09 abril 2018

Luz, Câmera e Ação [50] - O Touro Ferdinando

Título: O touro Ferdinando
Data de lançamento: 11 de janeiro de 2018 (Brasil)
Direção: Carlos Saldanha
Elenco: John Cena, Kate McKinnon, Anthony Anderson, David Tennant
Gênero: Animação, Comédia
Duração: 106 minutos

Ferdinando é um touro gigante com um grande coração. Depois de ser confundido com um animal perigoso, ele é capturado e arrancado de sua casa. Determinado a voltar para sua família, ele se une a uma equipe desajustada nessa grande aventura. Situado na Espanha, Ferdinando prova que você não pode julgar ninguém pela sua aparência.

Ferdinando nasceu numa fazenda onde o único objetivo era claro: se tornar forte para lutar contra El Matador. Mas diferente dos outros bezerros que só tem a expectativa de lutar na arena e saírem vitoriosos, Ferdinando é doce, apaixonado por flores e não deseja nada de violência.
Logo no início da animação percebemos que Ferdinando não é como os outros. Quando o seu pai não volta da arena ele, assustado por estar sozinho, foge da fazenda para a surpresa de todos.
Mas a sorte parece ser amiga desse bezerro que é acolhido por dois humanos e um cachorro desanimado que trabalham no cultivo de flores. Logo, nosso protagonista cresce cercado do que mais ama e sendo amado principalmente por sua dona, Nina. Os anos passam velozes e felizes, Ferdinando se torna o que geralmente todo touro se torna: GIGANTE!!!
Com receio do seu tamanho trazer temor às pessoas do vilarejo próximo, o pai da Nina decide que, naquele ano, Ferdinando não os acompanhará no Festival das Flores. Nosso protagonista não entende e segue escondido para o vilarejo, contradizendo o que os humanos que o acolheram determinaram, e uma confusão tremenda se instala no festival por causa de uma ferroada no bumbum.

Novamente, Ferdinando terá que passar por provações, agora para voltar ao seu lar, na cabeceira e conforto da cama da Nina. E por ironia do destino o lugar para qual o nosso touro gigante é mandado após a confusão no vilarejo é, nada mais e nada menos, do que a fazenda onde ele nasceu.

[ - Minhas Impressões - ]

Vi esta animação exclusivamente por causa do OSCAR 2018, onde concorria na categoria de Melhor Animação (SPOILER: ele não ganhou!). Não esperava nada uma vez que o título não revelava muito do que acontecia no enredo, era necessário ver o trailer e até o mesmo não atiçava a vontade arrebatadora de ver.
Após a premiação, respirei fundo e decidi embarcar na animação para ver se era merecido a indicação e pensem no meu espanto ao ver que a história é boa e o humor contido nas cenas faz qualquer pessoa no ambiente rir, estando sozinho ou não!
Neste filme, vemos um protagonista diferente do que a sua estatura parece dizer, ele representa aquelas pessoas grandes que você estereotipa e logo de cara tem medo, mas quando conversa descobre ser um amor, já quer tê-lo como melhor amigo e guardar no bolso. Ferdinando é tudo aquilo de bom que o universo tenta manter, mas que de alguma forma tentam destruir (estou falando dos humanos em questão).
Desde pequeno esse touro sofre nas mãos dos humanos, uma vez que o seu único e exclusivo objetivo para eles é lutar na tourada, onde todos hoje em dia já sabem que esse evento tem somente um fim: a morte do animal na arena. Os roteiristas optaram por trazer a completa ingenuidade para os bezerros que desde cedo desejam brigar, eu achei isso completamente errado de compartilhar, uma vez que pode incitar somente a continuação dessas lutas que, mesmo sendo culturais e atravessam gerações, trazem somente dor e sofrimento para os animais.

A animação tem inúmeras cenas lindas na fazenda de flores, mas que logo chegam ao fim na primeira meia-hora do filme quando Ferdinando, após uma confusão no Festival das Flores, é levado embora. E por seu porte grande ele tem somente um único destino: a fazenda que prepara touros para a tourada.
É claro que ele precisa fugir do local, pois permanecer nessa vida significaria apresentar um enredo não recomendado para o público infantil, mas na medida em que o enredo se desenvolve, o nosso protagonista bondoso que chega querendo só fugir, fará de tudo para colocar na cabeça dos outros animais que a liberdade é o melhor caminho e a tourada não vai trazer benefício nenhum, é somente uma utopia criada pelos humanos. Reconheço o temor dos animais diante dessa visão do Ferdinando de outro modo de vida, difícil acreditar em algo que não faz parte da sua realidade, é aterrorizante e você desconfia.
Eu sou das pessoas que não curtem filmes e séries dubladas por conta da perda da essência do roteiro original, visto que é necessário uma adaptação linguística, metafórica, além de outras questões técnicas. Mas devo expressar que definitivamente já aceitei a dublagem para animações infantis, pois os brasileiros trazem um humor tão hilário que, se fôssemos ver o original legendado, dificilmente acharíamos engraçado. Ferdinando não foge desse meu pensamento e traz uma dublagem espetacular de arrancar risada até dos mais rabugentos (EU E MEU NAMORADO).
Acredito fortemente que personagens secundários geralmente acabam se destacando e roubando a cena dos protagonistas. E quem rouba a cena nessa animação é a louca da cabra Lupe, que tem uma personalidade forte e opiniões que você fica até com medo, mesmo ela sendo um dos que acreditam mais convictamente na utopia da tourada. Infelizmente, fiquei incomodado com o enfoque nos acidentes que ela sofre, geralmente causados por Ferdinando, dos outros touros como motivo humorístico. Não vou ser hipócrita de dizer que não ri, mas logo em seguida, a cada cena apresentada, eu refletia que isso é uma animação com púbico-alvo infantil e nunca se deve propagar que é normal e engraçado bater no sexo oposto ao seu, e nem do seu próprio sexo. Mas a crítica principal que eles apresentam, que para mim é controversa, deve ser levada em conta. Eles tentam transmitir o quão errado é a tourada através da visão do Ferdinando, principalmente em uma cena onde os chifres dos antigos touros são mostrados em uma parede.

O ano de 2018 começou arrasando no gênero da animação, espero que outros belos e engraçados desenhos sejam estreados nos próximos meses e que rir seja sempre o ingrediente usado nas receitas para aliviar a alma.
Recomendo Ferdinando para todos aqueles que estão buscando um filme para rachar de rir, ver com toda a família e esquecer o amanhã atrelado de preocupações.

Se Inscreva e Participe!!!

13 comentários:

  1. Oi, Bruno.

    Acredito que essa animação também dá uma grande lição ao Homem. Traz reflexões sobre não precisar agir com absoluta violência... Que não gera nada além do que sofrimento! O Ferdinando realmente é um touro que só quer seguir a sua vontade, e não aquela que está determinada por seus 'donos'.

    É incrível como uma animação pode nos passar, através de pequenos gestos.

    ResponderExcluir
  2. Cara, acho que só eu que não fui muito com a cara desse filme. Tipo, eu comecei a ver com o meu namorado, ele gostou e eu não. Resultado: paramos no meio. Ele terminou depois e falou super bem. E agora com a sua resenha que disse que vocês deram super risadas, fiquei com uma pulga atrás da orelha. Eu só posso ter visto errado. Então vou ter que ver de novo hahaha

    ResponderExcluir
  3. Acho que perdi as contas de quantas vezes assisti esta animação.rs
    Casa com crianças a gente passa por isso direto(e sem reclamar)
    Amo uma boa animação, ainda mais quando ela traz ensinamentos tão prazerosos de serem passados adiante.
    O bem nunca vai deixar de ser moda e falar disso aos pequenos enche a gente de orgulho.
    Por conta das crianças, só vejo animações dubladas e gostei muito também do trabalho feito nessa e sem sombra de dúvidas, a cabra doida é um show à parte(aliás, deveriam produzir algo dela, só dela..rs)
    Super recomendado para toda a família!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi Bruno!
    Fui assistir essa animação com minha sobrinha, e como você disse a história não indicava muita coisa então fui só pra descontrair. No fim eu me diverti MUITO mais do que minha sobrinha uahuhahu
    Ameei a Lupe, dei altas risadas com ela!
    Realmente 2018 veio com ótimas animações, já estou aguardando pelas próximas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Bruno!

    Eu já tinha visto vários opiniões positivas sobre esse filme é fiquei curiosa e apaixonada pelo enredo em si. Só não assisti ainda por motivos de money e tempo hahahahaha mas sempre gostei de filmes de animação, até pq não se restringe a criançada esses tipos de filme, vale para todas as idades, pois cada um ainda tem uma criança dentro de si. Assim que eu tiver mais livre vou correndo assistir com toda certeza. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde,
    Gostei muito das suas impressões a respeito do filme , e acho que a maior parte das animações serve para trazer esses assuntos à tona, principalmente numa idade de aprendizado, bom para situar os pequenos das coisas erradas que precisam de mudanças, mesmo as questões culturais como as touradas, pobre Ferdinando, um touro que gosta de flores, nada mais lindo e simbólico, quero ver.

    ResponderExcluir
  7. Oi Bruno, nossa gostei muito desse filme,um filme maravilhoso,que ensina muitas coisas ,eu amei demais... Agora quero ler o livro é ver se é legal igual ao filme, será que vale a pena ler o livro também... Sempre que assisto o filme antes ,o livro não consigo ler, será que vai acontecer igual ....tenho um pouco de medo de acabar aquele encanto

    ResponderExcluir
  8. Olá Bruno.
    Amo animações, então ao contrário de você, eu achei ótimo a indicação que o filme teve, pena que não ganhou!
    Já tinha visto o trailer do filme e além de achar super divertido, achei a fotografia maravilhosa, com cores vivas e tudo bem colorido. Sobre a história, ela fala muito sobre inocência, mas percebi que também fala sobre o destino que devemos seguir e aquele que nos é imposto, tudo isso com delicadeza e humor! Pena que ainda não tive oportunidade de assistir..
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Bruno.
    Eu adoro assistir animações e quero muito ver O touro Ferdinando.
    Parece uma animação bem gostosa de assistir, despretensiosa e com um humor fácil, além de passar a mensagem para as crianças de criar estereótipos e pré-julgar alguém.
    Não gosto de assistir filmes dublados, apenas em animações. Realmente tem algumas piadas que em inglês não faria sentido ou seria engraçado para nós. Cada país tem seu tipo de humor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Bruno!
    Confesso que também fui assistir graças à indicação ao Oscar! Eu gostei demais, achei muito divertido e leve de se ver. Esse "tema", de ser criado para algum fim específico, e o protagonista escapar dessa situação por não gostar desse destino, geralmente é adaptado nos filmes para os humanos, e foi muito interessante os produtores o direcionarem para um personagem animal. Vou reassistir mais uma vez, levando em conta as críticas e observações que você não gostou, porque eu não tinha reparado muito!

    ResponderExcluir
  11. Eu gosto muito de animação, mas acredita que ainda não vi Ferdinando?! Eu concordo que muitas animações tem cenas que aos olhos de uma criança podem não soar muito bem, até porque quase sempre elas se ligam nos acontecimentos e não em refletir sobre eles. Eu também sou totalmente contra as touradas e afins que por mais que digam o contrário sempre machucam ou irritam os animais. Vou assistir esse fds.

    ResponderExcluir
  12. Eu não costumo assistir muito animações, mas essa parece fofíssima! Não vi, mas cheguei a ver o trailer na época que estava em cartaz no cinema e parece um amorzinho mesmo. Me lembrou um desenho que eu assistia quando era criança sobre um touro também, não sei se está relacionado e não consigo me lembrar como era o nome, mas só por isso já ganhou minha simpatia e sua opinião me fez ter a certeza de que é uma ótima dica!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Gosto demais de animações e diferente de você não assisti o filme apenas por causa da indicação. Eu gostei bastante. O filme é divertido, tem seus momentos de reflexões e acho que tem o poder de agradar várias idades.

    ResponderExcluir