07 dezembro 2015

Resenha - Lembra de mim?






Lexi desperta em um leito de hospital após um acidente de carro, pensando que está em 2004, que tem 25 anos, uma aparência desleixada e um namoro desastroso. Mas, para sua surpresa, ela descobre que está em 2007, tem 28 anos, é chefe de seu departamento e sua aparência está impecável. E ainda é casada com um lindo milionário! Ela não pode acreditar na sorte que teve. Mas conforme ela descobre mais sobre a nova Lexi, nota problemas graves em sua vida perfeita. E, para completar, uma revelação bombástica pode ser sua única esperança de recuperar a memória.




Livro: Lembra de mim?
399 páginas || Skoob || Editora: Record || OndeComprar ||

         







A última coisa que Lexi se lembra é de estar chamando um táxi depois de uma noitada com as amigas para ir para casa logo e poder dormir antes do enterro do pai, mas ela acaba que levando um escorregão e então tudo vira um borrão. Agora ela está deitada em uma cama de hospital pensando que a coisa foi mais séria do que pensava e que seja qual for o hospital em que ela se encontra tudo é muito chique.

Porém conforme as horas passam, ela começa a se sentir confusa sobre muitas coisas e nota que sua mãe parece mais velha... Estão lhe explicando que ela sofreu um acidente de carro, e que a batida em sua cabeça foi muito forte e que por isso, pera, mas ela não sofreu um acidente de carro.

Lexi de repente se vê em 2007, e sua última lembrança é de 2004, três anos de sua vida se perderam, três anos onde sua aparência mudou completamente, onde ela se casou, onde ela se tornou chefe de seu departamento, onde ela agora é rica, aparentemente a vida dos sonhos, mas então por que suas melhores amigas nem a olham nos olhos? E que raios de casa monocromática é essa em que ela vive e por que ela não consegue sentir nada quando beija seu marido? Para completar alguém está tentando ficar com seu cargo na empresa, sua irmã mais nova é uma delinquente e o melhor amigo de seu marido parece conhecê-la melhor que ninguém? Quem diabos ela se tornou em três anos? E como consertar isso?


"- Poso ver o jornal de novo, por favor? - Minhas mãos tremem quando o pego com a enfermeira. Viro as páginas e todas têm a mesma data escrita. 6 de maio de 2007. 6 de maio de 2007.
É mesmo o ano de 2007. O que significa que eu devo ter....
Ah, meu Deus. Estou com 28 anos.
Estou velha."

Como não amar os livros da Sophie Kinsella? Ela parece ter a fórmula para romances leves e engraçados que te prendem totalmente e eu simplesmente amo essa mulher, e muitos de seus livros, inclusive saio indicando eles por aí, mas tenho uma confissão a fazer, eu esperava mais desse livro, bem mais.

Pelo que eu vi esse é um de seus primeiros livros e o menos amado, não culpo ninguém, pois apesar de a escrita ser agradável e fluída, como sempre se tratando da Sophie, os personagens não te encantam tanto assim e a trama me pareceu meio furada, principalmente com aquele final, sinceramente? Tive a impressão de estar lendo uma versão diferente do filme De repente 30 que apesar de eu amar, fez mais sentido do que esse livro.

Entendam, as coisas acontecem rápido, e eu senti que os personagens estavam meio desconectados, se ela tivesse trabalhado mais teria sido perfeito, mas isso não tira os créditos do livro, ele teve seus momentos e é completamente hilário ver Lexi tentando se adaptar ao presente e ao seu casamento, que é na minha opinião completamente furada, e é de dar um aperto no coração vê-la não se reconhecendo... Nos faz perguntar "O quanto do que eu sou hoje seria aprovado por o que eu fui num passado?", mas a gente sabe que a vida nos impõem coisas que não estão no nosso controle e acho que esse livro trata disso, o que o fez ganhar uns pontinhos comigo.

Para os fãs dela esse talvez não seja a melhor leitura dela, mas para quem gosta de uma boa comédia romântica e de filmes com essa temática meio doida fica uma boa dica, as situações em que ela se mete com certeza te fazem rir!

"OPÇÕES'
1. Desistir


2. Não desistir.


Fiquei olhando durante séculos. E finalmente risquei o Desistir.

O negócio com relação a desistir é que nunca saberemos. Nunca saberemos se poderíamos ter conseguido. E estou farta de não saber sobre a minha vida."


34 comentários:

  1. Oie, Agatha. Tenho esse livro aqui para ler, mas confesso que sua opinião me desanimou um pouco. Parece um livro semelhante ao As lembranças de Alice, da Liane Moriarti. Mas já que está aqui quem sabe não dou uma chance. Sobre a Sophie eu me apaixonei Por a procura de Audrey e detestei os dois que li da série Becky Bloom, então preciso ler outro pra ver se gosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Tamara!
      Menina esse definitivamente não é o melhor livro dela, então calma, e eu também amei À procura de Audrey, terminei ontem e estou sem palavras para descrever meu amor!!! Nunca li esse da Alice, mas vi o trailer e passo longe, chorarei horrores.... e quanto a Becky... bom eu sou suspeita, rio de chorar com esse protagonista!!
      Bjokas e não desista da Sophie ainda, ela é diva.

      Excluir
  2. Oi!
    Confesso que nunca li nenhum livro de Kinsella, mas tenho vontade sim.
    Acho que nunca tinha lido uma resenha desse livro, mas gostei muito do enredo. Essa história de se sentir no passado e descobrir o que aconteceu depois ou antes do táxi é bem chamativa.
    Sei bem como é quando a narrativa é boa, mas as personagens não tão cativantes assim.
    Mesmo assim, acho que daria um oportunidade, pois fiquei curiosa.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Rízia, que nome incomum por sinal.
      Acho que por ter pego esse livro já conhecendo seus trabalhos posteriores eu fiquei sim um pouco decepcionada, mas não acho que uma leitora da Sophie de primeira viagem não curtiria.
      Espero que dê sim uma chance à ela e que adore viu?
      BJinhos, mas caso não goste tanto não deixe de conferir outras obras como Fiquei com seu número, Lua de Mel e À procura de Audrey!

      Excluir
  3. Ola Agatha eu amo os livro da Sophie, acredito que por se o primeiro livro, tem um desconto, eu quase comprei ele na promoção da Amazon, a capa como sempre lindinha, mas a premissa em si não me agradou muito, mesmo assim leria por se tratar da diva do Chick Lit. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Joyce, penso isso também!
      Primeiros livros sempre nos surpreendem depois de vermos a evolução do autor né? Mas é como você disse, eu li por ser dela e sendo da Sophie algo salva! Kkkkkkkk.
      Bjinhos e a capa é lindinha mesmo, sempre são, mas eu não curti muito a gramatura do papel, branco e fino não ajuda em nada....

      Excluir
  4. Olá, Agatha.
    Eu amei esse livro e nem sabia que era um dos menos amados. Diferente de você não me decepcionou nem um pouco. Talvez por ter sido o segundo que li dela não esperava nada mais do que uma boa diversão. E ele cumpriu seu papel. Eu só achei que o final fosse diferente, mas gostei bastante da história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Sil.
      Então, eu me senti profundamente frustada com o final sabe? Porque eu sou filha da ficção e sei lá, quando comecei a ler me lembrei de De repente 30 e depois disso e conhecendo a mente criativa e mirabolante da Sophie pensei que o final seria de outro mundo! E bem, não foi isso que aconteceu né? Mas ainda sim, recomendo, mas só pelas risadas que provoca e agora estou assimilando melhor e percebendo que há também toda uma trama envolvendo quem você se torna e como mudamos ao longo do tempo e essas coisas... Porém posso estar vendo mais do que há, tenho andado muito reflexiva essas últimas semanas.
      Bjokas moça! Sempre bom te ver por aqui.

      Excluir
  5. Olá, eu achei a capa do livro muito bonita e apaixonante, eu ainda não o conhecia e pela sua resenha eu fiquei com um pé atrás, eu até gosto de livros desse estilo mas essas suas observações me frearam um pouco quanto ao livro, mas sabe que fiquei curiosa? acho que o leria pra matar a curiosidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Beatriz.
      Não sei se sinto tanto assim por te deixar com um pé atrás, fiz minhas ressalvas e elas existem, mas há muito de como o leitor encara o mundo entende? Talvez ao ler esperando menos você ganhe mais... Pelo menos isso acontece comigo quando alguns amigos não gostam tanto de um livro que eu pretendo ler, sempre me sinto surpresa... bom nem sempre, tem vezes que só concordo e reforço, mas acho que vale a pena você conferir por si mesma!
      Bjinhos e torcendo para você gostar mais que eu.

      Excluir
  6. Nunca li um livro da Kinsella e, a pesar de não ler chick lit, morro de vontade de conhecer tanto o gênero quanto a escrita da autora, que pena que esse não te agradou tanto, e por causa disso acho melhor escolher um outro antes de partir para esse e ficar com uma impressão ruim.
    Até mais ^^

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Daniela!
      Se você quer entrar com o pé direito no chick lit eu mais que recomendo Fiquei com seu número e Lua de mel, da Sophie, é certeza que você morrerá de rir e seguirá no gênero com confiança!
      Bjinhos e bem vinda a esse mundo de romances, risadas e muitas, mais muitas reviravoltas.

      Excluir
  7. Oi, Agatha, tudo bem?
    Gosto de check lit, mas esse em questão não chamou minha atenção. Tive a sensação de Déjà vu com " a última carta de amor da Jojo Moyes e também com o filme De repente 30. Complicado quando isso acontece?
    Mesmo assim, gostei da sua resenha por que foi sincera.
    Parabéns.
    bjs Ju.
    Visite: Nossa Estante Nacional

    ResponderExcluir
  8. Oi, Agatha!
    A ideia do livro é bacana, mas falta originalidade né? Enquanto eu lia a resenha lembrei exatamente do filme De repente 30. Porém, por ser da Sophie, eu leria do mesmo jeito até porque gosto de ler todos os livros dos autores que gosto, pra esgotar mesmo!
    Beijos!
    asassecretas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Imagine o desespero de acordar e descobrir que você você está três anos na frente do tempo que acreditou estar e ainda descobrir que nem todas as coisas que fez nesse período sem memória você gosta. É uma bela trama e eu gosto de livros com esse tema de perca de memória.
    Mas acabei ficando com receio das suas conclusões finais e estou tipo ler ou não ler eis a questão.
    Rsrs
    Abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  10. Olá!!!
    Nunca li nada da autora mais assisti ao filme Os Delírios de Consumo de Becky Bloom e gosto muito, garantia de boas risadas. A sua resenha me pareceu ser um livro morno, com personagens sem vínculos mas com um boa dose de humor.

    Beijos Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  11. Oi Agatha!
    Eu não tenho boas experiências com o livro dessa autora, onde sempre acabo ficando com sono durante a leitura.Eu não sei o que acontece, mas não consigo me conectar com a história e ela acaba perdendo a graça para mim.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi Agatha, amo a Sophie Kinsella e li este livro já tem um bom tempo, mas lembro que na época em que eu li, gostei bastante e não senti essas impressões que você teve, como por exemplo, os personagens desconectados. Sua resenha me deu vontade de ler o livro novamente e prestar mais atenção nesse detalhe e também na trama em si. Está longe de ser o melhor livro da autora, mas eu gostei muito e como você disse, para quem busca uma leitura leve e divertida, é uma boa opção.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Oieee
    Eu nunca li nenhum livro da autora, comecei a resenha achando que era um livro meio dramático até perceber que é uma comédia.
    Gostei muito do filme de repente 30, como você lembrou dele com a leitura, fiquei bastante interessada em ler o livro. Gosto de histórias leves e descontraídas.
    Essa coisa do que somos hoje ser aprovado pelo nosso eu do passado é mesmo complicada, conforme envelhecemos e amadurecemos mudamos nossas ideias e temos mais informações e experiências para isso né?
    Me pergunto muito se meu eu de hoje compreende o meu eu do passado, complexo isso rsrs.
    Enfim... Vou me aventurar nesse livro porque parece ser uma leitura bem descontraída e rápida.
    bjs
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oiii!

    Eu ainda não li nada da autora, mas morro de vontade porque a galera sempre a chama de rainha do chick-lit. Eu adoro esse genero. O enredo parece ser bem legal, mas é uma pena que ela não tenha conseguido te prender tanto. POr causa disso, eu já meio que desisti da leitura hahaha. Sério, não me convenceu taaaaanto assim (fora que os livros dela são super caros). Quero ter uma experiencia boa com ela, vou começar com Procurando Audrey.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  15. Oii,
    Eu ainda não li nada da Sophie, mas sou doida para ler. Tenho alguns livros dela aqui me esperando, e não vejo a hora de começar. Tinha me empolgado bastante com a sinopse dele, mas ao longo da sua resenha fui diminuindo as expectativas. Mas isso é bom, porque ler um livro com muitas expectativas atrapalha. E os livros dela são o meu estilo favorito de livro, então acho que lerei o que puder dela. Pode não ser o melhor, mas gostei do enredo mesmo assim, acho que leria.
    Xx

    ResponderExcluir
  16. Oiê
    todo mundo me indica de mais s livros da Sophie! Acham que eu vou adorar! Ultimamente eu estou vendo bastante resenhas e Videos sobre a autora! e parece que ela escreve muito bem, Espero poder comprar algo da autora e ler nessas ferias!
    Bjks

    ResponderExcluir
  17. Oiie Agatha lindona,

    Sabe ainda não li nenhum livro da Sophie, mas comprei 3 nessa Black Friday para ler. Sempre me indicaram, dizendo que a escrita dela é ótima, e não vejo a hora de poder ler. Comprei o Lembra de Mim, e espero sorri né? kk Igual você diz. Adoro Comédia Romântica. Parabéns!

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  18. Oi Agatha, eu nunca li nada da autora e pela sua resenha eu acredito que não seria uma boa eu começar por esse livro, já que ele não foi a melhor obra dela. Apesar que a trama dele parece ser bem interessante, espero um dia ter a oportunidade de conferir.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  19. OI Agatha, eu tive que rir. Estava lendo a sinopse e pensei: " Nossa, é parecido com de repente 30" e você fala disso na resenha. É bem o que acontece no filme mesmo com aquele lindo do Mark Ruffalo. Mas eu não li nada da Sophie, então não posso dizer se é um dos melhores ou não. Ainda vou ficar devendo minha opinião.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Não me bata, eu nunca li Sophie!!
    Eu nunca tive vontade de ler justamente por ser chicklit, comédia romântica, não faz meu gênero. Esse livro em especial, acho a capa muito feia rs.
    Mas confesso que gostei da trama, não sabia que falava de amnesia, e me parece ótimo, com algumas lições para ensinar! Mas, como vc já disse que não é o melhor, quando começar, farei por outro rs

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  21. Acredita que eu não li nada da Sophie ainda?
    E pelo que li da sua resenha acho melhor nem começar por esse, afinal, não é legal conhecer um autor pelo seu trabalho menos elogiado,né?
    Mesmo o livro tendo seus atrativos, eu já não sou muito fã de chick-lit e como você comenta que os personagens não são tão trabalhados, vou deixar essa dica passar.
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  22. Oi Ághata, tudo bem?
    Conheço a autora só de ouvir falar elogios de seus livros, não curto muito esse tipo de leitora apesar de ser um estilo comédia romântica, que sinceramente prefiro nos filmes, porém eu achei interessante o enredo deste e talvez o leria sem muita pretensão... mesmo com as ressalvas que disse que ele foi um pouco corrido em alguns momentos, eu curti a proposta... fico imaginando como seria de repente acordar e perceber que muito tempo se passou e as coisas estão bem diferentes... deve ser um choque daqueles, ai você tem que se readaptar ou ter que mudar muitas coisas... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi Agatha, sua linda, tudo bem
    Eu só li o livro os delírios de consumo de Becky Bloom e adorei, também adoro o filme. A escrita da autora realmente é muito divertida e bem diferente dos outros livros. Que pena que os personagens não conseguiram te cativar, acho isso muito importante em um livro. E pelo o que contou a história não é perfeita, desanimei um pouco com essa leitura, vamos ver.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oiee,
    Primeira vez que vejo a respeito da obra e confesso que fiquei curiosa apenas no início da resenha, pois o restante acabou me desaminando. Achei que seria algo mais para um suspense, mas conhecendo um pouco das obras da autora sabia que não era, mas tive esperanças, rs.

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  25. Olá!
    Eu nunca li nenhum livro da Sophia e sou louca para ler algum. As pessoas falam muito bem dos livros dela. Sobre esse eu gostei da sinopse e parece ser bem legal. Adoro livros divertidos e com romances leves e mesmo com alguns pontos negativos, acho que vou dar uma chance a ele.
    Beijão

    ResponderExcluir
  26. Poxa, a proposta tinha potencial pra ser ótima, né? Pena que não deu certo, achei que fosse ser cativante por conta da perda de memória mas pela sua resenha, erraram em apressar muito. Que pena!

    ResponderExcluir
  27. Oi,

    Confesso que tenho muita vontade de ler algum livro da autora, mas até agora só tive contato com a serie da Becky Bloom - pelo filme -, mas a sinopse desse livro chama atenção, e como foi um dos primeiros que ela escreveu não podemos esperar a escrita estar igual a atual, porque afinal, nós mesmos estamos em constante aprendizado.

    ResponderExcluir
  28. Oi Agata, acredita que nunca li nada dessa autora?
    Sempre vejo as pessoas elogiando, falando que os livros sçao fofos e os personagens também, mas nunca consigo comprar a ideia dos livros pela sinopse e pela resenha.
    Como você quando eu li a sinpse pensei que era a cara do livro derepente 30, e não sei se iria gostar ou não.
    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir