18 outubro 2016

Resenha - A Garota do Calendário - Setembro



Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser. Em setembro, Mia será obrigada a dar o cano no cliente do mês, pois um problema urgente de família exige sua atenção. Ela vai voltar para Las Vegas e ficar cara a cara com o passado, num reencontro que pode reabrir feridas antigas.





Título: A Garota do Calendário - Setembro
144 páginas || Skoob  || Editora: Verus Editora || Onde Comprar


          
Resenhas anteriores







Sabe aquela época da vida em que tudo começa a dar errado de uma vez? Quando você se vê em um problema atrás do outro e nada parece ter solução? Quando tudo parece desmoronar e você deixa o desespero tomar conta de você e não consegue raciocinar com clareza? Foi exatamente assim que o mês de setembro se desenrolou na vida da Mia. Se você não leu os volumes anteriores recomendo que vá direto para as minhas impressões embora vou tentar fazer uma resenha sem muitos spoilers.

Em setembro o estado de saúde do pai de Mia se agrava e ela se vê obrigada a voltar para Los Angeles com sua irmã para que consigam ficar por perto se algo de mais grave vir acontecer. O problema é que para isso ela vai ter que dar o cano no cliente desse mês e ficar sem pagamento atrasando sua dívida com o Blaine. Mas como a coisa não para por ai, no contrato que Mia assinou como acompanhante, lá naquelas letras miúdas que ninguém lê, diz que se ela faltar nos compromissos com o seu cliente ao invés de receber, ela que terá que pagar os cem mil para ele.


" Desligar os aparelhos que o mantinham vivo. Eu não poderia fazer isso. Se eu tivesse em circunstância semelhante, será que o pops desistiria de mim, mandando parar as máquinas que me impediam de morrer?"

Quando o Blaine não recebe a parcela do mês fica furioso e tenta marcar um encontro com Mia porém ela recusa. O que ela não esperava é que diante dessa recusa uma das pessoas que ela ama será sequestrada e torturada. Sem escolhas, Mia vai ao encontro dele para tentar negociar um acordo e conseguir mais tempo para quitar a dívida. A proposta do Blaine  a deixa cheia de conflitos e com uma difícil decisão pela frente.

Para agravar ainda mais a situação ninguém sabe do paradeiro de Wes que desapareceu. A única informação que tanto Mia quanto a família dele tem é que ele foi para uma ilha gravar um filme e ninguém consegue contato com ele ou a equipe que foi junto. Quando ela finalmente consegue descobrir o que aconteceu com ele seus nervos entram em choque e a mulher forte que sempre foi até agora cai por terra revelando um colapso devido a todo o estresse físico e emocional que tem passado nos últimos tempos.


" Senti as próximas seis horas passarem como se estivesse patinando em concreto. As pessoas iam e vinham, ficavam ao meu redor, mas eu não reconhecia a presença de ninguém. Não no sentido mental. Talvez eu tenha assentido, respondido sim e não, mas, na maior parte do tempo, andava pelo hospital e pelo hotel feito um zumbi."

A sorte dela é que o Max está lá presente para ajudá-la e agindo como um verdadeiro e irmão mais velho. Lhe auxiliando e dando apoio emocional para que ela não desmorone de vez. Ouso dizer que se não fosse Max, ela tomaria muitas decisões inconsequentes nesse mês que se passou. Embora eu entenda muito as atitudes de Mia pois com os nervos aflorando é difícil raciocinar com clareza. Eu mesma sou assim.

Setembro foi um mês totalmente diferente dos meses anteriores. Onde a autora usou mais o lado emocional e desencadeou vários problemas na vida de Mia que a deixaram nervosa e claro que me deixaram nervosa também. Fiquei o tempo todo torcendo para que ela conseguisse sair de toda a situação de uma forma que não a ferisse mais ainda do que já estava.

O que acho mais bacana na Audrey é que sempre que você pensa que a história chegou em uma previsibilidade e já monta todo o cenário dos próximos meses, descobre que ela te fez de boba e que ainda está cheia de surpresas e cartas nas mangas. Foi assim que me senti lendo o mês de setembro. Ela abordou a importância da família, do amor, da amizade de forma única nesse livro. E vou falar sobre um tema que entrou nesse livro sem falar como ele foi parar lá para não estragar a leitura, mas nesse livro vamos encontrar um pouco sobre atentado terrorista.

Outro ponto super positivo é que mesmo com tantos problemas e coisas ruim acontecendo ela conseguiu deixar a história leve e com uma certa dose de humor que eu me habituei na sua escrita durante a série. A escrita continua super fluída e eu li mais uma vez o livro em um único dia, ainda mais porque estava morrendo de ansiedade para saber como seria o desfecho de tantos problemas.

O que posso dizer sobre setembro é que a autora explorou bem o drama no livro e nos trouxe algumas respostas. Ela também explorou um pouco mais do passado de Mia contando como ela conheceu o Blaine e como se envolveu com ele. E achei bacana ela abrir esse passado para que a gente pudesse entender mais do presente e de como foi que a Mia um dia pôde ter sido apaixonada por um cara tão inescrupuloso como ele. Sério o cara depois desse volume me deu nojo. Acho que como antes o personagem dele não tinha sido tão explorado e eu ainda não tinha me dado conta do idiota que ele é.

O livro acaba com a Mia se despedindo do pai dela em coma no hospital para ir para o seu próximo cliente. E confesso que nessa hora me deu um nó na garganta, porque  mesmo ele não sendo um pai perfeito e presente, mesmo que ele tenha se perdido quando a mãe  dela os abandonou, de uma forma ou de outra ele esteve lá e a Mia o ama muito. A autora deixou isso ainda mais nítido nesse volume.

É um livro com uma carga dramática maior e mesmo assim sutil. Um livro que vai falar sobre como o amor entre uma família, o amor entre os amigos, confiança e lealdade são capazes de enfrentar e superar qualquer problema e obstáculo.

Setembro foi um mês cheio de emoções e diversidades para Mia, mas também foi um mês de aprendizado e superação. Um mês em que ela descobriu que não está sozinha e que tem amigos para ajudá-la a enfrentar a jornada. Ela pode ter se desequilibrado um pouco, mais mesmo assim vai levantar a cabeça e seguir em frente, porque é assim que a Mia é.

As cenas Hots nesse volume foram bem poucas e quase não tiveram espaço, apenas ficando nos sonhos da Mia. Aiai saudade do Wes. (risos)

Quanto a diagramação segue o mesmo padrão dos volumes anteriores e dessa vez com um vestido dourado que está divinamente lindo. As páginas são amareladas, a fonte de um tamanho confortável para a leitura. Não encontrei erros de revisão.

Ah eu já ia esquecendo de contar para vocês que eu participei de uma promoção da editora e ganhei toda a coleção de marcadores da série. E claro que preciso mostrar para vocês!!!


Eu continuo recomendando a série pelos mesmos motivos mas quero fazer um acréscimo, pois a cada mês é uma nova caixinha de surpresa que vai te transportar para várias emoções diferentes além de ser uma leitura gostosa e super divertida.

18 comentários:

  1. Olá Camila
    Eu estou muito ansiosa para poder fazer essa leitura.. essa série está me surpreendendo bastante, e até agora só não curti a leitura de fevereiro, porque os outros estão demais. Adorei poder conferir sua resenha sobre setembro, especialmente porque já tenho algumas ideias do que esperar, mas não tenho duvidas sobre as reviravoltas!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Eu comecei a criar mais interesse por essa série por conta das suas resenhas, esperava que fosse algo muito clichê, e na verdade é uma história totalmente fora do padrão, principalmente pela maneira que é contada e como é lançada mensalmente, eu acho isso fantástico! Graças a isso ja encomendei meu primeiro exemplar e mesmo que atrasada, to curiosa demais pra iniciar a leitura!

    ResponderExcluir
  3. Não vejo a hora de todos os volumes serem lançados logo, quero muito comprar a coleção toda de uma vez. Achei super legal esse volume se focar mais no drama do que no sexo, assim os personagens são bem mais explorados e dá uma realidade a mais pra obra. Adorei muito a resenha.
    Um abraço!

    https://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila,

    Eu ainda estou lendo o mês de julho, mas fiquei bem curiosa com esse mês. Eu senti uma evolução na parte dramática da história. Não é nada super dramático, mas ainda assim depois dos acontecimentos, do quase estupro, sinto que tudo mudou na trama. Eu adoro a audrey também por isso, ela deixa uma coisa que parecia ser previsível, original e diferente. To bem ansiosa para ler esse volume. Adorei as suas considerações. =)


    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Camila!! Eu preciso muito ler todos os outros volumes, parei em fevereiro e comprei o de março esses dias. Eu comecei a ler a resenha morrendo de medo de ter spoiler, mas acho que nessa altura é meio que impossível de não revelar nada comprometedor. Querendo evitar o spoiler mas louca para ler algum, fui lendo a resenha em ficando cada vez mais desesperada para ler esse livro. Nossa, quero ver o que vai acontecer, quero saber de tudo, gente, que maldade! E esses livros que não entram em promoção nunca! Comprei por 20,00 (sei que tem lugarem por 15 mas pagando o frete fica quase a mesma coisa, comprei na física) e estou louca para uma promo de box completo.

    ResponderExcluir
  6. Oi. Gostei de saber que a autora está várias vezes montando o cenários para os próximos meses. Estou esperando ter os doze para comecar a leitura, mas estou bastante curiosa com a série. Tô vendo nas resenhas sempre o nome de Wes, será que ele é o par final da Mia?

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    A cada volume que passa essa série me surpreende ainda mais. Já imagino que o sequestrado tenha sido Wes, será que me engano? Gostei muito de a autora trabalhar mais na carga dramática esse mês e contar como a Mia conheceu o Blaine, fiquei muito ansiosa para chegar a esse volume agora.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá Camila,
    Já está em Setembro? :o
    Gostei muito do rumo que a história tomou e achei legal a Mia passar por essa crise de não ter como pagar e o Blaime estar atrás dela. Quero saber quem foi a pessoa sequestrada, o que aconteceu com Wes, quem é Max e como a Mia lida com tudo isso.
    Adorei saber que a autora consegue trabalhar os dramas de uma forma leve e tornar a história nada previsível.
    Fiquei mais curiosa e animada com a série agora.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Oi! Confesso que sou bastante curiosa para ler essa série, mas só vou ler depois que sair o de dezembro e se ela ficar com o Wes, porque sou dessas kk Mas brincadeiras a parte, gostei bastante de saber que a autora apresenta um lado até então desconhecido para os leitores da Mia e principalmente da ligação dela com seu pai e saber que ela está pensando no Wes ~suspira~. Não vejo a hora de ver o desfecho da história para poder ler e descobrir toda essa aventura de mia!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  10. Bom que a autora ainda te consegue surpreender depois de tantos meses lidos. Apesar de não gostar da série, este mês me chama a atenção por focar na familia, no amor, isso deixa o livro com um tom melhor para leitura, na minha opinião.

    ResponderExcluir
  11. Você já está em setembro e eu nem comecei a série ainda :(
    Estou gostando de ver que a autora soube sair do que poderia ser a mesmice nesta série. Ah, os marcadores sao lindos, parabéns!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Eu ainda não cheguei nesse volume, estou no mês de Julho e gostando bastante da história.
    Já mudou bastante do que começou no mês de janeiro, e estou me surpreendendo com a história. Espero continuar gostando.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Gente fiquei embasbacada com a sua resenha. Esse mês parece ser um dos mais intensos da história. Fiquei louca de curiosidade de saber quem foi sequestrado e o que aconteceu com o fofo do Wes. Eu li os livros até o mês de Abril, então vou ter que correr para ler logo os outros livros.
    Amei a sua resenha, só me deixou mais motivada a continuar a série.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  14. Oieeee, tudo bem??? Gente, só se fala nessa série! Já ouvi falar que o mês de setembro REALMENTE é um dos melhores e tô me sentindo vivendo numa gruta pq ainda não li nenhum ¬¬ Quero começar essa série pra ontem! Bjossss

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?

    Sempre vejo resenhas de "A Garota do Calendário", mas definitivamente não consigo gostar de forma alguma desta série, principalmente por ter pegadas hots no enredo e pela capa ser muito vulgar, claro que tudo isso, minha opinião.

    Mas fico feliz pela Audrey estar conseguindo encantar tanta gente com a escrita e espero que continue agrandando ainda mais leitores que curtem o que ela escreve (:

    ResponderExcluir
  16. É interessante esse duo de mulher perigosa e misteriosa como acompanhante de luxo (já que a escolha é dela) e mulher suscetível ao amor, como qualquer outra. Mas acho que essa série tem muito cara de história comercial demais, ainda mais por ser dividida em tantos livros. Se quer mais vender livros do que contar uma boa história.

    Grande abraço.

    Leonardo Lagassi,
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Estou VICIADA nessa série! De tanto ouvir falar, acabei comprando os três primeiros livros e devorei-os na mesma semana, só não li mais rápido porque a real life estava no caminho, não vejo a hora de ter e ler todos *----*, estou bem empolgada com essa série e aaaaah, amei os marcadores 😍

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Camila, tudo bem?
    Eu sou louca para ler esses livros mas não tive oportunidade ainda, fico feliz em ver que nesse volume a autora explorou mais o drama e encontramos mais respostas sobre o passado de Mia. Gostei muito da sua resenha e mais feliz ainda por ver que você continua recomendando. Com certeza tentarei ler em breve. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir