21 fevereiro 2017

Resenha - Neve e Cinzas


Título: Neve e Cinzas #1
Autora: Sara Raasch
Editora: HarperCollins Brasil
Skoob | Goodreads
Páginas: 320
Onde comprar: Amazon | Saraiva

Dezesseis anos atrás o Reino de Inverno foi conquistado e seus cidadãos, escravizados, sem família real e sem magia. A única esperança de liberdade para o povo do reino jaz nos oito sobreviventes que conseguiram escapar, e que seguem esperando uma oportunidade para recuperar a magia de Inverno e reconstruir o reino. Meira, uma órfã desde a derrota de Inverno, passou a vida inteira como refugiada, criada por Senhor, o general dos inverninos. Treinando para se tornar uma guerreira — e desesperadamente apaixonada pelo melhor amigo e futuro rei, Mather —, Meira faria qualquer coisa para ajudar o Reino de Inverno a retomar seu poder. Então, quando espiões descobrem a localização de um medalhão antigo capaz de devolver a magia ao reino, Meira decide ela mesma encontrá-lo. Finalmente ela está escalando torres e lutando contra soldados inimigos como sempre sonhou. Mas a missão não sai como planejado, e logo Meira se vê mergulhada em um mundo de magia maligna e poderosos perigosos. De repente, ela percebe que seu destino não está, e nunca esteve, em suas mãos. A estreia de Sara Raasch é uma fantasia cheia de ação sobre lealdade, amor e a capacidade de determinar o próprio destino.











Em um continente chamado Primoria existem quatro reinos Estação e quatro reinos Ritmo. Cada um deles possui um rei ou rainha que são ligados por seu próprio condutor de magia, que dependendo do modo que for utilizado, fará seu reino prosperar, gerar riquezas, fortalecer soldados, entre outros benefícios. Há dezesseis anos, o reino de Inverno, comandado pela rainha Hannah, foi atacado pelo rei de Primavera, que partira o medalhão condutor de Inverno ao meio e mantém os invernianos escravizados até hoje. Meira é uma soldada e um dos vinte e cinco refugiados que conseguiram escapar do rei de Primavera que luta para ser útil ao seu povo de alguma forma. Ela é órfã, portanto, considera o general Sir William quase como um pai, já que ele é o líder de Inverno e sempre sabe o que fazer para mantê-los vivos e não deixar que a esperança de obter Inverno de volta se desvaneça, por mais difícil que seja.

Ela e o rei Mather, filho de Hannah, nunca chegaram a conhecer a própria terra, já que foram levados quando ainda eram recém-nascidos. Eles são bastante unidos e Meira é apaixonada por ele, mas como é apenas uma soldada órfã, sabe que jamais poderão ficar juntos. Afinal, Mather precisa se casar com uma mulher da realeza que lhe dê uma filha para que o reino deles consiga utilizar a magia novamente, já que o condutor do reino de Inverno é feminino. Meira é uma garota corajosa que não tem medo de dizer o que pensa e sente que precisa fazer mais por sua terra, já que as lembranças que possui dela são emprestadas; ela apenas conhece aquilo que lhe contam.

“Quero levar o rosto ao dele; quero ficar desse jeito, quase em um beijo, para sempre. Os desejos conflitantes fazem minha pulsação acelerar até que eu tenha certeza de que Mather consegue sentir o ritmo no peito.”

Focando no objetivo de fortalecer Inverno, seu povo está em busca de uma das metades do medalhão e quando o Sir descobre que ela está em um local específico de Primavera, Meira vê a sua chance de se envolver em uma missão importante ao invés de sempre lidar com coisas menores e fáceis, como buscas por comida. Incialmente, Sir não aprova a ideia, já que ela não se dá muito bem em lutas de corpo a corpo e como eles são poucos, não quer arriscar perdê-la. Porém, Mather sabe do desejo que Meira possui em fazer parte de algo importante e a ajuda, convencendo Sir de que ela está preparada para lutar por Inverno. Só que eles jamais poderiam imaginar que a missão de resgatar a metade de um condutor poderia causar inúmeras consequências após tantos anos..

Tomei a decisão de falar pouco do livro para não correr o risco de soltar spoilers, já que várias reviravoltas vão se desenrolando no decorrer da história. Neve e Cinzas é uma fantasia muito bem escrita e elaborada, a ideia que a autora teve de criar reinos Estação, onde o mesmo período, para eles, não muda nunca, é incrivelmente genial. O fato de cada um dos reinos possuir seu próprio condutor também é muito interessante, já que de acordo com cada rei e rainha, cada um utiliza o poder que tem de maneira que achar que é cabível para eles, que pode ser tanto para o bem quanto para o mal.

Além de uma ambientação muito bem desenvolvida, contamos com uma protagonista corajosa, teimosa e cheia de fibra: a jovem órfã Meira. Ela não aceita que simplesmente lhe passem ordens, é o tipo de lutadora que questiona tudo e tenta enxergar a situação em que se encontra de todos ângulos possíveis. Além de possuir um temperamento forte, eu também gostei bastante do modo que Meira foge um pouco dos padrões das mulheres desse universo de fantasia ao escolher lutar pelo seu reino ao invés de agir e se comportar como uma lady. Enquanto as outras mulheres preferem receber aulas de etiqueta, frequentar bailes e serem cortejadas por príncipes, ela prefere estar no centro de treinamento, por exemplo, onde os soldados aprendem a manusear as armas e mantém-se fortes.

“Mechas brancas esvoaçam ao meu redor, algumas sujas de imundície do esgoto, mas a maioria esvoaçando ao vento. Uma tempestade de neve viva, um lembrete vibrante e branco de que não escravizaram todos os invernianos. Alguns de nós ainda estão vivos. Alguns de nós ainda estão livres.”

Além da Meira, os personagens secundários também possuem destaque nessa história. Mather, apesar de ser jovem, já sabe agir como rei e tomar atitudes certas. Quando está diante de algum conflito, sabe deixar as emoções de lado e raciocinar sobre o que deve ser feito para que aquele problema seja resolvido. Outro personagem que me impressionou foi Sir, que por ser um general e o mais velho dos refugiados de Inverno, é um homem bastante focado em seus princípios e em seu objetivo de fazer com que Inverno volte a prosperar que nunca demonstra seus sentimentos ou permite ser tomado por emoções fortes, sempre guiado pela lógica.

Mas, de todos, acredito que meu personagem secundário favorito seja o Príncipe Theron, do reino Cordell, um dos quatro reinos Ritmo. Apesar de ter um pai que é um rei muito rico e ganancioso que explora as pessoas ao máximo para tomar proveito delas de alguma maneira, Theron se difere bastante dele por se importar com as pessoas ao seu redor, independentemente da posição de classe que ela se encontra. Além disso, é um homem sensível, tendo em vista que se interessa mais por poesia e arte do que em deveres de um futuro rei, mesmo seu pai não aprovando seus sonhos.

Minha leitura foi em e-book, mas a diagramação está ótima e bem agradável para esse tipo de leitura. Encontrei alguns erros de revisão, mas nada que possa realmente incomodar o leitor, podendo passar facilmente despercebidos. A escrita é em primeira pessoa através da perspectiva de Meira, o que é um ponto excelente pois esse tipo de narrativa faz com que a história se torne bem mais fluída. Recomendo fortemente esse livro e creio que para os fãs de fantasia essa história não irá decepcioná-los em nenhum aspecto, leiam e se joguem nesse mundo incrível sem medo!

19 comentários:

  1. Olá, tudo bom?

    Já fiquei bem curiosa com essa resenha. Assim como você, achei genial essa história de ter 4 reinos ambientado nas estações do ano. Já fiquei imaginando como seria o ano todo sendo verão ou primavera! Será que seria bom ou ruim? Só não entendi muito bem sobre os reinos Ritmo, mas como você não quis contar muita coisa, acredito que só lendo para saber mais, rs.
    Além disso, já me animei com a personagem principal, pois amo personagens femininas fortes. Apesar de não ter lido o livro, pelo que você contou, ela é impressionante: o período em que vive é complicado, mas não se abala e vai para a luta, literalmente. Leria o livro só por ela :)

    Obrigada pela dica, não conhecia esse livro, muito menos o trabalho dessa escritora. Já coloquei na minha lista interminável de leitura ;)
    Abraços.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá,Amanda!
    Teve uma época da minha vida de leitora que só lia fantasia (agora estou mais pra romance) haha'
    Sinto falta de ler esse gênero, e com essa sua resenha (bem elaborada e maravilhosa), me despertou interesse na leitura. A história parece ser realmente ótima.

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Amanda, acho essa capa linda!!!
    Adoro quando a protagonista nos ganha de jeito com a força e além disso, vi que os personagens coadjuvantes, são bem desenvolvidos também.
    Acredito que sera uma leitura que vai funcionar bem pra mim.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Amanda!
    Já saiu o segundo livro dessa série e eu ainda nem li o primeiro. Super atrasada!
    Não sou muito fã de fantasia, mas a premissa do livro me prendeu. A achei interessante. Uma mocinha que quer lutar, ao invés de ficar a procura de um príncipe! o/ E fico ainda mais feliz por ter outros personagens que são bem construídos e ganham o leitor.
    Espero gostar da leitura. ^^
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  5. A primeira coisa que me chamou a atenção nessa obra foi a capa, achei muito linda mesmo. Sou apaixonada pelo gênero, então com certeza eu gostaria de fazer essa leitura sim, e pelo visto os personagens são muito bem caracterizados, especialmente a protagonista, que tem tudo para ser bem marcante.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  6. Oi Amanda
    Gostei bastante da sua resenha. A capa é simplesmente maravilhosa e já senti que escondia mistérios.
    Gosto de fantasia, mas como não é o meu gênero favorito, acabo passando outros na frente.
    Mas adorei os elementos. Gosto de personagens bem construídos, enredo envolvente e uma boa ambientação. Com certeza espero ter oportunidade de ler, pois sua resenha maravilhosa me deixou super curiosa.
    Dica anotada!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Oie! Tudo bem?

    Ainda não conhecia esse livro, mas amei a premissa e proposta dele, principalmente dos reinos por estações! Vou adicionar ele na minha lista de desejados e quem sabe futuramente realizar a leitura dele, só espero que eu me acerte com a narrativa da obra e consiga ler tranquilamente o livro!

    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Oiii
    Adoro uma boa fantasia e por tudo que você falou esta se encaixa no quesito! hahaha
    Gostei de saber que a protagonista é forte e decidida, não gosto muito daquelas que são muito chatinhas e indecisas, me irritam, na verdade é muito difícil eu gostar da protagonista, sempre gosto mais dos caras. hahaha
    Vou colocar na lista! =)

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    sou fã de fantasia e achei legal a proposta, diferente, 4 reinos (sempre quando falam de diversos reinos me lembro de Thor), ligados as estações.
    Adoro uma protagonista forte e esse foi outro fator que me chamou a atenção.
    A capa também gostei bastante, sou das que compram livros pelas capas.
    Dica anotada.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Personagem principal forte e cativante + secundários bem construídos só poderia resultar em um enredo interessante, ainda mais quando é uma fantasia. Interessante esta ideia de 4 reinos. Gostei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Gostei muito da resenha... Conseguiu não soltar nenhum spoiller.
    Sinto que irei gostar bastante da Meira, uma personagem que fala o que pensa. Achei muito legal essa ideia da autora de dividir os reinos em estações. Genial mesmo.
    Adorei a capa desse livro também.
    Espero gostar do livro tanto quanto você gostou. ;)

    ResponderExcluir
  12. Oi Amanda.
    É um ponto bem forte o livro ser bem ambientado e contar com uma protagonista marcante. Além disso, é de suma importância os personagens secundários possuirem destaque na história.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Oi Amanda,
    adorei a resenha e espero gostar ainda mais do livro. Eu já li a sinopse várias vezes, mas nunca pesquisei nenhuma resenha sobre o livro... até agora.
    Eu adorei ver como o enredo é bem construído e introduzido nesse cenário pós-apocalíptico (será). Espero gostar a leitura, e sim você me convenceu a ler o livro do autor.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Adorei a resenha. Adoro fantasia e essa mocinha forte e independente me chamou a atenção.
    É sempre bom quando uma mocinha decide lutar ao invés de ser comportar como uma lady, como você disse.
    E o mais importante em livros desse gênero, na minha opinião, é a ambientação. Se não for bem feita, pode acabar com o livro inteiro.
    Adorei e anotei a dica.

    ResponderExcluir
  15. Oii!!
    Nossa como eu ainda não conhecia essa história! Achei incrível, é do tipo que eu gosto e com certeza vou querer ler. Achei bem interessante essa divisão dos reinos, principalmente os que são divididos por estações. Imagine você morar em um lugar que é Inverno o tempo todo, eu não ia gostar rs, detesto frio.
    A Meira chamou minha atenção também, gosto de personagens que não se deixam abalar pelas dificuldades, independente do que seja sempre está pronta para enfrentar tudo. Já vou até procurar esse ebook, fiquei muito curiosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Amanda, tudo bem?
    Eu quero muito ler esse livro. Ele está dentre os meus desejados desde o lançamento pois achei essa premissa fantástica! Não sabe tanto assim sobre a obra e sua resenha só fez aumentar minha vontade de ler. Fico feliz que ele é bem escrito e ambientado, e ser em primeira pessoa realmente faz ser mais fluído, principalmente quando a protagonista é legal.

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Eu amo fantasias e essa eu ainda não conhecia. Pelo que parece os personagens são bem fortes e marcantes, isso é agradável para a leitura desse tipo de história, na minha opinião. Eu achei muito curioso essa questão dos reinos, que cada um tem apenas uma estação, achei muito interessante e fiquei com vontade de conhecer mais sobre. Tem a edição física? Ultimamente eu estou me afastando um pouco dos e-books, infelizmente minha visão deu uma piorada e não posso ficar arriscando. De qualquer forma, vai para a lista.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  18. Olá,

    Eu gosto muito de livros cheios de reviravoltas, e já li várias resenhas desse livro, mas, apesar da maioria aprovar a história, não senti aquele feeling que me faz ler um livro. Então, deixo a dica passar.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir