04 maio 2016

Resenha - Segredos do Reino




O que uma princesa, um comerciante sem sorte, uma pintora excêntrica, o líder de uma quadrilha, um monge amnésico e um homem depressivo com apenas dez centímetros de altura têm em comum? Bem, por ora, apenas um único objetivo: desmascarar o perverso rei Clausius perante a população do reino, destronando-o de uma vez por todas. Conseguirão eles lidar com todos os obstáculos que atravessam seu caminho, incluindo o próprio exército real? Acompanhe as aventuras (ou desventuras?) de Clarissa e Miguel, e embarque em uma narrativa ágil e surpreendente, repleta de conflitos, suspense e reviravoltas que o farão repensar se tudo é mesmo o que parece ser. Desbrave os territórios mais longínquos de Merquillian e desvende as conspirações e artimanhas de Clausius, que, até então, eram segredos do reino.

Livro: Segredos do Reino #1
352 páginas || Skoob || Cortesia: Novo Século || Onde Comprar

                                               



        

Clausius é um rei muito amado pelo seu povo do reino de Merquillian. Sua bondade e fama ultrapassam os limites do reino. Pelo menos é o que todos pensam já que o rei é puramente aparência, porque seu interior é sujo e cheio de maldade no qual não mede esforços para destruir aqueles que ultrapassam seu caminho. Clarissa é a única sobrinha do rei e assim como todos sempre foi enganada por sua verdadeira natureza, mas ao contrário dele a jovem é doce e cheia de bondade assim como seu pai foi.

Miguel perdeu os pais logo quando criança. Quando vieram a falecer o deixaram com seu amigo Abraão e sua espada a cargo da criação do filho e logo após que atingiu a maioridade tornando-os vizinhos.

Certo dia Abraão descobriu que o rei desapropriou suas terras do campo. Tomado por desespero ele foi até o castelo tirar satisfações com o rei. Miguel sendo um bom vizinho e amigo o acompanhou. Já no castelo, Abraão segue para falar com o rei enquanto Miguel se perde sendo encontrado pela princesa Clarissa. O rei recebe a presença de Abraão como um afronta a sua autoridade e com sua espada tira a vida do senhor que só queria sua terras de volta, no exato momento que o ato acontece Clarissa e Miguel presenciam tudo sem acreditar que o rei/tio tenha tido coragem de fazer tal atrocidade.

Em meio ao desespero os dois fogem do castelo sendo perseguidos pela guarda do rei. Nem mesmo a sobrinha do rei sairá impune e Clausius não deixará que eles venham à revelar ao seu povo quem ele realmente é. Miguel e Clarissa são perseguidos e caçados e no meio da fuga conhecem pessoas que também odeiam o rei e quer destroná-lo. Mistérios rondam o castelo e os jovens descobrem que Clausius fez muito mais do que deixa transparecer e até mesmo a sua acensão ao rei foi desleal.



[- Minhas Impressões -]

Sou apaixonada por estórias que se passam no período feudal com reis e princesas, e por isso, ''Segredos do Reino'' trouxe algo totalmente novo de tudo que já tenha lido com intrigas e mistérios que aguçam a curiosidade do leitor. O livro é narrado em terceira pessoa mas por ser uma estória em tempos feudais o autor utilizou um narrador que até mesmo me deu a impressão de ser um personagem deixando a leitura muito mais agradável.


Somos apresentados á diversos personagens ao decorrer da estória mas são personagens tão marcantes que em nenhum momento nos perdemos quem é quem na estória onde, Clarissa e Miguel são os protagonistas. Ela uma jovem princesa que perdeu o pai cedo e sendo criada pelo tio desde então. Em nenhum momento Clausius deixou a máscara cair perto em sua presença o que levou a um grande choque da protagonista ao descobrir. Clarissa é doce, delicada e dona de uma sutileza digna de uma princesa, mas ao contrário do que se espera ela não se encaixa em meio a corte achando todos muito chatos e frios.

"- A curiosidade é tão mortal quanto o veneno de uma serpente percorrendo-lhe as veias."
Miguel foi o maior mistério ao meu ver. Ao primeiro momento pensamos que ele é somente um órfão que teve o azar de ter presenciado as atrocidades do rei, mas ao decorrer da estória podemos ver que ele é bem mais importante do que aparenta e até mesmo ao ponto do rei achar que ele é uma ameça ao seu trono.

"Testemunhei um assassinato, ele matou meu vizinho"

Os personagens secundários são nos apresentados ao decorrer da estória como o chefe dos ladrões e sua trupe, a jovem pintora B. Lunar e um monge com problemas de amnésia e dono de uma inteligencia absurda e entre outros. Todos foram muito bem construídos e até o final da leitura minha preferida foi a B. Lunar que não mediu esforços para enfrentar um exército para ajudar o casal.

Se esperam um romance temo em desapontá-los pois esse não é o foco principal da estória. Pode até ter indícios de um interesse por parte de Miguel e Clarissa mas é tanta adrenalina e momentos de sufoco que seria impossível e sem sentido o desenvolvimento de uma romance.

O livro é recheado de mistérios e momentos de angústias. Clausius é um rei terrível sem coração que não liga se faz mal a alguém. Fiquei impressionada com sua maldade e as torturas que ele fez com as pessoas. Criei muita raiva por ele ao decorrer da estória e desejei a todo momento que alguém fizesse com ele tudo que ele estava fazendo com os outros. Acho que o maior ponto negativo da estória, pelo menos para mim, são exatamente os mistérios a serem resolvidos. Sou uma pessoa muito ansiosa e fiquei pra morrer de tanta curiosidade de descobrir logo e mesmo assim nem tudo é revelado dando indícios que a estória está muito longe de ter seu fim.

“Há peças demais no xadrez. É hora de chacoalhar o tabuleiro”

A parte física em si do livro está muito bem trabalhada com uma arte lindíssima que trás uma coroa em sangue traduzindo bastante a estória. As letras e espaçamentos estão num tamanho ideal para uma ótima leitura, já as folhas são amareladas e ásperas para uma boa pegada, minha única reclamação é por conta delas apesar de serem amarelas são um tanto quanto finas e transparentes, dava para ver através delas as palavras que estavam no verso, mesmo assim em nada atrapalhou a leitura.


''Segredos do Reino'' é um livro que pode agradar bastante o publico juvenil e até mesmo os mais adultos onde trás uma estória muito bem construída que instiga o leitor a pensar através das atitudes do personagens e o que tanto o rei esconde. Fica difícil não recomendar um livro que me proporcionou horas maravilhosas de leitura.

18 comentários:

  1. Oi Stefani, não conhecia essa obra, mas já gostei pela ambientação explorar o período feudal e todas as suas características mais marcantes. E que bom que os personagens também se destacam. Espero poder ter a oportunidade em conferir.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi Stefani, ainda não conhecia o livro mas fiquei curiosa. Não ter romance não me afasta da ideia da leitura porque acho que se a historia se sustenta sem isso, ótimo. Mas o que me deixou curiosa foi você falar q a coroa ensanguentada da capa tem a ver com o enredo!!!!
    Quero ler!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas simplesmente AMEI!
    Adoro as tramas com senhores feudais e reis e rainhas... tudo me encanta! A capa, apesar de simples, é linda!
    Não gosto quando a trama é contada em terceira pessoa, mas pelo que você disse não é ruim, pois o narrador parece um personagem, isso torna as coisas melhores!
    Assim que possível, lerei, me instigou muito saber mais sobre esses segredos!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  4. Oi Ste!
    Não conhecia o livro, mas diferente de você, não curto esses livros de fantasia e épocas medievais.
    Mas senti muita vontade de çer o livro depois das suas impressões. Adoro personagens marcantes e situações que nos fazem sentir que entramos na narrativa e foi isso que identifiquei na sua resenha.
    Anotei a dica para ler um dia.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Olá Stéfani,
    É tão satisfatório quando um livro nos proporciona horas maravilhosas de leitura.
    Esse livro me parece fluir muito bem e, também, ter sido bem escrito. Entretanto, não é o tipo de leitura que sinto que precise no momento, sabe?
    Quando conclui a leitura de sua resenha, refleti sobre ler ou não o livro e vi que ele tem muito mais a cara da minha prima e do meu irmão.
    Vou anotar a dica da leitura para eles e indicar sua resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Eu também gosto muito de livros com essa temática. Ainda não o conhecia mas fiquei bem curiosa pelo que você falou sobre ele. Gostei ainda mais de saber que o romance não é o foco da trama, embora eu seja apaixonada por romances, gosto muito quando histórias assim deixam um pouco de lado o romance

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro e achei o entedo bem interessante. O fato de não ter romance em nada desfavorece a história. Através da leitura de sua resenha acredito que este livro, o primeiro de uma série, cumpriu muito bem o papel de apresentar a trama, as personagens e aguçar a curiosidade do leitor para as futuras continuações, que aliás devem envolver uma boa guerra, pois esse rei parece ser frio e maquiavélico!
    Bjinhos,
    Elaine M. Escovedo

    ResponderExcluir
  8. Oi Stefani,

    Eu sou uma amante de literatura medieval, então eu sempre estou lendo livros assim. Se bem que ultimamente eu tenha ficado um pouco saturada, pois como sempre li muito, achava que tu tava ficando muito genérico, mas enfim, eu não conhecia Segredos do Reino e achei a premissa bem interessante. Fico feliz que o foco não é romance, porque acredito muito que é o que menos tem que ser explorado nesse tipo de literatura. Haha. Adorei a dica. :D beijo!

    ResponderExcluir
  9. A história parece bem intensa, e por isso gostei de saber que o romance é deixado de lado para focar nessa adrenalina toda. Detesto quando leio uma história boa, mas que o autor teima em colocar um romance mimizendo no meio sem necessidade. Adoro histórias com reis, princesas e tudo mais também, então quero muito ler a obra!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Stefani
    Também gosto muito de livros que se passam em períodos assim. Geralmente esses livros têm muitos personagens mesmo, mas que bom que o livro é tão bom que aprovou-os.
    Para falar a verdade, eu ainda não conhecia o livro, mas achei a premissa interessante.Não sei se leria agora, mas futuramente gostaria.
    Ótima dica.

    ResponderExcluir
  11. Olá!! :)

    Ainda bem que gostaste assim tanto.. Nao resisti a dar uma olhadela ao texto da fotografia que tiraste.. Achei essa parte bem escrita!! :) ahah

    Bem, é otimo quando achamos que o tempo em que estivemos a ler valeu bem o tempo! :)

    Pareceu-me uma leitura inteligente e instigante! :) Ah! Que bom a historia ainda estar longe do final.. Bem, isso depende do ponto de vista! :) hehe

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, flor!
    Eu não gosto de histórias de época, mas confesso que o fato de esse livro não trazer o romance como foco me despertou o interesse (rs). Gostei de saber que o ritmo dos acontecimentos é ágil e que nos sentimos sem fôlego com o enredo. Adoro quando isso acontece e, infelizmente, é um tanto raro. Geralmente lemos histórias com altos e baixos. Enfim, apesar de não ser fã do gênero, vou anotar a dica.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi, flor.

    Eu nunca li nada sobre o período feudal e confesso que não me interessei pela leitura. Até que a premissa é boa, mas o livro não seria um dos que me cativaria, entende? Mas fico feliz que você tenha gostado do livro e que ele tenha te proporcionado uma leitura legal e bem construída. Quem sabe eu não leia algum dia?

    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ola Ste lindona amei essa capa achei linda e delicada, gostei muito da premissa do livro que com vários personagens a autora soube trabalhar muito bem com todos, o fato do Rei enganar todos seus súditos vestindo uma máscara de bondade me faz torcer para que seja desmascarado logo. Dica anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  15. Gente que livro lindo! Realmente acho que nem ficaria esperando romance algum dele depois de você falar todas estas coisas e ter tantos personagens diferentes que acho que até perderia a graça. É a primeira vez que vejo este livro rodando por aí e como é legal conhecer coisas novas. Fiquei interessada pelos personagens secundários.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  16. Não é um livro que leria por agora, a estória os mistério que ronda o castelo me fez ficar curiosa, porém estou em dúvida em relação a narrativa, tirando isso gostei da capa e dos acontecimentos adoro livros que fale sobre princesa e rei.

    ResponderExcluir
  17. Oi Stéfani, confesso que essas histórias que se passam no período feudal não chamam minha atenção, seilá mas fantasia não é o meu forte. Apesar de eu ter achado a trama bem elaborada e diferente, é ótimo para quem curte, né? por isso acredito que eu não leria ele no momento, talvez mais para frente só.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Adoro a história de reis também, principalmente quando o objetivo principal é destrona-lo. Achei bastante interessante a escolha de juntar tantos personagens diferentes para essa missão e ainda por cima usar um recurso de narração que não fique carregado de mais de personagens para confundir o leitor.
    Com certeza esse é um ótimo livro, dica anotada

    ResponderExcluir