19 abril 2018

Resenha - O Orfanato da Luz


Título: O Orfanato da Luz
Autora: Caroline Cristine (Cortesia)
Paginas: 308
Editora: Giz Editorial
Skoob
Onde comprar: Amazon

No orfanato São Bento vivem duas madres, uma família e várias crianças. Entre elas, a pequena Clarice, de apenas 7 anos, possui uma sabedoria incrível. Quando acontece um sério acidente envolvendo uma das crianças e uma madre, Clarice revelará sua vocação e se tornará a ponte que levará todos ao despertar espiritual, revelando um segredo místico que precisa ser resgatado.



Bom gente, no Orfanato São Bento, vamos acompanhar a vida de várias crianças que são criadas pelas freiras Madre Maria e Madre Marta. Lá todos vivem com muita paz e harmonia e dentre essas crianças, conheceremos Clarice, uma garotinha muito especial com apenas seus  7 anos sempre tem a preocupação de ser atenciosa e bondosa com todos.

Um dia, Madre Marta resolve levar as crianças a um passeio no parque, o que deixa todas muito animadas e ansiosas, porém Clarice acaba optando em não ir e ficar no Orfanato com Madre Maria e Beatriz, uma de suas amiguinhas.


No passeio algo terrível acaba acontecendo; todos acabam sofrendo um grave acidente e Clarice com sua enorme bondade, se junta a todos em oração em prol da recuperação de Madre Marta e uma das crianças que sofreu graves ferimentos.

Com o passar dos dias, as crianças vão aprendendo o quão forte é o poder da oração e principalmente como encontrar o despertar espiritual. Isso afetará a todos de uma maneira bem especial porque será algo único que mostrará como compreender tudo que ocorreu e tudo que ainda está por vir.


Assim que finalizei a leitura, lembrei que me vi bastante confusa no inicio, porém depois que as coisas foram se explicando, acabei compreendendo a mensagem da autora. Esta por sua vez desenvolveu uma história leve e muito bonita. Durante a narrativa é mostrado como a oração é poderosa na vida das pessoas, mas principalmente como é essencial que se tenha fé para conseguir o que realmente se quer, pois sem isso, não alcançamos o que desejamos.

A autora também teve um cuidado todo especial ao usar as crianças do orfanato, mais propriamente Clarice para mostrar que todos precisam de alguma maneira perdoar a si mesmos. Assim como também precisam saber e aprender a perdoar o próximo para que assim consigam encontrar sua própria paz interior e seguir em frente.


O livro aborda temas sobre a fé e também um pouco de espiritismo. Para aqueles que querem começar a ler sobre esses temas, eu recomendo bastante a leitura.

Quanto aos personagens, todos foram muito bem abordados, principalmente Clarice que se mostrou uma criança muito determinada e atenciosa para a sua idade para ajudar a todos que ali precisavam de ajuda. As Madres foram muito cativantes, pois se percebe o tempo todo a bondade e toda preocupação que elas têm com cada uma das crianças. 

Enfim...

O livro tem uma narrativa muito bem fluida e capítulos que podem ser lidos rapidamente. A Mensagem que nos é passada em cada página é muito bonita, pois o assunto sobre a Oração é algo bastante presente na história e nos mostra como isso tem grande importância e influência na vida de todos, independente do que se acredita.

Quanto à diagramação, preciso dizer que gostei bastante, apesar de ser bem simples. Contém letras grandes e páginas amareladas que torna a leitura bastante agradável.  Há imagens em preto e branco que dão um charme todo especial ao livro em cada inicio de capitulo também que achei lindo.


Uma história que recomendo a todos, pois no começo pode até não fazer muito sentido, mas depois vocês vão se surpreender e entender melhor do que se trata. Vale a pena!

Se Inscreva e Participe!!!

11 comentários:

  1. Oi, Silvana.

    Pelo visto, tal acontecimento trágico foi bem impactante, que fez abrir os olhos de todos para algo que talvez estava posto de lado, contido.

    ResponderExcluir
  2. Que imagem de Nossa Senhora mais linda!!!! Puxa, meus olhos brilharam com o brilho dela! Sou devota da Santa e tudo que preciso na minha vida, peço a Ela com humildade, para que Ela, Mãe, interceda a Deus por mim!
    Não conhecia o livro,mas já quero muito conhecer! Nunca iremos conhecer de fato o tamanho do poder da oração. O quanto a fé pode nos salvar e não falo só espiritualmente não,mas da cura física em muitos casos.
    Vai para a lista de desejados com certeza e espero ter esta experiência também.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi Silvana.
    Esse livro parece ter uma mensagem linda a ser passada a seus leitores.
    Não me interessei muito pela premissa, por causada ambientação e temática religiosa, com abordagem da fé, espiritismo e oração. Para os que tem crenças parece uma ótima dica de leitura.
    Essa capa parece combinar bem com a história do livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Silvana!
    Foi a primeira resenha de livro com temática religiosa que vi, e ficou muito boaa! Realmente, só lendo pra tentar captar e sentir a mensagem do livro, ainda mais que o assunto é mais profundo, que vai se relacionar com o íntimo de cada um. Apesar de ser espírita, nao me interessei muito pelos acontecimentos, prefiro ler livros que são voltados na relação da religião com alguns assuntos mais "polêmicos" que são bastante abordados no nosso século. Apesar disso, o foco na oração e fé é algo bem tocante!

    ResponderExcluir
  5. Oi Sil!
    Que amor de livro, amei a capa. Eu não conhecia esse livro, parece ser uma história totalmente diferente das que sou acostumada a ler, mesmo assim vou colocar nos meus desejados para comprar. E bom as vezes sairmos da zona de conforto.

    ResponderExcluir
  6. Oi Silvana,
    Mesmo não me agradando tanto livros que envolvem religião, a autora fez um belo trabalho, principalmente mostrando isso a partir de uma criança, acho que se torna ainda mais verdadeiro. Normalmente eu sinto que os livros que falam de fé e espiritualidade não conseguem atingir completamente o objetivo, que bom ver que com esse foi diferente.
    Sem dúvidas traz um ensinamento lindo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Olá Silvana,
    Eu não conhecia esse livro, não tenho o hábito de ler livros que abordem questões religiosas, mas pelo que vi trata mais de como a fé pode ajudar as pessoas nas situações mais adversas.Achei bonitas as imagens em Preto e Branco acho que dá uma sensibilidade para o assunto abordado. Lindas fotos com a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Gostei.

    ResponderExcluir
  8. Quando comecei a ler a sinopse e o início da resenha preciso dizer que achei que o livro fosse um suspense um pouco para o lado do terror, mas depois compreendi que o livro não tem nada haver com isso. Fiquei curiosa para saber se o livro é narrado em primeira pessoa pela Clarice. Gosto de livros com protagonistas jovens e melhor ainda se for em primeira pessoa. Achei interessante o livro trazer o espiritismo, mesmo que um pouco, porque é um tema que eu não costumo ler, mas quero conhecer mais. Acho que tudo isso que você disse é importante, sobre o perdão, na prática é mais complicado, mas sem dúvidas é o melhor.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Silvana, no início da resenha quando começou falar da Clarice, imaginei algo bem diferente. Pensei em aparições, essas coisas... Porém com os outros detalhes percebi o teor espiritual, até a capa e o título já nos remete a isso. Como eu gosto e tenho uma admiração por temas assim, eu adoraria fazer a leitura. Acredito que não devemos nos fechar a uma só doutrina e ter abertura para conhecer outras formas de explorar nossa fé. A oração é uma ferramenta muito poderosa, isso independente de religião. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  10. Oi Silvana. Não sou uma pessoa religiosa, então acho que eu não conseguiria encontrar uma conexão com esse livro. Parece uma história muito bonita, mas precisamos nos identificar com a narrativa (eu penso assim, pelo menos), e pra mim não daria. Por outro lado, parece tratar de lições que independem de religião, como perdão. Para quem gosta deve ser uma leitura linda.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi Silvana!
    Entendo que "O orfanato de luz" é um livro mais leve mas com uma mensagem bem bonita. Uma mensagem mais religiosa sobre fé e também um pouco sobre espiritismo. Gostei também da Clarice, parece uma criança muito boa e cativante.
    Bjs

    ResponderExcluir