04 abril 2016

Resenha - Eu Estive Aqui




Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo… Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal?
A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos.
Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo… e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida.
Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda

Livro: Eu Estive Aqui
240 páginas || Skoob || Editora: Arqueiro || Onde comprar
                                                         







Sou um pouco suspeita para falar dos livro da Gayle Forman, sou apaixonada por sua escrita e pela forma como ela consegue nos focar e emocionar com suas estórias. ''Estive Aqui'' traz um tema forte que aborda um tema difícil de ser encarado que é a depressão e o suicídio.

A estória começa quando Meg toma um frasco de veneno para acabar com sua própria vida deixando para traz toda dor, sofrimento e principalmente a sua amiga Cody e toda a sua família e já pensando em praticamente tudo, ela ainda manda email para lhes contando o que vai fazer, mas só receberão somente após tomar o seu veneno.


Cody fica arrebatada e não entende os motivos que fizeram Meg a cometer suicídio e se sente até culpada por não perceber que a amiga estava em depressão. Afinal Cody sempre acreditou que a Meg era a garota perfeita e popular, que foi para a faculdade realizar seus sonhos. As dúvidas de Cody e a forma como ela se sente arrasada foi fazendo com que ela amadurecesse durante as páginas e para mim é o ápice do livro.

Tenho certeza que a Gayle quis nos mostrar não só o tema do suicídio em si e a depressão, mas a dor que ela deixa nas pessoas que ficaram para trás e a culpa que elas inevitavelmente sentem por não ter feito nada para evitar, por não ter notado nada de diferente. E essa dor é tão intensa e angustiante, eu consegui até mesmo sentir junto com a personagem Cody a tristeza sabe? Por diversas vezes acabei chorando no livro.

O enredo se inicia quando a pedidos dos pais de Cody, ela vai até onde Meg morava para pegar seus pertences. Uma vez lá, Cody começa a vislumbrar uma Meg diferente da que ela conhecia. Motivada pela curiosidade, começa uma investigação intrigante e a procura de respostas. Só que Cody fica ainda mais desnorteada e exasperada com Meg e suas motivações quando descobre o seu segredo mais obscuro. E com tudo isso que houve, os pais de Meg presenteiam Cody com o antigo computador da filha, e então, ela começa a descobrir mensagens criptografadas no computador da amiga e então, com a ajuda de um amigo nerd, ela acaba ficando ainda mais chocada com a descoberta no qual levou a morte de sua amiga.

É um livro que vai te prender durante as páginas para tentar descobrir o que aconteceu com Meg, e por isso, eu acabei achando uma estória linda e muito emocionante, mas ao mesmo tempo confesso que gostei muito da evolução dos personagens que nos surpreende durante a cada virada de página. São extremamente cativantes e sinceramente não encontrei nenhum ponto negativo, pelo contrário!

Quanto a diagramação, gostei da arte da capa, apesar de seguir o mesmo padrão da obra anterior ''Se eu Ficar'' achei que foi muito bem desenvolvido. As páginas são amareladas que facilita muito a nossa leitura e a revisão da editora Arqueiro está simplesmente impecável. É um  livro que vale a pena ter na estante, mas saiba que é bastante intenso para poder te tirar da sua zona de conforto e te fazer refletir sobre o tema abordado.

SUPER RECOMENDO A LEITURA!

23 comentários:

  1. Oi Camila, tudo bem?
    sou suspeita ao falar sobre mas, a autora Gayle Forman, escreve tão bem. Fico encantada pelo jeito como ela consegue envolver os leitores e ainda passar mensagens interessantes nas entrelinhas. Ainda não li esse livro, mas pretendo ler em breve, pois sei que deve ser uma leitura maravilhosa. Fico muito feliz que voce tenha curtido a leitura. Ba verdade, sua resenha me motivou ainda mais a querer ler o quanto antes possível. Ah, acho essa capa linda e claro, o trabalho da editora está de parabéns.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi,

    pois é, tem autores que seguem sempre a mesma linha pra capas né? Gail, Kiera, Sparks.... mas sabe que eu até que gosto???

    nossa eu achei esse tema tão forte...não sei se leria não! esse negócio de suicídio, ainda mandando email explicando...pesado né????

    mas, mesmo eu não apreciando o tema, não posso dizer o mesmo da tua resenha, que eu amei!!!!

    parabéns!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila, este livro é o meu favorito da Gayle Forman e com certeza[, é o que dá pra perceber muito bem o amadurecimento da personagem principal. Foi um livro que me fez questionar a mim mesma como amiga e o quanto sei realmente se alguém que eu amo, está sofrendo ou não. Enfim, é um livro que eu adoro em vários aspectos. Adorei saber que você gostou também!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!!!!! Como eu amei esse livro quando li, também dei nota máxima. Eu fiquei com muita raiva em certas horas durante o livro, principalmente por certas atitudes dos pais de Meg no final ( as quais não posso falar aqui, pra não dar spoiler). De todos os livros da autora que li, esse foi o que mais gostei. Achei a leitura fluida.... como passei por uma depressão ferrenha, me identifiquei. Que bom que o livro te prendeu como prendeu a mim. Adorei ver o livro por aqui.
    beijos Camila!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? Tenho este livro, mas ainda não li ele. O único que li da autora foi "Se eu ficar", e posso dizer que gostei bastante. Fiquei curiosa para ler "Eu estive aqui". Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila,tudo bem?
    Li esse livro ano passado e foi uma ótima leitura.
    Achei muito bacana a autora ter abordado um tema tão sério e tão triste.
    A narrativa da Gayle é maravilhosa e eu amei os personagens desse livro, a história é super intrigante e eu fiquei lendo sem parar porque eu tinha que saber o que aconteceu na história.

    Beijão :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi, parabéns pela resenha, eu adorei o livro e a autora já li três livros dela e me encanto todas as vezes. E uma forma de abordar um assunto tão complicado e dificil de aceitar e mesmo entender.

    ResponderExcluir
  8. Também sou suspeita pra falar, já que amo a escrita da Gayle! Antes de ler a resenha, eu achei que era a continuação de "Para onde ela foi" e já tava correndo pra adquirir, haha. A trama parece ser bem forte e intensa (como já é de costume da Gayle) e achei bem interessante o fato de ela não falar somente da pessoa em depressão, mas como afeta todos em volta. Já está na minha wishlist!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  9. Oi Camila
    Esse livro esta na minha lista desde o lançamento, mas não tive oportunidade de ler ainda.
    Gosto de temas que tratam o suicídio. Acho que ainda é tabu e precisamos rever isso.
    Gostei muito das suas impressões. Realmente espero ler em breve e conhecer a relação de Meg e Cody.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Nunca li o livro, na verdade ao contrario de você eu tenho uma relação complicada com a Gayle Forman. Comprei o livro Se eu ficar e para onde ela foi assim que começou aquela febre e poxa, li 70 paginas na marraaa. Não rolou e desisti, mas espero dar outra oportunidade ao livro, embora eu tenha vontade de pegar a Mia pelo pescoço.
    Mas enfim, Eu estive aqui tem uma premissa que me deixou curiosa, eu realmente adorei como o livro começa. E espero que eu consiga melhorar minha relação com a Gayle Forman nesse livro hehehhehheehe
    Também curti a capa e espero que o livro me prenda assim como aconteceu com você.
    Beijos e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  11. Nunca li um livro da Gayle,e na verdade não tinha vontade até ver essa resenha. Não sei se é porque costumo passar por um períodos ruins de depressão que acabo gostando muito de histórias que retratem isso, sei lá, acho que costumo me identificar um pouco com os personagens. De qualquer modo, espero poder ler o livro logo, parece muito bom :)
    Abraços,
    ~Duda~ www.dudaecami.com

    ResponderExcluir
  12. Oiii, tudo bem???
    Eu tinha um pé com a autora por causa da duologia Se eu ficar/para onde ela foi. Uma implicância na verdade. Mas esses dias resolvi ler o livro "O que há de estranho em mim" e amei. Tanto que este já está na minha lista de desejados.
    Eu tenho depressão e muitas vezes já quis me matar, então acredito que eu vou me identificar bastante. E na verdade, lerei mais por isso mesmo, já que conheço toda a história do livro e tal e até o final, que minha amiga me contou tudo no tempo em que eu implicava com a autora hahah
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ola, Camila.
    Quando comecei a ler sua resenha o livro "Garotas de Vidro" me veio a mente, pois o enredo inicial da trama é bastante parecido.
    Adoro livros que trazem temas fortes e esse chamou a minha atenção instantaneamente. Vai entrar no meu carrinho de compras da Saraiva mês que vem, hehe.
    Achei o enredo um pouco parecido com "Os 13 porquês" também. E espero que, como o livro citado, esse me faça repensar sobre vários aspectos que tornam a vida importante.

    ResponderExcluir
  14. Olá Camila,
    Ao contrário de você, não gosto muito da escrita da autora, já tive algumas decepções.
    Esse livro me surpreendeu justamente por esse motivo, não esperava nada e fui surpreendida demais. Acho que a forma como a autora abordou o suicídio, a depressão e, principalmente, como quem 'fica' sofre me deixou abarrotada.
    Gostei muito de ter lido sua resenha, ela me fez relembrar o que senti ao ler o livro, obrigada por isso.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Camila, eu sou muito suspeita de falar dos livros da Gayle, eu sou muito apaixonada por suas obras e pela sua escrita. Esse livro eu não tive a oportunidade de ler ainda, mas sei que tem uma trama muito boa, só de ver que ele trata de um assunto sério e polêmico, já me interessa. Tenho certeza que vou amar!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  16. Oiii!

    Eu AMEI esse livro, foi meu primeiro contato com a escrita da Gayle e tenho certeza que foi certeiro. Acho que o tema foi muito bem escolhido e de maneira leve me senti parte da história. Sua resenha está ótima e fazendo jus a beleza da obra <3

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Olá Camila,

    Comecei recentemente o livro Veronika decide morrer do autor Paulo Coelho. A depressão e o suicídio, como consequência, é um tema que muito me interessa, pois ainda não consigo compreender como alguém consegue chegar a um ponto tão alto como esse... Já tive algumas amigas que passaram por essa situação, dei conselhos e tentei colaborar o máximo para a melhora a alto estima delas, mas ainda não consigo entender como é possível.

    Eu tive a oportunidade de comprar esse livro em uma promoção nas Lojas Americanas, estava em um preço bom, mas preferi comprar outros títulos. Estou quase arrependida agora rsrsrs... Vou tentar encontrar o livro e mergulhar nessa leitura!

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oie Cá, tudo bom??

    eu não li esse da Gayle ainda, mas me interessei !!
    Eu gosto muito da escrita dela, que tem essa pegada com o drama, mas um que de mistério/ suspense. Isso faz com que o leitor fique preso na narrativa até descobrir o que aconteceu com a pessoa. Além de que o tema é uma coisa tão atual, que vale a pena dar uma conferida no livro.

    =)

    ResponderExcluir
  19. Olá!! :)

    Vale mesmo a pena ler livros assim! Que nos cativam e prendem, conseguindo ainda surpreender-nos a cada pagina virada! Ainda bem que este é um desses! :)

    Da autora, so conhecia "Se EU Ficar", mas nao fazia ideia da existencia de uma continuação! :) E nunca li!! :) Curiosíssimo para conferir!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Por enquanto eu só li Se eu ficar da autora e como gostei da narrativa, fiquei bem curiosa sobre os outros livros dela... Eu estive aqui tem um tema complicado e fico ainda mais curiosa sobre ele por ser uma leitura que prende e por saber que os personagens evoluem no decorrer da história.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Oi Camila, esse é um dos livros que está na minha lista de leitura, geralmente sempre prefiro esses livros dos autores que fazem menos sucesso entre os fãs, sei lá acho eles mais reais e menos comerciais, e isso me passa algo mais natural em relação aos escritos do autor, coisa que a mim agrada mais que formulas de escritas pra vender livros. O ultimo livro dela que eu li foi O que há de estranho em mim e amei, gosto da profundidade que a gayle coloca em suas obras, estou com Apenas um dia e Apenas um ano, mas não sei se vou gostar tanto. Adorei a tua resenha, aumentou e muito a minha vontade de fazer essa leitura. Beijos

    ResponderExcluir
  22. Ei Camila, tudo bem?
    Também sou suspeita para falar da Gayle, porque todos os livros dela que li me cativaram de alguma forma. A escrita é fluída e te prende desde o início, e acredito que nessa história seja da mesma maneira. Espero poder ler em breve. Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi *--*

    Nunca li nada da autora e quando deu aquele boom por causa do filme Se eu ficar fiquei mega receosa. De todos esse é o que mais me chama atenção e fico feliz em saber que ele é tão bom e que você gostou tanto. Espero em breve poder fazer a leitura.

    Bjos

    ResponderExcluir