28 outubro 2016

Resenha - Aos Olhos de Zoe





O que você acha que seu cachorro diria sobre a sua vida? Como ele contaria sua história? Bem, a sua eu não sei, mas a de Melissa, Zoe revelou perfeitamente.Após ser resgatada da rua, a cachorrinha mais sábia de todos os tempos acompanha a trajetória de sua nova família, relatando a história do fim de um amor e do começo de outro, apontando suas dúvidas sobre os erros humanos e fazendo das menores coisas do dia a dia a sua felicidade infinita. É mais do que um romance. É um ensaio sobre a amizade, a fidelidade e o amor em sua forma mais pura. É Zoe salvando aqueles que um dia a resgataram. Seja bem vindo à história de uma vida retratada "Aos olhos de Zoe".




Título: Aos Olhos de Zoe
392 páginas || Skoob || Cortesia: Autora Parceira || Onde Comprar










"Alguns dias são engraçados, vocês perceberão isto. Parecem ter a incrível capacidade de nos surpreender. Acorda-se com grandes expectativas, animação e sede de bons acontecimentos, e o que acontece de mais especial é... Bem, o fato de você ter acordado. Outros, por sua vez, amanhecem melancólicos, solitários e até mesmo doloridos, e acabam tornando-se os melhores dias."

 Zoe é uma cachorrinha de poucos meses que mora na rua. Ela fora abandonada um tempo atrás por sua dona e não entende o motivo do terrível engano que esta cometeu ao "esquecê-la" em um local afastado e ermo. Ela convive com esse trauma de infância e receia qualquer pessoa que tenta se aproximar dela, até que num 31 de dezembro, Melissa a encontra, e, muito apreensiva e desconfiada, Zoe permite que esta a leve para dar uma volta de carro.

"(...) eu ainda não entendia com clareza a questão do abandono e seus motivos, então tive medo de que meus atos pudessem justificar uma nova viagem a um lugar ermo e escuro, onde eu seria deixada mais uma vez. Se isso acontecesse, não tenho certeza se teria forças para recomeçar. Talvez pudesse ser um sinal de que não sou o suficiente para ser amada. Talvez eu realmente não merecesse companhia, alimentação ou mesmo um lar."

Melissa estava com pena da cachorrinha que passaria a virada do ano novo na rua e se assustaria sozinha com os barulhos dos fogos de artifício. Leva-a para casa com intenção de deixá-la passar a noite, mas tem consciência de que, provavelmente, ela nunca mais irá embora.

Zoe mal sabia que o destino dessa voltinha de carro seria a casa da própria Melissa, onde, daqui para frente, seria o lar de Zoe. Assim que chega em seu novo lar, Zoe se acomoda e se adapta com muita facilidade, desenvolvendo amor incondicional por Melissa e Lucca, seu marido. Ela explora a casa e aproveita os carinhos e atenção de seus novos donos.

"Passamos aquela tarde os três juntos no jardim. O dia estava nublado e o ar fresco. O casal não saiu um só segundo do meu lado. Eles pareciam não querer estar em outro lugar. E, bem, esta é uma das melhores sensações do mundo, vocês vão perceber. Sentir que você é o lugar e a companhia que a pessoas que você ama deseja. Perceber que não seria trocada por mais nada no universo."

Os dias vão passando e Zoe vivencia diversas situações das quais não têm nenhum entendimento, mas, considera-as, de certa forma, importantes, já que a rotina e o movimento dos hábitos da casa vão sendo gradativamente alterados. Ela está sempre ao lado de Melissa em todas as ocasiões, e nesse livro ela nos conta o que viveu.

"Promessas e mais promessas, crianças. Acostumem-se a ouvi-las, mas preparem-se para vê-las sendo descumpridas. Estranha mania tem o ser humano. Sei que é uma dádiva o fato de que podem eles comunicar-se assim tão facilmente, mas às vezes sinto que abusam dela. Estão tão acostumados a falar, que se esquecem de que as palavras têm valor. Acho, em minha humilde opinião canina, que deveriam escutar mais, falar menos e prometer menos ainda."  



[ - Minhas Impressões - ]



Aos Olhos de Zoe foi um livro que recebi sem ter ideia se eu gostaria da leitura ou não. Entenda minha situação: eu gosto de animais de estimação, amo na verdade, entretanto, todas as minhas tentativas de cuidar de um animalzinho foram extremamente frustrantes. Aprendi, a duras penas, que não possuo talento para tê-los em minha casa, o que gostaria muito de desenvolver, pois sou daquelas que mal vê um cachorrinho ou um gatinho na rua e já está babando e falando como bebê. Por não ter um bichinho em casa, eu não compreendo completamente o sentimento que algumas pessoas desenvolvem por eles (não me julgue, apesar de não compreender, sei que o sentimento existe e é muito verdadeiro). Então, eu observava o livro de canto de olho, pensando que não seria uma história assim tão interessante e, pasmem, entrou para a lista dos livros que mais gostei de ler nesse ano.

O livro é narrado em primeira pessoa, e quem nos conta a história é Zoe, a cachorrinha encontrada e adotada por Melissa. Se envolvendo em situações inusitadas, fazendo artes, estripulias, amando muito e dando muito apoio à Melissa - lambendo, pulando, latindo -, Zoe nos conta o dia-a-dia de uma família recém formada. Ela presencia todos os momentos chaves do relacionamento do casal, assim como seus momentos de amor e desentendimentos.

Com várias reflexões acerca da vida e hábitos humanos, Zoe nos apresenta várias situações que seriam consideradas clichês em livros de romance, porém, por relatar a história a partir do seu ponto de vista, muda totalmente o contexto e a visão que temos dos problemas do dia a dia. No decorrer da trama, são várias as partes em que você para pra pensar no que o animalzinho está dizendo, fazendo você refletir na sua própria vida, e como as coisas mais simples podem se tornar um grande problema ou te trazerem felicidade.

Zoe é divertida, animada, atrapalhada, estabanada, expansiva, curiosa e muito amorosa. No início do enredo, conhecemos Melissa, que é artista e ganha a vida pintando quadros; e Lucca, o advogado e marido de Melissa. Alguns capítulos são narrados por Nica, outra cachorrinha, que mora com Gabriel (professor de artes) e Alegra (filha de Gabriel). Ainda aparecem outros personagens secundários, como: Felipe, amigo de Melissa, e os pais da personagem. Todos eles são bem trabalhados.

A escrita da Camila é leve, envolvente e carismática. Com certeza vou ler outros livros da autora. A Editora Coerência fez um ótimo trabalho na diagramação, que é cheia de detalhes que agradam o leitor. Sério, a edição está um capricho! Quase não encontrei erro de revisão, e a única alteração que eu faria no livro seria diminuir um pouco o tamanho da fonte. Mas isso não é um problema, e sim uma preferência minha, que gosto de ler com fontes menores.

Super indico a leitura para quem gosta de histórias leves e bem desenvolvidas.

12 comentários:

  1. Olá!
    Amo livros que tem animais envolvidos e achei esse diferente de uma certa forma.
    Não conhecia este livro, e adorei sua resenha. Confesso que me deixou com vontade de ler. Parece ser aqueles livros que vão nos encantar não apenas pela capa, mas pela história <3

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Heloisa, preciso confessar que eu não curto animais de estimação, mas ainda assim, acho que ficaria um pouco encantada pelo livro, em função da voz narrativa ser um animalzinho. A Zoe me conquistou apenas com as suas descrições, imagina quando tiver a oportunidade em ler.
    Adorei a dica
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Helo!!!!!
    Vc nem imagina o quanto fiquei feliz com sua opinião, especialmente com as suas considerações iniciais e no inbox.
    Ameiii a resenha, cada detalhe, cada quote, todo o cuidado. Obrihada <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah querida! Imagina, fui sincera com tudo o que senti! Leio outro livro da Zoe fácil... risos

      Excluir
  4. Olá Heloisa!
    Adorei conhecer sua opinião sobre essa obra. Adoro animais e fiquei muito triste por saber que a história de Zoe começou de uma forma tão triste. Mas, claro, adorei saber que sua história não continuou triste e que ela conheceu uma moça que foi capaz de amá-la.
    Adorei saber que a autora trabalhou questões clichês pelos olhos de Zoe e isso foi um ponto super positivo.
    Quero esse livro para ontem, posso? rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá amore,
    Só pela capa já anotei a dica, com sua resenha fiquei ainda mais curiosa.
    Parece se tratar de um livro, apesar de diferente, bem legal.
    Suas impressões estão muito boas, parabéns!
    Beijokas
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha visto a capa do livro e achado ela muito fofa, mas não tinha parado para ler nem a sinopse (pelo menos eu não me lembro de um livro narrado por um cachorro).
    achei o fato de ele ser narrado pela cachorrinha a maior sacada da autora, o que faz com que eu pense como você que as situações clichês ganham um outro ponto de vista já que são vistas de outro angulo.
    Fiquei mais do que curiosa em ler a obra e conhecer melhor essa história e a zoe *-*
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi Helô, Tudo bem? Achei super interessante a história ser contada pelo ponto de vista de Zoe e curiosa para saber como a autora conduziu isso. Achei legal também você ter dito que ela traz várias reflexões sobre a condição humana.
    Quero muito esse livro em breve.
    Bj

    ResponderExcluir
  8. Oi Heloisa...
    Quero muito ler esse livro. Sou uma fã declarada da Camila desde que li o sombras do medo e a sua escrita é realmente envolvente e incrivel.
    Sua resenha está linda e não vejo a hora de conhecer a doce Zoe.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Quando se trata de livro com cachorros, isso já me deixa interessado a ler, apesar de saber que será um livro que pode me fazer chorar (apensar de nunca ter chorado lendo) mas me emociono bastante cm as histórias e acabo ficando pensativo, pois sempre livros assim conseguem deixar uma mensagem para nós leitores...

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Ai meu coração, como eu amo livros com cachorrinhos.. e gente, esse é contado através do ponto de vista de uma cachorrinho.. já estou interessada, mesmo sabendo que ficarei com os olhos inchados. Adoro livros com animais, perco a noção do tempo quando leio esses livros, são leituras leves e muito gostosas e sempre nos passam uma mensagem ou reflexão. Irei colocar na listinha e espero ler em breve!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Esse livro é todo lindo, assim como tudo o que a Camila escreve. Ela é uma fofa e possui uma sensibilidade excepcional. Eu amo animais de estimação e, ao ler a Zoe, pude amolecer um pouco mais em relação a eles, pude perceber que tudo o que eles querem é um pouco de atenção.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir