04 dezembro 2017

Série [19] - Big Mouth



Título: 
Big Mouth
Data de lançamento: 29 de setembro de 2017
Criado por: Nick Kroll, Andrew Goldberg, Mark Levin e Jennifer Flackett
Distribuição: Netflix 
Duração: 10 episódios - 26 minutos
Gêneros: Comédia / Animação

Uma turma de amigos vive ao sabor das maravilhas e horrores da puberdade nesta comédia dos amigos Nick Kroll e Andrew Goldberg.







Em mais um original Netflix, temos a série e animação Big Mouth. Criada pelos amigos Andrew Goldberg e Nick Kroll, retrata com muito humor uma fase complicada para todos que adentram a adolescência: o início da puberdade.


Cada episódio trás um tema – ou problema - com relação a puberdade. Desde menarca à desenvolvimento da sexualidade atribuído aos hormônios abundantes nessa etapa da vida.

As histórias dos dez episódios interligam-se, mesmo mudando o foco para outras questões nas cenas seguintes. Conhecemos assim não só os personagens principais e os conflitos que ocorrem com eles, mas também suas famílias e as vidas destes nos âmbitos escolar e social.


Nick, Andrew, Jessi, Missy e Jay não são o típico grupo popular da escola. São apenas adolescente normais que passam a viver situações constrangedoras com a chegada da maturidade hormonal. Assim, eles passam a descobrir sobre o próprio corpo, prazer, menstruação, mudanças de humor típicas da TPM, primeiros amores e suas personalidades e atitudes.

Algo que acredito ser comum para grande parte dos espectadores que possivelmente já vivenciaram algumas das situações apresentadas, tendo fácil identificação pessoal com pelo menos um dos personagens.


Temos a ilustre presença de alguns ícones da música e da arte, entre eles Freddie Mercury e Pablo Picasso, como fantasmas que surgem no sótão da casa de Nick. O fantasma do Duke Ellington está presente em quase todos os episódios, abrilhantando a série com paródias musicais, além do bom humor desse personagem um tanto peculiar.


Não se pode falar em peculiaridade e deixar de fora o que, para mim, foi o grande destaque da série: os Monstros dos Hormônios.


Com conselhos um tanto duvidosos, os monstros ajudam de certa forma os personagens a encontrarem resposta sobre os milhares de questionamentos que eles possuem. Trouxeram, junto a característica chamativa do desenho, um humor afiado. Muitos palavrões e piadas de cunho sexual que fazem da série uma atração somente para maiores de 16 anos.


No fim das contas, por ser uma animação, Big Mouth pode aparentar possuir um conteúdo inocente, mas essa suposição não poderia estar mais errada. Então, se você gostou do conteúdo da série e pretende assisti-la, certifique-se de não fazê-lo na presença de uma criança. É necessário um pouco mais de maturidade para lidar com as situações apresentadas aqui.

A primeira temporada já deu o que falar, tornando os dez episódios insuficientes para quem queria acompanhar mais da história. Sendo assim, a Netflix anunciou a continuidade do show em 2018. Corre para conferir os episódios já disponíveis e assistir o lançamento da segunda temporada. Se você gosta da proposta de um sitcom mais ousado, não irá se arrepender.

Trailer:




Se Inscreva e Participe!!!!

9 comentários:

  1. Eu tentei assistir essa série... mas acho que assisti tipo uns 20 minutos só e parei, achei interessante a ideia da série, mas não é bem o estilo de alguma coisa que eu curto sentar para ficar assistindo rsrs

    ResponderExcluir
  2. Puxa, acredita que a única animação em série que vejo as vezes é Os Simpsons?
    Confesso que não conhecia esta e mesmo com minha fila enorme para ver, vou por mais esta.rs
    Mesmo tendo passado da idade, adoro esses temas juvenis, com a linguagem peculiar que só os jovens trazem, mas também com suas dúvidas, amores, descobertas.
    Parece muito interessante!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto muito desse assunto mas eu já tinha visto as coisas que você não sabia sobre o que se tratava essa série e realmente só tem mais bem necessários de serem discutidos vou começar a assistir ela até porque adoro séries animadas

    ResponderExcluir
  4. Que graça de animação! Ainda não conhecia!
    Gosto bastante de literatura infanto-juvenil e Young Adult, e acredito que esta série será bastante do meu agrado.
    Acho super importante a Netflix focar uma série neste público, a puberdade é uma época tanto de descobertas quanto de confusões, e a série parece trazer tópicos interessantes tratados de uma forma que os jovens vão entender.

    ResponderExcluir
  5. Oi Emilly!!
    Eu já assisti a primeira temporada e achei um máximo, mtas gargalhadas lembrando da minha adolescência ... Estou ansiosa pra ver a próxima!
    Bjs!!!!

    ResponderExcluir
  6. Emilly!
    Como gosto de animação gráfica, mesmo que essa seja mais adolescente, acho que dá para dar boas risadas e porque não, relembrar um tempo que foi transitório, porém importante para o amadurecimento...
    Que dezembro seja repleto de realizações e a semana cheia de luz e paz!
    “A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não gosto muito de animações e sempre fui meio careta com esses desenhos politicamente incorretos, tipo Simpsons. Não dá, não consigo ver graça, não consigo gostar. Então eu passo longe de Big Mouth desde que vi o trailer. É legal falar sobre esse período de transformações e tal que é a adolescência, mas não curto esse conteúdo mais escrachado.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Emilly ;)
    Adoro quando a Netflix chega com essas séries novas no catálogo! Big Mouth parece ser como essas séries de animação que tem conteúdo mais adulto, e apesar de não ter visto nenhuma do gênero, você me deixou interessada nesta!
    Sempre é bom quando lemos um livro ou vemos um filme/série com personagens que vivem situações identificáveis, e a série parece que vai fazer isso e mais, entretendo. Achei bem legal essa sacada do Monstro dos Hormônios, e que demais que tem esses fantasmas famosos kkkkk
    Amei sua indicação, já abri uma aba para adicionar a série no meu catálogo da Netflix ;)
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Oi Emilly!

    Que interessante esta série. Nossa, amei!

    É muito peculiar vermos algo relacionado à adolescência de uma forma cômica. Acredito que, para quem tiver maturidade para lidar com os episódios, a série pode ajudar a entender os vários pontos de interrogação que surgem durante a puberdade.

    Achei sensacional os monstros do hormônio e acaba que realmente são "monstros" que habitam em cada ser, além dos fantasmas hahahaha Acredito que daria várias risadas.

    Esta foi uma excelente dica, agora que as férias estão começando! Muito obrigada por compartilhas estas impressões conosco!

    Abraços, Amanda M.

    ResponderExcluir