16 agosto 2016

Resenha - Vampiratas





2505, litoral oeste da Austrália, em um lugar conhecido como Baía Quarto Crescente, é ali que os irmãos Connor e Grace partem, após a morte do pai, faroleiro da cidade onde viviam. Negando a serem adotados ou irem para um orfanato, decidem fugir pelo mar, no pequeno barco de seu pai. Contudo a sorte dos irmãos não melhora, pois quando conseguem se afastar da costa são pegos de surpresa por uma tormenta. A pequena embarcação não suporta e é partida em dois, jogando Grace e Connor nas águas em revolta. Os dois logo são resgatados, o garoto por piratas e Grace pelos lendários Vampiratas.

Livro: Vampiratas - Demônios do Oceano
304 páginas || Skoob || Editora: Galera Record || Onde comprar










Grace e Connor não esperavam ficar órfãos, pois eles esperavam que logo o pai viria aparecer e lhes dizer que tudo foi uma bela brincadeira, mas isso não acontece porque quando os responsáveis por Baía Quarto Crescente lhes informam que ambos serão separados até completarem a maior idade, o peso de tudo caí sobre seus ombros e lhes fazem tomar uma medida drástica, afinal eles já perderam o pai, não vão perder um ao outro.

Assim, ambos roubam um barco no meio da noite, juntam as provisões que eles acham necessárias e partem para o auto mar, na esperança de chegarem à algum lugar onde eles possam começar tudo de novo, onde eles possam ficar juntos.

Mas em meio a uma grande tempestade, uma das ondas gigantes em meio a chuvas intensas e trovões e raios, Connor e Grace acabam se afastando perigosamente um do outro e quando avistam navios próximos a si, suspiram aliviados, pois irão sobreviver e poder pedir ajuda para resgatar um ao outro, embora ambos são puxados por redes e caem ao convém de navios piratas... mas eles não podiam estar em situações mais diferentes.

Grace é salva por Lorcan, um jovem vampiro do mais temido navio dos oceano, pois ela foi salva pelo navio Vampiratas e a cada segundo ele se afasta mais e mais de onde seu irmão estava e ela nem mesmo pode protestar pois o dia está quase acabando e segundo seu salvador ela precisa entrar e ficar segura, ou ela acabará virando comida.

Connor foi pego por Cheng Li, a imediata de um dos três capitães piratas mais famosos de todos os tempos e quando ele grita e pede para salvarem sua irmã, não só afirmam que ele era o único na água como também que não havia outro navio, mas ele sabe o que viu e sente que sua irmã está viva, mas agora ele tem problemas mais imediatos a serem resolvidos, como ser aceito na tripulação e não morto na primeira oportunidade.

Numa distopia diferente de todas as outras, Justin Somper, cria um universo que junta dois imaginários amados por muitos: piratas e vampiros. E brinca com um mundo alagado, no qual a economia é totalmente baseada no comércio e saque marítimo, no qual lendas flutuam pelas águas e mistérios tentam, sem sucesso, se manter escondidos.

Ambos não deixam de procurar um ao outro, mas eles sabem que precisam sobreviver para poderem se encontrar novamente e por isso mergulham na rotina que lhes é imposta, Connor nos mostra o universo em que os piratas vivem, nos mostra saques, rixas e nos ensina, enquanto ele aprende, como é a vida no mar. E Grace mergulha no lado sombrio da existência e vai desvendando os segredos dos vampiratas, que cruzam séculos e enfrenta problemas.

Li esse livro pela primeira vez há muitos e muitos anos, lembro de ter ficado encantada com a trama - estava em uma época em que queria ser heroína também e conforme fui lendo só me empolguei mais e mais, até mesmo quis aprender a cantar a canção de marinheiro que há no livro! Contudo eu realmente não tenho o dom para o canto...

A diagramação do livro está linda, cada capítulo tem uma imagem que mostra não só quem está narrando - Grace ou Connor - como também em que navio estamos - no pirata ou vampirata -. E não é só isso que te dá um prazerzinho de ter o livro. Ambos os protagonistas são jovens fortes e que se adaptam rápido, eles te conquistam e te prendem em sua mente e te faz olhar com seus olhos para os personagens secundários, que por sinal não ficam para trás, eles são complexos e expostos o quão necessário é para que queiramos saber mais e isso dá o toque especial na receita.

Esse é um livro que pode parecer bobo para muitos e até mesmo juvenil demais, e não nego que o livro é juvenil, contudo é um daqueles que parecem atemporais, que em suas tramas são muito mais pois nos apresentam protagonistas vivenciando a famosa trajetória do herói.

Conforme vamos conhecendo mais e mais tudo desse universo, nos pegamos presos e encantados, há tudo o que um filme de Piratas no Caribe pode nos oferecer, lutas de espadas, intrigas, romance suspense, magia e seres ancestrais e que não estão ao nosso alcance, mas nem por isso alguns homens deixam de tentar pegar.

Para fãs de distopias eu mais que recomendo, é bom sair do ar que Jogos Vorazes, Divergente e A Seleção instaurou no gênero e ver que há outras abordagens que podem e são bem sensacionais também.

25 comentários:

  1. Olá
    eu amo distopias e já tinha ouvido falar muito a respeito desse livro. A premissa parece ser muito promissora e adorei poder conferir seus comentários. Realmente espero poder ler em alguma oportunidade.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Quanta história em um livro só! É muito bom quando o autor consegue nos encher de informação e nos preencher com tanto conteudo, comecei a ler a resenha esperando algo totalmente infantil e me surpreendi, não conhecia o autor mas adorei a resenha e isso só rende pontos positivos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Agatha, achei mega original essa coisa de unir piratas e vampiros em um enredo fantástico. Gosto muito de piratas, mas não me simpatizo com vampiros, ainda assim, acredito que o livro vai fluir bem pra mim.
    Obrigada pela indicação.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Ganhei a coleção dos Vampiratas na minha adolescência e lembro de ficar totalmente vidrada na história. Eu simplesmente amo o casal do livro e sua resenha me deixou uma com nostalgia dessa história. Eu infelizmente não finalizei a série, pois só ganhei os 3 volumes, mas estou com vontade de iniciar toda a história de novo e apreciar essa aventura mais uma vez.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  5. Olá Agatha,
    É legal quando temos um livro atemporal. Conhecia já esse livro, pois ele é bem antigo e lembro que tinha ficado bem interessada na leitura, mas deixei de lado, sabe? Curti muito sua resenha e gostei de saber o que posso encontrar no livro. Acho que vou curtia e leitura, mesmo que eu possa achar o livro mais juvenil, como você disse que muitos acham, acredito que curtirei.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Achei essa distopia bem diferente, nunca li nada de piratas e vampiros, e acho que só por isso o livro já merece ser lido.
    Apesar de não gostar muito de histórias com a tal 'trajetória do herói' com certeza daria uma chance ao livro

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Acho legal o fato de você ter lido o mesmo livro em momentos diferentes da vida, isso é sempre muito gostoso.
    É uma proposta bem diferente né ?!
    Achei a resenha muito bem escrita e despertou meu interesse em ler.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá amore...
    Que capa bem desenhada...
    Não curto muito essa coisa de piratas e pelo que entendi tem mais um gênero de história ai que não é bem algo que me cativa (vampiros).
    No entanto, fique curiosa pela história dos dois irmãos... e ver como é dada a superação que eles foram em busca, se é que houve.
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Sempre adorei o título dessa série, acho extremamente criativo, mas nunca me interessei muito pela trama. Fiquei surpresa em saber que se trata de uma distopia e que de modo geral é um livro que prende pela boa trama. Não esperava isso do livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Agatha ei boa achei o livro bobo muito pelo contrário fiquei encantada pelo enredo que você nos apresentou é como gosto de livros juvenis isso não me incomodaria durante a leitura. Também curti bastante a capa.
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Nem sabia que esse livro era uma distopia! Acho que só lendo pra entender como se encaixa no gênero. Li recentemente o primeiro livro de outra série do autor e me encantei, então fiquei curiosa para conhecer Vampiratas. Tinha receio de ser muito sangrento, mas como é juvenil acho que não deve ser o caso. Quero ler, e vou torcer muito pra tudo dar certo para esses irmãos e eles conseguirem se reunir!

    ResponderExcluir
  12. Não sabia que se tratava de uma distopia, acho que só lendo mesmo para entender direito como se encaixa no gênero. Li recentemente outro livro do autor, e adorei. Tinha receio de Vampiratas ser sangrento, mas como é juvenil não deve ser o caso e me pareceu que esse não seria o foco de qualquer maneira. Quero ler e espero que dê tudo certo para os irmãos no final!

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bem? O título é a primeira coisa que me chamou a atenção, é bem diferente, assim como a proposta do livro. Fiquei bastante interessada na trama, e curiosa para saber como os irmãos vão lidar com os acontecimentos.

    Beijos,
    Dai | Blog Virando a Página

    ResponderExcluir
  14. Oiee Agatha ^^
    Nossa, eu sou doida para ler essa série desde que vi sobre ela pela primeira vez! Ainda me lembro quando foi...haha' adoro distopias, e, mesmo não lendo muita coisa sobre piratas, gosto bastante quando a história têm personagens piratas. Mas o motivo pelo qual eu ainda não comecei a ler a série, é que os precinhos são um pouco altos *-* É uma distopia bem diferente, né?
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Eu acho que já havia visto esse livro em algum outro lugar antes, mas não me interessei em saber do que se tratava. Mas olha, adorei ter a oportunidade de saber um pouco mais sobre ele aqui. É o tipo de leitura que eu amo. E quem nunca pensou em ser herói ou heroína. Eu até hoje acho que posso me tornar em algum momento. A capa é fantástica, eu achei linda. Também sou péssima cantora, nem me arrisco. E essa música me lembrou as obras de Tolkien, que sempre tem alguma canção no meio.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  16. Oi Agatha,

    Eu realmente tenho buscado livros diferentes de distopia, porque to meio cansada dos populares que temos por ai. Mas ao mesmo tempo to fugindo de livros juvenis. To buscando algo mais adulto no momento. De qualquer forma, eu anoto a dica, porque a minha vontade de ler juvenil sempre volta uma hora ou outr. Adorei a sua resenha, mesmo.


    beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi Agatha! Tudo bem?
    Adorei sua resenha e capa do livro é incrível, super chamativa, mas distopia não é meu gênero favorito, não curto muito. Até leio livros mais juvenis, pois gosto de livros com temáticas adolescentes. Então, passo a leitura, mas vou indicá-lo com certeza!
    Bj

    ResponderExcluir
  18. Oiii, tudo bem?

    Há um bom tempo eu venho ouvido falar dessa série, mas ainda não tive a oportunidade de ler nenhum. Amei a sua apresentação da obra e fiquei mais curiosa ainda pra ler o primeiro livro. Como você disse, a diagramação dele é muito legal, e ajuda muito na leitura. Espero ter logo a oportunidade de lê-los.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Oi Agatha!
    Eu reli esse livro faz pouco tempo e realmente é uma ótima opção para quem quer ter uma visão diferente sobre as distopias. Eu gostei de todo o livro, mas confesso que a parte dos Vampiratas me encantou mais.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. OLá ♥
    Nossa adorei a ideia de juntar os piratas com os vampiros, a premissa está um tanto instigante a capa está maravilhosa, sua resenha está no ponto de deixar a leitora louca querendo ir atrás do livro.Amei saber que o livro tem dois narradores amo esse tipo de narração é muito legal podermos vê o que ambos acham da mesma situação a dica já está mais que anotada ♥

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro e achei curiosa essa mistura de piratas e vampiros, mas confesso que não sou muito fã de nenhum desses seres kkkk Mas acredito que deve ser uma boa leitura mesmo, os personagens parecem ser ótimos e eu gosto do gênero. Então, vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  22. sou fã demais de distopias,meu gênero favorito com certeza e essa parece ser totalmente diferente de tudo que eu ja vi.
    estou totalmente dividia pois adoro historias de piratas mas odeio historias ds vampiros então com esse livro tenho certeza que irei amar ou odiar

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia o livro, mas adorei a premissa. O livro despertou o meu interesse porque gosto muito de histórias de piratas e de vampiros, e esse junta as duas coisas, achei isso muito original. Quanto ao fato de se tratar de literatura juvenil, não me importo com isso. Para mim só existe literatura boa ou literatura má. Prefiro um livro juvenil bom a um com a temática mais adulta, que não seja grande coisa. Eu gosto bastante dos livros da Galera Record, e esse já foi para a minha lista.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  24. Hi baby, tudo bem? esse livro mistura duas coisas de que eu gosto muito: vampiros e piratas! por isso quero muito ler, parece ser bem legal, adorei a capa <3

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  25. Oi Agatha, tudo bem?
    Para ser sincera esse livro não chamou minha atenção, talvez por ser uma distopia e não sou muito chegada no gênero, mas parece ser um livro juvenil gostoso de ler. Talvez um dia darei uma chance ao livro. Ótima resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir