07 agosto 2017

Resenha - Todo amor



Título: Todo amor
Autor: Vinicius de Moraes
Cortesia: Editora Cia das Letras
Skoob
Onde comprar: Saraiva e Amazon

Vinicius de Moraes reinventou o amor. O tema parecia velho quando ele aliou a poesia dos livros à música popular, trazendo o amor para o centro das atenções como uma emoção sempre nova. Com organização do poeta Eucanaã Ferraz, Todo amor reúne mais de cem fragmentos — entre cartas, crônicas, poemas e letras de canção — que formam um painel admirável e apaixonante. De “Eu sei que vou te amar” até “Canto triste”, o leitor pode observar a enorme variedade de formas que esse sentimento assume na produção do poeta: a alegria, a tristeza, o ciúme, a devoção absoluta, a veneração, o arrependimento, o perdão, o lance cômico e a expectativa do fim.







Ah, como eu amo poesia e crônicas! Vindas de um autor renomado como Vinicius de Moraes então, como recusar esse convite?! Todo Amor é uma obra encantadora, cheia de amor, como o próprio título sugere. Essa obra foi lançada pela Companhia das Letras, como forma de homenagear o autor por suas obras e pelos anos em que estas fazem sucesso.


É impossível escolher apenas um texto e fazer a análise dele. Por isso pontuarei a obra como um todo e tentarei ser breve por se tratar de um livro que reúne vários fragmentos. Inicialmente, somos apresentados acerca do autor: a biografia foi escrita pelo Eucanaã Ferraz, bem com a organização do livro. Ele nos revela que os primeiros escritos de Vinicius tinham como tema base a temática amorosa, desde o ato de se apaixonar até mesmo as desilusões da vida. São vários os tipos de amores apresentados nos textos de Vinicius, e por essa razão o livro falará para todos os públicos.

O texto que inicia o livro é a famosa música "Eu sei que vou te amar", que nos remete a uma vida cheia de amor, em que devotamos a uma única pessoa. A certeza que o eu-lirico coloca nos versos é que apesar de todas as dificuldades, ele, ainda sim, continuará amando. Como não exaltar a Tom Jobim por toda harmonia ao dar vida a essa música?!

Em seguida há uma mescla entre poesia e músicas de sucesso. Somado a isso nós temos uma diagramação belíssima, composta por rosas em tons de branco e vermelho que enaltecem o livro de forma a nos deliciarmos com cada página. A diagramação em si é de uma delicadeza enorme, tal qual nos inspira a ler mais de uma vez um mesmo texto. Afinal, estamos falando de Vinicius de Moraes, não é?!


A poesia que de fato marcou a minha vida acadêmica e também a minha adolescência regrada de cartinha e dizeres de outrem foi o soneto da fidelidade:

" De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais o meu pensamento (...)"

É incrível o uso da metrificação, das rimas e do próprio lirismo que atua em cada verso. Pode ser exagero, mas eu sempre choro quando leio. O que é próprio do autor causar isso em seus leitores. Ele mesmo dizia que cada um dos seus textos causaria uma reação diferente: alguns usariam o riso, outros o choro, ainda haveria aqueles que usariam a raiva. Isso é genial, pois são poucos os autores, hoje, que sabem se utilizar da linguagem poética em seus escritos. Mas, é claro que há bons autores- basta pesquisarmos. Se você curte poesia, procure sobre a Magali Polida. Ao ler este livro me lembrei da autora e de sua obra: A menina do panapaná. Ela se utiliza da ironia e da sagacidade para escrever seus versos, algo parecido com o Vinicius.

Como o próprio livro nos diz, o autor reinventou o amor e o verbo amar. Desde o canto mais alegre até o cancioneiro mais triste, há uma devoção por essa temática que nos impacta desde a capa até o fechamento da última página. A edição está divina! Muito bem revisada e organizada, de modo que todas as páginas enchem nossos olhos. Há mais de cem fragmentos para todos os gostos e todos os públicos, pois precisamos também conhecer os clássicos! Por isso deleite-se com Todo Amor que puder, nessa obra riquíssima.




PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!



15 comentários:

  1. Impossível não ter ouvido ou lido uma poesia, ou um soneto do Vinicius pelo menos uma vez na vida. Eu amooo! Me lembro que quase fiz meu TCC baseado no trabalho dele de tanto que gostava de analisar suas poesias que são carregadas de sentimentos, palavras fortes e profundas.
    Eu não tenho esse livro, mas me interessei bastante!

    ResponderExcluir
  2. Eu não sou muito acostumada a ler poesias, pois não consigo manter o foco, mas Vinicius é um artistas que consegue cativar qualquer leitor.
    O modo como reinventou o amor e o verbo amor é incrível.
    A edição ficou maravilhosa!

    Beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente nunca tive oportunidade de ler nenhuma obra deste autor, mas realmente ele reinventou a palavra amor, e o verbo amar, de uma forma genial, cheio de ironia, versos e prosas. Acredito que esta seja uma leitura que vai gerar no leitor um misto de emoção, desde choro, alegria e raiva, e vai depender de como o leitor vai se identificar os textos descrito por eles. Quando vi esta capa fiquei maravilhada, me pareceu ser uma edição linda.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Gente, que edição linda!! Dá vontade de pegar e ler do início ao fim!
    Eu confesso que não tenho costume de ler poesias, talvez pelo fato de ter analisado tantas na época de faculdade a ponto de se tornar um pequeno trauma (do qual pretendo me livrar!!)
    Esta obra dá vontade de ler e viajar, ler e sentir, com tanto lirismo envolvido.
    A minha poesia favorita da vida toda, coincidentemente, é o soneto de fidelidade. Eu o decorei quando adolescente, e é o único poema que sei de cor, inteirinho! De quando em quando, eu o declamo e lembro dele como um saudoso amigo.
    Concordo que com certeza precisamos ler os clássicos, então, por que não iniciar (ou reiniciar) por aqui? Amei mesmo! Obrigada pela sugestão de leitura tão linda e rica!

    ResponderExcluir
  5. Olá Amanda ;)
    Nunca li nada do Vinicius acredita? Mas sempre quando vejo citações dele pela internet acho a escrita dele muito linda e poética.
    Todo Amor parece um livro lindo, e essa edição está maravilhosa *-*
    Achei demais que no livro há essa mistura de poesia com músicas de sucesso, adorei! O livro parece nos mostrar bem o que é esse sentimento lindo, seja por textos felizes ou mais tristes.
    Espero ler o livro logo logo, obrigada pela indicação!
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Amanda!
    Apenas uma palavra para esse livro do Vinícius: ARREBATADOR!
    Para mim que viveu a adolescencência banhada pelo saudoso compositor, seria um presente apreciar seus poemas, músicas e crônicas, todas baseadas no sentimento maior tão bem retratado por ele: O AMOR!
    "Para viver um grande amor..." tenho de ler esse livro.
    Desejo uma ótima semana!
    “A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa.” (Zíbia Gasparetto)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Que edição linda! Com certeza um livro para ler com um grande prazer e admirar na estante! Na época da faculdade, eu lia muito esse estilo de leitura e sempre me encantava profundamente. Agora, quase não leio. Mas gostei da indicação, pois um livro desses é uma dica valiosa. Se fala de amor e nos brinda com emoções, só pode fazer bem a nossa mente e coração. Reflexão e sentimentos, caminhando juntos, em nome de um autor tão famoso!
    Ótima resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá !!
    Confesso que não gosto muito de poesias e crônicas. Mas confesso que Soneto de Fidelidade marcou minha vida, sei décor e tácito sempre hahaha.
    O livro está muito lindo !!

    ResponderExcluir
  9. Adoro poesias, acho que elas acalmam a alma e ajuda, de certa forma, compreender os nossos sentimentos. Adorei saber que o próprio autor sabia que cada pessoa teria uma visão diferente, teria sentimentos diversos. Afinal, o amor tem várias vertentes e podem ser sentidas de diversas maneiras e intensidades. O que mais gostei desse livro foi a mescla da música e poesia, duas formas comuns de expressar sentimentos, opiniões. Acho que a música amplia os sentimentos do leitor.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não costumo ler muitas poesias (algo que tenho que mudar), mas as dele são tão lindas <3
    Quero muito ler mais coisas dele, esse livro tá com a capa muito linda! <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    O autor saber coloca nas palavras sentimentos que nos cativa bastante, sou bastante romantica e amo poesias, frases e poemas romanticos, com certeza seria um livro que leria para poder viaja nas palavras lindas do autor. Amei o livro e com certeza seria uma leitura maravilhosa e aconchegante.

    ResponderExcluir
  12. Acho que assim coo sua escrita, este livro deve ser uma obra prima, lindo de se ler e de se admirar por sua edição. Com certeza um livro para ler aos poucos e se deliciar com as palavras desse grande autor. Primeira resenha que leio sobre o livro, e já irei incluir ele na minha lista de desejados, pois deve ser encantador poder realizar a leitura dele.

    ResponderExcluir
  13. Que obra mais belíssima Amanda ♥
    Ainda não tenho o costume de ler poesias, mas quero muito adicionar esse gênero nas minhas leituras, até já tenho vários títulos na minha lista de desejados, e sendo Vinicius de Moraes é impossível deixar essa obra de fora né?
    Que livro mais belo, as palavras por si só já encantam ao leitor, mas a diagramação é de uma delicadeza que brilha aos olhos. Com certeza vou querer ler esse livro e ser conquistada pela linguagem poética única do autor, suas poesias e crônicas cheias de uma sensibilidade que desperta vários sentimentos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Nao sou muito fa de ler livros com poesias, mas conheço algumas do Vinicius de Moraes da época que eu estudava.
    Mesmo com a sua resenha positiva sobre o livro, não tenho panos de ler.

    ResponderExcluir
  15. Olá! Gosto muito de ler esse tipo de livro para desintoxicar um pouco quando leio algo pesado, não tem como não se encantar com a obra de Vinícius de Moraes, a edição ficou realmente linda, daquelas que dá até gosto em ter na estante. Dica maravilhosa.

    ResponderExcluir