20 abril 2016

Resenha - Os Humanos





Quando um visitante extraterrestre chega à Terra, suas primeiras impressões da espécie humana são pouco positivas. Ao assumir a forma do professor Andrew Martin, da Universidade de Cambridge, o visitante está ansioso por cumprir a tarefa macabra que lhe foi incumbida e voltar rapidamente para seu planeta. Ele se sente enojado pela aparência dos humanos, pelo que eles comem e por sua capacidade de matar e guerrear. Mas, à medida que o tempo passa, ele começa a perceber que pode haver mais coisas nessa espécie do que havia pensado. Disfarçado de Martin, ele cria laços com sua família e começa a ver esperança e beleza na imperfeição humana, o que o faz questionar a missão que o levou à Terra.






Livro:
Os Humanos
312 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Jangada || OndeComprar








Andrew Martin é um renomado matemático que acabou de solucionar a hipótese de Riemann, sendo até o momento considerada uma hipótese insolúvel entre seu meio. Para ter uma ideia aquele que conseguir tal feito terá fama, dinheiro e contribuído em muito para todo o progresso da humanidade em avanços tecnológicos que se quer sonhamos. A questão é será que a espécie humana está preparada e madura o suficiente para esse avanço tecnológico?

E é com essas questões que os Anfitriões ( seres de outro planeta a mil anos luz da terra) mandam um voluntário para a terra a fim de impedir que esse avanço se concretize e de destruir tudo que for necessário para apagar as provas de que a solução dessa hipótese foi encontrada.

Esse visitante então assume a forma do professor Andrew Martin para começar suas investigações sobre o caso e saber quem mais sabe sobre o assunto. Ao chegar na terra ele se depara com várias situações inusitadas até ter total controle do seu corpo humano e dos hábitos deles no planeta.

A história toda é narrada em primeira pessoa pela visão do Visitante Extraterrestre. E com muita nitidez vamos descobrindo tudo que ele pensa sobre os humanos e demonstra querer realizar, mas logo sua missão é dar o fora do planeta Terra o mais rápido possível. A obra é dividido em em três partes. A primeira é exatamente com esse ser chegando ao planeta e com as situações descritas acima., pois ele vai se aproximando das pessoas ligadas ao verdadeiro Andrew Martin para descobrir para quem mais ele falou sobre ter descoberto a solução da hipótese. Nessa primeira parte nos é apresentada toda a repulsa que ele sente pela humanidade e seus costumes indo dos hábitos alimentares até a necessidade dos humanos esconder o corpo através de roupas. Ele nos vê como uma espécie sem sentindo algum e que servimos apenas para destruir uns aos outros e tudo ao redor.

Uma coisa que me incomodou nessa primeira parte foi as expressões matemáticas usadas que me embaralhavam a mente ( gente odeio matemática) mas nada que atrapalhasse a compreensão da leitura.

"Agir como humano era uma coisa, mas ser Andrew Martin tivesse contado sua descoberta as pessoas, eu não poderia mais perder tempo nesse lugar. Olhando minha mão esquerda e os dons que ela tinha eu sabia o que precisava fazer"


A segunda parte, conforme os dias vão passando, ele vai se aproximando da família do verdadeiro Andrew e os conhecendo melhor. Algumas coisas começam a mudar e ele vai descobrindo coisas novas sobre os humanos que os visitantes não havia mencionado. Ele começa a ficar confuso com as emoções humanas e se questiona sobre sua missão e se ela é tão certa como os Anfitriões fizeram ele acreditar. Conhecemos Isabel, uma mulher forte, que nota que houve uma mudança no comportamento do seu marido, mas claro que ela nem desconfia que não seja ele e qual é na verdade a verdadeira identidade de quem está no corpo igual ao dele. Ela sempre foi uma esposa dedicada e que abriu mão da sua carreira acadêmica quando engravidou para cuidar da família e do filho. Agora se sente ressentida pois ao longo dos anos o marido nunca se importou com isso, se tornando cada vez mais distante e frio.

Também conhecemos muito de Gulliver (filho do verdeiro Andrew), um garoto no auge da adolescência com muitos conflitos que sofre com depressão, bullying dos seus colegas e que nunca teve uma relação saudável com o pai e que mal se falam após um incidente que ocorreu na antiga escola que ele estudava e resultou em sua expulsão.

Então o visitante aproveita para os conhecer cada vez mais e se aproxima tentando entender valores como o amor,  a amizade e a família da espécie humana. Isabel acredita que o marido está mudando e se sente feliz com isso.

Só que o visitante faz muitos questionamentos para eles sobre o que é viver, morrer e outras questões que me levaram a refletir em muitas coisas. Então, em contra partida, os Anfitriões querem que ele conclua sua tarefa e volte para casa logo antes que se torne impuro, corrompido pelos humanos, porém ele se recusa dizendo que quer ficar um pouco mais com a desculpa que quer estudar a espécie humana e aprender com eles. O fato é que ele já não sabe se tem coragem para concluir sua missão.

Nessa segunda parte do livro comecei a me envolver bem mais com a leitura e achei que ela passou a fluir melhor.

" Eu não era Andrew. Sabia que não era Andrew. Mas, do mesmo modo, sentia que estava me perdendo. Eu era quem não era, esse era o problema "
"Os humanos tem medo da natureza e se sentem tranquilizados quando conseguem provar a si próprios que conseguem dominá-la"

A terceira parte o Visitante já conhece muito mais do nosso planeta e das emoções humanas que se misturam com seu verdadeiro eu. Ele se sente cada vez mais envolvido com os humanos próximos a ele.

Agora daqui pra frente não vou contar mais nada, pois creio que qualquer outra coisa seria spoilers e não quero estragar as surpresas do livro, porque foi uma leitura bem agradável de se fazer. Só que confesso que demorei um pouco para me envolver na história, mas logo depois, acabei me envolvendo e me emocionando muito, pois acabou se tornando uma leitura bastante prazerosa.

É um livro que me fez refletir sobre muitas questões como o amor, a família, o que é viver, o que é morrer, o que nos torna humanos. Me identifiquei muito com o alienígena e suas questões. Tenho certeza que todos ao menos uma vez já se perguntaram sobre isso. O interessante é que no final do livro o autor nos deixa uma nota contando de dois problemas que ele sofre que é a ansiedade e a crise de pânico (sei como é exatamente isso) e ele usou a leitura e a escrita como forma de se refugiar disso e foi nessa nota que eu percebi porque senti os questionamentos do Visitante tão intensamente e reais. O autor usou dos seus próprios sentimentos para descrevê-lo.

Enfim...

Quanto a diagramação do livro, preciso confessar que está absolutamente impecável, pois está com um bom espaçamento, com páginas amareladas e com uma fonte de um bom tamanho. Sem contar que a capa por si só está linda. Não encontrei nenhum tipo de erro e isso fez com que a leitura se tornasse muito agradável para mim.

Com certeza RECOMENDO esse livro para todos que querem se emocionar e se permitir questionar sobre os valores e as emoções humanas!

26 comentários:

  1. Oi Camila, eu estou muito curiosa para ler esse livro, especialmente porque é um gênero que me agrada bastante. Fico feliz que tenha sido uma leitura proveitosa para você e que ainda seja possível conferir mensagens sobre valores e demais questionamentos sobre as emoções humanas. Ah, também acho essa capa linda! Achei interessante o fato do autor esclarecer sobre sua ansiedade e crise do pânico, conheço pessoas que passam por isso também e é bem complicado mesmo.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, desde quando começaram as divulgações deste livro, eu me interessei pelo enredo, apesar desta coisa de alienígena visitando a terra não ser algo original. Mas uma coisa especifica na sua resenha me fez aumentar a curiosidade: a questão que o Andrew começa a mudar de opinião ao conhecer melhor os terráqueos e isso me deixou empolgada. Espero poder ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olhando a capa do livro achei que séria um livro sobre cachorros. rsrsrsrs
    Achei muito interessante a proposta, mas essa coisa de matemática sei não. Sou ótima para administrar dinheiro, mas fora isso odeio números rsrsrsrsrs
    Acho que pelas reflexões e pitada de emoção, posso me joga nessa leirua.

    Bjs
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Confesso que estou bem curiosa para ler esse livro. Quero saber como será a visão do visitante do nosso mundo. É um tema bem interessante, e com certeza vai me levar a reflexão, Gostei dos pontos que apontou sobre a trama, e agora estou com mais vontade de conferir.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Olá Camila,
    Esse livro me deixa muito curiosa para fazer a leitura, pois acho que a temática dele é bastante interessante. Tenho a impressão, muitas vezes, que não estamos preparados para todas as descobertas que a humanidade tem feito e acho que é verdade.
    Como gosto muito de matemática, acho que não terei problemas com as partes que contém isso.
    Adorei sua resenha e leria, sim, o livro, pois ele é uma história de amor, amizade e descobertas.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Olá Camila,

    Gosto bastante de livros que abordem essa temática, onde nos faz refletir sobre o que nos faz diferente dos outros seres, o que nos torna humanos! Li o livro A Hospedeira que traz uma abordagem semelhante, e confesso que gostei bastante. Esse me deixou bem curiosa e pretendo ler com toda certeza! Belíssima resenha.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie Camila, tudo bom??

    Nossa que enredo é esse?
    Fiquei muito curiosa com esse livro, apesar de ser um gênero que não leio muito, que são Aliens, eu achei esse livro pra lá de interessante.
    Dei até uma olhada no goods, e ele tem uma nota bem alta, muitas pessoas gostaram do livro, o que me deixou com mais vontade de ler!!
    Vou procurar !!! Obrigada pela dica, e parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  8. Oii!!

    Camila! Essa é a segunda resenha que leio para esse livro é tenho muita curiosidade para ler a obra, acho lindo essas mensagens que os autores nos transmite e saber que a obra nos faz refletir me ganha.
    A dica está anotadinha e espero me emocionar e encantar com a obra.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi Camila, eu li esse livro recentemente e gostei muito dele. Achei que é uma trama muito bem elaborada e rica em detalhes mesmo, nunca tinha lido nada parecido e achei super original. sem contar que me apeguei muito ao nosso personagem super diferente! AHAHAH fico muito feliz em ver que você gostou da obra.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  10. Já tinha visto esse livro em vários blogs, mas nunca tinha me interessado em saber do que se tratava. Adorei o plot, adoro matemática... sou daquelas que faz conta de cabeça, nunca uso calculadora (rs). Amo livros que fazem com que a gente pense depois sobre valores e outras coisas.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  11. Oii,

    Achei a história desse livro bem chata, pelo menos pelo que pude entender da sua resenha. Não sei se leria algo o tipo, mas daria uma chance para saber se acharia chato mesmo.

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Desde que o livro lançou que eu estou doida para ler. Adoro uma estória com extraterrestres e claro que eu não poderia deixar de me interessar por essa, não é mesmo? Acho bem interessante essa evolução do personagem e como ele vem vendo que não somos tão monstros e horríveis assim, não é? Imagino também que ele tentando aprender a agir como humano e entender a nossa "cultura" deve ser bem hilário. Com certeza uma leitura que eu não poderia perder.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  13. Oi Camila

    Sabe que eu adorei a capa desse livro e vejo muitas pessoas dizendo quase o mesmo que você sobre ele. Achoq ue é uma leitura super valida mesmo sendo arrastado o começo. Acho bem legal ser narrado pleo ponto de vista do extraterrestre e essa descoberta de ser um humano.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro e confesso que gostei demais! Gosto de livros que nos fazem refletir, e esse parece ideal!! Eu quero conhecer a visão que o extraterrestre tem de nós! Me interessei pela premissa!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    A capa é um atrativo a parte. Eu fiquei encantada. A sinopse também me prendeu demais, mas, as resenhas que tenho lido é que estão me fazendo desejar mergulhar neste livro. Assim que puder mergulharei de cabeça.
    Abs
    Ni
    C ia do Leitor

    ResponderExcluir
  16. Oi Camila,
    Adorei a resenha. Não conhecia o autor nem o livro, mas achei a história bem original. Você me convenceu a ler! Vou colocá-lo na minha lista!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel
    relicariodepapel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  17. Achei o livro bem atrativo, o título, a capa, a sinopse... Bem interessante perceber o ponto de vista de um extraterrestre sobre a humanidade. Com certeza vou ler!

    ResponderExcluir
  18. Olá.
    Eu só tinha visto a capa até então. Não sabia que o livro mexia com questões mais profundas e com certeza ver alguém de outro planeta tendo uma visão sobre o nosso mundo sempre é muito interessante. Vou anotar a leitura e tentar ler o livro assim que possível.
    bjs, bjs

    ResponderExcluir
  19. Achei o enredo desse livro muito interessante. Sua resenha realmente acabou despertando o meu interesse na leitura. Vou colocar ele na lista de livros que eu preciso ler este ano.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    Como ainda vou lê-lo, está aqui do meu ladinho esperando, pulei algumas partes da sua resenha.
    Mesmo assim creio que vou gostar bastante, ainda mais por se tratar sobre estes tipos de questões.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi ^^

    Ainda não tinha lido nada a respeito deste livro, mas este primeiro contato já foi mais que suficiente para me deixar curiosa.

    A história parece interessante e fiquei motivada a me aprofundar nesta narrativa :D

    ResponderExcluir
  22. de cara eu até me interessei pelo livro, mas pela primeira parte envolver matemática, fiquei meio com o pé atrás, mas se vc diz que a parttir da segunda parte a história flui melhor, então acho que daria uma chance pra leitura...
    a premissa dele me atraiu bastante...
    bjs...
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Me parece um livro bonitinho, uma história cativante, diferente e cheia de emoção, nunca li, mas cada vez que leio uma resenha, é a impressão que tenho.

    ResponderExcluir
  24. ADOREI a premissa do livro e quero pra ontem! Gosto muito de leituras envolvendo seres extraterrestres e essas coisas haha vou procurar pra ler <3 fora que essa capa é linda.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  25. Oii não conhecia esse livro mas sua resenha me instigou a ler. O tema é bem diferente e não é um assunto que eu esteja ligada ou que eu não goste, a curiosidade fala mas alto em saber como esse novo tripulante da terra nós vê.
    beijos
    http://estudiodecriacaoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oie, tudo bem? Gostei bastante da sua resenha, mas não me interessei muito pela premissa do livro. Não é um tema com o qual eu esteja acostumada ou sinta curiosidade de ler.

    ResponderExcluir