessa história. Todas as resenhas tem sido muito positivas, então estou ansiosa para ler.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Marlene.
    Eu AMO romances de época e AMO a escrita da Lisa Kleypas.
    Estou bem curiosa para ler essa nova série da autora. Vi algumas resenhas negativas apontando a personalidade irritante e antipática de Kathleen e algumas atitudes mesquinhas do Devon.
    Deve ser bem fofo ver como a Kathleen protege as suas futuras cunhadas e como gosta delas.
    espero ler o livro em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Marlene!
    Eu amei muito sua resenha, mas não é um livro que eu leria. Não faz meu estilo.
    Beijo

    Canastra Literária

    ResponderExcluir
  6. Gosto de romance e gosto de romance de época, mas agora eu pergunto, pque todos tem que ter a mesma historia de um cafajeste e uma dama com personalidade forte??
    Tudo bem que as historias podem ser envolventes e tu se apaixonar pelos personagens, mas tenho a impressao que se tu lê um lê todos

    ResponderExcluir
  7. Posso dizer que uma das coisas que mais me agradou logo de cara, foi a personagem principal nao se chamar Elizabeth hahaha (sério, praticamente em todos os livros a protagonista é denominada assim). Então, como eu disse lá na resenha de "escândalos de Elizabeth", os livros de época me encantam e ao mesmo tempo me desanimam, porque comparo muito com "orgulho e preconceito", meu romance favorito. Maaas "um sedutor sem coração" definitivamente me chamou mais atenção, pela aparente personalidade mais forte dos personagens, e por um tema mais profundo do que aquele que gira em torno de uma protagonista que se apaixona por um "riquinho mimado".

    ResponderExcluir
  8. Oi Marlene!
    Estava super curiosa por mais resenhas do livro, pois desde que lançou estou querendo ler.
    Gostei da Kethleen e ela ser forte, sempre me agrada esse estilo de personagem. E até o Devon acho que no final devo gostar.
    Eu gosto como a Lisa apresenta os personagens dos outros livros tão bem que nos faz querer ler na mesma hora os demais pra saber o que vai acontecer, imagino que seja isso que tenha acontecido com "Um Sedutor sem Coração".
    Gostei da resenha e estou mais empolgada para comprar.
    Bjs

    ResponderExcluir