12 dezembro 2015

Resenha - Amor Amargo




Último ano do colégio: a formatura da estudiosa Alex se aproxima, assim como a promessa feita com seus dois melhores amigos, Bethany e Zach, de viajarem até o Colorado, local para onde sua mãe estava indo quando morreu em um acidente. O Dia da Viagem se torna cada vez mais próximo, e tudo corre conforme o planejado. Até Cole aparecer.
Encantador, divertido, sensível, um astro dos esportes. Alex parece não acreditar que o garoto está ali, querendo se aproximar dela. Quando os dois iniciam um relacionamento, tudo parece caminhar às mil maravilhas, até que ela começa a conhecê-lo de verdade…
Em um retrato realista de um relacionamento conturbado, a autora Jennifer Brown – do sucesso A Lista Negra – nos leva até o limite de nossos sentimentos.

Livro: Amor Amargo
256 Páginas || Skoob || Cortesia: Guternberg || Onde Comprar ||








Jennifer Brow ama colocar à mesa assuntos delicados. Em “A Lista Negra” - outro título da autora lançado pela Gutenberg - ela mergulhou no psicológico de uma adolescente com maestria. Por isso, não hesitei quando soube do lançamento de “Amor Amargo”. E, uau! Foi uma leitura incrível, daquelas que nos faz refletir e sentir junto com o personagem. Vou “começar do começo” pra tentar explicar a importância do assunto tratado nessa obra.

Alex tem 16 anos e está no último ano do colégio. Ela e seus dois melhores amigos, Zach e Bethany, só pensam em uma coisa: realizar a tão sonhada viajem ao Colorado. Desde que Alex perdeu sua mãe em um acidente, esse virou o seu objetivo: saber por que a mãe estava indo ao Colorado naquele dia e o que havia de tão especial lá pra ela ter largado tudo tão desesperadamente e acabar morrendo a caminho do seu destino. É isso: Busca de respostas.

Achei a Alex um tanto sortuda por ter amigos tão legais! Bethany é aquele tipo de amiga que te apoia em tudo, que dá conselhos, te faz sorrir, cuida de você. Zach é aquele que é praticamente um irmão super protetor, que bate nos carinhas que te fazem chorar e quer evitar que você sofra. Mas também é um irmão bobão, que implica, te joga pro alto, faz cosquinhas e te dá apelidos. Muito amor por esse trio! <3

Alex tem duas irmãs e um pai um tanto calado, ainda mais depois da morte da sua mãe. Ela se sente um pouco magoada achando que as irmãs não lembram tanto mais da mãe quanto ela, e acaba sofrendo um bocado por conta disso.

Mas tudo começa a melhorar quando ela conhece Cole, um carinha tudo de bom que se transfere para sua escola e precisa ter aulas de reforço com ela. É maravilhoso: Cole é bonito, inteligente, educado e romântico. E a partir dali é só novidade, paquera e amor. Os pombinhos começam a namorar. Até que Alex começa a conhecer o verdadeiro Cole e as coisas saem do controle.

"Tá na cara que você está a fim do Gostosão."
Senti o rosto ficando vermelho. Às vezes, a facilidade com que Bethany e Zach conseguiam descobrir o que eu estava sentindo me dava nos nervos.

O livro é narrado em primeira pessoa, o que deixa a história bem mais íntima. Eu simplesmente amei a forma como a autora mostrou o que acontece com alguém na situação psicológica em que Alex se encontra. Ainda mais nos dias de hoje, esse é um assunto que precisa ser mostrado, explicado e esclarecido. Não posso dizer exatamente, pois até considero spoiler, já que nem na sinopse essa situação que a personagem vive é citada. Mas é o ponto principal do livro e eu posso dizer que todos – mulheres e homens – precisam ler! É um tema atual e que (graças a Deus) tem sido bastante discutido na sociedade.

Quanto à capa, sem palavras. Não cheguei a ver a americana, mas amei essa capa da Gutemberg que, diga-se de passagem, sempre faz capas lindas de morrer! O relevo do pássaro na capa, com o arame farpado é perfeito! E eu também acho incrível quando a arte combina completamente com a estória, como aconteceu em “Amor Amargo”. As páginas são amareladas em um papel resistente (grossinho, sabe?!), fonte legível e a separação de capítulos facilitou bastante a leitura pra mim que estava mega enrolada e lia um pouco de cada vez. Livro mega recomendado!!

E, por mais sombrio que fosse o mundo atrás das pálpebras, nem de longe parecia tão sombrio quanto o mundo com o qual me depararia se voltasse a abri-las.


12 comentários:

  1. Oi Carol!
    Eu ainda nem conhecia esse livro, ando bem desatualizada, mas sua resenha já me convenceu a colocar ele na lista de desejados! Gosto desse estilo de romance e fiquei bem curiosa sobre o que vai mudar no Cole, sem contar que já amei os amigos da Alex :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi!! O´tima sua resenha, adoro livros com temas assim, acho que também vou me apaixonar por este trio de amigos. Mas vendo sua resenha , me fez lembrar um pouquinho de Quem é você Alasca?
    Bjin e até mais...
    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/



    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Eu morro de vontade de ler algo da autora, eu tenho uma amiga que leu A Lista Negra e sempre diz para mim o ler. Eu gostei muito da premissa desse novo livro dela, parece que mistura suspense, drama e romance, e também trata de temas muito importantes. Com certeza ele está na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de comentar sobre dois pontos, o primeiro é o da forma de narrar. Que acho que por ser narrado em primeira pessoa a história do livro deve ser de uma profundidade bem interessante e bem maior do que seria se fosse em terceira pessoa. E segundo, confesso que fiquei curiosa para saber que situação psicológica é essa que Alex se encontra. Isso foi o que chamou mais minha atenção, vou procurar saber mais com certeza. :)

    bju
    http://ventoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Carolina.
    Eu li A Lista Negra e gostei muito da história. Eu fiquei com tanta raiva que teve um momento que até fiquei achando que eles mereceram o que aconteceu. Olha eu errada hehe. Esse também me chama muito a atenção, ainda mais agora lendo a resenha. Fiquei curiosa para saber qual foi o tema abordado aqui. Até desconfiei do qual seja por causa do que você falou sobre o Cole e por ser um tema atual. Se for isso que estou pensando acho que todos deveriam ler mesmo. E é isso que farei assim que der.

    ResponderExcluir
  6. Oi Carolina, esse é um livro que eu morro de curiosidade em ler, assim como você falou o assunto tratado nele é muito delicado e precisa ser lido por todos. Eu particularmente adoro esses livros com temas delicados e fortes, sempre acho que eles trazem uma reflexão importante, e com esse livro não é diferente!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho o livro mas ainda não li devido a pilha de livros ainda para ler, mas só tenho ouvido elogios dele. Uma amiga minha leu e amou e não para de falar dele. Pretendo ler urgente. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá... tudo bem???
    Há não sabia desse livro e fiquei completamente apaixonada pela premissa... pelo jeito a autora é muito boa em construir história dessa temática... sou louca para ler a Lista negra, mas confesso que fiquei mais louca ainda pela leitura deste por causa de sua resenha que foi tão bem explicada e sem spoiler... que se eu tivesse dindin... já o teria comprado agora... parabéns... curti cada pedacinho do que li e concordo com você sobre a capa é perfeita... Xero!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Desde que assisti a resenha da Pam sobre esse livro eu sinto que preciso ler ele!!! A autora deve ser daquelas que você conhece, quer conhecer mais, ama, se apega e passa a acompanhar tudo que ela lança. Gosto de assunto delicados assim... me faz refletir. Esse negócio de relacionamento abusivo é complicado e conhecer uma pessoa nova e se envolver pode ser tão fantástico quanto perigoso, pois nunca conhecemos de fato as pessoas. Adorei sua resenha, acho que eu vou gostar da Bethany :)
    -Mari

    ResponderExcluir
  10. Oi,

    Estou morrendo de vontade de ler este livro, o assunto relacionamento abusivo me interessa muito, mesmo eu não sabendo o porquê. Enfim, gostei da sua resenha porque não há sinal de spoiler e por estar muito bem escrita.
    A cada novo comentário fico ainda mais curiosa e a capa está mesmo incrível.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem ?

    Quando vi esse lançamento automaticamente fiquei inclinada a comprá-lo, porque a Jennifer Brown me ganhou em "A Lista Negra", que foi uma leitura que me proporcionou várias emoções. (Chorei, chorei pra caramba). E saber que esse livro é tão bom quanto sua primeira obra me deixa mais empolgada ainda para iniciar a leitura. Parabéns pela resenha!

    PS: Essa capa é maravilhosa (!!!)

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
  12. Parece ser bem interessante, li a Lista Negra e achei muito profundo. Gosto de livros que mostrem o passado, uma busca por respostas, pretendo ler.
    Bjs, Isa

    ResponderExcluir