Dia de quotes [79] - Mulher com brânquias


Olá pessoas! Hoje trago para vocês, alguns trechos de um livro que se tornou um grande favorito em minha vida. Aposto que muitos já ouviram falar do Mulher com brânquias, um livro nacional, escrito pela autora Patrícia Baikal (se não ouviu eu super recomendo!). Confiram alguns trechos dessa estória maravilhosa.


"É que sempre tentei manter distância daquilo que temo, mas parece que, agindo assim, acabo fazendo justamente o contrário: atraio meus medos para mim."

"A gente vai engolindo tanta pedra, terra e mato que uma hora o corpo para de funcionar. E só depois de colocar tudo para fora é que voltamos a respirar aos poucos, tossindo poeira e resistindo aos destroços que restaram."




"Queria ser assim, de memória curta, capaz de sarar a tristeza com um pratinho de bolo."

"Desamor é se transformar numa mulher mórbida, morrendo aos poucos, esmurrando vitrais e se jogando da janela."

"Quando a vida está ameaçada, o corpo acessa a memória do medo e nos salva da faca afiada, dos cacos de vidro, do desamor, da doença incurável. O problema é quando a gente tem medo do próprio medo, ou quando de tão medrosos, deixamos de viver."

“Talvez a gente sempre esteja morrendo. Cada dia que passa, estamos mais próximos da morte. Agora, por exemplo, não há células no meu corpo se degenerando?”

"De toda forma, a morte sempre existirá porque ninguém está a salvo das mudanças, sejam físicas ou psíquicas, matando um pouco do que se era para ser algo novo. Se muda, mata. Se não muda, permanece inalterável, mas não necessariamente vivo, como um pedaço de carne congelado no freezer."


Inscrições Abertas - Participe !!

Categorias:

7 comentários:

  1. Fala a verdade! Vendo e lendo posts assim a gente sente um orgulho danado da nossa literatura nacional né?
    Que incrível!
    Este livro está na lista de muitos leitores desde seu lançamento e pelo que foi mostrado aqui, entendo muito bem os motivos.
    Um livro reflexivo, triste, alegre...uma gama de sentimentos!
    Ainda quero muito ler ele completo.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Devo confessar que não conhecia o livro, nem a autora, mas já corri para pesquisar mais sobre os dois, afinal esses três últimos quotes se destacaram na minha leitura, e achei bem impactante e serve por demais para refletir , a última frase então, na minha opinião valeria até uma tatuagem hein, gostei demais, sem dúvida quero me aprofundar melhor na leitura e conhecer mais essa indicação.

    ResponderExcluir
  3. Já vi fotos do livro, mas nunca li nada sobre.
    Gostei dos quotes, me identifiquei com o 2°, 3° e 5°. São profundos.
    Vou até procurar para saber mais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Luana!
    Confesso que nunca tinha ouvido falar sobre Mulher com Brâqueas - se ouvi/li sobre não me recordo no momento - mas quando se trata de um livro nacional já me chama a atenção, e lendo os quotes sobre o livro fiquei ainda mais interessada.
    Amei o primeiro quote sobre medos que tentamos fugir e no final não consegumos. Também gostei do segundo quote, sobre engolir sentimentos e acabarmos nos sufocando.
    Vou pesquisar mais sobre o livro, mas é certeza de que no final o lerei.
    Bjos, amei o post!

    ResponderExcluir
  5. Luana, Eu já tinha lido vários comentários super positivos dele e inclusive tive a sorte de ganhar num sorteio. Eu sempre gosto de ler post de quotes, pois acho bacana e enriquecedor até, como cada pessoa assimila a leitura de uma maneira, o que pra mim pode ter passado batido, para outros pode ser um marco da leitura. E foi justamente isso que me chamou atenção nessas frases selecionadas... Ou o livro é mais pesado e introspectivo do que imaginei ou as frases selecionadas transmitem o que tu estava sentindo ao transcrevê-la, entende?! Achei o livro mais triste do que pensei que seria, mas isso não é ruim, só vou pensar com carinho o dia certo para ler.

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não conhecia esse livro e nem a autora, mas gostei do que foi apresentado, mesmo sendo pouco, ja da a curiosidade para pesquisar e ler futuramente.

    ResponderExcluir
  7. A capa já é um show, aquele espelho com a imagem da mulher , é para admirar.
    Muito legal, a coragem de escrever certas coisas, às vezes sentimentos que temos dentro de nós, mas não colocamos para fora, sem coragem de expor o que vai aqui no nosso coração.
    Me encantei com todos quotes, mas o que mais gostei foi esse: "Queria ser assim de memória curta, capaz de sarar a tristeza com um pratinho de bolo".
    Quem não queria?
    Lindos na sua tristeza e verdade.

    ResponderExcluir