14 setembro 2015

Resenha - O Legado da Caça-Vampiro






O Legado da Caça-Vampiro - Vitória Gardella é jovem, linda e usa piercing no umbigo. Ela vive na Inglaterra do século XIX e herdou um legado: matar vampiros. Londres, 1810. Num ambiente que lembra os romances de Jane Austen, como Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade, uma jovem linda e sensual, Vitória Gardella, debuta na sociedade e precisa arrumar um marido rico. Mas Vitória parece viver 200 anos adiante de seu tempo. Quer levar vida independente. Usa piercing no umbigo. E herdou um terrível Legado – o de ser uma Venadora, ou caça-vampiro. Você não precisa esquecer tudo o que leu sobre vampiros, de Bram Stocker a Stephenie Meyer, mas vai se surpreender e se arrepiar com esse novo jeito elegante, erótico, sangrento e eletrizante de contar uma história.



Livro: O Legado da Caça-Vampiro
376 Páginas || Skoob || Cortesia: Geração Editorial || Onde Comprar










Londres, 1820.

Vitória Gardella começou a ter sonhos estranhos, nos sonhos ela matava... Vampiros. Quando teve seu quinto sonho ela soube que a hora tinha chegado, era hora de procurar sua tia Eustácia.

Os Gardella são caçadores de Vampiros, e quando um deles eram chamados, os sonhos apareciam e então eles tinham que escolher ser um “Venador (caça vampiro)” ou esquecer tudo e viver como qualquer outra pessoa, um inocente, completamente ignorante sobre o assunto vampiro. Foi assim que aconteceu com a mãe de Vitória por exemplo, ela foi chamada, mas escolheu ser uma pessoa comum e sua mente foi apagada e o chamado passou para outro membro da família. E Vitória era a próxima e é claro que ela aceitou seu chamado, sabendo que não poderia voltar atrás.

“O destino não se muda. É indelével, escrito sobre pedra. Poder, dinheiro e recursos não podem mudá-lo, Felipe. Você não pode alterá-lo. E é por isso que não posso lhe dizer, não importa o quanto você implore, porque esse é meu destino.”

Nessa época as mulheres participavam de bailes a procura de maridos, mas essa não era a única preocupação de uma venadora, Vitória tinha que estar atenta para um ataque de vampiros, e ela sempre sabia quando um estava perto, sua nuca ficava tão fria que queimava e então esse era o sinal, logo ela tinha que arrumar uma desculpa para sair em busca do morto vivo e enfiar uma estaca em seu coração.


Maximiliano (Max) também é um venador, mas ele não é um Gardella. Max não foi chamado, ele mesmo escolheu por vontade própria passar sua vida inteira matando vampiros. Mas seu relacionamento com Vitória não é muito bom, ele parece odiá-la por ser um Gardella, por ter sido chamada, por ser uma jovem mulher que na sua opinião aceitou o chamado por achar divertido ter uma força sobrenatural e poder sair pela noite matando mortos-vivos e durante o dia estar escolhendo qual vestido usar, ou estar entre mulheres tomando chá e fofocando sobre bobagens.

“- Acho que você está com ciúmes. Pura e simplesmente ciúmes, e é por isso que não tem nada agradável para dizer. (Vitória)
-Ciúmes? (Max)
-Sim, ciúmes do que eu tenho com Felipe! O que você não tem e nunca terá, porque você é frio e cruel! – As palavras saíram aos tropeços, quase como se ela não soubesse o que estava dizendo; mas ela sabia, e sabia que queria feri-lo, assim como ele a ferira esfregando sal em seu já frágil coração. Seu culpado e frágil coração. (Vitória)”

Vitória parecia estar controlando sua vida dupla, até o marquês Felipe Rockley aparecer em sua vida e os dois se apaixonarem. Logos eles resolvem se casar e isso deixa Max muito revoltado, pois como Vitória faria para sair durante as madrugadas para caçar vampiros sem que o marido a visse? Essa foi uma das escolhas mais difíceis que a venadora teve que passar. Qual foi a escolha de Vitória? Ela aceitou se casar com o marquês ou aceitou seu legado de uma caça vampira solitária?.

“Alguns de nós amam, mas não se casam”

Como se caçar vampiros, salvar vidas inocentes e ter que escolher entre o amor da sua vida e seu legado, Vitória também tinha uma missão, encontrar o livro de Antwartha que está também sendo procurado por Lilith (a rainha dos vampiros) e seu exercito sugadores de sangue. Se Lilith conseguir tomar posse do livro antes dos venadores, algo terrível pode acontecer. Mas onde o livro está ? Como chegar até ele antes de Lilith?

-------------- ♥ -- ♥ -- ♥ --------------


Solicitei o livro, pois a sinopse chamou muito minha atenção, mas também porque gosto muito das histórias desses dentuços e nunca tinha lido um livro onde os vampiros fossem apenas monstros e não divididos em grupos de moçinhos e vilões. Mas infelizmente eu me decepcionei.

Se não estou enganada, demorei quase 3 semanas para ler esse livro, pois a leitura não fluía, era parada e maçante. O livro tem muitas cenas repetitivas, enroladas e muita descrição e pouco desenvolvimento. A história é apenas, Vitória descobrindo seu legado, matando vampiros e seu romance com o marques, a procura do livro e o acerto de contas com Lilith, apenas isso e nada mais.

E tudo isso é extremamente previsível, a única cena que realmente me surpreendeu, foi a cena final e estou falando da cena final mesmo, da ultima página do livro, mas também não foi algo que me deixou boquiaberta.

Consegui facilmente me apegar aos personagens e esse foi o ponto positivo do livro, pois todos os personagens foram bem construídos, cada um com uma personalidade própria. Deu-se a entender que haveria um triângulo amoroso, mas não sei o que houve, acho que isso será trabalhado melhor no próximo livro. Eu sinceramente não sabia para quem torcer, Felipe é um amor e Max é frio (Quero deixar claro que eu entendi que haveria um triângulo amoroso, é meu ponto de vista).

Gostei muito de Vitória até a página 261, pois ela fez uma burrada que sinceramente eu senti vontade de entrar no livro e dar umas belas bofetadas na cara dela, ainda estou corroendo aquela cena. Mas tirando isso, ela é uma mulher forte e bem moderna para aquele tempo, é realmente como se ela vivesse 200 anos a frente do seu tempo. Vitória é forte, determinada, corajosa, bondosa, amável, inteligente e às vezes burra.

“[...] ela não tinha qualquer receio de encarar dois, três, até seis vampiros mortíferos... mas não tinha coragem de olhar nos olhos o homem que ela amava”

Os personagens secundários foram bem construídos, alias até a criada de Vitória ganhou meu carinho eterno. Gostaria de conhecer Verbena (achei o nome dela bem irônico, já que verbena é uma erva venenosa para os vampiros na série TVD e a criada de Vitória é seu braço direito, e sempre ajuda sua patroa em sua vida como venadora).

A versão usada para a explicação do surgimento de vampiros também me agradou, achei curioso. Tudo começou quando Judas traiu Jesus Cristo o vendendo para ser morto por 30 moedas de prata. Jesus o perdoou, mas ele não aceitou e foi condenado ao inferno, mas o Diabo o mandou para a terra e Judas foi condenado a ser um humano mortal que sobrevive apenas com sangue de mortais, ele então transformou a filha em mortal que é conhecida como Lilith (sim, a mulher que está em busca do livro de Antwartha) e é por causa das 30 moedas de prata que os vampiros temem esse metal.

Enfim, a escrita da autora é ótima embora lenta, a diagramação está impecável e gostaria de parabenizar a editora, cada página tem nos cantos uma imagem de um liquido escuro, como se fosse sangue, ficou perfeito. Os espaçamentos e o tamanho da fonte também está perfeito.

Os personagens foram bem construídos, os diálogos também me agradou muito.

“-Vim para levá-la à minha senhora. Ela deseja conhecer a mais nova venadora.
-Por favor, diga a Lilith que lamento, mas só recebo visitas às terças e quartas, das duas às três e meia da tarde. Infelizmente, não servimos a bebida favorita dela.”

O problema foi realmente o quanto a história demorou para desenvolver, e a leitura arrastada. Eu não curti tanto o livro como pensei que curtiria, mas quem quiser conferir e ter suas próprias conclusões fiquem a vontade.

47 comentários:

  1. Oi, Taty! Como vai?
    Que pena que você não gostou do livro. Sinceramente, eu também não gostaria, hahhaha. Primeiro que não sou muito adepta a temática vampiro. Segundo, pelo que eu entendi, a história poderia muito bem ter sido menos enrolada e mais ação! Terceiro, eu não curti muito o estilo, não. Mas fiquei bem contente pelas personagens serem apegáveis e tudo o mais, mas achei meio estranho, porque geralmente a gente gosta do livro quando se apega às personagens, certo? Hahahah. Espero que o segundo livro seja mais legal para você! E eu pensei que teria um triângulo '-' Não sei se fico contente por não ter ou se eu fico triste. Acho que eu vou ficar triste, porque adoro clichê. A diagramação está muito legal! O sangue escorrendo... fantástico.
    Beijinhos,
    Karol.
    www.heykarol.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei, mas não tanto kkk ele é regular. Meio termo kkkkk.
      Ah, para quem não curte o tema realmente o livro não é uma boa indicação para uma tentativa kkkkkk
      Pois é, os personagens são maravilhosos e é estranho mesmo eu ter gostado dos personagens, mas não do enrolar do livro, a autora trabalhou melhor os personagens e esqueceu do resto kkkk

      Excluir
  2. Olá!
    Mesmo não gostando de livros com essa temática, eu havia me interessado pela sinopse. Mas confesso que depois de ler sua resenha, dei uma desanimada... Odeio leituras arrastadas, sem dúvidas eu abandonaria o livro :(
    Ainda assim talvez o leia por curiosidade.
    Ótima diagramação desse livro!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. A sinopse é um arraso, mas a história em sí é muito lenta.
      A diagramação está impecável mesmo

      Excluir
  3. Oi Taty, eu gosto bastante de histórias de vampiros, mas não gosto quando uma leitura é lenta e maçante. Por isso não me interessei muito nele :/ Mas parabéns pela resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, é triste a leitura ter sido maçante :(
      Obrigada flor

      Excluir
  4. Olá!
    Não conhecia o livro, mas li a sinopse e fiquei toda animada, porém, ao ler sua resenha fui me desanimando pouco a pouco e tive certeza que não irei ler quando você disse que a leitura foi lenta e maçante. Isso bastou para que eu desanimasse totalmente de conhecer a história.
    Ótima resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sinopse é top mesmo e dá uma bela enganada, mas pode ser que outras pessoas curtam o livro.
      Obrigada flor. Que bom que gostou da resenha

      Excluir
  5. Oi Taty :D

    Eu AMO livros de vampiros mas depois dessa sua resenha não vou nem procurar mais osbre ele, pois livro arrastado não é comigo, já que amo livros que me prendem e não consigo soltar haha
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, infelizmente a história é mesmo lenta.
      Esse foi um ponto mega negativo na minha opinião.

      Excluir
  6. Oi Taty, tudo bem?
    A sinopse é realmente interessante. Tenho gostado de livros com vampiros, mas nada de romances e clichês. Eu não sei o que acontece com esses autores na hora de desenvolver os personagens e as cenas, será que eles se fixam tanto na parte comercial que se esquecem de realmente se dedicar na história? Meu deus. É muito frustrante ler um livro mal escrito e desenvolvido. Entendo sua frustração. Que pena que não gostou Taty, já estou tirando ele da listinha!

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie
      Então, não entendo também o que acontece com alguns autores autores kkk.
      É realmente frustrante pegar um livro para ler e a história nãos sair do lugar.

      Excluir
  7. Oi Taty!
    Amei ter te encontrado pela blogosfera hahaha
    Eu achava que só eu falava abertamente quando um livro me decepcionava e isso fazia eu me sentir meio mal, sabe....
    Geralmente os blogs só falam bem dos livros... Enfim...

    Amei sua resenha..
    Passei por esse problema algumas vezes, mas é aquilo que vc falou, pode ser que outras pessoas leiam um livro que vc não curtiu e pensem diferente... Só lendo pra saber...

    Bjo
    Sucesso para o blog

    escrevasuavida.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiiii também fico feliz em te conhecer flor.
      Pois é, eu tento ser muito sincera, se um livro não me agradou não tem motivo para dizer o contrario, é claro que sempre procuro manter o respeito.
      Que bom que gostou da resenha, flor.

      Mas sim, pode ser que outras pessoas leiam e amem o livro.

      Excluir
  8. Oi Taty,
    Confesso que a sinopse já não me chamou a atenção, e suas críticas ao livro enterrou de vez o livro para mim, gostei da explicação de como surgiu os vampiros que a autora deu, mas não sou fã do gênero a pesar de gostar de vampiros, vou ficar com meus vampiros animalescos do The Straim mesmo.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii é tão triste quando resenhamos um livro que não curtimos, pois vai ser raro alguém falar que vai dar uma chance para o livro.
      Mas fiquei curiosa sobre the straim, não conheço

      Excluir
  9. Oie!
    Primeiramente, a capa e a diagramação do livro estão lindas demais. A princípio, a premissa do livro me agrada bastante, porém, no decorrer da sua resenha, acho que fiquei meio com o pé atrás. É tão frustrante quando algum livro não atinge nossas expectativas, né?! Principalmente se esperamos muito dele. Mas, ainda assim arriscaria a leitura.
    Parabéns pelo trabalho!

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oiii!
    diferente de você eu não sou fã desse estilo de livros :( É incrivel como eu travo durante as leituras e tudo acaba mais arrastado. Depois da sua resenha soube que não iria curtir. Essa repetição de coisas me incomoda muito e leituras lentas não dá né?

    Gostei da sua sinceridade!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, eu sou fã desse estilo só que mais romantico kkkk esse foi uma tentativa de sair um pouco da zona de conforto meio que estando dentro dela kkkkk

      Obrigada flor

      Excluir
  11. Olá!

    Não é o meu gênero favorito, mas admito que achei legal ver um livro em que vampiros são eles mesmos e não participantes de uma eterna luta do bem contra o mal. Pena que a leitura não te agradou. Se eu lesse, provavelmente teria uma opinião próxima da sua, leituras arrastadas simplesmente não dão!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, bem parece ser um bom livro, mas não chega a me atrair para a leitura, ainda mais sendo lenta, não tenho paciência pra isso, logo largo mão.
    http://k-secretmagic.blogspot.com/
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ah, eu não poderia largar kkkk. Mas valeu a pena, mesmo sendo decepcionante.

      Excluir
  13. Adorei a resenha mas não acho que vou gostar tanto do livro...

    Abraços, Miguel do Demasiadamente Lendo

    ResponderExcluir
  14. Oi Taty, tudo bom? Eu confesso que não sou hiper fã de leituras triviais de vampiros. Pelo que você fala, parece ser algo diferente mas ao mesmo tempo maçante, já me jogou uma balde de água fria. Eu simplesmente odeio quando isso acontece com um livro que estou lendo. Mesmo assim sua resenha foi ótima e muito bem estruturada. Parabéns!

    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Resenha muito bem feita e sincera,parabéns! Não são todos os blogs que fazem isso com livros de parceria. Sendo sincera, não suporto mais livros de vampiro, como mocinhos ou monstros, tanto faz, e esse ainda não fluí... acho que vou ficar sem lê-lo mesmo haha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Obrigada flor, que bom que gostou da resenha, eu tento ser sincera sempre e acima de tudo manter o respeito.
      Beijos

      Excluir
  16. Olá, tudo bem?

    Eu li esse livro a bastante tempo já e particularmente AMEI o livro. XD
    Ainda não li a continuação, mas pretendo, confesso que estou enrolando para pegar o segundo volume (que já tenho) para ler apenas pelo fato de que a editora não lançou os demais e isso é a única coisa que me desanima. :(
    Claro que cada um tem suas impressões e é uma pena que o livro não tenha te agradado, faço votos que possa curtir mais se optar por ler o segundo e realmente a edição está perfeita.

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo bem?
      Olha, que top. Que bom que você gostou do livro, eu estou pensando se vou ler a continuação, mas estou com medo de não curtir também.

      Excluir
  17. Achei a resenha atraente, se você não tivesse dito ser parado, com certeza seria minha próxima leitura, mas...
    Sobre vampiros só li contos clássicos, estou querendo conhecer esse mundo em breve.
    Ótima resenha.
    Abraços

    http://clicheimperial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie.
      Que bom que gostou da resenha. Então kkkk eu precisa falar kkkkk
      Obrigada

      Excluir
    2. Oie.
      Que bom que gostou da resenha. Então kkkk eu precisa falar kkkkk
      Obrigada

      Excluir
  18. Oi Taty!
    Quando comecei a ler sua resenha pensei: uau! que livro legal! Capa linda, sinopse empolgante, tem tudo para me agradar. Aí quando chegou na parte em que você fala da enrolação e das descrições, desanimei total! Detesto livro que não flui, não tenho muita paciência para ficar insistindo em uma história que não está me agradando.

    B-jusssss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie
      Então flor, mas tem pessoas que curtiram o livro, pode ser que você seja uma dessas pessoas.
      :D

      Excluir
  19. Olá!
    Tbm amo leituras com vampiros, mas esse vou deixar passar.
    Não gosto de leituras arrastadas e sempre acabo largando o livro
    Essa apa eu achei maravilhosa
    Adorei sua resenha

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Hey Taty, adorei a resenha. Não me interessei por essa leitura, e saber que é um livro arrastado me deixa ainda mais desanimada. Você comentou que os personagens foram bem construídos, isso eu gosto! hehe. Enfim, não é uma leitura que eu considere, apesar de adorar histórias vampirescas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então flor, mas ainda recomendo, pois tem pessoas que gostaram do livro.
      Realmente os personagens foram bem construidos.
      beijinhos

      Excluir
    2. Então flor, mas ainda recomendo, pois tem pessoas que gostaram do livro.
      Realmente os personagens foram bem construidos.
      beijinhos

      Excluir
  21. Oiie
    A diagramação esta bonita mesmo. Mas o livro não me chamou atenção, e sua resenha só vejo confirmar, de arrastado já basta Cinco dias hahaha, to de boa.
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. O estranho é que a história parece boa, tem temática e pegadas incríveis e curiosas, desde a negação do legado da parte da mãe da guria até as 30 moedas de prata, porém, não cativa.
    É triste quando isso acontece...
    Resenha muito bem construída
    Bjs
    Tay do Let it Shine ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie
      Pode ser que você goste flor. A premissa é boa mesmo.
      e os personagens bem construidos, o problema foi que a leitura é maçante, mas pode ser que isso seja comigo.
      kkk
      Obrigada, que bom que gostou da resenha

      Excluir
  23. Oi Taty, tudo bem?
    Eu sou louca por histórias com vampiros e apesar de ainda não conhecer essa, fiquei aqui desesperada para ler. Achei curioso a empregada se chamar Verbena tb, parece uma ironia não? rs. Já estou anotando a dica.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir