13 abril 2016

Resenha - Na Ilha




Anna Emerson é uma professora de inglês de 30 anos desesperada por aventura. Cansada do inverno rigoroso de Chicago e de seu relacionamento que não evolui, ela agarra a oportunidade de passar o verão em uma ilha tropical dando aulas particulares para um adolescente. T.J. Callahan não quer ir a lugar algum. Aos 16 anos e com um câncer em remissão, tudo o que ele quer é uma vida normal de novo. Mas seus pais insistem em que ele passe o verão nas Maldivas colocando em dia as aulas que perdeu na escola. Anna e T.J. embarcam rumo à casa de veraneio dos Callahan e, enquanto sobrevoam as 1.200 ilhas das Maldivas, o impensável acontece. O avião cai nas águas infestadas de tubarão do arquipélago. Eles conseguem chegar a uma praia, mas logo descobrem que estão presos em uma ilha desabitada. De início, tudo o que importa é sobreviver. Mas, à medida que os dias se tornam semanas, e então meses, Anna começa a se perguntar se seu maior desafio não será ter de conviver com um garoto que aos poucos torna-se homem.

Livro: Na Ilha
288 páginas || Skoob || Editora: Intrínseca || Onde Comprar







Na Ilha é uma história surpreendente narrada pelo ponto de vista dos dois personagens, Anna Emerson e T.J. Callahan.

Anna é uma professora de 30 anos que ama sua profissão. Tem um relacionamento de 8 anos, mas que parece não estar funcionando mais. Para poder se distanciar um pouco da situação e poder avaliar como vai seguir com a vida daqui pra frente, acaba aceitando um emprego como tutora de um garoto em uma ilha paradisíaca.

T.J é um adolescente de 16 anos que acaba de ser curado de um câncer, e agora ele só quer seguir com sua vida normalmente. Como está atrasado nos estudos por conta do tratamento que fez, sua família contrata uma tutora para que ele consiga seguir com os conteúdos juntos com sua turma da escola, e assim ele terá aulas durante as férias em uma ilha que seus pais escolheram, achando que assim, fora da cidade, ele consiga se concentrar melhor nos estudos.

Por conta do final das aulas onde dá aula, Anna acaba indo para ilha depois dos pais de T.J, e ele aproveitando que ela ia depois, pediu para os pais para ir junto com ela, assim poderia ir a uma festa na casa de seu melhor amigo Ben. No caminho para a ilha, vários imprevistos acontecem aos dois, o que atrasa o dia da chegada deles. Quando já estão prontos para pegar o último hidroavião para finalmente encontrar os pais de T.J, ocorre um erro com as passagens deles e acabam sendo realocados a outro hidroavião para conseguirem chegar ao seu destino. No meio da viagem, o piloto passa mal e eles acabam tendo um acidente, caindo no meio do mar. Eles conseguem chegar a uma pequena ilha, mas descobrem que estão sozinhos e terão que se virar para conseguirem sobreviver.

"Não é como se tivéssemos escolha, T.J. Ou encontrávamos uma maneira de nos virarmos ou morreríamos". (p. 63)

Eu sou aquela pessoa completamente avessa a romances. Sempre que posso fujo do gênero porque não é algo que me agrade, e são poucos que conseguem me chamar atenção. Na Ilha foi daqueles poucos que chamou minha atenção e me conquistou desde o início.

A maior parte da história se passa com T.J. e Anna tentando sobreviver na ilha e esperar por algum socorro (que pode nunca aparecer). Eles passam por muitos perrengues e você fica apreensivo a todo momento, com medo deles ficarem doentes, de não encontrar comida e de acabarem desistindo de sobreviver.

Anna é uma personagem maravilhosa e é impossível não se encantar com ela. Esse trabalho foi um escape para que ela pudesse resolver a sua vida, e agora tudo que ela almeja é conseguir sobreviver e voltar para casa. Ela tenta se adaptar à ilha da melhor forma possível, e eu admirei demais a força de vontade que ela teve em todos os momentos, principalmente quando a situação não estava favorável para eles. Lógico que ela sofre com tudo que aconteceu, mas tenta sempre manter a cabeça erguida, porque se ela pensasse demais, acabaria desistindo de tudo.

T.J. sofreu um pouco mais para se adaptar, mas é um garoto esforçado e que faz de tudo para conseguir um "conforto" para os dois. Como ficou muito tempo no hospital por conta do câncer, é um pouco mais frágil que Anna, o que a preocupa muito. Ele tenta não pensar na possível volta da sua doença e a cada dia que passa vai ficando mais familiarizado com a ilha, o que ajuda muito na sobrevivência deles.

Os dois personagens são incríveis e não tem como não se apaixonar por eles. Eles estão numa péssima situação, e mesmo em momentos de fraqueza que pensam em desistir, um está sempre apoiando o outro. Com o passar do tempo, eles acabam criando um vínculo muito forte entre si, e depois de bastante tempo acabam se apaixonando. Posso dizer que é um dos romances mais lindo que já li.


Eu não sei mais como expressar o quanto esse livro é maravilhoso. Existe tanta tensão em estar naquela ilha isolados, com pertences escassos e comida mais escassa ainda, e com tudo contra eles, a cada dia que passa eles tentam encontrar alguma coisa que não os faça desistir de tudo. E você começa a torcer junto com eles para que um dia consigam sair da ilha e viverem a vida de novo.

Apesar da grande diferença de idade entre os dois, é nítido o amadurecimento deles (principalmente de T.J.) enquanto passam os dia na ilha. Eles se transformam como pessoa naquele lugar, e depois de um tempo a idade não importa mais. As regras são diferentes agora.

Eu recomendo demais a leitura, se você gosta ou não de romance. São tantas emoções enquanto se faz a leitura, que tudo que você quer é que eles consigam ter um final feliz. Eu adorei o desfecho da história, me deixou de coração aquecido. Apesar de ser uma história tensa, você consegue rir bastante em alguns momentos, por causa do senso de humor dos personagens, o que me faz amar ainda os dois.

Espero que deem uma chance a história, e se você já leu não deixe de comentar aí o que achou. Foi meu primeiro contato com autora e com certeza foi um ótimo começo.

20 comentários:

  1. Oi Gabriela, não li esse livro ainda, mas pelo que pude perceber em suas considerações, é uma leitura que vale muito a pena né.. Acho que deve mesmo apresentar cenas bem apreensivas, ainda mais diante da sobrevivência na ilha. Enfim, eu sempre tive muita curiosidade, ainda mais por ser de um gênero que curto bastante. Espero poder conhecer a narrativa da autora, que eu não conhecia.
    Beijos, Fer ♥

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Já ouvi muito falar desse livro e tenho bastante interesse. A história parece ser bem original e o enredo envolvente.
    Deve ser um romance muito fofo mesmo e cheio de amadurecimento da parte dos dois, por mais que Anna seja mais velha que TJ.
    É uma leitura que pretendo fazer quando tiver um tempo, [tá difícil...].
    Fico feliz que tenha gostado do livro e passado uma opinião positiva, já que quero ler.

    Abraços, Lara.
    http://www.imperio-imaginario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabriela, eu também gostei muito deste livro e como você, me encantei com a Anna. Uma personagem forte, porém singela. Também dei risadas em algumas partes, mas foi o romance entre os dois e a diferença de idade, tão bem administrada pela autora, que me emocionou.
    Lindo, lindo, lindo!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie! Eu já vi muitas divulgações acerca dessa obra, mas a capa sempre me lembrou algo voltado puramente ao romance e isso nunca me atraiu. Porém sua resenha me deixou curiosa demais devido aos comentários sobre todos os problemas que os personagens enfrentam quando tudo o que queriam era chegar na tal ilha. Imagino como deve ter sido difícil para T.J. e o quanto ele deve ter amadurecido com tudo.
    É a primeira resenha que leio aqui que possui uma fotografia e adorei isso. ♥ Sempre gosto de ver fotos dos livros para conhecer ainda mais o exemplar. :3 A resenha ficou incrível. Espero poder realizar leitura em breve.

    Beijos,
    Fernanda Goulart

    ResponderExcluir
  5. Olá Gabriel,
    Ao contrário de você, os romances me atraem muito, sempre que posso, leio e corro para eles. Entretanto, fico feliz que Na ilha tenha te agradado.
    Eu não conhecia o livro ainda, mas fiquei muito interessada. Pude me apaixonar pelos personagens só de ler sua resenha, imagino como deve ser ler o livro. É gostoso ver esse amadurecimento, acho que esperava ler isso em sua resenha.
    Já anotei a dica e espero ler muito em breve.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro, e a primeira vista fiquei meio que com o pé atrás, mesmo com todas as suas considerações positivas, não sei se me envolveria bem lendo uma relação com integrantes tão desiguais, digo isso pela enorme diferença de idade entre os protagonistas, não me leve a mal. Não sou preconceituosa nem nada mas ainda assim não sei se me sentiria confortável com a leitura, espero poder ler e desfazer esse estigma que criei.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  7. Ai, sabe que tenho ele e fiquei meio preocupada de ler porque um dia li uma resenha péssima que me marcou e agora só leio coisas boas. Mas é curioso que ele tenha câncer em remissão e fique em uma ilha sem remédio algum, mas tudo bem, é uma história. Mas com certeza eu vou ler porque me parece diferente, apesar de ser meio Lagoa Azul, né?

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Eu adoro a premissa desse livro, por vezes eu o peguei para comprar, mas acabei desistindo. Eu gosto de personagens cativantes e a Anna parece ser perfeita e maravilhosa. Adoro também quando eles amadurecem durante a trama e acabam ficando bem melhores no final e a gente fica morrendo de vontade de ler mais hahah. Fico feliz que tu tenha curtido o livro, me da mais expectativas para lê-lo. :D

    ResponderExcluir
  9. Olá.

    Eu já conhecia esse livro, mas nunca fiquei interessada em saber mais sobre a história, até o momento. Eu não sabia que a carregada tantas emoções e que ele era um romance. Gostei bastante da premissa da história e espero ler em breve. Antigamente, quando eu tive um primeiro contato com essa capa, eu não sabia que ele reservava tantas surpresas.

    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oii!!

    Eu só tinha visto a capa desse livro não lembro de nenhuma resenha para a obra e gostei da sua.
    Eu estou cada vez mais animada para ler sicklits e gosto quando eles são envolventes e bonitos assim como esse.
    Achei muito legal a sua resenha que me deixou bem claro os sentimentos que a obra te despertou e isso é maravilhoso né?
    A capa está singela e linda. A dica está anotada!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu já vi esse livro tantas vezes em promoção, mas nunca dei nada por ele, acredita? Não imaginava que se tratava de uma história tão bacana assim, imagino o quanto deve ser difícil para os personagens sobreviverem na ilha e fiquei animada em saber que a Anna é forte e determinada, além disso imagino que o romance deve ser bem bonito mesmo e adoro romances, então já marquei a dica kkk

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu já vi esse livro tantas vezes em promoção, mas nunca dei nada por ele, acredita? Não imaginava que se tratava de uma história tão bacana assim, imagino o quanto deve ser difícil para os personagens sobreviverem na ilha e fiquei animada em saber que a Anna é forte e determinada, além disso imagino que o romance deve ser bem bonito mesmo e adoro romances, então já marquei a dica kkk

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  13. Oi Gabriela, sabe que achei super interessante a trama desse livro, faz tempo que estou querendo comprar ele para ler, mas não tive oportunidade ainda. Ele tem um enredo bem diferente e original, é interessante abordar esse assunto de amores com uma diferença de idade, acredito que o romance da obra seja muito bom também. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Gabriela! Tudo bem?
    Eu ainda não conhecia este livro e nem a autora. Confesso que se eu me deparasse com ele em uma livraria, não seria minha primeira opção de compra, pois apesar da capa ser bonita, sou como você, não gosto de romances. Mas achei bem legal o fato de que você, mesmo não gostando deste gênero literário pôde ler o livro e se encantar pela história. Realmente achei que esta questão da idade dos personagens protagonistas é bem fora do clichê, então talvez um dia eu resolvesse dar uma chance ao livro também, afinal eu também poderia acabar gostando. Quem sabe? hahahaha Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  15. Infelizmente perdi toda a vontade de ler esse livro por causa de uma resenha que li com spoilers absurdos sem aviso... simplesmente não consigo me envolver com um enredo se me contam o final. Achei bem interessante você ter dito que depois de um tempo a idade dos dois não importa mais porque as regras se tornaram diferentes. Senti um preconceito com isso a princípio mas você está super certa, com certeza na situação em que eles estão as regras mudam mesmo. Fico feliz que tenha se apaixonado pelos personagens e gostado tanto do livro!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  16. Oii, tudo bem?
    Eu já tinha visto esse livro antes, mas nunca parei para ler a sinopse ou alguma resenha. Fico feliz que seu primeiro contato com a autora tenha sido bom, e que tenha gostado do romance, é sempre bom quando um livro nos cativa assim. Mas eu acredito que se eu fosse o ler, provavelmente eu iria ficar incomodada em relação a diferença de idade, mas talvez eu mudasse de ideia durante a leitura.

    ResponderExcluir
  17. Oi ^^

    Ainda bem que li sua resenha, pois através desta capa eu jamais imaginaria que poderia me interessar pela história.
    Pelo visto a autora conseguiu construir uma trama bem amarrada e na medida certa, permitindo ao leitor acompanhar a evolução dos personagens. ADORO ISSO!

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Essa foi uma das melhores leituras do ano passado, eu não dava nada por esse livro, e acabei me surpreendendo! Sou apaixonada por esta história, e se pudesse releria sempre <3 Os personagens são maravilhosos, e o final? Ah, o final foi tão doce e feliz!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu como você confesso que não gosto de romances, mas não sei se foi por ter esse ponto em comum com você e mesmo assim ver que você curtiu a leitura, ou pela premissa que é bem interessante mesmo. Além do romance, aborda também outros temas como a sobrevivência...acho que daria uma chance a esse livro sim.
    E achei a capa incrível também.
    Bj

    ResponderExcluir
  20. Tenho tanta vontade de ler esse livro, uma amiga leu e vive me falando para ler, preciso comprar. Ele tem um enredo diferente e original, é interessante abordar esse assunto de amores com uma diferença de idade, além da sobrevivência numa ilha. Quero muito ler.

    ResponderExcluir