07 dezembro 2017

Resenha - Uma Noite Como Esta

Resultado de imagem para resenha uma noite como esta
Título: Uma Noite Como Esta
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Skoob
Onde Comprar: Saraiva / Amazon

Daniel Smythe-Smith passou três anos exilado na Itália depois de um duelo com seu amigo, o gênio matemático Hugh Prentice, e quase o fez perder uma perna. Com isso o pai de Hugh, Lorde Ramsgate, o ameaçou dizendo que se ele não saísse do país seria morto, mas um dia ele recebe a visita de seu amigo, que o libera para voltar à Inglaterra...
Ele volta justamente no dia da apresentação do Quarteto, mas encontra uma pessoa diferente ao piano (já que sua prima Sarah fingiu estar doente para não participar, Anne Wynter, a governanta das irmãs dela a substituiu), ao olhar para ela, ele fica encantado e, ao final da tortura apresentação ele corre para encontrá-la. Ao vê-la, não resiste e a beija, mesmo sem conhecê-la direito e ela, depois de um tempo escapa dele e se esconde.
Por falar em se esconder, Anne Wynter (ou melhor, Annelise Shawcross) esconde seu passado de todos, pois ela teve que se afastar de sua família, após ser enganada e humilhada por seu amado, que prometeu se casar com ela, sendo que na verdade já estava comprometido com uma mulher mais rica. Além de ter perdido a virgindade, o que já era terrível, ainda leva toda a culpa pelo que aconteceu, e por isso, ela não pode mais ter contato com a família e ela é levada para viver como governanta numa residência na Ilha de Man. Depois de um tempo, Anne foi contratada para cuidar das meninas Pleinsworth, primas de Daniel. E apesar da tentativa de manter seu passado oculto, a Lady Pleinsworth desconfiava que ela era de origem nobre e tinha motivos para negar sua criação.
Daniel, ao saber que Anne é a governanta de suas primas, resolve ir sempre à casa Pleinsworth sob o pretexto de vê-las, e sempre ia passear com elas, porque sabia que ela iria junto. E, com isso eles vão ficando cada vez mais apaixonados, mesmo que ela não admita. Mas, o que ele não sabe, é que os segredos de Anne, vão além do tipo de criação que teve, e que agora, mais do que nunca, precisará conhecer o seu passado, pois ambos estão correndo perigo, e, desta vez, não tem nada a ver com o Lorde Ramsgate ou o duelo.





Resenha Anterior

Simplesmente o Paraíso #1


Uma Noite Como Esta é o segundo volume da série Quarteto Smythe-Smith escrito por Julia Quinn. Eu sou uma pessoa muito suspeita para falar da autora, porque, eu amo seus livros e sua escrita sempre ne surpreende de alguma maneira e esse livro não foi diferente.

Daniel Smythe-Smith está feliz por finalmente poder voltar para casa e rever seus amados familiares. A alguns anos atrás, estando Daniel muito bêbado, acertou a perna de um de seus melhores amigos em um trágico duelo, esse acontecimento não só destruiu sua vida, pois teve que fugir da Inglaterra, como também deixou diversas sequelas, tanto físicas quanto emocionais.

Na sua primeira noite de volta a Londres, ele conhece Anne Wynter, a mesma está tocando no Quarteto Smithy-Smith, como substituída de uma de suas primas, que diz está doente. Ele fica maravilhosamente encantado por ela, não só por sua beleza, mas, também pela coragem que teve ao se apresentar naquele desastroso evento.

Daniel Smythe-Smith não planejara voltar a Londres no dia do concerto anual da família e, para ser sincero, seus ouvidos desejavam fortemente que ele não tivesse ido, mas seu coração… bem, esse era outra história.

Anne Wynter, é a governanta dos Pleinsworth, ela tem um passado sombrio, que quer a todo custo esconder, pois, se isso vier à tona, pode destruir tudo o que ela construiu em todos esses anos com muito esforço.

Tanto Daniel quanto a Anne, tem seus problemas e lidar com eles não vai ser uma tarefa fácil, ela sabe que não pode se envolver, pois, já teve seu coração partido uma vez, e a posição social que ambos se encontram não favorece esse amor. Em contrapartida, a cabeça de Daniel ainda está em jogo e ele sabe que não está verdadeiramente livre das ameaças, os segredos guardados podem ser perigosos, mas, a redenção pode significar um risco ainda maior para esse amor.



[ - Minha Impressões - ]

Uma Noite Como Esta é um livro encantador, a trama do segundo livro se desenvolve onde parou o primeiro, ao contrário dos personagens do livro anterior, o casal protagonista desse livro não se conhecia, tudo acontece através de uma troca de olhares e dos sentimentos que são impossíveis de conter. 

A escrita da Julia Quinn continua extremamente fluída, aqui temos uma trama que trás alguns clichês, como a mocinha que está em perigo, as regras da sociedade em relação a questão social, um mocinho que tem que reconstruir sua vida e deixar o passado para trás e as cenas cômicas que já é costumeiro da autora. 

A construção dos personagens foi algo incrível de acompanhar, eu admirei muito a Anne, pois pude perceber a força e resiliência que a personagem tem. Todos nós erramos, porém, o erro de Anne saiu mais caro do que ela esperava e ela precisou ser forte para seguir em frente e lidar com tudo o que aconteceu e continuava acontecendo em sua vida. 

Daniel também foi um personagem que gostei bastante, ele é um homem apaixonada que sabe o que quer e não mede esforços para conseguir isso, o carinho que ele demostrou ter para a com a Anne, foi algo que mexeu com muito com meu coração, ele foi compreensível quando ela precisou e nunca a julgou pelo seu passado.

– Amo você e não posso suportar a ideia de passar um instante sem a sua companhia.

Novamente os personagens secundários foram de grande importância para a trama e ajudaram no desenvolvimento das cenas mais humoradas do livro, uma personagem que se destacou bastante para mim foi a Harriet, ele é uma das próximas a entrar no quarteto e só para calcular o tamanho do seu talento, ela nem sabe ler as partituras, alguém se arrisca a ouvir esse recital?

Essa foi uma leitura incrível, que teve uma saudável dose de suspense, um amor lindo e extremamente apaixonante, com personagens cativantes, que encantam o leitor pela coragem e carisma que demostraram ter, além de uma bonita reflexão, acerca do amor, não só amoroso, mas, também familiar.



Se Inscreva e Participe!!!!

9 comentários:

  1. Marlene!
    Deu para notar que os personagens masculinos, conquistam totalmente as leitoras.
    Fiquei encantada de ver que Daniel não teve preconceito algum com Anne e tenta conquistá-la.
    O que me deixou intrigada foi a respeito do passado de Anne? Que será que aconteceu?
    E gostei de saber que tem um lado cômico e um certo suspense.
    Quero poder ler...
    “A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Também me considero bem suspeita para falar de algo que Julia tenha escrito. Amo as letras da autora e cá entre nós, sou viciada nas capas dos livros!Todos sem exceção, são maravilhosos!
    Ainda não comecei esta série,mas pretendo fazer em breve. Essa maneira de colocar um pouco de clichês e bom humor, é algo particular da autora e isso tem um poder sobre nós, leitores!
    Lerei assim que for possível.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Fiquei curiosa para ser que passado sombrio é esse que ela esconde.
    Pela resenha, parece ser clichê mesmo, mas ao mesmo tempo bem interessante. Gostei do fato de eles não se conhecerem, e o sentimento surgir assim, com os olhares.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Que ótimo que o livro te agradou tanto, assim como a construção dos personagens, que eu considero algo importantíssimo em um livro. Ainda mais se tratando de um romance em que a história gira em torno do casal essa importância de ter personagens envolventes é ainda mais evidente. Acredito que seja uma ótima recomendação para quem gosta do gênero. Uma coisa muito curiosa também é todo o mistério que cerca o casal, esse passado sombrio deles.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Marlene!
    Meu primeiro contato com Julia Quinn foi recentemente com o livro "Como agarrar uma herdeira", que ganhei aqui no blog e simplesmente amei! Fiquei fã da autora!
    Este quarteto parece ser também uma série bastante boa! Pela resenha deste segundo livro (ainda não conhecia a série, e portanto não li o primeiro livro), parece que o personagem Daniel ainda se atormenta por ter ferido outro homem em um duelo (fato que acho que é descrito no primeiro livro).
    Apesar dos clichés, me simpatizei com o casal protagonista, e algo que gostei muito no livro que li da autora foi justamente o tom cômico. Acredito que ele não pode faltar neste gênero, isto o torna mais leve e divertido.
    Muito legal também o livro trazer uma pontinha de suspense (meu gênero preferido) e enaltecer o amor familiar. Mais uma série da autora que vai para minha lista futura de leituras!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu ainda não li nenhum livro da autora, tenho bastante curiosidade em conhecer a escrita dela, pelo o que acompanho é linda e agrada seus leitores, espero conseguir uma oportunidade pra ler...
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Marlene!

    Fiquei muito feliz em ver esta resenha do segundo volume da série tendo em vista que amei ler suas impressões de Simplesmente o Paraíso. Fiquei super curiosa para saber o que você tinha achado de Uma noite como esta, e cá estou!

    Muito bom saber que este volume começa a se desenvolver no ponto que parou o primeiro e acredito que este é um ponto essencial em séries.

    E como me agradou saber que teve uma dose de suspense mas sem perder todo aquele clichê gostoso dos romances de época.

    As impressões sobre os personagens secundários também me agradou bastante pois é muito comum estes não serem tão citados e lembrados no avançar das séries.

    E não podia deixar de falar sobre a reflexão sobre o amor familiar que você citou. Impossível não se apaixonar por todo conjunto da obra e principalmente pela escrita doce de Quinn.

    Ansiosa pelas próximas resenhas e para poder degustar, em breve, de Uma noite como esta!

    Abraços, Amanda M.

    ResponderExcluir
  8. Olá Marlene ;)
    Esse foi um que fiquei dividida, não gostei tanto quanto o primeiro e o terceiro livro da série (só o quarto que foi pior, na minha opinião).
    Gostei muito das atitudes do Daniel pelo que me lembro, e ele me lembrou um pouco o Benedict Bridgerton, que também não é meu livro favorita da Julia haha
    Achei o mistério revelado da Anne meio previsível, ou ele não me agradou, não sei dizer.
    Apesar das ressalvas, é um bom romance de época e Julia é Julia né? Ainda estou para ver o dia que essa mulher não vai conseguir me entreter!
    Ansiosa pela sua resenha de A Soma de Todos os Beijos, o melhor da série S2
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Eu fiquei apaixonada pela escrita Adorei Tati e depois que eu li a Biologia o príncipe dos canalhas mas ainda não cheguei a finalizar a série As modistas

    ResponderExcluir