11 fevereiro 2016

Resenha - O Despertar do Príncipe






O despertar do príncipe é o primeiro volume da aguardada série Deuses do Egito, uma aventura fascinante que vai nos transportar para cenários extraordinários e nos apresentar a criaturas fantásticas da rica mitologia egípcia. Colleen Houck é autora de A maldição do tigre, série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil. “Os fãs de Rick Riordan vão se divertir com esta fantasia. Uma narrativa incrivelmente bem pesquisada com um ar de mistério e romance.” — School Library Journal Aos 17 anos, Lilliana Young tem uma vida aparentemente invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar a cidade. Mas para isso ela precisa seguir algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem eles aprovarem. Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho: uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que acaba de despertar de um sono de mil anos. A partir daí, a vida solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para salvar a humanidade do maligno deus Seth. Em O despertar do príncipe, Colleen Houck apresenta uma narrativa inteligente, cheia de humor e ironia.


Livro: O Despertar do Príncipe
384 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Arqueiro || OndeComprar ||








A narrativa de "O Despertar do Príncipe" começa no Egito Antigo e mostra que o povo vive em uma era próspera, graças ao Deus Seth que é adorado por todos e uma vez por ano recebe sacrifícios da população para continuar proporcionando fartura.

Neste início da obra, surge o faraó explicando que para atender as determinações deste ser superior tão generoso terá que sacrificar seus filhos e não apenas oferecer animais gordos.

“Segundo Runihura, Seth nos deu muito, e em troca de tudo que recebemos devemos oferecer aquilo que nos é mais precioso”.

Logo em seguida a narrativa pula milhares de anos e está no presente. Neste momento, nos deparamos com Lilliana Young, 17 anos, que mora em Nova York. Filha de pais ricos, ela tem dinheiro de sobra na carteira e pode ir onde quiser. Para ter esta suposta liberdade ela deve seguir a cartilha de regras dos pais: tirar as melhores notas, aparecer impecável e educada nas festas e fazer amizade com quem eles aprovarem. Afinal, eles adoram exibir a menina exemplar para os amigos.

Então essa  atitude paterna acaba sufocando a garota que procura refúgio no Museu Metropolitano de Arte e sua presença é tão constante que ela tem amizades com alguns funcionários o que facilita sua entrada em lugares que não são permitidos para o público. Um desses locais é uma parte da sessão egípcia que está em reforma. E durante esta visita ela se depara com um homem jovem, musculoso e lindo. Trata-se de Amon, um príncipe egípcio que acordou depois de mil anos para salvar a humanidade do poderoso Seth e para conseguir realizar a façanha ele precisa da ajuda de Lily que logo de cara, apesar de achar o rapaz amalucado, se sente atraída por ele.

“Amon deu um passo mais para perto até toda a extensão de seu peito nu estar a poucos centímetros de mim, e senti um formigamento de calor percorrer meu corpo, como se houvesse sido atingida por pequenas flechas de luz do sol.”

Os dois estão interligados fisicamente e espiritualmente nesta missão milenar. Eles terão que unir forças para derrotar as forças do mal e encontrar Asten e Ahmose os dois irmãos de Amon. Então para cumprir a tarefa e enfrentar as forças do mal eles tem como ajudante o arqueólogo Hassan.

E para ajudar Amon, Lily também terá que controlar sua paixão pelo príncipe porque nada pode atrapalhar esta aventura, nem o amor.

“Não conseguia entender como pudera passar do ódio absoluto – bem, pelo menos o mais perto desse sentimento que eu consegui chegar – à confiança em um sujeito que era uma múmia antiga, com poderes mágicos e tal, e depois a querer que essa múmia antiga me beijasse, tudo em questão de minutos. Cara, eu estava mesmo... fora de mim."



[- Minhas Impressões-]

Este é o primeiro livro de Collen Houck que eu leio e tive uma boa impressão, apesar da história buscar a mesma temática de outros livros Young Adult.

Uma mulher que se apaixona por um ser mítico, assim como já vimos em outros romances atuais, o que me leva a pensar que os homens estão tão raros que somos obrigadas a sonhar com vampiros, lobos e neste caso múmias. E mesmo com esta pegada clichê, a narrativa é envolvente e nos leva a sonhar com o Egito Antigo, com o caudaloso rio Nilo, suas pirâmides e deuses. E nota-se que a autora para construir a trama fez uma vasta pesquisa sobre a mitologia egípcia, mesmo assim, é bom você deixar o Google aberto, porque para saciar minha curiosidade parei a leitura várias vezes para saber mais sobre os deuses apresentados na narrativa.

Eu gostei da personagem Lily porque ela é uma garota um pouco confusa, mas decidida, e que apesar da educação dos pais que valorizam o dinheiro e o que eles proporcionam, ela sabe que a aparência não é tudo. Lily entende que existe um ser humano inteligente e capaz por baixo de roupas que não são de grife. Já Amon é um jovem determinado e daqueles que se preocupa com o bem estar da mulher, o que faz a gente se apaixonar por ele desde o início da trama.

Em minha opinião Astem e Ahmose, irmãos de Amon, poderiam ter tido mais espaço na trama, mas pode ser que isto aconteça nos próximos livros da saga "Deuses do Egito".

A capa do livro feita por Angela Carlino é linda e nos remete instantaneamente ao Egito. Um olho no centro da capa feita em tons de azul rodeado de letras do alfabeto egípcio. E para quem gosta de mitologia é um livro simplesmente IMPERDÍVEL!


23 comentários:

  1. Oie ju!
    Adorei a resenha e ainda mais sua descrição da capa, está arrasando nelas, consegui imaginar e achei bonita.
    Esse livro tem me despertado bastante curiosidade e eu até já disse umas duas vezes que começaria ele, pois já tenho aqui, mas acabei enrolando e passando outros na frente. Nunca li nada dessa autora também mas pelos elogios coloco certa expectativa em cima.
    Tenho muita curiosidade pelo Egito.
    Quero conferir logo o livro!

    ResponderExcluir
  2. Amiga olha eu sou suspeita, mas agora tenho que vim comentar na sua resenha para dizer que você a cada dia está se superando ainda mais com tudo que você tem desenvolvido aqui para o blog. Eu simplesmente adorei tudo que você colocou na sua resenha, apesar dos pontos que eu te falei no Whatsapp lá. Mas mesmo assim quero te parabenizar, porque suas resenhas estão me conquistando a cada dia e estou adorando. Até me deixou curiosa para ler o livro sabia? Eu ainda não li não. Mas agora fiquei com vontade e espero que a estória seja muito envolvente, porque me parece que é cheio de acontecimentos. Enfim... Espero amiga que continue assim. Mais uma vez PARABÉNS por sua escrita. ADOREI mesmo

    ResponderExcluir
  3. Eu sou suspeita para falar porque sou apaixonada pela Colleen Houck desde A maldição do tigre, e apesar de achar o livro um pouco parecido com A maldição do tigre eu me envolvi e gostei bastante da estória! Eu me apaixonei pelo Amon e espero que o romance fique entre ele e Lili e não envolva mais um ou dois irmãos e também fiquei curiosa por conhecê-los um pouco melhor e o final me deixou louca pela sequência!!!!

    ResponderExcluir
  4. O fato dela tratar de mitologia egípcia e trazer a cultura do Egito Antigo à leitura, é o que me chama atenção em ler esse livro. Eu também não li nada da Houck ainda, tenho o primeiro da Maldição do Tigre, porém ainda não consegui pegar nele. Acho bacana essa coisa dela ir pra outros caminhos, Índia, Egito... mesmo que ainda não me fisgue por completo. Mas curti sua resenha e gosto de leituras que me fazem ter o google em mãos rsrs. Dan Brown é um que faz isso comigo.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  5. Devo confessar que nunca li nada dessa escritora, mas tenho curiosidade pelo tanto de gente que já me recomendou. Eu vi esse livro lá na Bienal no ano passado e já fiquei com uma vontade imensa de ler por conta da sinopse. E da capa! hahaha Confesso que as capas sempre me chamam a atenção! E adoro uma livro que tenha mitologia :)

    Sobre ser clichê: você já reparou que muitos livros, do mesmo gênero, acabam sendo bem clichês? É difícil, atualmente, achar um livro inovador de qualquer gênero. Ou é baseado na jornada do herói ou de romances.

    Enfim, adorei a resenha, muito bem escrita! Deu pra se ter uma ideia realmente sobre como é o livro e do que se trata. Apesar de eu achar que ele seria melhor... hahahaha

    Obrigada pela dica, beijos!

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Menina, só ontem descobri do que se trata esse livro,
    e mesmo sendo clichê e trazendo uma história mítica, Egito e múmias (não me atrai tanto), me senti desejosa de embarcar nessa história, infelizmente nunca li nada da autora, mas espero começar por esse. A capa do livro é um espetáculo a parte, é singular e como você disse descreve bem o assunto principal do livro, amei as cores e fontes... A editora arqueiro sempre arrasando com meu coração, amo as publicações dessa editora.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  7. Oi!

    A temática não me atraiu, rs, e adorei o seu comentário de que homem esta tão raro ao ponto de buscar o sobrenatural kkkkk O desenvolvimento parece muito bom, mas histórias assim estão virando clichê! T

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju, meu primeiro contato com a autora foi atraves da famosa saga do Tigre e parei no primeiro livro porque algumas coisas me incomodaram profundamente na narrativa. A abordagem deste livro tem uma pegada diferente e talvez eu dê mais uma chance para a escrita dela, mas confesso que não será agora. Adorei o nome dos personagens, acho Amon um nome delicioso de pronunciar!!! Curti os quotes também!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!
    Até o momento não tinha tido a curiosidade de nem ler a sinopse deste livros, mas depois de ler a resenha e conhecer um pouco dele, fiquei muito curiosa; pois gosto muito de histórias que envolvem Deuses e todos os mistérios que o cercam. O livro parece um prato cheio para viajar por este mundo fascinante.

    Beijos
    Carla Fernanda
    http://livrosqueliblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Então, eu achei super legal a premissa, desde que eu li, mas acabei não ficando empolgada e não sei porque. Não conheço muito sobre a cultura egípcia e inicialmente até seria legal conhecer mais. Mas acabou não me conquistando. Eu nem me importo que seja mais um gênero do YA sabe? É o que mais tem por ai, mas esse livro atualmente me da preguiça. Haha. Enfim, se eu tiver a oportunidade de ler, com certeza irei. Mas não irei por agora, rs.
    Parabéns pela resenha. Destacou os pontos certos. :)

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Confesso que o único livro que li da autora, que foi A Maldição do Tigre, não superou minhas expectativas, eu esperava mais.
    Só que conforme vou lendo as resenhas e vendo pontos de vistas diferentes, vou ficando mais e mais curiosa, por isso irei anotar essa dica, e assim que tiver um tempinho lerei O Despertar do Príncipe.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Morri aqui kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Homens estão raros que sonhamos com lobos, vampiros e múmias kkkkkk
    Adoro YA e esse é bem diferente dos quais eu já li, mesmo vc dizendo que é meio clichê eu achei um pouco diferente sim, mas também é só alguns detalhes kkkk.
    A premissa é interessante, acho que eu leria sim.
    Gosto muito da história do egito antigo então acho que esse será um livro que vai me agradar.
    Amei sua resenha, muito bem escrita. :D

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Acho que essa história é muito bacana e envolvente.
    Eu já tive a oportunidade de ler os livros da série do Tigre e gostei muito, apesar de algumas ressalvas.
    Acho que as ressalvas que encontrei nos livros da série do Tigre não encontrarei nesse, pois parece que a escrita da autora está muito melhor.
    Gostei muito da sua opinião e vou tentar ler para ver se concordo contigo em relação aos irmãos de Amon.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi flor!
    Sou apaixonada por mitologia egípcia, tanto que fiz um curso no museu nacional sobre isso e foi uma das experiências mais gratificantes da minha vida.
    Meu problema é que tenho certa birra com a autora porque não gostei de outro livro que li dela, mas sinto que preciso dar mais uma chance por esse livro se tratar de um tema que gosto tanto.
    O que muito me magoa hoje em dia é o fato de temas que gosto tanto, obrigatoriamente, terem de conter um conteúdo adolescente com triângulos amorosos e alguns dramas da idade, mas até entendo a necessidade desse tipo de história.
    beijosss
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Jucimara,
    Lembro que quando li esse livro pensei, é vampiro, lobisomem, anjo, demônio, zumbi e agora múmia, só faltava um personagem et adolescente, ai a valentina lançou aquele obsidiana, hauhauha falta mais nada. Mesmo assim eu gostei da narrativa de O príncipe do Egito. A maneira que a autora conduziu a história assim como toda a pesquisa que ela utilizou para criar esse enredo. Pelo que li, em cada um dos próximos livros outro irmão terá mais visibilidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Como eu já conheço a escrita da autora, para mim, o livro foi muito parecido com A Maldição do Tigre. Talvez se ela inovasse em alguns detalhes, a trama seria mais memorável e digna de menção. Mas vamos ver como serão os próximos livros, ainda tenho esperança de que vou gostar dos próximos livros.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi
    Confesso que depois de tantos elogios, me surpreendi com suas três estrelas.
    Tenho muita vontade de conhecer a escrita da autora desde A maldição do tigre, mas não me empolguei em ler esse livro. Apesar de gostar de assuntos egípcios, não curto muito esse lance de humanos se apaixonando por ser e tal.
    Uma pena que não há tanta inovação.
    Beijos
    Rizia - www.livroterapias.com

    ResponderExcluir
  18. Oiee ^^
    Pelo o que eu conheço dos livros da Colleen, os outros irmãos com certeza aparecerão mais nos outros livros. Tenho curiosidade de ler essa série nova dela, mas depois de sofrer com "A maldição do tigre" e a demora em lançarem logo as continuações, vou esperar todos os livros serem lançados antes de arriscar. A capa é mesmo muito linda ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oii, tudo bem?
    Eu ainda não tive a oportunidade de conferir nenhum livro da autora, mas todos falam bem, e confesso que esse é o livro dela que mais me deixou curiosa. Eu sou apaixonada em mitologia, especialmente a egípcia, e tenho certeza que esse livro vai ser um prato cheio para mim.

    ResponderExcluir
  20. Oi, Ju!
    Ainda não li nenhum livro dessa série, e confesso que não tenho muita vontade de ler. Não sou muito fã de mitologia egípcia, então o livro não faz muito o meu gênero. Sei que tem muita gente que adora essa série, mas infelizmente ela não é para mim.

    Beijos!

    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Eu morro de vontade de ler algo dessa autora, pois ela escreve suas histórias com uma perfeição de detalhes incríveis, mas confesso que não sei se conseguiria ler, pois sou o tipo de leitora que se satura muito de detalhes e acabo ficando cansada.
    Mas adorei o fato dela fazer uma vasta pesquisa, e principalmente variar no tema, que sempre são vampiros, lobos e tals.
    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    Eu morro de vontade de ler algo dessa autora, pois ela escreve suas histórias com uma perfeição de detalhes incríveis, mas confesso que não sei se conseguiria ler, pois sou o tipo de leitora que se satura muito de detalhes e acabo ficando cansada.
    Mas adorei o fato dela fazer uma vasta pesquisa, e principalmente variar no tema, que sempre são vampiros, lobos e tals.
    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oiiie,

    Ainda não tive a oportunidade de ler nada da autora, mas já tinha visto várias pessoas falando super bem dessa série Deuses do Egito. Sabe gosto muito quando acontece que humanos se apaixonam por outros seres, pois ai vemos a diferença entre culturas, modos, e isso me encanta. Não entendi o porque tantos elogios e só 3 estrelinhas rs Espero ler em breve.

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir