05 maio 2016

Resenha - Pode Beijar a Noiva




Quando tudo parece estar perdido para Emma Van Court, que acaba de se tornar viúva, a promessa de uma grande fortuna lhe cai dos céus. Mas há uma condição para abocanhar a herança: ela terá de se casar novamente. Como não se especificou o noivo, todos os homens da pequena Faires, na Escócia, resolvem participar dessa corrida do ouro e passam a disputar as atenções da jovem viúva.
Os competitivos pretendentes só não contavam com a presença de James Marbury, primo do falecido marido, Stuart, que chega ao vilarejo para ajudar Emma com os trâmites do inventário. No passado, os dois tiveram uma aproximação, e James ainda nutre fortes sentimentos pela, agora, viúva. Conseguirá ele afastar a horda de interesseiros pretendentes e finalmente se juntar à sua amada?


Livro: Pode Beijar a Noiva
240 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Planeta || Onde Comprar

                                                







Emma Van Court é uma jovem de dezoito anos que foi criada pelos tios, ela cresceu e morou a vida toda em Londres. Emma é apaixonada por Stuart, que sempre demonstrou muito interesse em ajudar os menos afortunados e que estivessem precisando de qualquer tipo de ajuda, ele está sempre envolvido em causas nobres e da igreja. Nenhuma das duas famílias apoia o casamento precipitado do casal, então eles resolvem fugir para uma pequena ilha na Escócia, Faires, onde eles conseguiriam realizar o casamento e também onde Stuart conseguiria colocar em prática sua profissão de cura.

Após seis meses de matrimônio, Stuart acaba morrendo de uma forma trágica e Emma fica sozinha, porém, inesperadamente surge uma herança no nome dela, mas Emma poderá resgatar seu dinheiro apenas quando se casar novamente. A proposta de casamento surge de todos os lados da pequena Faires, onde os homens solteiros começam a cortejá-la a fim de receber a herança.

James Marbury, o atual Conde de Denham e primo de Stuart, recebe a notícia que seu primo morreu e decide ir até Faires para buscar o corpo do falecido a fim de enterrar no mausoléu da família, e aproveitar para ver como está a jovem viúva. James e Emma sempre foram muito próximos e ele sempre foi seu protetor, mas quando Emma revelou que o casal iria fugir para realizar o casamento, James não aceitou e fez de tudo para impedi-los. Então, Emma não ficou muito feliz em revê-lo após todo o ocorrido.


James sempre foi apaixonado por Emma e por isso ele ficou inconformado quando ela se casou com seu primo. Quando ele chegou em Faires e descobriu que ela está para receber uma herança apenas quando estiver casada novamente, certamente ele não perde a chance de tentar conquistá-la e quem sabe, tê-la para si.

"- Quando um homem que nunca teve nada negado em sua vida encara subitamente o fato de que não pode ter o que mais deseja dirá quase tudo para tentar convencer-se de que jamais desejou aquilo. Mas, acredite no que eu digo Emma, não me lembro de uma época em que eu não desejasse que você fosse minha".

''Pode Beijar a Noiva'' foi o primeiro romance de época que eu li, e acredito que comecei muito bem apostando em uma leitura tão sensível e cativante. A escrita da nossa querida Patricia "Meg Cabot está maravilhosa e não deixa a desejar em nenhum aspecto. Ela narra os acontecimentos com tanta facilidade que deixa a leitura muito fluída e nem vemos as páginas passando, até que acaba e ficamos com um gostinho de quero mais.

Apesar de ser uma leitura clichê e previsível, é impossível não se encantar com os personagens e torcer por um final feliz. Emma sempre foi muito madura e apesar de ter ficado viúva tão cedo, ela não se deixou desanimar em nenhum momento. Sempre arrumando forças para continuar e sempre ajudando os mais necessitados. Já em James é perceptível ver a grande mudança, ele sempre foi rico e mimado e diferente do seu primo, ele era ingrato a tudo que recebia e apesar de ter tanto dinheiro, nunca ajudou ninguém. Mas quando ele decide conquistar Emma, ele aposta nas qualidades que ela mais admira. Ele mostra que pode ser uma pessoa diferente e passa a ajudar as pessoas e tentar dar um futuro melhor à quem ele conseguir, e tudo de bom coração sem esperar nada em troca.

Esse é um livro perfeito para quem busca uma leitura de arrancar suspiros. A autora conduz a trama de uma forma tão cativante que tenho certeza que assim como eu, ninguém vai conseguir largar o livro até chegar na última página. Se você nunca leu nenhum romance de época, pode apostar em Pode Beijar a Noiva e se apaixonar pelo gênero e pela história.

18 comentários:

  1. Eu estou louquinha para ler esse livro! Depois de ter lido Aprendendo a Seduzir da Patricia e sendo apaixonada por romances de épocas, mesmo sendo clichês, sempre acabo me envolvendo com a história. Mas esse enredo parece muito com o livro O Conde Enfeitiçado, que é um pouco decepcionante.
    Beijos!!
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu já li esse livro e adorei. Meg sendo Patricia é simplesmente fantástico. A leitura é mesmo clichê e previsível, mas nesse caso, nao interfere em nada nas cenas, porque é mesmo bem cativante.
    sua resenha me deixou com saudades desse enredo tao delicado e ao mesmo tempo surreal. Você escolheu um ótimo título para começar a ler romances de época.
    beijos e boas leituras, Fer

    ResponderExcluir
  3. Não tenho muita experiência em romances de época, mas lendo a sua opinião e sabendo que você também não tinha lido nada neste estilo e gostou, fiquei bem empolgada em ler também. Não me importo com clichê, deste que tenha uma escrita envolvente e você deixou claro na sua resenha que isso, o livro tem!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar desse livro, mas não sabia que era uma romance de época! Não sabia que a Meg escrevia livros assim, que legal!
    Bem, não gosto muito de romances de época, mas a premissa desse gênero está me conquistando aos poucos!
    Também não me importo com clichês, desde que a autora saiba conduzir bem a trama (e a Meg sabe), ela consegue arrancar suspiros e vale a pena! Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  5. Oi Kétrin
    Não sou fã de romances de época, mas fiquei feliz por você ter conhecido e gostado.
    Acho todas as histórias bem parecidas e isso me deixa meio sem vontade, entende?
    Mas que bom que você se encantou pelos personagens e no final valeu a pena ler esse livro.
    Espero que seja o primeiro de muitos.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Olá Kétrin,
    Esse é seu primeiro romance de época, então, posso te dizer, se prepara, pois, a maioria, será previsível e você, mesmo assim, torcerá para os mocinhos. Esse é um dos motivos que me faz gostar tanto desse gênero!
    Adorei conhecer um pouco mais sobre a obra e fiquei bem curiosa para fazer a leitura. O livro parece ser cativante.
    Fiquei muito curiosa para saber como funcionará o relacionamento de James e Emma.
    Já anotei a dica.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Eu tinha uma certa curiosidade com esse livro mas pela sinopse eu achava que não gostaria tanto assim. Mas lendo a sua resenha eu vi que posso me apaixonar por ele e fiquei ainda mais curiosa. A capa apesar de chamar atenção não acho que seja tão bonita, mas é agradável.

    ResponderExcluir
  8. Já tinha lido a sinopse deste livro e me interessado pela leitura. Normalmente gosto dos livros da Patricia Cabot e ler sua resenha me aguçou a curiosidade para ler este! Da autora recomendo a leitura do livro "Aprendendo a Seduzir" e do "Proposta Incoveniente", que possuem capas belíssimas, histórias bem interessantes e contadas de uma forma que foge um pouco dos clichês do estilo!
    Bjinhos,
    Elaine M. Escovedo

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro os livros dessa mulher! Ela escreve muito bem, e é impossível desgostar de alguma trama dela. Eu gosto muito de romances de época, mas confesso que alguns são sempre a mesma coisa, mas a Patrícia consegue colocar sua identidade e criar algo um pouco diferente, por isso adoro as leituras! Essa obra ainda não li mas está nos desejados. Adorei a premissa e a capa nova que fizeram!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Kétrin
    Tenho que concordar com você, pois já li o livro, e realmente nem vemos as páginas passarem. Mesmo sendo bem previsível foi impossível não torcer por eles. E eu amei o James! <3
    Só não favoritei como você, pois senti falta de a autora descrever mais como James se sentia. Mas também amei a leitura e sua resenha!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Kétrin,
    Eu nunca ia imaginar que esse livro era um romance de época. A capa nada se parece, rs. Olha, já li alguns livros do gênero e gosto bastante. Não conhecia Pode beijar a noiva e fiquei bem interessada na história. Você diz que é uma leitura sensível e cativante, então devo dizer que a obra já me ganhou. Parabéns pela resenha! Anotada a dica. :')

    beijo!

    ResponderExcluir
  12. Olá!! :)

    Nao tinha conhecimento desse livro nem mesmo da autora.. Ainda bem que gostaste! :)

    A verdade é que nao gosto nada de cliches e do genero.. Mas fiquei curioso pelo facto de soltar emocoes e de gostares dos personagens.. :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  13. Waaaa, adorei conhecer esse livro! Nada sabia sobre ele... Sabe, não sou fã de romances de época, mas fiquei curiosa com essa história porque adoro amores verdadeiros que têm uma chance para se tornarem realidade. Embora não desejasse que a personagem perdesse um grande amor, saber que o livro lhe apresenta uma segunda chance para ser feliz (e com quem sempre a amou) já me faz suspirar (rs). Quero ler!

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ketrin lindona essa capa é linda, ainda não li nada da autora em se tratando de romances de época, amei a premissa do livro eu amo clichês sendo bem descrito nos rende uma leitura prazerosa e leve. Com certeza irei ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, flor.

    Nossa, eu estou doida para conhecer esse livro. Agora nesta segunda edição com essa capa linda, fiquei com muita vontade de tê-lo na minha estante. Eu sou apaixonada por romances de época e pelo que li na sua resenha com certeza eu vou gostar da leitura ainda mais sabendo que o romance é sensível e cativante.

    Beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  16. Acho que agora chegou o momento de romances de época e antes eram os eróticos, cada época tem seu momento. Eu nem fazia ideia que esta autora escrevia livros desta gênero e nem tive tempo ainda de ler obras diferentes dela. Mas apesar de tudo para mim quanto mais romances vierem melhor, já que gosto do estilo apesar de ser como você disse, clichês. Tinha que ter algo um pouquinho diferente.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  17. Vi essa capa recentemente e estava admirando a mesma, mais depois que li a resenha me entusiasmos acabou, n falo pela resenha pois escreveu muito bem, mais pelos fatos e os acontecimentos como perder o marido, n é algo que eu queira ler.

    ResponderExcluir
  18. Em que planeta que eu estava que não sabia desse livro? Gente que capa linda!
    Estou numa vibe muito boa de romances de época, e adorei o fato dessa história ter uma protagonista viúva, imagino que isso era muito complicado naquela época.
    Com certeza esse livro entrou para os desejados

    ResponderExcluir