04 maio 2016

Resenha - Uma canção para a libélula - Parte 2





Um segredo antigo, uma alma conturbada, uma comprida escada. Valéria agora está de frente com a verdade e com uma velha amiga, a Loucura.
Depois de um final aterrador, Uma Canção para a Libélula - parte I, deixou leitores ansiosos pela sua continuação. A história da jovem pianista Vanessa, e sua luta contra a Vilã Cinzenta, conquistou corações pelo Brasil inteiro e agora tem seu desfecho. A Menina que se encontrou com a Libélula viveu um sofrimento extremo, mergulhando em sua alma obscura para nos contar sua história.
Dentro de um casulo escuro os segredos permeiam, envenenando toda a existência dessa família marcada por uma morte precoce. Diante das rachaduras há uma descoberta incrível: asas de diamante, um voo alto em meio às nuvens de um entardecer cor de algodão doce, e o encontro mais importante de uma existência.

Seja forte agora, mas não contenha suas lágrimas. Ouça a Canção até o final.

Livro: Uma canção para a libélula - Parte II
368 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Arwen || OndeComprar



*Resenha com spoilers - Leia a resenha Uma Canção para Libélula Parte.1
ou leia apenas minhas impressões.







"Era a vida que se agarrava a mim como uma erva daninha, subia pelas minhas pernas e penetrava cada pedaço de pele do meu corpo.
Era a vida..."

Depois de tentar cometer suicídio, Vanessa se vê em uma nova fase de sua vida. Ela não está miraculosamente curada, mas sente-se culpada pelo que fez, ao mesmo tempo em que ainda não consegue ter vontade de seguir em frente. No processo de recuperação, ela contará com o apoio incondicional do pai e de também da ajuda inesperada de Nathan que parece entender como ela se sente, ainda que guarde muitos segredos.

Uma recuperação lenta, com novas revelações do passado da família e algumas recaídas. Vanessa começa a perceber o quanto é importante para aqueles que estão a sua volta e que ela pode superar sua Vilã Cinzenta, mas não é tão simples encontrar um propósito pelo qual continuar lutando. A insistência de Nathan para que ela vá aos poucos se libertando da depressão e consiga se encontrar e até voltar a tocar piano a irrita no início, mas aos poucos ela passa a perceber a importância das pequenas mudanças na rotina e começa a esperar pelas visitas do médico.

“Uma canção para a libélula – Parte Dois” foi para mim a confirmação da qualidade de escrita da autora Juliana Daglio. A forma como ela consegue trabalhar com as emoções de uma maneira extremamente realista e tocar o leitor me deixou encantada e fez com que a autora entrasse para a lista dos que eu leria até na fila do supermercado.

Esse segundo livro começa exatamente onde o primeiro terminou, com Vanessa no hospital e o desespero de sua família ao perceber a que ponto a doença dela avançou. São momentos bastante tensos e quando a protagonista acorda fica nítido seu arrependimento pelo que fez, ainda que ela ainda não consiga ver outra forma para aliviar o sofrimento que sente. As visitas a uma psicóloga, que no início ela rejeita, vão aos poucos mostrando uma nova visão sobre o que aconteceu no passado. Um personagem que ganha muita importância é o Nathan, que com grande insistência começa a fazer com que ela “volte a viver”.

"Ele cuidou de mim como se eu fosse de cristal e me mostrou que eu era de diamante."

Como eu já comentei, a carga emocional do livro é muito grande, assim como aconteceu no primeiro. Vi-me emocionada algumas vezes durante a leitura e a angústia da Vanessa foi passada de tal forma que entendi cada passo de sua recuperação, sob uma visão que eu nunca tinha analisado a depressão.

A importância dos familiares e amigos fica clara nesse processo e o enredo tem uma grande virada quando Vanessa descobre um motivo forte o suficiente para fazê-la lutar contra a Vilã Cinzenta. Uma passagem que chamou minha atenção foi uma visita da protagonista a um grupo de pessoas com problemas psicológicos, as conversas deles foram fortes e muito reais.

Não posso deixar de comentar sobre o final que me deixou um tanto desesperada, acontecimentos inesperados me deixaram (e a protagonista) sem chão. Quando pensei que a situação não tinha mais como se resolver a autora conseguiu encontrar uma solução. Isso pode parecer confuso, mas tenho que destacar a habilidade da Juliana para criar reviravoltas na estória e conseguir resolvê-las sem correr com o final.

A narrativa em primeira pessoa continuou aproximando o leitor da protagonista, além disso, uns poucos capítulos foram sob o ponto de vista da Valéria, mãe da Vanessa. Finalmente foi possível entender exatamente o que aconteceu na infância da protagonista.

"Há uma sensação específica que fica na alma depois de contemplar uma paisagem maravilhosa, ou depois de ler um livro marcante, ou depois de ouvir uma música tocante. São sensações únicas que deixam em cada um de nós marcas igualmente únicas que nos mudam para sempre. É a mesma coisa quando vemos a alma de alguém."

Como sempre, só tenho elogios para a diagramação da Editora Arwen. O capricho e atenção aos detalhes que a editora tem me deixa cada dia mais animada para ler suas publicações. A capa mostra a Vanessa e o interior é todo decorado com libélulas, li em formato de ebook, mas a versão física segue a mesma diagramação. Não encontrei erros de revisão.

Indico a leitura de “Uma canção para a libélula – Partes Um e Dois” para todos que procuram por um bom romance, mas especialmente para quem tem interesse em entender um pouco mais sobre transtornos psicológicos, especialmente a depressão. A leitura é fluida, mas cheia de emoções e com algumas ótimas metáforas e é perfeita até para os leitores mais exigentes.

24 comentários:

  1. Oi Evelise, não conhecia nem o primeiro e nem esse, por isso pulei um pouco a sua resenha. Mas pelo que pude conferir, a história parece ser bem interessante. Sem contar que gosto bastante desse gênero e quero sim ler um pouco mais sobre a depressão, esse assunto me interessa bastante.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu não consegui separar bem minhas impressões para quem ainda não conhece o livro ler sem medo, mas que bom que você tentou :)
      Espero que consiga ler logo, vale muito a pena!
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá, tudo bom?
    Nossa, finalmente saiu essa sequência em? Já vi vários leitores reclamando por isso, mas a espera foi gratificante pois ficou uma bela de uma edição em? Rsrs, eu gostei de saber que a autora traz essa questão do suicido em sua obra. Parece que o livro te pegou daquele jeito né. Adorie a suas considerações, e espero poder ler a Duologia em breve. Até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu dei sorte de não esperar tanto, já que li o primeiro há pouco tempo, mas também vi alguns leitores bem ansiosos para essa continuação. O livro é mesmo muito bom :)
      Beijos!

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oi Eve, conheci o primeiro livro aqui no blog e cheguei a compra-lo, ainda não fiz a leitura, mas lendo a resenha do livro dois, sinto que estou perdendo tempo. Infelizmente, acho que comi alguns spoilers, mas faz parte.
    Sua resenha está mega instigante.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Me desculpe pelos spoilers, espero que não tenha sido nada muito grave, eu realmente não consegui separar só minhas impressões...
      Beijos!

      Excluir
  5. OI, Eve
    Gosto muito de livros com cargas emocionais assim. Jurava que esse livro apresentava outro enredo, e agora até me interessei. Adoro também quando os autores abordam transtornos psicológicos, e adoraria ler o livro.Quem bom que gostou tanto e fez tantos elogios ao desenvolvimento da obra.
    A Arwen tem sempre uma ótima diagramação mesmo.
    Ótima dica!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiee Eve ^^
    Eu simplesmente amei o primeiro livro! Foi o meu primeiro contato com a escrita da Juliana, mas eu me tornei fã dela no mesmo instante. Ainda não tenho a parte II comigo, mas estou doida para lê-lo, pois o final do primeiro livro me deixou desesperada para saber o que viria a seguir, e a sua resenha conseguiu fazer com que eu ficasse ainda mais curiosa. Aiaiai, e esses acontecimentos inesperados aí?! *-*
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  7. Esse livro se tornou um dos meus preferidos! Tem uma carga emocional maravilhosa. E sei exatamente que momento foi esse que achou que nada mais tinha jeito. Uma reviravolta e tanto.
    É um livro que nunca vou esquece.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Nunca li nenhum livro que tratasse da depressão, e acho muito importante essa temática pois esse é um mal que assola muitos nessa época que vivemos.
    Não sabia que o livro tratava disse, achei que fosse uma fantasia, mas pelo jeito me enganei legal.
    Vou procurar saber mais dele e comprar o 1, pois me interessei bastante

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler o primeiro livro, e por isso fiquei perdida em alguns detalhes. Mas pude notar que é um livro intenso e emocionante, que com certeza vai me emocionar muito. E adorei a capa dos dois livros, estão lindas!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia nenhum dos livros antes de ler a sua resenha e já posso dizer que estou super interessada em conhecer melhor a história da Vanessa. Sair de casa aos treze anos para ir morar em um país diferente, alcançar o sucesso e sofrer de depressão é bem difícil. Fiquei satisfeita em saber que a autora teve sensibilidade para retratar o tema de depressão, que ainda hoje não é tão bem compreendido pela sociedade e nem por quem está sofrendo com a doença. Acredito que o livro dois seja ainda mais profundo, pois apesar da personagem está arrependida o processo de recuperação é uma etapa muito difícil de ser superada. Achei a premissa dos dois livros bem interessante, apesar de ser um tema delicado, sem dúvidas irei buscar ler os livros, acredito que o fato de ter sido escrito por uma psicóloga tenha contribuído ainda mais no momento da abordagem da depressão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, estou louca para ler esses livros, pois sei que só tem elogios sobre a escrita da autora e em especial, esses livros, que abordam um assunto bem interessante e pertinente, que é a depressão, e como você deixou transparecer, a autora demonstra de forma magistral e fiquei curiosa para saber como Valéria vai lidar com isso e o desenrolar da sua vida.
    Estou bem curiosa.
    bjus

    ResponderExcluir
  12. Olá!!

    Eu comprei esse livro e estou esperando chegar, os dois na verdade! Como vi que tem spoilers eu não li nada! Fiquei com medo de procurar pelas suas impressões e acabar lendo alguma coisa indevida!Rs
    Então vou comentar das capas, que estão magnificas nessa nova edição! Tenho grande expectativa para esses livros! A autora é muito amor!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  13. Olá! :)

    Ja ouvi falar bastante desse livro.. E gosto de romances.! :)

    Mas, sinceramnete, considero que nao faz muito o meu genero! :) Principalmente porque trata de transtornos psicologicos, tem muitas metaforas,...

    Ainda bem que gostaste! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Eve, sempre ouvi falar muito bem desses livros e ver sua resenha cheia de elogios me deixa mais curiosa ainda. Acho super importante o tema tratado no livro, eu gosto de obras que nos fazer refletir e que falam de algo pesado como a depressão, acho que essa é uma leitura obrigatória para mim esse ano. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Eve, tudo bem?

    Eu li a primeira parte na primeira edição, através de um Book Tour que a Ju organizou, e li o livro praticamente em uma sentada, de tão fluída que é a narrativa, e como parece que ela fala com a gente. Estou doida para ler o livro, tenho os e-books e só preciso de tempo.

    Gostei de saber que a escrita da Ju continua deliciosamente fluida, que conseguimos entender pelo que a Vanessa está passando, e achei interessante essa cena que você mencionou, parece ser bastante emocionante mesmo. Aah, quer dizer que o livro tem reviravoltas? Já vi que vou ficar aflita... rsrs. Também achei legal esse ponto de vista da Verônica, para entendermos pelo que a Vanessa passou, e também para sabermos um pouco mais da própria Verônica.

    Amo as edições da Arwen, e a forma como a editora valoriza seus autores.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  16. um dos meus livros favoritos tem uma protagonista que luta com o início de uma depressão. É um tema pesado que muitos autores evitam.
    Não conhecia esses livros não sei se no momento eu leria porque estou com um tempo bem curto e tenho priorizado as parcerias mas o livro parece bom, instigante e a resenha está ótima.
    abraço

    ResponderExcluir
  17. Oi Eve, fico feliz em saber que o livro foi tão bem escrito e o que é melhor, que a autora tenha conseguido transportar emoções. Fiquei surpresa em ler suas impressões, não esperava tanto dele confesso. Saber que a autora aborda um assunto delicado e insere elementos que causam grandes reviravoltas na trama, me deixou ainda mais curiosa para conhecer essa obra, que além de ser maravilhosa (com base na sua resenha) vem de um talento nosso, é nacional. Enfim, dica mais que anotada com certeza.

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Eu já li vários comentários sobre o primeiro volume dessa série e como tenho uma certa curiosidade, acabei pulando a primeira parte da sua resenha para não pegar nenhum spoiler, pois um dia pretendo ler ainda.Mas lendo suas impressões pude perceber que esse é um volume que eu gostaria, com certeza, porque adoro livros que me emocionam, que possuem narrativas em primeira pessoa e que falem sobre a importância da família e amigos. Enfim, acredito que serei facilmente conquistada por essa história, então marquei a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Achei super legal que o livro trate de transtornos psicológicos. Apesar de ser ficção acho livros assim super importantes para conscientizar as pessoas. Achei bem legal também você dizer que a diagramação é enfeitada com libélulas, parece ser bem fofo e lindo. Gostei também do fato do livro ser bem escrito. Acho que com certeza eu leria.


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  20. Oi, Eve!
    Adorei a resenha, fiquei mais curiosa e encanta para embarcar nessa história linda da Canção da Libélula que conquistou para a lista de desejados.

    Beijos linda,

    https://booksmagiclove.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Achei essa resenha incrível aqui!!! Que alegria imensa!! E ver tantos comentários lindos me enche ainda mais de felicidade.
    Obrigada por mais esse carinho, flor! Esse blog se tornou mais que especial para mim <3

    ResponderExcluir