12 maio 2016

Especial - Conhecendo os Autores... [13 ]


Olá, leitores. Hoje venho apresentar para vocês uma nova parceria. A autora é a Nuccia De Cicco e o livro que trarei para vocês a resenha em breve que é o Pérolas da minha surdez, lançamento recente onde Nuccia nos conta um pouco sobre como ficou surda e sua trajetória aprendendo a lidar com a nova condição, dentre outras histórias.
Estou extremamente curiosa para ler a obra e espero que vocês também gostem.
Confiram um pouco sobre a autora e seus livros:






Nuccia De Cicco é bióloga, Doutora em Bioquímica, escritora, poetisa, bailarina e blogueira. Carioca de paixão, moradora de Santa Teresa, bruxa até o fundo da alma, é apaixonada por livros, viciada em seriados, louca por tatuagens e lambidas caninas, além de ter uma queda saudável por cafajestes.
Aos 27 anos, uma doença genética a deixou surda e, desde então, ela luta contra seus próprios dilemas, contra as dificuldades do mundo silencioso e o preconceito auditivo de quem ouve. Suas histórias foram publicadas no livro “Pérolas da minha surdez”, uma obra cheia de luta e força de vontade.






Música, buzina, despertador e então... silêncio. Como se acostumar a não ter som e precisar aprender a se comunicar novamente?
As pessoas dizem verdadeiras pérolas sobre surdez, pois a maioria desconhece o assunto. Não compreendem o que é lidar com a ausência de um sentido tão importante, algo que sempre teve, sempre fez parte da sua vida, até o perder. E, então, ter de reinventar todas as suas verdades.
Nesta obra, a autora narra experiências de sua vida após o diagnóstico de surdez total irreversível, buscando ampliar o (re)conhecimento sobre o tema na sociedade. São histórias singulares, divertidas e complicadas, sobre paixões, curiosidades, tecnologias, preconceito, aprendizado e, principalmente, luta e força de vontade.
Um livro que trilha o caminho em direção dos que almejam encontrar respeito aceitação e voz.




CURIOSIDADES – PÉROLAS DA MINHA SURDEZ




- O TEMPO DE PREPARAÇÃO
O livro "Pérolas..." foi idealizado um ano depois que fiquei surda, mas apenas começou a ser efetivamente escrito no final de 2013/início de 2014.
Por que tanto tempo? Sou surda desde 12/06/2007, mas somente alguns anos depois me senti relativamente estável (física e psicologicamente) para discutir a surdez na vida adulta e seus entraves. Enquanto isso, também tentava estabilizar minha carreira profissional na ciência, defendendo o doutorado em Bioquímica. Aí, a casa entrou em reformas, meu pai faleceu, e o livro era a última coisa em que pensava.
Quando tudo entrou nos eixos, muito incentivo, apoio familiar e prazo apertado no curso de publicação e contrato, comecei as pesquisas mais difíceis e finalmente o livro saiu dos neurônios para o notebook.



- PRÉ-DIVULGAÇÃO
Em 2014, quando o livro ainda estava no 3º capítulo, fui convidada pelas profs. Roberta Scchiafino e Vivian Rumjanek, do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis, UFRJ, para apresentar duas palestras sobre minha surdez e meu livro. Elas foram parte de um curso de graduação em enfermagem.
Em 2015, o Projeto Surdos/UFRJ, onde trabalho, foi convidado pela TV INES e pelo CANAL FUTURA a fazer entrevistas: sobre apoio científico a surdos e sobre mulheres surdas, respectivamente. Em ambos os casos, os canais ficaram interessados no livro e me chamaram para entrevistas pessoais também. Essas entrevistas, bem curtinhas, não tem data prevista para ir ao ar ainda. Mas... fé, pessoas! XD



- A ESCOLHA DA CAPA
Inicialmente, a capa que eu usava no Wattpad era muito literal: um cordão de pérolas saindo de um ouvido. Eu e meu editor descartamos essa e pensamos em outras imagens: balões de diálogos sem nada escrito, foto da autora, um píer numa praia deserta, etc... Nada agradava!
Então, quase desistindo de encontrar alguma imagem representativa bacana, deixei-me ficar longe da internet por dois dias. E quando retornei, iniciei pesquisando nos bancos de imagens gratuitas as que tinham como palavras-chave silêncio, solidão e mar. Foi quando encontrei aquela foto do caramujo-da-praia. Uma concha solitária que transmite, ao mesmo tempo, isolamento, tranquilidade e o som escondido no interior. E a cereja desse bolo gostoso é a cor da concha: perolada!





OUTRAS OBRAS



Contos de uma noite insólita – contos diversos ( Leia aqui )
Uma vida em mil poemas - poesias ( Leia aqui )
Participação em Antologias:
Amor e Morte – Editora Ixtlan (2014) - ( Compre aqui )
Sombras e Desejos – Editora Ixtlan (2014) - ( Compre aqui )
Eu me ofereço-Tributo a Stephen King – Editora Illuminare (2015)
Vida e Verso – Editora Illuminare (2015)
Minicontos Coloridos – Editora wwlivros (2015) - ( Compre aqui )
Através da Escuridão – Independente (2015) - ( Compre aqui )
Perdoe-me – Contos Dramáticos – Editora Illuminare (a ser lançado em Julho/2016) 


CONTATO


14 comentários:

  1. Oi Tamara, eu adoro essa coluna do blog, especialmente porque temos a oportunidade de conhecer novos autores e suas obras. Bom, eu já conheço a Nuccia de Cicco, porque já li várias postagens sobre ela e seus livros. Tenho uma vontade enorme de ler Pérolas da minha surdez e ainda espero ter essa oportunidade. Desejo muito sucesso para ela!
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Os autores sempre tiram algo de sua vida para por em seus livros e com a Nuccia isso teve um significado maior. Acho que ficar surdo, mudou, cego ou perder um membro do corpo é muito mais difícil do que já nascer naquela dessa forma, afinal temos que reaprender a viver diante daquela nova condição. E o tempo de preparação do livro mostra isso, a autora teve que está bem consigo para dar continuidade a ele.
    Adorei a capa e quando vi imaginei logo que estava ligado ao fato de ouvimos o som do mar quando a colocamos no ouvido. Realmente casou bem com a proposta do livro.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. A Nuccia é uma pessoa fantástica e fiquei muito feliz quando ela contou que lançaria seu livro. Por incrível que pareça eu não tinha me tocado que o livro era um tipo de auto-biografia e fiquei fascinada agora! Já quero muito ler. Parabéns a autora pela força!
    Beijo, Mari

    ResponderExcluir
  4. É legal ver as experiencias da autora com essa sua nova condição de vida. Acredito realmente que ela deve ter uma série de situações bem interessantes, que deve servir para refletirmos mais. Pelo que li, muitas coisas aconteceram até o lançamento do mesmo e espero de coração que muitos possam conhecer as histórias da autora.
    Ahhh, sobre a escolha da capa, valeu a pena o trabalho. Acho que ficou bem condizente com o que a autora propõe.

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  5. Oi Tamara, desde que vi a Nuccia anunciando a publicação do livro eu fiquei mega interessada nele. Infelizmente, ainda não o li mas morro de vontade. Parece ser uma obra incrível e que pretendo ler ainda esse ano. A autora é uma simpatia que só né?

    ResponderExcluir
  6. Tamara, sua linda!!!
    Muito obrigada pela força, apoio, carinho e divulgação! É uma honra e um prazer ter vocês e seu blog no rol de parceiros do livro! Espero ansiosamente pela sua opinião! Pode massacrar! XD
    Aos leitores do blog, obrigada também! Espero que todos possam ler o livro! Querendo comprar, só me chamar!
    um beijo!!!!!
    Nu.

    ResponderExcluir
  7. Oi Tamara, tudo bem?
    Adorei conhecer um pouco mais sobre a Nuccia!
    Acredito que o livro dela o Pérolas da Minha Surdez deve ser muito interessante. Deve ter sido uma barra para a autora ficar surda já aos 27 anos. Mas que bom que ela aprendeu a conviver com suas limitações e que tenha escrito esse livro contando sobre suas histórias.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  8. Oiee Tamara ^^
    Como acompanho o blog da Nuccia, já conhecia um pouco sobre o trabalho e o livro dela, que eu tenho muita curiosidade de ler, pois acredito nunca ter lido nada parecido. Sempre achei a capa de "Pérolas da minha surdez" curiosa, mas confesso que não sabia por que a autora a tinha escolhido. Interessante :)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pela nova parceria!!!!
    Achei a sinopse do livro bem interessante e a história já tinha me impressionado, mas quando li os detalhes da pré- produção do mesmo ele ganhou uma fã!
    Nem consigo imaginar o que ela deve ter passado na época de descoberta da doença e as limitações que ainda deve ter, mas a admiro por divulgar a sua trajetória que deve inspirar pessoas que passam pelo mesmo e que deve esclarecer pessoas que, como eu, desconhecem a privação de um sentido.
    Estou no aguardo de sua resenha!

    Bjinhos ;)

    Elaine M. Escovedo

    http://www.caminhandoentrelivros.com.br

    ResponderExcluir
  10. Sempre quis ler o livro da Nuccia! Desde que vi as publicações dela no Facebook, fiquei realmente animada por conhecer esse enredo que aborda a deficiência auditiva. <3 Nuccia parece ser uma autora com grande sensibilidade, capaz de abordar o tema de uma perspectiva bastante pessoal e emocionante. Parabéns por divulgá-la aqui no blog, meninas! Desejo sucesso a ela e a vocês.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá , é tão bom conhecer nossos autores, tenho grande admiração por todos os autores nacionais. A Nuccia é uma pessoa incriável nunca tive o prazer de conhece-la pessoalmente , mas já vi muitos blogs falando dela é a cada vez fico mais admirada com sua força de vontade e determinação . O livro parece ser maravilhoso a premissa dele é incrível e acho que é um livro que muitas pessoas deveriam ler para dar valor e parar de reclamar de um simples arranhão que da na perna ou uma unha quebrada . Esse livro está em meus desejado espero muito poder ler em breve . Parabéns pelo apoio a leitura Nacional obrigado por nos apresentar essa autora querida !

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bom?
    É a segunda vez que me deparo com informações sobre essa autora e seu livro e confesso que só fico mais curiosa para realizar a leitura. Não gosto nem de pensar no que ela passou quando aos 27 anos perdeu a audição. Acredito que esse livro - e essa autora - signifiquem aprendizado e mal posso esperar para conhecer melhor sua obra.

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  13. Gente ela já escreveu bastante coisa né, que linda. Acho que são esses exemplos que precisam ser enaltecidos, isso é a nossa cultura. Eu não leria o livro porque li branco sobre o negro e quase morri, fala de um deficiente físico, foi muito difícil pra mim. Muito sucesso pra ela ♥
    E ainda bem que ela mudou a capa, porque né... Rs. Bjs Tayletitshine.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Sempre bom conhecer novos autores, mas já conhecia o trabalho da Nuccia em outros blogs e li algumas resenhas sobre seu livro mais recente e cara que admiração. Uma mulher que tirou forças e nos mostrou a sua história, uma história linda por sinal que deveria ser mais divulgada e apreciada. Desejo muito sucesso a autora e que venha mais livros.

    Beijos!
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir