18 abril 2015

Resenha - Se Joga!





Se joga! - Encontre a coragem que nem sabia que possuía
Você não está feliz com os rumos que sua vida tem tomado e está deixando seus sonhos de lado. Sente-se num beco sem saída. E está errado! Existe uma  nova rota. Só precisa fazer uma escolha – e esta é a coisa mais difícil pela qual já teve de passar. Falta coragem? Então este livro vai ajudá-lo.
Nancy Levin teve de suportar uma grande dor, e sobreviveu! Sua superação aconteceu por meio do método que agora ela compartilha com você. São dez passos para se jogar em direção ao que sempre desejou, e finalmenterealizar o que seu coração tanto lhe pede.
Essa é uma jornada de aceitação e verdade para que você consiga visualizar e ser livre. Ao fazer sua escolha, terá clareza sobre seus limites, as pessoas certas ao seu lado e autodomínio para ir aonde quiser. Quando estiver pronto, saltará. E não estará sozinho! Este livro o acompanhará para que consiga lidar com as consequências da mudança e tenha uma transição suave. Por fim, o grande trunfo: dizer sim. Para você. Para sua vida. Para seus sonhos.

 192 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Gente || 
Classificação: || OndeComprar ||








Quando vi esse livro sendo divulgado pela Editora Gente, fiquei bastante curiosa, porque gostei primeiramente de sua capa que, aliás, é muito linda e chamativa e também por conta do conteúdo que é abordado. Percebi que estava em um momento da minha vida que estava precisando de uma ajudinha e sinceramente tenho que confessar que sou o tipo de pessoa que gosta bastante de livros de ‘’autoajuda’’, porque sempre que leio eu me identifico com algumas coisas e isso me faz refletir bastante sobre minha vida e principalmente sobre as minhas atitudes.

Nancy Levin fala de sua dificuldade após sua separação e nos ensina como se libertar do sentimento que nos prende para que possamos então refletir se vale a pena ou não ficar sofrendo. Realmente percebemos que é perda de tempo, porque a vida de alguma forma continua e temos que aprender de alguma maneira a lidar com tudo que passamos com os nossos erros e também aprender com eles para que não venhamos a repeti-los futuramente em outros relacionamentos que teremos. Não só em namoros que é bastante comum, mas também com amigos e familiares.


Eu até confesso que é complicado a própria Nancy dizer para SE JOGAR e tentar coisas novas para sua vida. Largar mão de tudo como se fosse algo simples, mas infelizmente não é fácil para ninguém uma mudança radical como essa, pois os sentimentos que guardamos de um relacionamento que dura por anos por conta da convivência é algo que nos machuca muito e acaba fazendo com que fiquemos presos a esse mundo deixando então de lado uma vida que poderia ter sido diferente. Uma vida que poderia ter sido mais bem aproveitada.

Então, com o passar do tempo, apesar de insistir e de ter esperança de que tudo vai melhorar, realmente não adianta em nada, porque nada muda. Tudo continua da mesma maneira que era e é ai que você tem que tomar realmente alguma decisão e de alguma forma mostrar para essa outra pessoa o quanto ela está errada em suas atitudes, apesar de que, também temos que avaliar os nossos próprios erros antes de julgar o outro. Um relacionamento é feita entre duas pessoas. Não é apenas uma que faz certo? 

Então lhes digo que em minha experiência, posso dizer que não é nada fácil jogar tudo na lata do lixo por causa do tempo que passei ao lado dessa pessoa e principalmente por ter me acostumado com a vida de tantos anos juntos. Até confesso de todo coração que não tem sido nada fácil para mim, porque de alguma maneira, acabei me afastando um pouco da minha zona de conforto
por conta dessa pessoa. Tenho até ficado melhor sozinha e me sentido muito mais feliz comigo mesma, embora eu ainda goste muito dessa pessoa e até tenha receio de largar mão de tudo. (Estou colocando exemplo aqui do meu próprio relacionamento)

Percebemos então que a própria Nancy com sua experiência com o divórcio nos mostra como foi difícil para ela abandonar a vida que tinha e recomeçar uma NOVA VIDA após tantos anos de convivência e dedicação, porque realmente a mulher tem esse defeito né?

Se entregar demais e acabar não recebendo nada em troca após tantos anos, porque eu sou assim. Sou 100% entregue e sou do tipo que mergulha de cabeça em um relacionamento que hoje não está indo muito bem por causa do ORGULHO da outra pessoa. E no fim o que acontece? A mulher sempre acaba sofrendo muito mais do que o próprio homem.

''Ouvimos o tempo todo como é melhor dar do que receber, como precisamos dar mais, como é maravilhosos dar. E certamente é. Contudo, para os codependentes, há um desiquilíbrio aqui. Oferecemos muito mais do que temos de volta, o que não é saudável. Assim, aprenda a dar às outras pessoas o prazer de ajudá-lo''

Por isso, acabei me identificando tanto com algumas coisas que foram colocados nesse livro, pois me fizeram refletir diversas vezes e percebi que muitas das minhas atitudes também estão bastante erradas em relação ao meu relacionamento. Vejo também que tenho sim que mudar muitas coisas na minha vida ou até mesmo cuidar mais de mim para que eu possa então ter uma vida mais saudável, porque se desgastar por algo que não vale a pena é perda de tempo total!

Temos então que buscar através das dificuldades os aprendizados e tentar fazer disso uma lição de vida. 

Está na hora de realmente pensar em me JOGAR e quem sabe começar a correr atrás dos meus sonhos e não perder mais tempo com os meus sofrimentos que poderiam ser apenas somados em muitas alegrias!

Sei que eu deveria ter feito uma resenha melhor elaborada aqui, mas resolvi colocar a minha experiência para que todos os leitores entendam que nada nessa vida é fácil. Acho que todos nós temos que passar por tais dificuldades e aprender com elas. Temos que uma hora abrir mão de coisas que amamos para que possamos ser felizes e quem sabe encontrar o nosso verdadeiro objetivo, pois temos que seguir os nossos sonhos e tentar realiza-los enquanto ainda há tempo.

‘’Lembre-se: Você não precisa ser perfeito. Ninguém é, nem mesmo aquela pessoa que ama tão profundamente, mesmo se essa pessoa for uma criança.’’

Para finalizar, tenho que confessar que a autora escreveu um livro esplendido, porque muitas das passagens me ajudaram, e sinceramente, é o segundo autoajuda que leio que me faz tão bem. Eu ainda quero poder reler, porque além de ter muitas dicas de como lhe dar com os sofrimentos e também de como ter uma vida melhor, também temos a oportunidade de responder algumas perguntas que o livro nos oferece a cada capitulo. 

Isso mesmo!! O livro é interativo e isso foi uma das coisas que gostei bastante, porque as perguntas muitas vezes faz você refletir. Eu lia e respondia mentalmente, mas quero muito ter a oportunidade de ler novamente mais pra frente e poder então responder essas perguntas, principalmente para me conhecer melhor e me ajudar nesse processo de dificuldade que tenho passado.


Tenho certeza que esse livro irá ajudar muito quem realmente precisa. Cada qual com o seu problema, porque é um livro que sem sombra de dúvidas eu indico de olhos fechados.

Eu simplesmente amei e penso em presentear uma pessoa que gosto muito para ler, porque tenho certeza que irá gostar bastante de todos os conselhos e ponto de vista da autora Nancy Levin.

Quero agradecer a editora por ter me enviado esse livro, porque ele me ajudou bastante a repensar sobre minha vida e todas as dificuldades que tenho passado. Com certeza foi um dos lançamentos que me tocou de verdade e merece todo sucesso do mundo. Muito obrigada por terem me dado a oportunidade de fazer a leitura =]

5 estrelas com certeza! Um dos livros que guardarei sempre e que com certeza ainda me ajudará muitas vezes quando eu realmente precisar. UM ÓTIMO LIVRO !!

27 comentários:

  1. Linda resenha amiga!
    Sabe, essa é o primeiro livro de auto ajuda que chamou minha atenção.
    Tenho certeza que vou amar, adoro livros que me faz refletir sobre a vida. Adorei
    Beijos

    Coleções Literárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga eu gostei bastante do livro por ele ser interativo e parece que a autora conversa com você. Parece que ela sabe tudo que você tá passando em sua vida e sinceramente isso me ajudou bastante. Eu amei. Vale a pena a leitura

      Excluir
  2. Que legal, Silvana.
    É bom quando o livro ajuda a gente, as vezes até a se entender, né?
    Eu achei essa capa linda desde que a vi a primeira vez.
    Não sabia que o livro era interativo.
    Não sou muito fã de auto ajuda, mas esse chamou mesmo minha atenção.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga o livro é um auto ajuda, mas na verdade é muito bacana a maneira como a autora nos passa suas lições e faz com que a gente reflita sobre a vida. Eu sinceramente adorei. Eu quero fazer até os exercicios que são mostrados a cada capitulo, porque me ajudou bastante a pensar em muitas coisas da minha vida. Espero que vc tenha a oportunidade de ler, porque o livro vai ser muito bem recomendado viu?!

      Excluir
  3. Olá!

    Já li esse livro e também gostei bastante! A autora tem uma da abordagem excelente, assim como ótimos conselhos e exercícios de reflexão! Adorei sua resenha!

    Beijos!
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana fico feliz que tenha gostado da minha resenha, até porque eu coloquei um pouco da minha experiência junto com o que a autora ensina para que os leitores pudessem entender melhor sabe? Eu sinceramente adorei o livro e acho que muitos que passam pelos mesmos problemas irão gostar bastante

      Excluir
  4. Olá Silvana,
    Não muito adepto a livros de autoajuda, já teve tempos em que devorava... Achava tudo muito bonito e construtivo. Mas aos poucos mudei minha opinião. De qualquer forma, adorei sua resenha, muito linda!

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas quero te agradecer pelo carinho de ter gostado da minha resenha, porque eu tive que colocar mais meu ponto de vista em relação ao livro de autoajuda que não tem muito o que dizer. Acho que precisa ser lido e entendido para que você possa então abordar tudo que leu para sua vida. E foi isso que fiz. Coloquei meu entendimento no geral sabe? Eu adorei o livro e já li um do Augusto Cury que também é muito bom, mas eu leio muito pouco auto ajuda, preciso voltar a ler mais, porque bom ou ruim, nos fazem bem as vezes.

      Excluir
  5. Oi Sil!

    Adorei sua resenha! E apesar dos seus elogios, eu não lerei. Não curto muito livros de autoajuda, sabe? E mesmo esse sendo um pouco interativo, ainda assim não me chamou atenção :/

    Jhonatan | Leitura Silenciosa
    PARTICIPE DO NOSSO TOP COMENTARISTA E CONCORRA A DOIS LIVROS INCRÍVEIS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha meu amigo muitos realmente não gostam de livros de auto ajuda, mas eu sinceramente gostei bastante por conta do problema que eu tenho passado na minha vida pessoal como você pode estar conferindo no que eu escrevi na minha resenha, mas mesmo assim adorei os ensinamentos da autora e principalmente os exercicios propostos por ela, porque são bastante interessantes e vale a pena. Mas mesmo que vc não leia, espero que um dia dê uma oportunidade, porque vc pode acabar se surpreendendo quando vc menos esperar.

      Excluir
  6. Depois que li Vida Organizada também da editora Gente, estou querendo ler outros livros de autoajuda, pois além de nos ajudar em várias questões da vida, a experiencia em ler livros assim é ótima. Gostei de Se Jogo e espero em breve ler!

    http://www.daimaginacaoaescrita.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro que você citou eu ainda não li. Uma ótima dica para mim.
      Vou ver se procuro saber dele pra ver se leio.
      E também acho que você deveria ler o SE JOGA! porque ele é uma delicia para leitura e nos faz pensar tanto nas atitudes que tomamos em nossa vida. Eu me senti muito bem lendo ele e acho que todos deveriam ler, porque sempre nos passa alguma lição que podemos levar pra vida toda!

      Excluir
  7. Oi, amiga! Tudo bem?

    Olha, meus parabéns pela resenha. Também solicitei Se joga! para resenha da editora Gente e já estou com o meu exemplar em mãos. O motivo para solicitação foi o mesmo que o seu: estou precisando de ajuda e conselhos. Fiquei realmente animada em conhecer as suas impressões a respeito do título, porque deu pra ver que você gostou mesmo do que encontrou e que a obra não desaponta. Espero que ocorra o mesmo comigo!

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga fico feliz que tenha gostado da minha resenha.
      Espero de coração que o livro te ajude bastante também independente do problema que você esteja passando, porque ele nos passa muitas lições de como podemos ter uma vida melhor sabe? Eu sinceramente adorei e acho que é um livro ótimo para se ter na estante. Sem contar que ele é tudo de bom. Vale a pena viu? Você vai se sentir muito bem com ele, porque ele te fará refletir muito. Enfim...Obrigada pela visitinha. Já estava com saudades =]

      Excluir
  8. Oi, Silvana!
    Sempre aprovo quando o resenhista transpõe sua vida pessoal para o livro, quando isso é possível, claro. Acho que o texto fica melhor para o leitor quando rola essa identificação, parece que você escreveu com o coração.
    Agora concordo com você sobre essa ideia da autora sobre "se jogar" porque para mim isso é algo muito difícil e requer coragem e confiança justo em um momento que você se sente vulnerável.
    Eu também estou passando por momentos muito difíceis. Sinto-me sem amigos, não tenho com quem compartilhar e fazer confidências pessoalmente e além disso, estou com problemas no âmbito profissional. Tentei me jogar em coisas novas e começar do zero, mas confesso que eu não tenho conseguido bons resultados. Pode ser que a leitura desse livro me dê ânimo ou quem sabe sabe algumas respostas.
    Beijos.
    http://asassecretas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabrina eu acho que esse livro vai te ajudar sim, porque ele te faz refletir bastante sobre as coisas da vida e também sobre suas atitudes com outras pessoas sabe? Eu acho que seria uma boa você ler sim. E sinceramente tenho que confessar que ainda estou vivendo esse dilema no meu relacionamento que já meio que considero terminado, porque para mim já ACABOU faz tempo, o problema é ACEITAR isso sabe? Porque é uma convivência de muitos anos e você pensa no tempo que vc perdeu para ter uma vida diferente. Enfim...Foi o que contei na resenha. Mas uma hora você tem que cuidar mesmo é de si mesma e pensar mais no seu bem estar do que no dos outros, porque a gente acaba se magoando atoa com as coisas. Enfim...

      Mas fico feliz que tenha gostado da resenha
      e se quiser conversar amiga, estou aqui viu? Eu acho que se a gente conversasse seria bacana, até porque dá pra trocar uma ideia.
      Se cuida e espero que você consiga resolver todos esses pequenos problemas viu? Mas pense sempre em vc primeiro. Seja humilde sempre e ignore quem te quer ver mal!

      Excluir
  9. Acho que todo mundo passa por uma fase auto-ajuda na vida e, para quem nunca leu algo como isso, é super válido.
    Acho que a Ideia de se jogar é muito de cada um. Acho que nem é fazer coisas novas, mas descobrir algo que você gosta muito e investir naquilo. Tenho aprendido muito desde o ano passado, quando comecei meu projeto e decidi dar a cara ao tapa.
    O que me irrita nesses livros são justamente essas mensagens que todos nós conhecemos e que poucos possuem coragem para agir como realmente deveriam agir: fazendo algo por si mesmo. As pessoas tem se perdido muito nessa falsa sensação de felicidade, porque querem refletir algo que não possuem e, quando é deixado por alguém, ou quando enxergam algo que construíram cair, ficam perdidos porque simplesmente acharam que tava tudo bem fingir estar tudo bem. E é ai que o problema realmente acontece. Se as pessoas se importassem mais com elas mesmas, os livros de auto-ajuda não seriam necessários.

    http://criptografandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Sil...
    Confesso que também curto muito livros do tipo. Este parece ser muito bom, apesar de não ser uma prioridade para mim ler no momento. Também amei a capa assim que vi, é bem chamativa mesmo.
    Geralmente quando leio esse tipo de livro eu também fico respondendo mentalmente as coisas...hhahah achei que era a única.
    Mas que bom que o livro te ajudou...os livros mudam as pessoas...haha Isso é fato.
    Adorei a resenha sincera.

    Bom domingo
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá, Silvana
    Depois de ter quebrado meu computador, estou de volta com outro, rsrs. Eu vi esse livro na lista de lançamentos da Única, mas realmente não me interessei em solicitar a obra, apesar de ter um tema interessante. Mas parece ser um livro bem bacana.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi SIl!
    Essa coisa de relacionamento é mesmo muito complicada, mas aprendi que não adianta se entregar toda se não recebe nada em volta. O Homem acaba se encostando e não corresponde àquelas expectativas que a gente tem dele, namoro só é bom no comecinho e olhe lá. eu aprendi, a duras penas, a viver sozinha, me basto sozinha e quando tenho alguém, ele nunca me tem por completo.
    Olha, adorei a sua resenha e o modo como se abriu nela, é tão bom quando um livro vem pra ajudar a gente, neh!?
    Beijos

    LuMartinho

    ResponderExcluir
  13. Oi Sil, quando vi o livro eu não sabia que era um autoajuda sobre fim de relacionamentos e a superação. Pretendo solicitar ele na próxima, pois assim como você se identificou muito, acredito que vai cair muito bem para mim também, pois estou em uma fase da vida em que estou tomando algumas decisões e acredito que ele irá me ajudar bastante!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
  14. Caramba que resenha ótima, amei e te entendi perfeitamente. É maravilhoso quando lemos algum livro no momento exato, quando mais precisamos dele. Acabei de sair de um relacionamento muito importante para mim e apesar de ser difícil no começo depois percebemos que é melhor assim, por isso preciso desse livro, parece ajudar bastante por ainda ser interativo.
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  15. Oiii! Tudo bom?
    Não sou muito de livros com tema meio de autoajuda, mas esse me interessou bastante. Já li alguns da editora e achei bem divertido sabe?
    E eu achei essa capa muito bonita, ótimo de ter na estante ein?
    Adorei tudo que você falou sobre ele, espero conseguir ler ele em breve!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  16. OI amiga, tudo bem? Que bom que você se identificou com o livro e que a história tenha te ajudado demais.

    Bom, eu não curto ler livros de auto ajuda, não sei, nunca consigo pegar o pique e ler até o final. Mas irei indicá-lo para minha irmã, ela adora esse tipo de livro.

    Amei sua resenha, realmente percebi que você curtiu pacas.

    bjs

    ResponderExcluir
  17. Que livro legal flor, adorei sua resenha pq instiga a leitura, e por ser interativo mais ainda desejo.
    Estou numa fase de pensar muito, escolhas e decisões importantes, acredito que me ajudará...

    Daily of Books

    ResponderExcluir
  18. Realmente, a capa é bem atrativa, assim como o título do livro, mas confesso que esse tipo de leitura não me atrai, pois eu não acredito que a experiência de alguém possa servir para a minha vida... aquela coisa de que cada caso é um caso, sabe. Bjs

    ResponderExcluir
  19. Olá Silvana,

    Não conhecia esse livro, gostei da capa, mas não sou fã de autoajuda, mas pela sua resenha parece um livro muito bom para quem gosta do gênero...bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir