27 maio 2016

Resenha - Os Segredos de Colin Bridgerton



Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres.
Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade.
Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum.
Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente.
No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.

Livro: Os Segredos de Colin Bridgerton #4
336 páginas || Skoob || Editora: Arqueiro || Onde Comprar



Resenhas Anteriores

Os Bridgertons #1 - O Duque e Eu
Os Bridgertons #2 - O Visconde que me amava
Os Bridgertons #3 - Um Perfeito Cavalheiro






Desde que Penélope deu início as suas temporadas na alta sociedade que a jovem é considerada por muitos uma piada. Sua mãe sempre a vestiu com roupas que não a favoreciam, muito pelo contrário, deixavam-na com aspecto doentio e ainda para ajudar em sua primeira temporada ela estava acima do peso fazendo com que não tivesse um único pretendente. Todos faziam piadas e zombavam da jovem exceto os membros da família Bridgerton que tomaram seu partido e ofereceram sua amizade. Desde então ela frequenta a casa da família se tornando grande amiga de Eloise e também cultivando uma grande paixão por Colin Bridgerton. Penélope nunca sequer sonhou que Colin pudesse se interessar por ela e quando o ouve falando que jamais se casaria com ela, vê seu coração se despedaçar com a certeza.

''– ... eu não vou me casar tão cedo, e muito menos com Penelope Featherington!
– Ah!
"A palavra simplesmente saiu de seus lábios em um lamento desafinado antes mesmo que ela pudesse pensar.
Os três Bridgertons voltaram-se para encará-la, horrorizados, e Penelope soube que acabara de dar início aos piores instantes de sua vida.
Ficou em silêncio pelo que pareceu ser uma eternidade e então, por fim, com uma dignidade que jamais sonhara possuir, olhou direto para Colin e retrucou:
– Eu nunca pedi que se casasse comigo." 

Colin é o filho despreocupado e aventureiro da família Bridgerton. Sempre levou a vida descompromissadamente e cheio de humor. Passa pouco tempo em casa já que sempre está viajando por países exóticos, mas tudo isso é uma fachada para seus verdadeiros pensamentos onde ele se encontra perdido e temeroso sobre seu futuro. Decidido, Colin retorna para Londres e se surpreende em ver Penélope diferente. Ao que parece somente ele vê essa diferença.

Já a própria Penélope está conformada com seu status de solteirona e por isso já não liga mais para o que pensam a seu respeito, sempre fala aquilo que deseja e demostra uma confiança que jamais pensou existir dentro de si. Colin vê uma mulher interessante e decidida. Os dois acabam se aproximando quando ela descobre um segredo de Colin no qual tudo que sempre pensou sobre ele muda bruscamente deixando-a ainda mais apaixonada. Ele por sua vez se vê atraído por aquela que sempre considerou amiga e ambos percebem que foram feitos um para o outro ao mesmo tempo que grandes descobertas vem a tona para abalar a sociedade londrina.



[ - Minhas Impressões - ]

Um dos livros que mais aguardei para ler foi esse sobre o Colin. Ele nos livros anteriores se apresentou como um cara que não se preocupava tanto com as coisas e sempre descontraído e com muito humor. Me surpreendi bastante com a autora juntando-o com a pária da sociedade e também mostrar que esse jeito que ele leva a vida era uma rota de fuga para suas inseguranças.

A estória é narrada em primeira pessoa mostrando os pontos de vista de Penélope e Colin em diversas situações. Sempre fico impressionada com a forma como a autora consegue passar para o leitor exatamente o que os personagens estão sentindo, fora a riqueza de detalhes que trás sem nos cansar.

Desde os volumes anteriores, o que vem me incomodando, é a forma como as pessoas tratavam a Penélope. Sempre tinha alguém que queria humilhá-la e fazer com que se sentisse inferior. Devido a isso ela sempre aparecia triste ou sem reação aos ataques. Aqui vemos uma mulher que teve uma dose extra de coragem para não ligar mais com que as pessoas falam ou pensam sobre ela. Foi como se ela descobrisse todo o potencial que tinha dentro de si e a partir do momento que isso foi liberto não teve quem a segurasse.

"Cressida, toda doce, implorando aos jovens solteiros que convidassem Penelope para dançar, pedindo com tanto fervor que Penelope só podia se sentir humilhada.''
Cressida, anunciando perante uma multidão quanto se preocupava com a aparência de Penelope. “Simplesmente não é saudável pesar mais do que 60 quilos nessa idade.” 

Esperava algo totalmente diferente do Colin. Tinha pra mim que ele seria divertido e alegre mas, ele demostra claramente que está perdido com o rumo da sua vida, principalmente quando todos seus irmãos já tem família e talentos especiais. Ele também acredita que não tem aptidão para nada. Pude sentir toda essa insegurança vindo do personagem e Penélope de certa forma o ajuda a ver que ele é muito mais.

Os personagens secundários ficam por conta da família da Penélope sendo sua mãe e a irmã mais nova que está em sua primeira temporada e com vários pretendentes. Portia, mãe de Penélope, sempre me irritou por ser uma sem noção e não perceber que a filha era motivo de piada pelas roupas que ela insistia em vesti-la. E mesmo que Penélope seja apaixonada por Colin, sua mãe insistia que ele viesse a se casar com sua filha mais nova. Eu sinceramente fiquei indignada com essa atitude, não é possível que não soubesse dessa paixão quando todos da alta sociedade sabiam. Eloise também aparece bastante sendo ela a melhor amiga de Penélope e já nos dando indicação que o próximo livro será o dela.

"Eloise deu um daqueles sorrisos insolentes típicos dos Bridgertons e, mais uma vez, Penelope se deu conta da sorte que tinha em tê-la como melhor amiga. Ela e Eloise eram inseparáveis desde os 17 anos. Tinham debutado no mesmo ano e, para consternação de suas mães, haviam se tornado solteironas juntas." 

Gostei bastante de acompanhar a descoberta dos sentimentos de Colin e sobre a nova Penélope. Ela por sua vez já era apaixonada por ele e mal acredita que ele pudesse retornar esses sentimentos. E quando ele se entrega é pura paixão com cenas memoráveis que me fizeram suspirar. É um amor que estava destinado a se cumprir, mas antes precisavam ser amigos e companheiros para que depois o amor só os tornassem ainda mais completos.

"Ela o amava. Sempre o amara. Até mesmo agora, quando estava tão irada com ele que mal o reconhecia, quando ele estava tão irado com ela que ela nem ao menos sabia se gostava dele, o amava. E queria ser sua." 

A parte física do livro está lindíssima. Acho difícil escolher qual capa me agrada mais dessa série porque sou apaixonada por cada uma delas. A diagramação segue o padrão dos anteriores onde não encontrei nenhum erro ortográfico. Ainda temos em cada começo de capítulo as divertidíssimas crônicas da Lady Whistledown onde finalmente descobrimos sua identidade.

Além de todas as descobertas dos personagens sobre si mesmo a estória trás um mistério. Colin esconde algo, só que Penélope também esconde. Eu já meio que desconfiava desde o principio o que era,  mas foi perfeito o desenrolar de tudo.

Julia Quinn escreve mais uma vez com maestria uma estória envolvente que faz com que não desgrudemos do livro até que se finalize. E mesmo sendo parte de uma série, todos os livros podem ser lidos isoladamente, mas esse em especial recomendo a não ser lido antes de seus anteriores pois estragaria todo o mistério sobre quem escreve as crônicas. No geral tenho plena certeza que em muito agradará a todos que apreciem um bom romance de época.

16 comentários:

  1. Oi Stefani, Julia Quinn é maravilhosa heim?! Só de ler sua resenha já sinto saudade desse enredo encantador. Devo confessar que também esperava um Colin mais dinâmico, sendo que ele se portou de modo mais sombrio, na minha opinião, e perdido, como você mesma comentou. Esse também foi um dos livros mais aguardados por mim e eu adorei.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oie, stefani, já li dois livros dessa série, o da daphne e do antoni, e gosto muito de acompanhar o collin quando ele aparece. Esse livro me desperta curiosidade especial pois revelará quem é a lady whistledon, apesar de eu já ter uma forte desconfiança. E acho que será bacana ver esses personagens tão ligados pela insegurança. Espero chegar nesse livro logo e cada vez mais me apaixono pelos livros da julia.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu adoro romance de época, e da série Os Bridgertons, eu só li o primeiro e o segundo livro.
    Sua resenha me deixou ansiosa para conhecer Colin melhor, mais um irmão para eu me apaixonar, rs! A escrita da Julia Quinn é maravilhosa!
    Vou tentar comprar o restante da série em breve!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  4. Oi Stefani, tudo bem?
    Infelizmente eu ainda não li nenhum livro da Julia Quinn. A sua resenha ficou ótima, me despertou ainda mais vontade de ler essa série. Achei o romance entre a Penélope e o Collin interessante por se desenvolver de uma forma sútil, começando com a amizade, para então se transformar em um amor completo como você mencionou no texto. Achei bem legal também ela passar a aceitar a ser solteira e falar o que deseja após ser tão humilhada, quebrando padrões e encontrando a própria felicidade. Estou super curiosa para conhecer a escrita da autora, principalmente porque você disse que ela consegue expressar bem os sentimentos dos personagens. Espero ler em breve essa série.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Também super me surpreendi que o jeitão do Colin nos outros livros era mais uma fachada e isso meio que me decepcionou. rs E cara, sempre me incomodou como as pessoas tratavam a Penélope também, e simplesmente foi um balde de água gelada na cara da sociedade londrina. hahaha Essas descobertas do livro foram ótimas! Julia Quinn de fato escreve com maestria.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li os livros dessa série mas tenho certeza de que são histórias maravilhosas. Eu gostei de saber um pouco mais sobre o Colin, ver as suas impressões sobre a obra. Eu estou muito animada para ler a série ainda esse ano e depois de uma resenha como essa, a vontade só aumenta.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Amo romance de época, amo Julia Quinn! J´s li toda a série e confesso que este não está entre o meus favoritos, a Penelope acabou me irritando algumas vezes. Lady Danbury, roubou a cena em diversas ocasiões, ela foi mais estrela que a própria Penelope (rsrsrs).Gostei muitíssimo do livro, mas não leria novamente. Dessa série, amei todos os de números ímpares.
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Tudo bom?
    Assim como você esse foi o livro mais esperado por mim, pois Colin sempre chamou minha atenção e me surpreendeu a história dele, pois nem desconfiava de como ele se sentia e muito menos o segredo dele e acho que a Penélope coitada merecia ser notada por ele. Júlia Quinn foi diva nessa construção, como aliás é em todas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oii, tudo bem?
    Eu sempre vejo ótimas resenhas dos livros dessa série, mas eu já tive a oportunidade de o ler o primeiro, e confesso que ele não me envolveu muito. Mas eu gosto muito da premissa desse livro em especial, principalmente por causa da Penelope, acredito que ela seja uma ótima protagonista.

    ResponderExcluir
  10. Ei!
    Eu estava tão ansiosa para ler esse livro, porque assim como você, eu tinha uma visão muito diferente do Colin, mas venho lendo tantas resenhas que contradizem isso, que to com medo. Eu já sabia do "spoiler" da Penelope, na verdade, desconfiava dela, mas enfim, já lerei com esse spoiler. Mas fico feliz que tu tenhas gostado do livro, só espero não me decepcionar muito com o Colin x:

    beijo!

    ResponderExcluir
  11. Ola, tudo bom?
    Sempre vejo ótimas resenhas dos livros da serie, mas nunca tive vontade de ler os livros. Vou tentar ler o primeiro livro e se eu gostar continuo rsrs.
    Ótima resenha!
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Vejo ótimos comentários dessa série, e eu sempre morro de vontade de ler, pois a Julia pelo que parece consegue descrever um cenário de época com exatidão, e colocar casais bem fortes e marcantes na história.
    Infelizmente eu não tenho nenhum dela ainda, e acho que vou acabar lendo fora de ordem mesmo, pois o oitavo está sendo lançado esse mes e quero muito conferir essa história

    ResponderExcluir
  13. Olá!!

    Eu só li um livro dessa série, o quinto. Gostei muito da escrita, mas uma coisa legal que venho notando nas resenhas é que a autora sempre coloca temas diferentes ainda que clichês. Cada personagem sofre de alguma forma um preconceito, um bullying. Faz refletir de várias formas, uma coisa que se passa a tanto tempo mas que ainda de aplica nos dias de hoje. Venho admirando cada dia mais essa autora!!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  14. Oi tehhhh

    Fico Canadá dia mais empolgado com esses livros. É tantos elogios da sua parte que sinto que devo ler. Esse achei mais legal a premissa do que os outros por me lembrar a estória do patinho feio. Colin parece ser bem interessante a Penélope muito forte por ter aguentado tantas coisas. Enfim ainda mais com vontade.

    Everton
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Ste!
    Sempre fico sem jeito de comentar nas resenhas de romances de época, pois nunca me atraem =/
    Mas posso falar da qualidade da sua resenha e da empolgação. Gostei da ambientação do livro e concordo que a capa está lindíssima.
    Quinn tem muitos fãs e só posso desejar que cada dia mais ela conquiste novos e crie novas histórias.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  16. Oi Stefani, eu sou louca para ler essa série desde que me conheço por conhecê-la! ahahaah e cada resenha que vejo me animo mais ainda, eu fico muito feliz em ver que você recomenda muito a série, e que o enredo e os personagens são muito cativantes. Eu amei a sua resenha, meus parabéns!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir