28 maio 2016

Resenha - Herdeiro de Sevenwaters





O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos em seus longos mantos...
Os chefes do clã de Sevenwaters têm sido, geração após geração, os guardiões de um dos últimos refúgios dos Tuatha De Danann, os Seres da Floresta. É nesse cenário, rodeado pela floresta de Sevenwaters, que humanos e criaturas do Outro Mundo convivem ao mesmo tempo em harmonia e desconfiança. Quando Lady Aisling dá à luz um novo herdeiro de Sevenwaters, cabe à sua filha Clodagh a responsabilidade pela casa e pelo irmão. Porém, ele é raptado, e em seu lugar é deixado um ser que pouco lembra um bebê humano. Para recuperá-lo, Clodagh tem que se aventurar no Outro Mundo, acompanhada por um misterioso guerreiro, e enfrentar o poderoso príncipe que agora reina. E a recompensa pode ser maior do que ela imagina...





Livro: Herdeiro de Sevenwaters #4
496 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Butterfly || OndeComprar



Resenhas Anteriores


Filha da Floresta Vl.1
"Não sou do tipo que fica de coração partido com tanta facilidade. Tenho bem mais força do que você imagina."

Alguns anos após a grande batalha pelas ilhas, no livro Filha da Profecia, Lady Aisling dá a luz a um novo herdeiro para Sevenwaters. Depois das cinco meninas e já não tão jovem, a gravidez é arriscada e quando a criança nasce saudável é motivo de comemoração para todo o povo. A administração da casa e também a ajuda nos cuidados do irmão ficam como responsabilidade de Clodagh e tudo parece perfeito, até que o bebê desaparece sem deixar rastros. Mas percebem que no lugar onde o bebê se encontrava, havia sido deixada uma criatura que está longe de ser humana.

Clodagh parece ser a única a acreditar que há mais por trás desse sequestro do que razões políticas, vendo seu pai desesperado e a culpando, a mãe piorando a cada dia e todos na casa desolados, ela toma a difícil decisão de ir atrás do irmão. A jovem sabe pouco além de que terá que chegar à terra dos Seres da Floresta, um lugar de onde poucos seres humanos conseguiram voltar. Nessa aventura, ela contará com a ajuda inesperada de um guerreiro de Inis Eala, que parece ser muito mais do que quer demonstrar.

Quem leu minhas resenhas anteriores sabe que virei fã dessa série desde o primeiro livro, mas como houve uma finalização boa no terceiro, não sabia muito bem o que esperar de “Herdeiro de Sevenwaters”. O quarto livro veio para confirmar a qualidade da escrita de Juliet Marillier e para mostrar que é impossível se cansar desse universo.


"Sou filha de um chefe de clã, especialista em tarefas domésticas, que dará uma excelente esposinha para alguém algum dia. Não tenho as habilidades necessárias para uma expedição como essa. Não sei nadar, lutar, não sou corajosa e não tenho poderes de persuasão."


Clodagh teve uma pequena participação no terceiro livro, mas nos quatro anos que se passaram a personagem evoluiu muito, se tornando uma jovem capaz de administrar uma casa e que espera por uma vida tranquila junto de um marido agradável, que provavelmente seria escolhido por questões políticas. Quando seu irmão desaparece enquanto ela deveria estar cuidando, é como se o mundo dela desabasse, e então começa uma aventura que ela jamais esperou que acontecesse em sua vida.

No início da leitura, senti uma grande diferença entre Clodagh e as outras protagonistas da série. É claro que cada uma delas tinha suas próprias características, mas ela foi a primeira a não ter nenhum traço especial de magia. Sua característica mais marcante foi o senso de proteção que ela tem para a família. E o que eu gostei muito das protagonistas anteriores não é nenhum segredo, mas essa “normalidade” da Clodagh fez com que eu me sentisse mais próxima dela e que torcesse ainda mais para que conseguisse encontrar o irmão.

O romance também está presente no livro e a forma como ele aconteceu foi um tanto inesperada, esse não é o foco do livro, mas é importante para o desenvolvimento da estória. O envolvimento dos personagens foi rápido demais para o meu gosto, mas não posso negar que as interações entre eles são ótimas e que me senti tão curiosa quanto a protagonista sobre o passado do personagem.

Desde que li a sinopse do livro, fiquei curiosa sobre como seria a viagem de Clodagh para a terra dos Seres da Floresta, já que desde o primeiro livro há comentários sobre os perigos desse lugar. As descrições dos lugares e a forma como a personagem enfrentou os desafios foram incríveis e também houve participação dos Antigos que a ajudaram a encontrar o caminho para seu irmão.

"Para sobreviver naquele lugar, as pessoas provavelmente tinham que ser um pouco loucas; loucas o suficiente para sacrificar seu futuro em nome de um ser amado ou para amar uma criança feita de galhos e folhas."

Mais uma vez, os personagens secundários foram conhecidos dos livros anteriores, o que torna a estória ainda mais especial. Nem todos apareceram, mas a autora soube manter as personalidades de Lord Sean, Liadan e Johnny. Senti falta de uma participação maior das irmãs de Clodagh, Sibeal que aparece apenas algumas vezes e mais uma vez a personagem chamou minha atenção por sua sabedoria, mesmo não passando de uma criança.


A narração em primeira pessoa continua nesse quarto livro da série, a leitura é envolvente, misturando a magia da mitologia celta com valores sobre família e lealdade. Não tenho reclamações sobre a diagramação da Editora Butterfly, que seguiu o padrão dos livros anteriores, com a capa levemente metalizada e que consegue passar o clima da estória. Meu único problema foi com a tradução do nome de Sibeal, que no terceiro livro aparecia como Sibyl.

Deixo a indicação para todos que gostam de fantasia. “Herdeiro de Sevenwaters” pode ser lido de forma independente, mas a série toda vale muito a pena. No exterior, o quinto livro “Seer of Sevenwaters” (Vidente/Profeta de Sevenwaters) já foi lançado e estou bem ansiosa para sua tradução!

26 comentários:

  1. Adorei a resenha, já li o primeiro livro, mas ainfa não continuei a série apesar de ter muita vontade. SPOILER: aquela cena do estupro no primeiro livro realmente me deixou muito mal, é um tema que me incomoda muito, então queria saber se os livros seguintes também tratam desse tema, porque quero muito ler o resto da série, mas não terei coragem se trouxerem outras cenas como essa.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu ainda não li essa série, mas morro de vontade! A premissa é muito boa e sempre vejo bons comentários sobre os livros.
    Uma coisa que me intriga muito nesse livro é a abordagem da mitologia celta, que não conheço muito bem, mas tenho bastante curiosidade. Sua resenha ficou ótima e me deixou ainda mais ansiosa para começar essa leitura! Vou tentar iniciar a série logo!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  3. Oi Eve, eu tenho muita curiosidade em ler essa série, sem contar que acho as capas incríveis e ficariam lindas na minha estante também rsrs. Enfim, eu sempre achei a premissa da história interessante e é claro que ainda pretendo comprá-los para fazer a leitura um seguido do outro. É um gênero que me agrada bastante, por isso muito obrigada por essa indicação. Sua resenha está ótima e me deixou curiosa mesmo para conferir todos, mesmo porque não tenho noção do que acontece nos anteriores.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  4. Uau... a premissa da série parece muito boa, é uma das poucas fantasiosas que chamou a minha atenção. Apesar de serem vários livros e isso não me agradar muito ( andei ficando decepcionada) acho que esta série vai entrar pra minha lista. Não leria de forma independente não, acho que perde um pouco o encanto. Essa editora é um capricho só nas edições e nas capas. Obrigada por compartilhar. Beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi Eve!
    Li o primeiro livro dessa série e sofri muito! Tanto que desisti de continuar a leitura, mesmo sabendo que fica cada vez melhor! Também não sou muito fã de fantasia!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Eve, tudo bem?
    Não li nenhum livro dessa série, mas já li várias resenhas sobre os livros e todas muito positivas, o que só me reforça a ideia de que esses livros são realmente ótimos, principalmente para quem curte fantasia.
    Que bom que esse 4° livro te agradou e que ele seguiu o mesmo nível de qualidade dos anteriores.
    Tenho muita vontade de iniciar a leitura dessa série, mas por enquanto tô sem puder adquirir os livros, mas espero em breve ter oportunidade de lê-los.
    Espero que lancem o 5° em breve e que seja tão bom quanto os anteriores.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Eve, ainda não li nenhum livro desta série, mas tenho vontade. Acho interessante quando o autor consegue manter os personagens secundários em movimento e fazer com que não os esqueçamos de um livro para o outro, mesmo eles não sendo os principais. Gostei da Clodagh em função do instinto de proteção e acho que vou curtir bem essa série.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    quando fiquei sabendo que esse livro fazia parte de uma série, fiquei preocupada, pois to fugindo de séries. No entanto, achei muito legal a premissa da série em si e esse livro foi o causador disso. Sua resenha está maravilhosa e fiquei bem tentada em não começar a ler esse livro, mas a série também. Adoro fantasias e a mitologia celta. <3

    beijo!

    ResponderExcluir
  9. Olá Eve,
    Esse livro é mais um dos queridos da vida. Aliás, toda essa série é assim pra mim.
    O que você disse da Clodagh é verdade, podemos nos aproximar mais dela, pois ela é normal, só tem esse forte instinto de proteção. Não achei que os personagens se desenvolveram muito rápido, mas isso pode mudar de leitor para leitor rs.
    Fiquei muito feliz por ter lido sua resenha e matado um pouco a saudade.
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Oiee Eve ^^
    Eu adoro os livros da autora, e olha que nem sou fã de fantasia. Só cheguei a ler os dois primeiros desta série, então não sei o que aconteceu em "A filha da profecia" *-* maaaas.... Estou pensando em reler "Filha da floresta" e "Filho das sombras" e, depois disso, ler os que ainda faltam. Expectativas à mil \0/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Eve, tudo bem? Eu estou completamente maluca para começar a ker essa série e casa resenha sobre ela que leio aqui no blog fico com ainda mais vontade de ler. Eu sou louca por mitologia celta e tenho certeza que a leitura vai me cativar tanto quanto te cativou.
    Bj

    ResponderExcluir
  12. Oiii!!

    Eve, eu ainda não tive a oportunidade de ler essa obra ainda, mas não li nada negativo para os livros.
    Gostei muito da sua resenha que só provou que eu preciso ler em breve!
    As capas são lindinhas né?
    Saber que pode ser lido sem ser em ordem me ganha mais ainda.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Oi Eve, tudo bem?
    Tomei conhecimento dessa série através de suas resenhas e preciso dizer que elas estão ótimas, você deixou todos os pontos das histórias bem esclarecidos e escreve super bem. Só de ler essa resenha já comecei a gostar de Clodagh pois ela me parece ser uma protagonista muito forte, persistente e cativante. Ela vai num lugar mesmo sabendo dos seus riscos somente para conseguir encontrar seu irmãozinho, então imagino que no desenrolar da história haja vários toques de suspense, que eu acho essencial numa boa história. Enfim, espero ler a série um dia e gostar tanto quanto você. Fico contente por saber que pode ser lido de maneira independente, mas ainda assim quero conhecer as obras anteriores. Amei a sua resenha!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  14. Olá Eve!
    Sempre que vejo um livro dessa série fico ansiosa para ler. As capas são lindas e todos falam muito bem deles. Gostei de saber que a Clodagh é muito família e vai lutar por ela. Fiquei mais animada ainda em saber que tem um romance no enredo, mesmo que ele não seja o foco.
    Sua resenha está perfeita e espero ter oportunidade de conhecer todas as irmãs.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Eu nunca li nenhum livro dessa série, mas é claro que morro de vontade, principalmente por ser uma série que mistura mitologia, fantasia, romances...
    Adorei essa normalidade que essa protagonista trás com ela, como vc disse faz com que nos aproximemos mais ainda dela e de sua jornada.
    Com certeza a série só fica melhor a cada livro, e eu espero um dia ter oportunidade de ler também

    ResponderExcluir
  16. O gênero não faz muito o meu gosto, mas sem dúvidas deve ser uma história ótima e envolvente para quem gosta. Legal a Clodagh ser mais "normal" que as outras protagonistas, realmente devemos nos sentir mais próximas dela. Que bom que gostou do livro, a premissa é bem interessante, mas dessa vez deixo passar a dica.
    Beijos!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  17. Nossa, chocada aqui por não ter notado que colocaram Sibyl no terceiro livro e Sibeal no quarto... hehe... isso normalmente me incomodaria, mas acho que a Juliet me hipnotizou com sua história, como sempre, e deixei passar. A Clodagh não tem magia diretamente mas considero que ela tem um poder ao menos emprestado, rs, afinal, só ela pode ver que não são somente galhos e folhas que foram colocados no lugar do seu irmão, e o amor que ela sente foi capaz de ajudá-la a vencer obstáculos, e não posso dizer mais que isso pra não contar nada pra quem não leu... hehe... Amei esse livro, só não é meu preferido da série porque nada supera Filha da Floresta pra mim.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  18. Oiee!
    Sempre leio muitos comentários positivos sobre essa série e recomendações para áqueles que gostam de fantasia e não sei ao certo o porque de eu sempre postergar a leitura já que adoro o gênero! Espero também gostar da série.
    Beijos,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  19. Eve eu vou te confessar uma coisa, nunca fui tão infeliz em não querer ler uma saga, tenho horror dessa série, e todo mundo que leu amou. Não vi nenhuma crítica ou resenha meia boca cara... Sério. Sempre maravilhosas. E eu não consigo querer a história, gente já são 5 livros? Eita, ah, suas 4 estrelas me estremecem o coração, seus elogios ao livro e a diagramacao tbm. Mas, não rola pra mim. PS: porque mesmo traduzem nome próprio? Aff. Hahahaha. Beeeeijos

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?

    Menina, mas que história, hein. Quando terminei de ler sua resenha fiquei me perguntando por que cargas d'água eu ainda não conhecia essa história. Adorei a premissa e você realmente me convenceu com essa resenha. PRECISO LER ESSA SÉRIE.

    Eu amei essa capa, coisa mais linda. Estou encantada. Muito obrigada pela dica.
    Parabéns pela matéria.
    Grande abraço
    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  21. Oie eve, ue bom que o quarto livro da série não te decepcionou, mesmo com uma boa finalização no anterior. Fiquei muito intrigada com esse sequestro do bebê e as motivações por trás dele. Eu nunca tinha tido interesse por essa série, mas lerei sobre os livros anteriores porque essa resenha do quarto livro me deixou intrigada.

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que não fiquei muito animada de cara, porque se trata de uma série e eu não sou muito fã de series. Mas eu só leio bons comentários sobre essa e esse livro em questão me deixou curiosa. Imagino quanto deve ser difícil pra Clodagh tudo o que aconteceu e deve ser interessante acompanhar a busca dela. Apesar de eu não curtir romances rápidos e isso ser um ponto negativo pra mim, eu acredito que gostaria desse livro, até porque esse não é o foco da historia.

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  23. Oie!!!!
    Também fico desconfiada que nem você qyando vejo uma trilogia bem finalizada ter um livro adicionado. Pois na maioria dos casos isso não termina bem, né? Mas que bom que você gostou e inclusive recomenda a leitura deste livro!
    Sobre o enredo; a troca de bebês é bem intrigante em si e mesmo não tendo lido os livros anteriores fiquei curiosa com o motivo por tras desta! Adota uma boa fantasua com aventura, ação e romance bem balanceados e este parece ser o casi!
    Bjinhos ;)
    Elaine M. Escovedo
    Http://www.caminhandoentrelivros.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oi Eve, apesar de eu não gostar muito de fantasia, eu sempre tive uma certa vontade de ler esses livros e saber que você adora eles me anima bastante. Só confesso que o tamanho deles me assusta um pouco, mas se tem uma leitura fluída vale a pena!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  25. Sou apaixonada pela Juliet, comprei todos os livros dela que foram lançados no Brasil e resenhei os da coleção Sevenwaters. Eu já estou aguardando ansiosa o quinto livro! Fico tão feliz quando vejo alguém que leu os livros e gostou, pq indico essa coleção para todos! Então fiquei bem feliz em ler sua resenha, ficou otima!!
    Eu recomendo também!

    ResponderExcluir
  26. Oi Eve *---*

    Menina amo fantasia e essa série sempre me chama atenção pra ler, tenho visto ótimas resenhas e isso tem me animado pra começar já que ela é razoavelmente longa. Fica dificil opinar sobre a estórias mas pelas suas impressões achei ela bem construída e que vem se renovando cada vez mais. Enfim se tiver oportunidade quero ler sim.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir