28 setembro 2015

Resenha - Dez coisas que aprendi sobre o amor






Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

Livro: Dez coisas que aprendi sobre o Amor
256 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Novo Conceito || Onde Comprar ||









Com o amor é possível aprender uma infinidade de coisas. Como se doar, como receber, como deixar partir, como ficar, mesmo de longe. O amor ensina a esperar quando não há nenhuma certeza. Ensina a criar, pensando no outro. Ensina a procurar, mesmo quando sequer se imagina por onde começar. O amor simplesmente ensina, sem qualquer motivo, sem qualquer explicação. O amor dá forças, objetivos, felicidade. O amor é inexplicavelmente amor.

"- Você alguma vez discutiu com uma pessoa que... sei lá, se foi? - pergunto. - E, quando você pensa nisso, percebe que nunca fez nada além de discutir com ela. Ou que nunca disse o que realmente importava. Não de verdade. E daí ela se vai e não há nada que você possa fazer, sabe? - Passo o dedo por uma das rosas. Tento me lembrar de ter escolhido esse papel de parede. É horrível."

Alice é uma mulher de quase trinta anos solitária e sem um destino na vida. Ela gosta de sair pelo mundo procurando novos lugares, tentando encontrar algo que lhe faça se sentir em casa. Quando se vê obrigada a voltar para Londres a fim de ficar com seu pai nos últimos dias de vida que resta a ele, Alice mais uma vez se sente deslocada, como se não pertencesse a velha casa onde cresceu e àquela família.

A recente perda do pai também lhe desperta um grande desejo de saber mais sobre a mãe, aquela mulher misteriosa que morrera quando ela tinha apenas quatro anos e em torno da qual sempre existiram sussurros e dúvidas não resolvidas.

"Sou um velho de coração meloso, não há outra maneira de descrever. E a verdade é que me sinto mais em casa aqui - à beira do rio, onde há lama e confusão - do que nos quarteirões chiques como o do Tube, com suas telas reluzentes e seus seguranças."

Já Daniel é um homem que vive nas ruas há muito tempo. Depois de uma série de perdas na vida, ele somente anda, cata objetos perdidos nas ruas e procura por alguém de quem sabe muito pouco, apenas um nome, Alguém que fez parte de seu passado e que ele sequer foi permitido assistir ver sua filha crescer. Ele planeja as coisas que gostaria de poder fazer e falar para ela quando conseguir encontrá-la.

"Em vez disso, caminho, pelo restante da noite e rumo ao amanhecer, por ruas silenciosas e praças vazias. A cidade é mais bela do que nunca nas primeiras horas da manhã, quando se consegue ouvir o som dos passos na calçada; quando se pode sentir o mundo todo esperando por outro dia. E o amanhecer - há algo de mágico na sua repetição: sempre o mesmo, sempre diferente. Hoje o sol entra pela esquerda no grande palco do céu. Tudo o que ele toca se suaviza e se aviva, e a cidade - nossa cidade - reaparece, como um sonho, uma névoa matinal transformando o concreto em azul-bebê."

Daniel e Alice, com a morte do pai da moça, são subitamente colocados um no caminho do outro, e com isso podem, mesmo sem querer encontrar muito do que procuram. Não de uma forma romântica, mas de uma forma silenciosa de cumplicidade e companhia. Descobrem sua semelhança de fazerem listas de dez coisas e gostar das estrelas, além de outras semelhanças, mais ocultas e explicáveis apenas com o amor.


[- Minhas Impressões -]

Esse foi mais um enredo da Novo Conceito que me encheu de expectativas. Quando percebi que falava de lista, Dez coisas que aprendi sobre o amor, um ótimo título, imediatamente imaginei que precisava lê-lo e valeu a pena, embora senti falta de um impacto maior, como vem acontecendo com os últimos lançamentos que li.

Os personagens, Alice e Daniel passam a impressão de serem tremendamente solitários, e a personagem de ligação entre as vidas dos dois me pareceu terrivelmente fútil e alguém que nem deu para conhecer muito no livro. Não gostei.

Daniel com sua estranha mania de coletar objetos nas ruas e de ver cores nas palavras foi muito interessante, também posso ter gostado dele por causa do seu nome, que adoro. As coisas que esse personagem presencia no tempo que anda por toda a cidade e o modo como é olhado é algo a se refletir, além de podermos conhecer a história de outros moradores de rua como ele, pois Daniel também nos mostra uma boa parte do passado e o que o levou até ali e a procura por sua filha.

O livro é alternado pela visão de Alice e de Daniel, narrado em primeira pessoa e em cada início de capítulo existe uma lista de dez coisas, essas listas são de temas variados como: dez coisas que direi para meu pai, dez coisas que possuo, dez coisas que me deixam apavorado, dez coisas de que tenho medo, dez coisas que você não deveria fazer, dez coisas que queria esquecer.

Achei  o drama da história leve mas algo bonito. Senti também certa falta da exploração da relação de Alice com seu ex-namorado e o final ficou bastante em aberto, o que me deixou com uma curiosidade tremenda.

Recomendo para todos aqueles que gostam de livros que envolvem listas, relações não românticas, uma dose pequena de drama e algo diferente, que é o caso de Daniel ser um morador de rua, algo que eu não havia visto em muitos livros.

52 comentários:

  1. Oi Tamara
    Estou bem no comecinho do livro e gostei muito da sua resenha.
    Acredito que irei gostar do livro sim, pois amo listas e um romance diferente!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, fico bem feliz que você esteja gostando. É uma ótima história, eu também adoro listas. Depois quero ver sua opinião!

      Excluir
  2. Olá Tamara,
    Gostei bastante da sua resenha, e apesar de você não ter gostado tanto assim do livro, ele me pareceu bem bonito, não gosto muito de amor romântico e até gosto de listas, acho que posso gostar do livro, então valeu pela dica ^^

    http://www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie dani. Que pena que passei a impressão de não ter gostado. Eu gostei bastante sim, só não senti nenhum impacto, sabe. Eu também adoro listas. Espero que goste realmente do livro.

      Excluir
  3. Tamara fiquei bastante surpresa com a sua resenha, porque eu achei a estória muito interessante. Me parece o tipo de livro que nos trás alguma lição e nos faz refletir e eu sinceramente adoro isso. Espero poder ter a oportunidade de fazer a leitura assim que puder, porque como tu sabe, ando na correria, mas eu amei tudo que você escreveu e tenho que te dar os parabéns amiga, porque você está fazendo resenhas incriveis por aqui. Continue assim =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sill, fico feliz que esteja gostando das resenhas, faço o máximo para ser imparcial e trazer boas resenhas para o pessoal
      Acho que você irá gostar do livro, faz seu estilo.
      Boa leitura, e quero sua opinião hein!

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?

    Apesar dos pontos negativos que suavemente você destacou, o livro me interessou por você ter deixado claro que envolve amor mas não romance e que é uma história diferente, as vezes, é legal sairmos um pouquinho da nossa zona de conforto literária e ou simplesmente ler algo diferente. Curti a dica, anotadíssima!

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, ana.
      É, os pontos negativos existem, mas acabam não sendo tantos assim.
      A simplicidade de daniel e seus objetos achados na rua é fascinante mesmo. Espero que goste!

      Excluir
  6. Olá!

    Estou louca para ler esse livro! Já tinha lido a amostra em vários blogs e não tem como não se apaixonar pelo Daniel, pela sua simplicidade. Quero ler porque quero saber porque Daniel e Anna foram postos frente a frente. Parabéns pela sinceridade na resenha!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie. verdade, a resenha dele já me cativou na primeira vez que li.
      Espero que você possa aproveitar muito a leitura.

      Excluir
  7. Oi, flor!
    Eu gostei de ver a sua opinião sobre a obra. Confesso que não havia me interessado pela história, mas não sabia que se tratava de dois desconhecidos solitários – sendo um deles morador de rua. Isso me atraiu bastante. Acho que, por fim, é um drama que vale a pena – embora pense que ficaria um pouco chateada com esse final tão aberto.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, fran.
      pelo que conheço do seu estilo, que aparentemente é parecido com o meu, acredito que você realmente se sentiria frustrada com esse fim, mas o conjunto da obra é algo que vale a pena.

      Excluir
  8. Oi Tamara, Oi Silvana.

    Eu tenho uma grande expectativa por esse livro porque eu li as primeiras páginas dele e quero muito terminar de ler a história.

    Bjão as duas.

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie.
      Espero que você possa ler logo então, e que todas as suas expectativas sejam supridas, porque não há nada pior do que expectativa frustrada, né?

      Excluir
  9. Oiee Tamara ^^
    Tinha curiosidade de ler esse livro mais pela capa dele, mas depois das suas impressões, desanimei um pouco. Parece ser bacana, mas não estou a fim de conhecer personagens solitários e depressivos no momento...haha' É uma pena que algumas coisas não tenham sido bem exploradas na trama, é realmente muito ruim quando isso acontece com um livro do qual a gente espera bastante *~*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie dri.
      acho que preciso parar com toda essa história de expectativas em torno de livros. Quase sempre eles me decepcionam, e aqueles que não espero nada me surpreendem.
      É, se não está a fim de drama esse não é muito indicado.
      Mas quem sabe outra hora, né?

      Excluir
  10. Oi Tamara! ^^
    Achei linda a capa desse livro, mas a história não me chamou a atenção, acho que estou lendo muitos dramas ultimamente, o que ta me deixando um pouco chatinha com esse gênero.
    Pode ser que mais para frente eu me interessa em ler! ^^

    Beijos e até logo! :*
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie.
      Realmente, quando a gente lê muito um gênero acaba cansando. Mas quem sabe esse fique para a sua próxima fase de dramas, eee.

      Excluir
  11. Olá

    Nossa que premissa linda, fiquei com muita vontade de ler o livro, parece ser muito emocionante.
    Sobre o Daniel ser um morador de rua, também acho que nunca vi isso num livro e achei até um ponto positivo do livro, gostei da resenha.

    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, fico super feliz por saber que você gostou da resenha.
      E realmente, o fato de ter um morador de rua foi um tanto inovador. Espero que goste da leitura.

      Excluir
  12. Oi Tamara, tudo bem?
    Esse livro me parece ser bem lindo. Além da capa, ele tem um título forte e que nos faz viajar um pouquinho sobre essas dez coisas que aprendemos sobre o amor. Muito legal sua resenha, achei bem lindo mesmo. Parabéns!

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, verdade, o título já me fez refletir bastante. Fico super feliz que você gostou da resenha :)

      Excluir
  13. Oii!

    Sabe, eu ultimamente não estou indo com tanta sede ao pote em relação aos livros de drama, porque acabo me decepcionando sempre ><
    Eu gostei da sua sinceridade, mesmo não sendo um livro muito impactante parece uma leitura até agradavel.

    Espero ler em breve :D


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, ANa.
      Pois é, preciso perder essa cede, quase todos tem me deixado um tantinho decepcionada e aqueles que acho que nem gostarei tanto acabam sendo os melhores, mas em fim, é a vida de leitora, né?
      Espero que goste da leitura.

      Excluir
  14. Olá Tamara!
    Gostei da premissa do livro.. Adoro personagens adultos, tenho visto tantas resenhas de personagens muito jovens e realmente sinto falta...
    Precisaria ler para ter uma ideia melhor, mas num primeiro momento parece que faltou alguma coisa a mais para amarrar esta história...

    Bjo
    escrevasuavida.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, não sei definir o que falta, mas realmente, ficou um pouco... sem impacto, como falei.
      E também tenho ficado meio chateada com tanto livro jovem, gosto dos mais adultos.

      Excluir
  15. Não sou de ler romance .-. Mas teu jeito de resenhar é sumpimpa u.u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz por você ter gostado da resenha. Espero lhe ver mais vezes por aqui :)

      Excluir
  16. OI! Quero muuito ler ese livro! Cada vez vejo mais resenhas e fico mais ansioso rsrs. Adoro os livros da NC <3

    Abraços, Miguel do Demasiadamente Lendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Miguel.
      Eu também gosto muito da NC e todo mês fico super curiosa com os livros que eles lançam.
      Boa leitura!

      Excluir
  17. Olá!
    Quando vi o livro em listas de lançamentos fiquei interessada, depois dessa sua resenha preciso dele para já! O enredo descrito por você, é a relação entre o Daniel e a Alice me lembrou muito aqueles filmes indies que eu amo haha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie.
      Que ótimo que o livro interessou você. Espero que possa ler logo.

      Excluir
  18. Oi, tudo bem ?

    Quando vi o livro na lista de lançamentos nem olhei duas vezes, porque odiei essa capa - parece muito mal feita e não transmite nada. A história parece ser legal e interessante, ainda mais com um personagem morador de rua, coisa que não vemos muito nos livros. Como disseram aqui: tem cara de enredo de filme indie (ADOOORO). Quem sabe mais pra frente eu não dê uma chance?

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. QUe pena que a capa não atraiu você, ainda bem que resolveu ler a resenha, risos.
      Espero que caso leia, goste do livro :)

      Excluir
  19. Complicada essa coisa da mentira ser melhor que a verdade em algumas situações! Para mim é muita confusão gerada mas no livro deve ter ficado super legal, afinal romance é romance!
    Valeu pela dica
    Mila-Scraplivros

    ResponderExcluir
  20. Ola Tamara eu li alguns capítulos desse livro e gostei muito do que li, e da emoção entre Alice e seu pai naquele clima de despedida. Senti ela um pouco arrependida por estar longe e só voltar com seu pai doente. Fiquei bem curiosa com o desenrolar da história e sua resenha me deu mais visão sobre o livro e gostei. Não vejo a hora de ler o livro inteiro. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie.
      Espero que você possa voltar a lê-lo logo.
      Eu li super rápido, já que deixa uma grande curiosidade, e assim que comecei não deu de parar mais.
      Boa leitura!

      Excluir
  21. Oi flor!
    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, mas a premissa me atraiu bastante, é interessante que com mais livros bons, nossas expectativas ficam altas e no meu caso muitas vezes não chegam aquele ponto que desejo, mas este parece ter o alto de um bom livro.
    Vou procurar para comprar.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo bem isso sobre as expectativas não chegar onde queremos. Comigo acontece muito, ehe, tanto que eu raramente favorito um livro.
      Mas espero que você goste do livro e tenha uma boa leitura.

      Excluir
  22. Esse livro parece ser lindo, logo que lançou to querendo ler ele. A capa também é muito linda.
    Adorei a resenha
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, é um livro ótimo. Fico feliz que tenha gostado da resenha.

      Excluir
  23. Oi Tamara, sua linda, tudo bem
    Você sempre me emociona com suas reflexões nos início de cada resenha. Essa história parece ser bonita mesmo, quero descobrir o que eles dois possuem em comum, de que forma suas vidas serão ligadas. E essas listas foram muito criativas, contribuem para o leitor parar a leitura naquele momento e imaginar suas próprias respostas. Pena que esse final é aberto e te deixou cheia de dúvidas. Mas no todo parece ser um bom livro. Sua resenha ficou ótima!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie.
      Adorei saber que você gosta das reflexões no início das resenhas. Com elas tento passar um pouco do que consegui tirar do livro.
      É um livro muito bacana, espero que você goste da obra e fico bem feliz por ter gostado da resenha. :)

      Excluir
  24. Oi!
    Achei bacana esse livro, gosto muito de livros com listas, e essas parecem ter temas bem impactantes.
    Só fiquei curiosa com esse final aberto, afinal, deixa a gente morrendo de curiosidade pra saber o que realmente aconteceu na história.
    adorei sua indicação e com certeza já está no smues desejados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie.
      Pois é, as listas dão um charme a mais, e sempre que vejo sinopse que fala de lista eu não resisto.
      O final é bem aberto, eu queria uma continuação mas ao mesmo tempo esse mistério todo é um charme a mais.

      Excluir
  25. Que pena que o livro não foi tudo aquilo que você esperava.
    Então, o que chamou minha atenção para esse livro foi justamente o titulo, também adoro listas e tal.
    Eu fiquei bem curiosa para saber mais sobre o Daniel, acho que é por ele que eu quero muiiito ler esse livro.
    Acho que vou aprender muito lendo o livro.
    Amei de verdade sua resenha e sua sinceridade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel é fofíssimo, adorei ele, dá vontade de abraçar.
      Fico suuper feliz que você gostou da resenha, tati.
      Adoro ver seus comentários por aqui. E espero que possa gostar do livro.

      Excluir
  26. Oi Tamara, tudo bem??

    Bom eu peguei certa antipatia com esse livro... desde as premissas que surgiram por ai nas redes sociais... na verdade eu não tenho pretensão de ler o livro e não curti a proposta para ele, mas essa é apenas a minha opinião, que é bem diferente da sua, que mesmo com as ressalvas você achou a leitura satisfatória e é isso que realmente importa.... Xero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena toda essa antipatia, ehehe. Algum motivo especial para ela?
      Bom, mas fazer o que, alguns livros não nos atraem de nenhum jeito, né? Isso acontece quase sempre com os que tratam de adolescentes para mim.

      Excluir
  27. Eu adoro esse livro.
    A história...a profundidade das emoções...o reencontro...lições de vida...separação...amadurecimento...tudo isso me toca e parece me chamar para me perder nesses enredos mais perto da realidade.

    Beijos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir