21 abril 2016

Resenha - No seu olhar



Filha de imigrantes mexicanos, Maria Sanchez é uma advogada inteligente, bonita e bem-sucedida que aprendeu cedo o valor do trabalho duro e de uma rotina regrada. Porém um trauma a faz questionar tudo em que acreditava e voltar para sua cidade natal, a pequena Wilmington.
A cidade também é o lugar que Colin Hancock escolheu para se dar uma segunda chance. Apesar de jovem, ele sofreu mais violência e abandono do que a maioria das pessoas. Também cometeu sua parcela de erro e magoou mais gente do que gostaria. Agora está determinado a mudar de vida, tornar-se professor e dar às crianças o carinho e a atenção que ele próprio não teve.
Colin e Maria não foram feitos um para o outro, mas um encontro casual durante uma tempestade mudará o rumo de suas histórias. Ao confrontar as diferenças entre os dois, eles questionarão as próprias convicções. E ao enxergar além das aparências, redescobrirão a capacidade de amar.
Porém, nessa frágil busca por um recomeço, o relacionamento deles é ameaçado por uma série de incidentes suspeitos que reaviva antigos sofrimentos. E quando um perigo real começa a se impor, Colin e Maria precisam lutar para que o amor sobreviva.
Com uma trama madura e repleta de emoções e de suspense, No Seu Olhar mostra que o amor às vezes é forjado em crises que ameaçam nos destruir e que o primeiro passo para a felicidade é acreditar em quem podemos ser.

Livro: No Seu Olhar
432 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Arqueiro || Onde Comprar








"Não importava que ela tivesse 28 anos, formada com notas máximas na Universidade da Carolina do Norte. Não importava que ela tivesse cursado direito na Duke. Não importava que fosse uma estrela em ascensão na promotoria antes de encontrar outro trabalho num dos melhores escritórios de advocacia de Wilmington, ou que até aquele momento sempre tivera um bom controle das próprias emoções. Assim que ele desceu do carro, todas essas verdades saíram pela janela. Maria era uma mulher sozinha no meio do nada. Quando ele começou a andar em sua direção, o pânico a dominou. Vou morrer aqui, percebeu de repente. Ninguém vai encontrar meu corpo."

Maria Sanchez é uma advogada bonita e solitária. Sem ter encontrado um relacionamento depois do fim de seu namoro de dois anos, ela passa a maior parte dos seus dias trabalhando, indo a casa dos pais ou praticando Stand-up Paddle, um esporte do qual gosta muito. Até uma noite de tempestade quando se vê no meio de uma estrada deserta com um pneu furado e sem o seu celular. Parecia o cenário de terror típico, principalmente quando um homem chega com o rosto machucado e ensanguentado e vai em direção a Maria, alegando querer ajudá-la. Sentindo muito medo ela pensa no que deverá fazer até que o homem lhe diz que irá embora, já que ela não quer a ajuda oferecida.

Então, ainda hesitante, Maria cede e deixa que o estranho a ajude. No dia seguinte, ainda intrigada com o acontecido relata tudo para Serena, sua irmã mais nova que logo junta as peças do quebra-cabeças e se dá conta de que o homem que ajudou sua irmã é Colin, um rapaz que estuda em sua turma na universidade.

"- Você não se importa com o que os outros pensam a seu respeito?- Até certo ponto, sim. Todo mundo se importa. Mas, se você vai fazer um julgamento a meu respeito, precisa saber quem eu sou de verdade, e não só a parte que eu decidir contar. Prefiro ser honesto com relação a tudo isso e deixar que você decida se quer continuar conversando comigo ou não."

Serena então percebendo que a irmã se sentiu tocada pelo estranho, resolve forjar um encontro para Maria e Colin no restaurante onde ele trabalha. Depois de conversarem, os dois se conhecem e Maria descobre que o rapaz sempre foi um fora da lei, mas que no momento está tentando mudar de vida para realizar o sonho de ser professor. Estranhamente a advogada e o misterioso Colin iniciam uma conversa e encontram muito mais coisas em comum, e um sentimento que parecia impossível e proibido surge entre os dois.

"- Você é incrível. É inteligente, linda e deveria ter facilidade para encontrar alguém sem meu passado, que não tenha cometido meus erros... Sinceramente isso me faz pensar no que estou fazendo aqui, ou em por que você me convidou. Parte de mim acha que tudo isso é bom demais para ser verdade e que vai acabar, mas, se isso acontecer mesmo, não vai mudar o fato de que você já acrescentou alguma coisa à minha vida, uma coisa da qual eu nem sabia que sentia falta."

Tudo parece perfeito até o dia em que Maria começa receber ameaças e é jogada de volta a um passado que gostaria de esquecer e vê tudo aquilo que ama correndo um enorme risco, e precisará lutar para manter o equilíbrio, e em meio a isso também tem de tentar anular as diferenças entre ela e Colin e decidir se deseja se entregar a um amor complicado.

Nesse romance cativante, Nicholas Sparks mostra um pouco sobre o amor, as diferenças e a redenção.

"- Ele está aqui - sussurrou ela.- Quem? - perguntou Colin. - O que está acontecendo?- Ele tem uma arma - disse ela."

Esse livro é surpreendente e bem diferente das outras obras que li do Nicholas Sparks. A princípio achei uma história morna e imaginei que sabia tudo o que iria acontecer, mas fui pega de surpresa quando o rumo das coisas mudaram e o livro ficou muito empolgante. Esse não é um livro dramático ao extremo, como costumam ser as obras do autor, é carregado de romance, mas também amizade e um elemento que achei ótimo, o suspense. Alguns dos pontos positivos que podem ser destacados é o fato de não termos apenas um foco no romance do casal principal, mas também aparecem muitas vezes os amigos deles que tem papel muito importante na trama, e a família de Maria. Também é muito interessante o livro se passar nos Estados Unidos, mas os pais da personagem Maria e todo o resto da família são Mexicanos, trazendo então uma cultura diferente para o livro, principalmente na culinária. Como ponto negativo apenas destaco o fato de o autor ter descrito o início do romance em muitos capítulos e de forma muito detalhada e na parte do suspense foi tudo um pouco corrido, eu gostaria de ter tido um pouco mais de detalhes no final.

Os personagens são extremamente cativantes. Maria é inteligente, bonita e questionadora ao extremo e nesse ponto me identifiquei um pouco com ela, até por ela ser da área do direito, minha futura carreira. Colin é também cativante mas em várias vezes me irritou. Seu estilo homem calado que só responde exatamente o que lhes perguntam, sem dar detalhes é um pouco frustrante, porém ele é alguém que obviamente deseja mudar e batalha diariamente por isso, mesmo sendo difícil as vezes, mas o destaque extremamente especial na categoria dos personagens fica para Lily e Evan, um casal de amigos de Colin, que sempre está presente para ele, não o deixando voltar para a vida desregrada que levava no passado. São pessoas que estão presentes em todos os momentos e amigos que estão dispostos a fazer o necessário para proteger o outro. Lily é engraçada e muito animada, e Evan apesar de parecer rígido tem um grande coração, eu adoraria ver um livro especial destinado para esse casal.

Também temos a família de Maria que é muito calorosa, e Serena, sua irmã também merece um destaque por ser descontraída e estar sempre lhe apoiando.

O livro é dividido em 33 capítulos médios e mais um epílogo. Cada capítulo aborda o momento de Maria e de Colin, respectivamente e é narrado em terceira pessoa. Li o ebook e encontrei apenas uma palavra escrita de forma errada e uma faltando acento, além de duas vezes ter encontrado o nome de personagens trocados, o que não prejudicou minha  leitura de nenhuma maneira.

Esse livro traz uma variedade de lições, dentre elas o cuidado que temos de tomar com nossa vida pública e o que exibimos nas redes sociais a nosso respeito. Também mostra a importância da amizade verdadeira, bem como nos mostra que é possível superar as diferenças e insistir em um amor, mesmo quando todas as probabilidades mostram o contrário.

Recomendo muito esse livro. Para aqueles que já são fãs do autor, provavelmente encontrarão uma obra diferente, com mais suspense e para aqueles que não conhecem o autor e relutam em lê-lo por causa das cargas dramáticas geralmente presentes nos seus livros podem ficar tranquilos pois esse é um pouco mais leve.

19 comentários:

  1. Oi Tamara, tudo bem?
    Já tinha ouvido falar desse livro, mas essa é a primeira resenha que leio. Por sua resenha, percebi que a leitura é ótima mesmo, ainda mais para quem curte o gênero. Bom saber também que a história traz lições importantes, seja sobre amizades verdadeiras e o cuidado com nossa vida pública. E eu fiquei bem motivada para conhecer essa história especialmente para conferir os detalhes que você descreveu. Obrigada pela indicação.
    Boas leituras!!!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Nicholas Sparks é um dos meus autores favoritos. Seus romances são sempre cheios de lições a se aprender. Amei a resenha, chamou minha atenção pelo livro, pois a capa não fez isso.
    Umparadoxoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Tamara, tudo bem?
    Sou fã do autor e estou sempre lendo os livros dele!
    Solicitei No Seu Olhar a Editora Arqueiro e tô super ansiosa para que chegue e eu possa realizar logo essa leitura.
    Achei a premissa dele bem diferente e gostei de saber que ele não foca apenas no romance, mas também nos laços de amizade e que de quebra ainda tem um pouco de suspense.
    Tô curiosa para conhecer a Maria que parece ser uma personagem muito forte e bem legal.
    Espero gostar muito dessa leitura, assim como você!

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu não sou muito fã do Nicholas Sparks, eu só li o Milagre e não fui muito bem com a forma que ele escreve. Mas pro outro lado eu tenho uma curiosidade em ler A Escolha é depôs vê o filme (vai saber porque) Esse livro gerou uma repercussãozinha por causa da escolha de sua capa. Eu particularmente não gostei. Prefira a do casa. Mas Adorie a resenha
    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Oi... Só li um livro do Nicholas, mas assisti muitos filmes inspirados nos livros dele. Sinceramente, não gosto muito do gênero de drama que ele escreve apesar dos romances serem muito lindos. Pela sua resenha dá pra ver que esse livro é mais leve e talvez me arrisque nessa leitura. Tenho muta vontade de ler outros livros do Nicholas mas queria algo sem tanto drama... bjus
    http://reticenciasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gosto do Nicholas Sparks, mas confesso que tô deixando os livros dele um pouco de lado, por sempre ser mais ou menos a mesma coisa... Mas gostei de ler as suas considerações e saber que ele é diferenciado, ter mais suspense. De fato, os livros que há suspense dele são os meus favoritos. Por isso vou considerar ler esse! Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  7. Olá Tamara,
    Fiquei bastante surpresa com esse livro, pois, assim como você, achava que era previsível e cheio de drama. O fato de ter uma pegada de suspense me surpreendeu muito positivamente.
    A única coisa que não me atraiu foi o fato de aceitar ajuda de um estranho, sabe? Essas coisas não entra na minha cabeça.
    Apesar disso, fiquei com muita vontade de ler esse livro. Acho que vou gostar.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oi Tamara!
    Espero conseguir ler esse livro logo. Eu tenho uma relação de amor e ódio com o autor, pois tem livros que amo, e outros que odeio profundamente. Espero gostar dessa história, e pelo que pude notar, foi uma agradavel leitura. Bom saber que é mais leve dos que os outros do autor kkk
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Oi, não sei porque, mas não consigo ler nada do Nicholas Sparks, acho que os livros dele são muito repetitivos, o pano de fundo é sempre o mesmo e os personagens parecem ser tudo da familia, de tão parecidos, e eu não gosto do jeito que ele escreve, e tenho quase certeza que os mocinhos vão sofrer, e talvez alguém até morra. Nicholas não é para mim, mas que bom que você gostou.
    Ótima resenha.
    bjus

    ResponderExcluir
  10. Oii.

    Adorei as suas impressões sobre o livro, amo os livros do Nicholas, e esse assim que lançou já está na minha lista. Adorei saber que os personagens são cativantes, isso só faz com que a leitura flui mais rápido, e muito legal isso que você disse de que o livro trás uma mensagem de não ficar se expondo em redes sociais. Espero conferir em breve.

    beijos
    http://apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Tamara,
    Esse livro é uma das minhas próximas leituras. Eu amei a sua resenha e tenho certeza de que vou gostar muito dessa leitura. Você soube falar do livro, manter a curiosidade e não revelar nada. Estou ainda mais interessada em ler logo esse livro, estou louca para que ele chegue logo.

    ResponderExcluir
  12. Oie.
    Eu estou completamente ansiosa para ler esse livro, sou mega ultra fã do tio sparks e realmente o inicio do livro pelo menos pelo que vi na sua resenha é bem diferente dos livros que o Sparks é costumado a escrever, adorei a premissa e que bom que o livro te surpreendeu, mas ainda assim vou ler o livro com a expetativa de encontrar o clássico do Sparks kkkkkkkkk acho que assim fica mais fácil não se decepcionar.
    Amei o fato do livro trazer lições e reflexões ainda bem sobre a exposição das nossas vidas sociais.
    Amei sua resenha ♥

    ResponderExcluir
  13. Li um livro dele que também tinha suspense, e adorei! Não me importo com os clichês do autor, mas é bom quando ele inova assim. Espero que agora todas suas obras também não tenha suspense, senão voltamos a estaca zero, né? rsrs
    Quero ler essa obra!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Tamara!
    Primeira resenha que leio desse livro, estou louca para poder compra-lo, pois adoro os livros do Nicholas, Muito bom saber que é diferente dos outros e ainda nos traz outros lugares a não ser a Carolina do Norte rs' que é lugar presente em seus livros. Gostei de saber que temos um fora da lei, mas que quer mudar isso rs' adoro essas mudanças.. enfim, espero ler em breve!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/2016/04/filme-uma-longa-jornada.html

    ResponderExcluir
  15. Oi Tamara!

    Sua resenha me surpreendeu, pq dei um tempo de ler Nicholas Sparks justamente por isso: previsível ao extremo. Não que não goste de seus romances, entretanto em um momento se torna cansativo, mas você disse que nesse tem o elemento suspense. O fato de trabalhar uma cultura diferente e tratar da imigração mexicana que é algo bem comum no EUA me deixou também ansiosa. Irei comprar esse livro pq você conseguiu me convencer. beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Tamara, desde que vi o lançamento desse livro fiquei super curiosa com ele, eu sou super fã do Sparks e não é nenhuma novidade que eu já esteja querendo o livro loucamente. Fico feliz em saber que a obra é diferente das outras dele e que essa tem um pouco de suspense envolvido, gostei mesmo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Confesso que quando vi esse livro não fiquei muito animada porque estou meio enjoada de Sparks, sabe? Mas agora lendo sua resenha fiquei curiosa, bacana saber que dessa vez o autor tentou uma pegada diferente e apesar de não ter acertado completamente, ainda sim criou uma boa história. Bom, os dois personagens principais me deixaram bem curiosa e animada para conhecê-los, alem disso gostei de todo essa suspense, por isso já quero o livro pra ontem kkkk

    beijos :*

    ResponderExcluir
  18. Oi Tamara, tudo bem??
    Eu não curto a escrita do autor... nem pela dramaticidade que eu até gosto em certos livros... mas é que não me dei bem mesmo... só li um livro dele e não gostei, mas ainda quero dar uma segunda chance com outro livro dele antigo que tenho muita vontade de ler... sua resenha ficou ótima... você destacou os pontos fortes do livro e também mencionou a parte negativa, sem atrapalhar a leitura do leitor... bem legal... infelizmente o livro e o enredo não me cativam para ler, mas se tiver o filme esse eu pretendo assistir.... xero!

    ResponderExcluir
  19. Oi lindona, tudo bom?
    Gosto bastante do autor, mas preciso de épocas para conseguir ler. Quando fico triste e tal é quando mergulho de cabeça na escrita dele. Ainda não li esse livro, mas gostei bastante da sua resenha. Fiquei curiosa para ler esses novos! Parabéns pela resenha!

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir