11 dezembro 2017

Resenha: Um Coração Maior que o Mundo


Título: Um Coração Maior que o Mundo
Autor: Christian Figueiredo
Editora: Planeta
Skoob
Páginas: 208
Onde comprar: Saraiva / Amazon

Chris é um jovem de hábitos estranhos. Tímido e calado, não possui nenhuma rede social e ama ler os poetas que morreram jovens demais. Seu sonho? Ser escritor e, com a escrita, mudar a vida das pessoas. Morando numa cidade do interior, vê sua vida mudar por completo ao receber uma trágica notícia: sua mãe, Helena, precisa urgente de um transplante. Junto com a família, parte para São Paulo, em busca de um novo coração. Lily é uma garota paulistana que há muito tempo não sente seu coração acelerar. Cansada da vida que leva, nada mais é capaz de despertar seu interesse: roupas caras, seguidores nas redes sociais, amigos da high society e muito menos o curso de cinema que acabou de começar. Tudo parece ter perdido o brilho de uma hora pra outra. Um encontro inesperado, no parapeito de um prédio, mudará para sempre a vida destes dois personagens. Christian Figueiredo, que conquistou milhares de leitores com sua trilogia anterior, agora dá voz a jovens tão diferentes, mas com anseios parecidos: viver por aquilo que faz o coração bater mais forte.






"Mas enquanto a gente está aqui, dividindo nosso tempo e nosso espaço, talvez seja interessante entender qual é o propósito de cada um."

Chris é um jovem que sonha em cursar letras e fazer um curso de escrita criativa no exterior, no entanto, com grandes dificuldades para conviver junto com a sua família com os problemas de saúde de dona Helena isso é algo que não passa de um desejo aparentemente distante, apesar deles nunca desanimarem ou se deixarem abater diante dessas dificuldades. Situação essa que só se torna ainda pior quando o problema de coração de sua mãe vem a piorar tendo como única alternativa que ela receba um transplante de coração e um tratamento para ajuda-la enquanto isso não ocorre. Sem alternativas, eles não hesitam em deixar Garça para seguir em direção a São Paulo para garantir que ela pudesse ter essa chance, visto que apenas lá ela receberia o auxilio necessário até que pudesse receber um novo coração. 

"Olhei para a paisagem e fiquei imaginando o que move toda essa gente, o que as faz querer viver nesse lugar. Das pessoas espremidas em vagões de metrô aos executivos que transitam em táxis aéreos, o que essas pessoas têm em comum? Só tenho uma resposta possível. Todo mundo tem um sonho. E como disseram Frejat e Cazuza, quem tem um sonho não dança."

Deixando de lado seus sonhos, mas sem desistir, Chris então deixa em espera o que até então tinha planejado para cuidar daquela por quem ele daria sua própria vida. Mas com a vida em São Paulo se mostrando longe de ser fácil, principalmente ao não poderem mais contar com o auxilio financeiro dado pela padaria da família, ele junto de seu pai sai em busca de um novo emprego para poder ajudar nas questões financeiras da família. No entanto, com seu pai insistindo para que ele vá atrás de seus sonhos, ele assume um emprego de garçom apenas como free lancer enquanto seu pai pega o emprego fixo. 

"Viva a sua vida. Todos os dias. Permita-se. Faça o que você ama. Tudo pode mudar a qualquer instante."

É então que enquanto está a trabalhar em uma das festas como garçom ele vê seu caminho se cruzar com Lily, uma jovem que parece ser o seu oposto tanto pela questão social quanto pela sua falta de objetivos na vida. Enquanto Chris não hesita em ir atrás de tudo que deseja, ela se mostra alguém que não sabe a que lugar pertence em todos os aspectos de sua vida. Reconhecendo ela como uma garota que ele viu em um aplicativo de relacionamento há algum tempo, eles acabam se envolvendo em uma amizade inesperada que aos poucos vai evoluindo para um romance bonito em meio ao contato na universidade. 

"O que existe é o amor, esse sentimento que salva as pequenas horas, ás vezes um dia e, com sorte, uma vida."

Chris não é nada do que os pais de Lily desejariam para a filha, mas decidida a não deixa-los controlar mais nada em sua vida e assumir as redias de sua vida ela embarca nesse novo amor sem hesitar, permitindo-se redescobrir acerca de quem é e do que desejar ter na vida. Com a barreira social se mostrando algo mais difícil de ser enfrentada do que eles imaginam, eles veem seus caminhos seguindo rumos separados, mas com a vida sendo algo muito rápido para ser desperdiçada eles resolvem dar uma nova chance para o amor que existe entre eles. Enquanto Chris continua a lutar por uma bolsa no exterior, e Dona Helena se encontra na iminência de receber um transplante, Lily decide ir atrás dos seus sonhos construindo para si uma nova vida. Com a vida se mostrando uma eterna surpresa, eles precisarão se preparar para o que pode vir a acontecer em um futuro que pode ser mudado em um piscar dos olhos. Eles estão preparados para aguentar o que apenas um coração maior que o mundo pode oferecer?

"Quando duas pessoas se encontram e há uma conexão real entre elas, não existe essa história de mundos diferentes."




[ - Minhas Impressões - ]


Um Coração Maior que o Mundo é o quarto livro publicado pelo youtuber Christian Figueiredo que veio inovando com um New Adult pela primeira vez na Editora Planeta surpreendendo com sua escrita que consegue emocionar e se mostra bem desenvolvida ao mesmo tempo em que apresenta personagens bem construídos como apenas um bom autor é capaz de fazer. Saindo do padrão pelo qual ele é conhecido, ele apresenta uma história capaz de fazer com que os jovens venham a se encantar pela leitura não só por ele ser alguém conhecido, mas também pela sua escrita envolvente apesar de repleta por clichês. Mesmo se mostrando algo longe de ser uma história inovadora, esse é aquele típico livro que te toca profundamente e te faz torcer e desejar um final feliz – ainda que a vida não seja feita apenas deles. Simples e até de certa forma clichê, essa é uma obra que ganha o leitor não por ser inovadora, e sim pelo toque de realidade dado a trama com tanta maestria por ele. 


Chris é um personagem que se mostra extremamente maduro apesar da tênue idade; determinado, ele é alguém que sabe o que quer e não se deixa influenciar pelos que os outros pensam sobre si, muito menos com as pressões do que a sociedade define como o que o jovem tem que ser. Leitor ativo, sonhador nato e apaixonado por poesias de autores que morreram, ele é alguém que causa estranheza por seus hábitos nada típicos e seus sonhos grandes e diferentes dos padrões esperados, mas que facilmente causa uma identificação com os leitores que tantas vezes já se viram sendo julgados por serem diferentes. Sabendo muito bem quem é e com planos muito bem traçados, ele se mostra um exemplo para aqueles que muitas vezes veem as dificuldades como um empecilho para ir atrás de seus objetivos, ao mesmo tempo em que mostra que é possível ter uma vida longe das redes sociais (visto que ele não tem nenhuma)  – algo no qual os jovens de hoje em dia desconhecem com a constante necessidade pela busca pelas curtidas e seguidores. Se mostrando alguém repleto de qualidades e defeitos, Christian soube criar um personagem que demonstra sensibilidade e determinação em um equilíbrio que beira a perfeição sem nenhum momento deixar de dar o toque de humanidade a esse personagem. 

Lily, por outro lado, demonstra ser uma daquelas meninas ricas e clichês, acostumada sempre a ter tudo do bom e do melhor, mas que aos poucos e com a ajuda de um certo garoto, passa a notar que a vida vai muito além daquele universo no qual está inserida. Se descobrindo, assim como aquilo que deseja, cada vez mais a vemos amadurecer enquanto percebe que aquele mundo baseado em aparências, de seguidores em redes sociais, festas infinitas e amizades vazias não é o que ela deseja para si. Desafiando a tudo, ela não teme deixar tudo para trás enfrentando obstáculos em busca de sua felicidade, algo que faz com que o leitor logo de cara veja nela algo além do que uma reles menina mimada que tem o mundo nas mãos. Diferente e ao mesmo tempo igual a muitos, ela é uma jovem cujas inseguranças se mostram nítidas e cujas dúvidas mostram ser a de muitos... Mostrando ser alguém forte, ela é uma personagem que também angaria espaço em nossos corações fazendo nascer o desejo de que ela possa encontrar não o final feliz tão clichê e conhecido, mas sim o que realmente almeja para a sua vida e que até então não tinha conhecimento.


Narrado em terceira pessoa, essa é uma obra que não mostra difícil de se acompanhar, apesar de pecar em alguns aspectos na troca de narrativa. Sem identificar ao leitor quem é que está narrando cada capítulo, nos sentimos um pouco perdidos no inicio quando ainda sem estarmos ambientados a história, nos vemos diante de um novo foco sem nenhum aviso ou indicação.  Outro ponto que também não me agradou muito foi a falta de profundidade em algumas partes da história que clamavam por uma dedicação maior, mas que acabam por passar a impressão de estarem acontecendo muito rápido quando mereciam um destaque maior. No entanto, mesmo tendo esses pequenos detalhes, essa é uma história que se mostra muito bem trabalhada e uma agradável surpresa, principalmente por ser a obra de estreia de Christian na ficção, dando abertura a uma possível descoberta de um grande escritor com talento para grandes histórias que com o tempo e experiência poderão tocar profundamente seus leitores ganhando destaque na literatura brasileira. 

E falando em destaques, é impossível não falar acerca de mais um trabalho realizado com primor pela Editora Planeta. Com uma capa simples, mas que combina perfeitamente a história ao mesmo tempo que encanta o leitor com sua beleza sutil, esse é um livro que facilmente  ganha destaque em meio a tantas outras repletas de elementos já tão conhecidos e batidos. Suas páginas amareladas, juntamente a uma fonte agradável e uma diagramação que segue os padrões da editora, essa é uma obra cujos erros são dificilmente encontrados e que quase beira a perfeição, deixando de alcançar apenas pela falta de informações importantes para situar o leitor desavisado que não tem conhecimento do estilo de narrativa contida nele. Se mostrando um trabalho gráfico bem feita, essa é aquela típica obra que você não cansa de admirar e que agrega cor e vida a sua coleção, sem de modo algum destoar negativamente de tantas outras já amplamente conhecidas. 


Em síntese, Um Coração Maior que o Mundo é uma obra que apesar de demonstrar uma escrita iniciante, não deixa de agradar aqueles que embarcam em suas páginas e se veem presos e ansiando por mais. Com uma escrita fluida e interessante, em nenhum momento o leitor deixa de se sentir como parte da história, muito menos se vê enfadado em meio a uma história clichê e repetitiva. Utilizando-se muito bem de seu enredo e dos plot twists que possuía, Figueiredo foi capaz de criar uma obra que cativa seu leitor e desperta a vontade e interesse em conhecer outros de seus trabalhos. 

Mesmo sem ser algo inovador, essa é uma obra que se mostra repleta de incentivos, alertas, lições e mensagens de aprendizados e superação principalmente aos jovens leitores que se veem constantemente em situações parecidas com as trazidas no livro. Mesmo com uma escrita que ainda pode ser muito mais trabalhada e amadurecida, Christian ensina a todos que não se deve julgar a vida pela quantidade de tempo em que se passa nela, mas sim pela intensidade com que cada dia é vivido. Longe de ser algo para mudar vidas, essa é uma história capaz de arrancar lágrimas e ideal para aqueles momentos em que se busca um enredo leve, com valiosos ensinamentos e prazeroso. Rápida, essa é aquela obra que mal se vê passar e que cumpre o que promete: uma história sobre amor, recomeço e principalmente sobre a vida e as voltas que ela dá. Recomendo! 


Se Inscreva e Participe!!!!








8 comentários:

  1. Olá!

    Eu não tinha ouvido falar dessa obra ainda, gostei bastante da proposta do autor, me agradou muito, adoro uma boa história...vai pra listinha...
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Já havia ouvido falar no youtuber, mas nunca li nada dele, ao menos, na minha opinião, parece ser alguém que foge um pouco deste meio, por sempre trazer temas até mais complexos do que a maioria.
    Ele foi muito bem aceito e os leitores andam gostando muito de suas letras.
    Ainda não conhecia o livro, mas de cara já gostei do protagonista, por ser fã de poesia e meio que ter criado um mundo à parte.
    Espero poder ter a oportunidade de ler!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Bruna!
    Cheguei a ler dois livros dele quando tinha parceria com a Novo Conceito, mas confesso que achei fraco, primeiro pela quantidade de palavrões que a meu ver, para um formador de opinião como ele que é youtuber conhecido, é um grande erro e depois, porque achei tudo bem besteirol...
    Aqui como é uma ficção e passa positividade, pode até valer a pena a leitura, apesar de precisar de uma revisão ou uma preparação melhor nos textos.
    Tenho certeza que irá conquistar seus seguidores e até venderá muito, porque é de fácil identificação, mas não é um livro que sinta interesse em ler...
    Desejo uma ótima semana!
    “ Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor.” (Hamilton Wright Mabi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Olá. Que bom que para um livro de estreia o autor conseguiu arrancar bons elogios seus. Não é um livro que eu tenha interesse em ler porque não vejo nada de diferente na narrativa que me atraia, me pareceu "só mais um livro" e no momento não é isso que eu procuro. Talvez para os leitores mais jovens e que conhecem o youtuber seja mais atraente.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Bruna, tudo bem?
    Confesso que tenho um pouquinho de preconceito em relação a livros escritos por youtubers. Já este autor parece fugir da mesmice e se aventurar em algo mais profundo. Ainda não conheço seu estilo, mas já vi várias críticas positivas a seu respeito.
    Neste livro, acredito que o mais importante são as lições e mensagens trazidas. Ao visar o público adolescente, e ser uma pessoa com a qual o adolescente se identifica, Christian parece escrever algo que mostra ter potencial.
    Apesar dos pontos negativos, principalmente em termos de profundidade, acredito ser uma leitura que valha a pena para seu público fiel.

    ResponderExcluir
  6. Olá Bruna ;)
    Não costumo assistir os vídeos do Christian, mas me interessei em ler os livros dele resenhados aqui. Esse em especial me chamou a atenção, pois não imaginava que ele iria escrever um new adult! Sei que o fato de ele ser famoso atrai mais público ainda, querendo ler os livros escritos por ele, mas que bom saber que a escrita dele também é boa, e que ele escreveu um livro tocante assim!
    Adorei as mensagens que você disse que são passadas na obra, e que apesar de ter uma trama clichê, é um bom entretenimento. Acho que vou adorar ler ele quando estiver com a famosa ressaca literária kkkk
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Nossa que resenha completa. Curti bastante o que foi dito e os detalhes da história.
    Eu não conheço o estilo de escrita do Cristian, e como foi dito aqui, este livro tem uma escrita diferente. Acredito que vocês já falaram aqui no blog sobre preconceito literário rsrs eu tenho um pouco disso com youtubers, por mais que eu não tenha nada contra nenhum deles (minto, na vdd não curto o Felipe Neto, já deve ter uns 5 anos que nem vejo video dele), eu fico com um pé atrás quando vejo livro escrito por youtuber...
    Mesmo assim a resenha chamou minha atenção, o livro pode ser gostoso de ler.

    ResponderExcluir
  8. Fiquei impressionada com esse livro porque eu achei que seria mais uma biografia do Christian Figueiredo Mas eu achei a sinopse bem interessante de fato vou dar uma chance essa leitura

    ResponderExcluir