19 outubro 2016

Resenha - Uma canção de Ninar



 Remy não acredita no amor. Sempre que um cara com quem está saindo se aproxima demais, ela se afasta, antes que fique sério ou ela se machuque. Tanta desilusão não é para menos: ela cresceu assistindo os fracassos dos relacionamentos de sua mãe, que já vai para o quinto casamento. Então como Dexter consegue fazer a garota quebrar esse padrão, se envolvendo pra valer? Ele é tudo que ela odeia: impulsivo, desajeitado e, o pior de tudo, membro de uma banda, como o pai de Remy — que abandonou a família antes do nascimento da filha, deixando para trás apenas uma música de sucesso sobre ela. Remy queria apenas viver um último namoro de verão antes de partir para a faculdade, mas parece estar começando a entender aquele sentimento irracional de que falam as canções de amor.



Livro: Uma canção de Ninar
320 páginas || Skoob || Cortesia: Companhia das Letras || Onde Comprar











Remy é considerada a rainha do gelo. Apelido devidamente merecido visto que ela não acredita no amor, isso graças às aventuras amorosas frustradas de sua mãe que sempre são fadadas ao fracasso. Com o belo exemplo que tem em casa, Remy nunca levou nenhuma relação adiante. Sempre que algum namoro tornava-se sério, ela terminava, e sua mãe estar no quinto casamento não contribui em nada no seu jeito de pensar. Mas as coisas estão para mudar, já que Remy está a pouco tempo de ir para faculdade e conseguir sua tão amada independência. Ela só não contava que conheceria Dexter.

"Sim, era um saco ser dispensado. Mas não era melhor quando alguém era sincero? Quando admitia que seus sentimentos por outra pessoa nunca seriam fortes o bastante para justificar o tempo dos dois?"

Ao primeiro momento Remy não gosta de Dexter. Como poderia? Ele é exatamente tudo que ela sempre odiou em homem: desajeitado, impulsivo, anda sempre com as roupas desalinhadas, e pior, está numa banda. Mas Dexter é teimoso, e aos poucos consegue quebrar as barreiras da jovem. Remy começa a relação dando um prazo de validade vivendo somente uma aventura de verão antes de ingressar na tão sonhada faculdade, ou pelo menos ela pensou que seria assim. Dexter conseguiu o que mais ninguém conseguira até então: fazer Remy se envolver. Mas e agora, será que ela conseguirá deixá-lo e conquistar aquilo que sempre sonhou?



[ - Minhas Impressões -]

É sempre tão gratificante quando terminamos um livro e percebemos que foi um dos livros mais gostososque já leu no ano, e foi exatamente o que aconteceu com Uma canção de ninar. O livro é totalmente imprevisível, não é aquele tipo de romance que começamos já sabendo o que vem a seguir, aqui as coisas desenrolam no seu tempo e quando menos percebemos estamos completamente envolvidos.


O livro é narrado em primeira pessoa, e, pelo ponto de vista da Remy, vamos descobrindo seus pensamentos e percebendo o motivo dela ter se fechado para o amor sendo tão nova. Sua mãe é uma escritora de romances, e, de certa forma, negligenciou a criação dos filhos, principalmente quando surgia um novo projeto, com isso ela dependia de Remy para fazer tudo. Também não ajudava nada a mãe ser uma completa apaixonada e estar rumo a mais um casamento furado. A jovem cresceu vendo a mãe se enfiar em relações que sempre estavam fadadas ao fracasso e, acompanhando isso, criou uma proteção para não sofrer as mesmas coisas. Entendo completamente essa atitude dela, talvez em seu lugar eu também seria assim.

"- [...] É isso que nos transforma no que somos. Riscos. Isso é viver, Remy. Ficar com tanto medo a ponto de nem tentar é um desperdício. Posso dizer que cometi muitos erros, mas não me arrependo de nada. Porque pelo menos não passei a vida toda à margem, imaginando como seria viver."

Remy é uma jovem que anseia por sua liberdade, digo isso pois ela é completamente independente e autossuficiente, só falta morar sozinha, e isso está destinado a acontecer assim que ela for pra faculdade. Ela também é dona de uma personalidade marcante que pode assustar ao sexo masculino, mas seus verdadeiros amigos sabem como a jovem de fato é, e a amam incondicionalmente por isso. Gostei bastante da personagem e achei muito bem embasada sua personalidade, tudo teve um porque dela ser assim, mas confesso que fiquei com raiva de sua relutância em abrir seu coração para Dexter.
E por falar nele, Dexter é um cara que eu adoraria ter na minha vida. Pensem numa pessoa que tem a alma boa e o interior lindo, ele é assim. Foi amor a primeira vista <3. Ele tem um jeito bem amável onde está sempre sorrindo e sendo gentil. Mas não pensem que ele é o estereótipo dos mocinhos de romance, pelo contrário, Dexter é desengonçado, alto, magro de mais e mal consegue deixar os cadarços dos sapatos amarrados. Por ser tão diferente que achei ele perfeito pra Remy, fora que ele tem um cachorro chamado "macaco" (risos). Ele literalmente a derrubou quando ela estava na correria para o mais novo casamento da mãe, depois disso ele coloca na cabeça que eles estavam predestinados a ficarem juntos.

"Algumas coisas não duravam para sempre, outras sim. Como uma boa música, ou um bom livro, ou uma boa lembrança que se pode pegar e desdobrar nos piores momentos, segurando pelos cantos e olhando bem de perto, esperando reconhecer a pessoa que se vê ali."


Confesso que não queria que eles ficassem juntos, isso devido ao jeito duro de Remy em contraste ao jeito doce de Dexter. Fiquei temerosa que ela fosse o machucar, mas as coisas acabam por acontecer como devem ser. Esperava um pouco mais no final, mas ainda me senti satisfeita ao final da leitura. Como todo livro jovem adulto ele também traz questões para a idade dos personagens, como as escolhas para o futuro, amores duradouros, senso de certo e errado, entre outros. Tudo foi bem abordado e explorado.

A edição física do livro está sensacional. Primeiro vamos falar dessa capa, quase nunca gosto quando as editoras mudam as artes originais, mas nessa aqui a Seguinte arrasou. O material da capa é emborrachado e as letras do titulo e nome da autora brilhantes. Internamente em nada deixa a desejar, trazendo letras e espaçamentos bem distribuídos. Um trabalho pensado nos seus mínimos detalhes.

"Qual seria a sensação, me perguntei, de amar alguém tanto assim? A ponto de não conseguir se controlar quando a pessoa chegava perto, como se pudesse simplesmente se livrar de qualquer coisa que a estivesse segurando e se jogar sobre o outro com força suficiente para tomar conta dos dois?"

Uma canção de ninar é aquele tipo de livro que você precisar começar a ler sem muitas expectativas pois irá se surpreender aos poucos, tudo acontece na hora certa e não temos aquele insta amor já característico no gênero. Mais uma vez Sarah Dessen se superou com uma obra cheia de personagens bem construídos e um mocinho apaixonante. Recomendo o livro não somente para os jovens adultos, mas a todos que amem um livro de romance que vai além do romance, trazendo questões profundas e importantes.

22 comentários:

  1. Olá
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, e realmente está curiosa para conferir as impressões a respeito. Não tenho dúvidas de que Sarah Dessen surpreende bastante, e com certeza gostaria de poder ler também. Fiquei apaixonada por essa capa, e a editora está mesmo de parabéns <3 Que bom que é um romance imprevisível e que você gostou tanto!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Tenho dois pés atrás com esses livros que as coisas acontecem em doses homeopáticas sou um pouco urgente haha, mas, eu não sei porque, tenho vontade de sentar e ler tudo o que eu já vi dessa autora, espero conseguir um dia.
    Que bom que vc gostou da capa, vou procurar a original para comparar. A seguinte sempre arrasa, é uma diva.

    ResponderExcluir
  3. Oie, stef, eu nunca li nada dessa autora mas tenho uma forte curiosidade relacionada a ela. Achei bem bacana a personalidade de remy e seu fechamento para o amor tão cedo. Gostei também de saber que temos a abordagem desses pontos como escolhas quando se está na adolescência. Espero ler e gostar.

    ResponderExcluir
  4. Stefani, já tinha lido um livro da autora e gostado bastante, por isso, quando comecei a ler este, minha expectativa estava alta e acabei me decepcionando. Achei o livro muito linear. Também me senti como você em relação a Remy e ao Dexter, não queria que eles ficassem juntos, a Remy era muito grossa... rs
    Quero ler mais coisas d autora!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi querida,
    Esse livro entrou na minha wishlist faz um mês, e estou cada vez mais ansiosa para compra-lo.
    A autora arrasou na escrita, e ela não deixou barato na história. Em 320 páginas ela soube desenvolver muito bem o relacionamento de Remy e Dexter (♥) que por outro lado parece um pouco clichê.

    A Capa é linda, e a diagramação nem se fala. Espero ter a oportunidade de ler este livro ainda este ano.


    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Já vi ótimas críticas acerca da obra e sua resenha me deixou mais animada ainda.
    Gostei de saber que é um romance imprevisível e quero muito acompanhar Remy nessa trama para ver se o coração de gelo será derretido.
    Ainda não li nada da autora, mas acredito que sua escrita seja agradável e fluida.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Stefani,

    Acho que só vi uma resenha negativa de uma livro dessa autora e eu as vezes me fixo muito nisso, por isso acredito que até hoje nenhum livro dela me chamou a atenção. O enredo de cara não me atrai e acho que a terei sérios problemas com a protagonista. rsrsrsrs
    Por outro lado tenho a curiosidade de saber como a personalidade tão diferente dela se relacionará com a de Dexter. É até incomum isso, já que estamos mais acostumados a ver o personagem feminino com o gênio mas doce.
    Quem sabe acabo dando uma chance ao livro?!


    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  8. Nossa, eu sei bem como você se sente. É uma alegria imensa quando finalizamos um livro e percebemos o quão bom foi lê-lo. Eu já vi comentários negativos sobre essa obra, mas as suas considerações me fizeram ter vontade de ler. Mesmo o casal principal tendo um contraste, acho que isso dá uma sensação a mais, sabe?
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. A capa desse livro não é muito convidativa, mas a premissa me interessou. A maneira como você falou da obra só me deixou empolgada para ler pois a trama me parece ser bem desenvolvida. Suas impressões com a leitura estão muito bem expostas e isso me deixou muito mais interessada em ler.

    ResponderExcluir
  10. Oie..
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro, mas já estava de olho nele, então, foi um prazer encontrar a resenha dele aqui.
    Como sou meio obcecada por romances fiquei interessada logo de cara, e por já estar acostumada com o gênero, sei que eles geralmente são bastante previsíveis, logo, ao saber que esse é diferente dessa perspectiva fiquei mega animada e já anotei nos desejados.
    Dica anotada!

    ResponderExcluir
  11. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro nem mesmo o titulo (tenho a certeza de que me lembraria do titulo, pela sua sonoridade um tanto peculiar). :)

    Ainda bem que gostaste... e que o livro e para nos surpreender aos poucos e no tempo certo. Sim, muitas vezes, e mau ter expectativas demasiado altas! :) E claro se os personagens são bem contruídos! :) Melhor ainda! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  12. Adoro livros imprevisíveis e que nos envolvem sem que a gente perceba. Além disso, sou muito fã da autora, então estou ansiosa para conhecer esse enredo. Amo livros que vão além do romance e trazem questões profundas, e é muito bom saber que você achou a leitura gostosa. Espero conseguir ler logo. E amo tanto esse tipo de capa emborrachada! *-*

    ResponderExcluir
  13. Eu me decepcionei um pouco com essa leitura. Acho que gostei tanto de Os bons segredos, que acabei não alcançando minhas expectativas com uma canção de ninar. Não consegui me envolver muito com os personagens e situações, e não achei tão dramático quanto eu esperava. Mas claro que é uma leitura boa, e a escrita da autora é ótima.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Stefani!
    Já faz um tempo que estou querendo ler algo da Sarah Dessen, tanto que já faz alguns meses que "Os Bons Segredos" está na minha mesa de cabeceira para ler. Porém com tantos livros para ler ainda não consegui...
    Sempre ouço as pessoas falando muito bem da escrita dela e das suas histórias. Desde que a Cia da Letras lançou esse livro, estou doida para ler. Gosto bastante de histórias que retratam a dificuldade de um personagem de ter sentimentos como o amor por algo que passou na infância ou no passado.
    Lendo a sua resenha, me lembrei um pouco do livro "Um Caso Perdido" da Colleen Hoover que eu AMEI e quem tem essa coisa do sentimento, ou da falta de...
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/10/para-que-dividir-nunca-jamais.html

    ResponderExcluir
  15. Não li nada da autora ainda, mas me encantei com a história, ainda mais por ser romance, coisa que adoro. Este ainda por cima tem mais coisas envolvidas. Dica anotada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi Stef! Acho que vou gostar desse livro... O fato de você ter curtido tanto a leitura já é um grande indício de que vai cair no meu gosto (risos)! Ainda mais se ele possui enredo imprevisível, com um personagem carismático e diferente dos estereótipos que encontramos por aí! Dica anotadíssima! bjs

    ResponderExcluir
  17. Oi Stefani,

    Esse livro é uma das minhas leituras atuais e já estou tendo alguns probleminhas com eles em relação a narrativa. Eu espero gostar dele e me surpreender com as coisas acontecendo no tempo certo, como você citou, mas ainda assim acho que é a escrita que tem me incomodado um pouco. de qualquer forma, adorei ler as suas opiniões sobre o livro. Espero gostar dele.

    beijos =)

    ResponderExcluir
  18. Oiee Stefani ^^
    Eu tenho visto resenhas bem divergentes a respeito deste livro, uns falam que adoraram, outros, nem tanto. Até agora eu li três livros da autora, sendo que adorei dois e não gostei muito de um. Estou animada para ler "Uma canção de ninar", mas antes vou tentar abaixar minhas expectativas, pois, como você disse, parece ser um livro para a gente se surpreender aos poucos.
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  19. Olá Stefani,
    Ainda não li nenhum livro dessa autora, mas já recebi inúmera indicações.
    Gostei muito de sua resenha e achei muito legal você ter dito que ficou com a sensação de que esse foi um dos livros mais gostosos que já leu no ano. Gostei, também, de esse livro contar com um personagem masculino doce, acho que, aqui, os papeis foram invertidos e que isso foi bem feito.
    Vou anotar essa dica e tentar ler da forma que você recomendou, começar sem expectativas.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  20. Olá!!!
    Acho que sou a única nesse planeta que não se interessou por esse livro,já li outros livros da autora e não gostei muito e qnd li a sinopse desse achei bem clichezinho e mais do mesmo.
    Então por enquanto irei passar essa leitura :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/10/resenha-o-coracao-da-esfinge-colleen.html

    ResponderExcluir
  21. Oi Stefani, tudo bem?
    Sabe aqueles livros que você olha a capa e não dá nada para ele? Foi assim que me senti de início porém ao ler sua resenha fui envolvida pela história que parece mesmo ser super gostosa de ler e acho que pode render algumas risadas também. Dica anotadissima.
    E como sempre você está arrasando nas fotos!
    Bj

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não li nada da autora, mas tenho um livro dela aqui e esse eu ainda não conhecia. Mas logo que comecei a ler sua resenha fui ficando curiosa, a premissa é bacana e saber que é um romance imprevisível me anima muito, porque está difícil achar um romance assim kkkkk A Remy parece ser uma personagem muito cativante e acredito que eu iria compreende-la bem, porque me identifiquei em algumas coisas. O Dexter parece ser um amor mesmo e acredito que iria me apaixonar por ele. Enfim, parece ser uma leitura muito bacana mesmo, por isso vou marcar a dica

    Beijos :*

    ResponderExcluir