05 outubro 2016

Resenha - O Acordo



Hannah Wells, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto. Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha.
Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. 



 Livro: O Acordo
360 páginas || Skoob || Editora: Cia das Letras || Onde comprar









"Às vezes, as pessoas entram na sua vida e, de repente, você não sabe como foi capaz de viver sem elas antes. E já não consegue entender como vivia a vida, saía com os amigos e dormia com outras pessoas sem ter essa pessoa importante na sua vida." 

Hannah e Garrett são jovens adultos que estão na faculdade e levam a vida de forma muito diferente e totalmente opostas. Hannah almeja se tornar uma grande cantora, enquanto Garrett é um astro do hockey. Ela é reservada e tem uma turma de amigos limitada. Ele é popular, capitão do time, e tem tudo o que quer na palma da mão. Ambos estão no mesmo ano e frequentam a mesma aula de filosofia, disciplina que mais da metade da turma tirou nota abaixo da média. 

"Depois de seis semanas respirando o mesmo ar neste lugar abafado, finalmente Justin notou que existo. Queria ter coragem o suficiente para ir atrás dele. Talvez convidá-lo para um café. Ou um jantar. Ou um café da manhã… espere aí, gente da minha idade toma café da manhã?"

Surpreendentemente, Hannah foi uma das únicas que obteve um bom desempenho na última prova, o que estranha, já que não esperava gabaritar. Ainda na sala de aula, logo após receber sua prova, ela percebe que Justin - um colega e jogador de futebol americano - está saindo da sala. Eles trocam olhares, e Hannah fica admirada, já que a personagem tem uma grande queda por ele há alguns meses. 

Ao mesmo tempo, Garrett está sentado à sua mesa, concentrado no resultado de sua prova. A universidade tem regras rígidas para os atletas que reprovam, e ele fica pensando em como vai fazer para recuperar a nota. Enquanto tenta resolver essa questão, Hannah passa ao seu lado e ele fica olhando, reparando na moça que ele nem sabe o nome. Pouco depois, ele vê que ela gabaritou a prova, e começa pedir para que ela lhe dê aulas particulares.

"Garrett Graham, por exemplo, o outro atleta estrela da turma. Anda por aí como se fosse o dono do pedaço. E acho que é um pouco. Basta ele estalar os dedos e uma menina desesperada aparece aos seus pés. Ou pula no seu colo. Ou enfia a língua na sua goela."

Hannah nega, sugerindo que ele deve comparecer ao grupo de estudos. Como ele não está acostumado a receber um não, e precisa muito melhorar sua nota, começa a cercá-la por todo lado, até que descobre poder ajudá-la de uma forma inusitada, tendo a certeza de que ela não vai conseguir negar. Assim, eles fecham um acordo, com duração de uma semana...

"Ela dispara em direção à porta e me deixa para trás, encarando o vazio, frustrado. Inacreditável. Todas as meninas da faculdade dariam um braço para me ajudar. Mas essa? Foge como se eu estivesse sugerindo que a gente matasse um gato e fizesse um sacrifício ao demônio."


[ - Minhas Impressões - ]


O Acordo é um romance new adult ambientado em um campus universitário dos Estados Unidos. Eu estava muito animada para ler esse livro, e posso dizer que ele me fisgou na primeira página. Que eu gosto de romance não é novidade, mas o envolvimento na primeira página aconteceu poucas vezes. Infelizmente, não vou explicar o que me cativou tanto, pois seria spoiler. Não é um spoiler tão grande assim, mas, como não está na sinopse, acho melhor não explicitar. Por esse motivo, no início da resenha, dei preferência em me ater às primeiras páginas do livro. Ficou curioso? Leia a primeira página. Sim, o que me prendeu à leitura está na primeira página.

Um detalhe que acho legal colocar aqui, é que, esse livro, na sua versão original, tem uma capa bem diferente da escolhida para a versão brasileira. Aqui, optaram por uma capa fofa, que explicita o romance. A capa original é um homem sem camisa. Achei isso bem legal, pois abre espaço para uma reflexão, já que vejo muitos livros sendo criticados pelas capas, por serem apelativas, o que até concordo em partes. Isso apenas reforça o quanto julgamos uma obra antes de ler seu conteúdo. Ninguém, quando pegar essa edição em português, vai pensar que ele possui cenas hot. E, fato, possui! Agora, se a editora tivesse optado por manter a capa original, muitos olhariam e pensariam que seria apenas mais um livro erótico (o que não é verdade), e dispensariam a leitura. Cabe ou não cabe uma reflexão?

Bem, voltando ao enredo, Hannah é uma personagem que cativa o leitor. Ela é determinada, estudiosa, carinhosa, e possui um trauma bem sério, que influencia diretamente a sua vida amorosa. Sem ter um relacionamento com ninguém há mais de um ano, ela divide o quarto com sua amiga Allie. Sua vida se resume em estudar, trabalhar muito, e ensaiar, para que um dia ela consiga ser uma cantora - profissional ou encenar na Brodway. 

Garrett é aquele típico personagem que já sabemos o que esperar, famoso, confiante, bonito, e, óbvio, mulherengo. Ele é determinado, persistente, com personalidade forte, e senso de humor marcante. Ele também possui seus conflitos, que vão aparecendo no decorrer da leitura. O personagem não tem interesse em embarcar num relacionamento sério no momento, já que considera ter uma namorada uma distração frente a seu grande sonho de entrar pra liga profissional de hockey.

Os personagens secundários são bem legais e enriquecem a leitura. A amiga de Hannah aparece poucas vezes, mas sempre que está presente, demonstra ser uma ótima companhia. Já os amigos de Garrett roubam a cena. O protagonista divide uma casa com outros três jogadores do seu time, e cada um deles possui uma personalidade e características específicas. Amei cada um deles. 

O livro traz uma leitura rápida, fluída, divertida, com alguns conflitos bem trabalhados e não deixa pontas soltas. A tradução foi muito bem feita e a edição ficou muito boa. Ele faz parte de uma série com quatro livros, chamada Amores Improváveis. Cada livro narra a história de um dos moradores da república de Garrett, e podem ser lidos separadamente. Pra quem gosta de new adult, a leitura é viciante, você não vai conseguir acabar um livro e esperar pelo próximo. Foi exatamente o que eu fiz, comecei o primeiro... engatei o segundo, e já estou acabando o terceiro!

18 comentários:

  1. Olá
    Eu estou muito ansiosa para fazer a leitura desse livro, especialmente porque só leio comentários positivos a respeito. Nao tenho dúvida de que deve ser uma leitura rápida e também envolvente né... suas impressões me deixaram ainda mais intrigada e espero poder conferir logo.. amo essa capa!!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Heloisa.
    Acho que vou ter uma facilidade para me identificar com o livro porque estou inserida no meio universitário e apesar das faculdades aqui no Brasil serem diferentes das do EUA, tem algumas coisas que são parecidas. Fora isso, já gostei da Hannah logo de cara e estou curiosa para saber porque ela aceitou ajudar o Garrett.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  3. Oi, Heloísa.
    Eu quero muito ler esse livro e sua resenha aguçou minha curiosidade. Eu estou com o segundo livro dessa série, O Erro, e estou super curiosa com ele, sei que são histórias diferentes mas depois eu vou querer ler esse primeiro volume porque parece que eu vou me apaixonar pela história e pelos personagens. E a capa é linda!

    ResponderExcluir
  4. Oi Heloisa, você conseguiu me deixar master curiosa com essa primeirapágina do livro e com essa informação que você não quis dar por medo de spoiler. Tô me corroendo de curiosidade aqui.
    Tô meio cansada de romances New adults que se passam em faculdades. parecia tudo igual,. mas quero conferir este aqui.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, li esse livro em ingles, ainda quando a cia das letras nem sonhava em trazer para cá. TInha acabado de ler Belo Desastre e queria algo na mesma vibe, mas esse livro me surpreendeu e muito! É até melhor que Belo Desastre. infelizmente ainda não li o restante da série, mas pretendo ler em breve. beijos

    ResponderExcluir
  6. olá Heloísa,
    Li esse livro em pouquíssimo tempo em uma época que estava de ressaca, então, já meio que garante meu carinho pela leitura.
    Gostei muito de ter lido sua opinião e achei bem legal suas impressões. É muito legal o que o Garret faz para convencer a Hannah a ajudá-lo e gostei de sua determinação. Também achei a forma como os personagens se envolveram bem legal. A única coisa que não gostei muito foi a amiga de Hannah não ter aparecido tanto, mas valeu a pena ter lido!
    Estou louca para ler o Erro.
    beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Oi Helô, tudo bem?
    Confesso que não costumo ler muitos New Adult, mas a sua resenha me fez nutrir um interesse imenso por esse livro. Amo histórias de amor que se passem em escolas ou faculdades, ainda mais quando o casal são completamente opostos entre si. Estou bem curiosa sobre como o relacionamento deles irá se desenvolvendo.
    Ah, e admito que se a editora tivesse mantido a capa original, eu perderia o interesse no livro na hora. Detesto romances eróticos e o que não falta por aí são capas de homens musculosos.
    Espero ler um dia!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  8. Olá!! :)

    Adorei ler a tua resenha! :) Bem, eu já tinha ouvido falar deste livro mas ainda não sabia que fazia parte da serie Amores improváveis (que desconhecia) :)

    Ainda bem que gostaste assim tanto! :) ahah E sempre boa uma leitura fluida e divertida. Ainda que talvez não leia, porque não sou muito desses romances mais "adultos". :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Fiquei muito curiosa para saber o que tem nesta primeira página que já te cativou a leitura. Gostei também muito da sua reflexão, porque realmente, se fosse que nem a capa original eu não teria nenhum pouco de vontade realizar a leitura, porque todos os livros que li com capas do estilo não foram muito bons. Então sua reflexão é muito pertinente.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Eu já vi em algum lugar esse livro, mas lendo a sinopse e a sua resenha não me interessei muito por ele. Apesar de gostar de alguns New Adults, esse em particular não me desperta muita curiosidade...
    E saber que faz parte de uma série me afasta ainda mais da leitra, pois no momento estou tentando não comprar muitas - já estou lotada de livros para ler.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/10/acqua-toffana-e-de-matar.html

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Já vi esse livro por aí, mas nunca fiquei muito animada, sabe? Bom, a premissa é interessante e fiquei muito curiosa para saber o que tem na primeira página do livro pra ter te envolvido tanto, porque realmente é difícil um livro envolver logo na primeira página. A protagonista parece ser bem bacana e fiquei curiosa para saber mais sobre a história dela e o trauma. Enfim, acredito que é uma história que me agradaria, por isso vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  12. Oie,
    Faz tempo que não leio um New adult! Fiquei curiosa sobre o que acontece entre Hannah e Garret, por serem cheio de sonhos e até mesmo o vigor da idade proporcionar isso. Mas não me senti "atentada" para ler o livro, sabe? E por ter lido que ele tem continuação me desanimou um pouco, pois estou dando prioridade as leituras sem continuidade.

    ResponderExcluir
  13. Oiee Heloisa ^^
    Realmente, se o livro tivesse uma capa de homem sem camisa aqui, eu com certeza não o leria, pois não gosto de livros eróticos. Romances com cenas hot até vai, mas eróticos não. Estou com o livro aqui, mas ele vai ter que esperar na fila...haha' está quase lá. Fico feliz em saber que você gostou da história, e mais ainda em saber que foi fisgada já no começo, isso é muito bom, né? Não sabia que eram quatro livros, achei que seria uma trilogia *-*
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Que bom que trocaram a capa aqui no Brasil, eu sou desses que acho algumas bem apelativas. Agora fiquei curioso como a primeira página de um livro pode cativar tanto um leitor, o que será que tem nela? Vou ler essa dica com toda certeza.

    ResponderExcluir
  15. Oi Helô, tudo bem? Romance não é meu ponto forte e são poucos os enredos que chamam minha atenção. Esse livro me fez lembrar típicos filmes adolescentes americanos e sinceramente não é o tipo de leitura que eu gosto. Mas fiquei tentada a ler a primeira página do livro para descobrir o que te fisgou logo se cara. Né deixou curiosa menina.
    Bj

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Estou bem ansiosa para fazer a leitura da obra e espero ser fisgada também pela primeira página assim como você.
    A premissa, embora meio clichê, me chama muito a atenção e parece ser uma leitura bem leve e espero que com algumas partes bem divertidas envolvendo Hannah e Garret.
    Fico feliz em saber que não tem pontas soltas e acho a capa muito bonita.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi oi querida,
    Ainda não li o livro. E fiquei com muito medo de pegar Spoiler.
    A autora caprichou na criação doa personagens. Fiquei encantada com a Hannah, e como ela luta para transformar a sua vida (Estudando).

    O sinopse deixou a desejar, mas nada que não se resolva. O enredo é meio clichê, mas eu adorei. Estou lendo muito livros de suspense, terror e New Adult. Quero algo bem água com açúcar.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  18. Oi Heloisa, tudo bem?
    Gostei muito da sua resenha, eu sempre tive uma certa vontade de ler esse livro mas nunca havia tido oportunidade. Eu sou bem suspeita de falar pois amo um bom new adult e esse trás uma premissa bem encantadora com esse casal principal. Com toda certeza lerei logo que der! Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir