02 agosto 2016

Resenha - Talvez um dia






Um dos livros mais comentados de 2015, nos Estados Unidos, este é mais um sucesso arrebatador de Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless.
Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.




Livro: Talvez um dia
368 páginas || Skoob || Editora: Galera Record || OndeComprar








"Não é fáci vencer uma guerra travada contra seu coração."

Sydney acreditava ter sua vida sob controle, terminando a faculdade, com um namorado atencioso e dividindo o apartamento com sua melhor amiga, ela acha que tem um futuro confortável e sem grandes preocupações pela frente. Só que tudo muda quando completa 22 anos e descobre que nada era o que parecia: na verdade estava sendo traída pelo namorado e pela melhor amiga. Sem saber o que fazer, e nem para onde ir, ela só faz as malas e sai de casa, acabando por ser acolhida na casa de Ridge, o misterioso músico que já tinha chamado sua atenção ao tocar na varanda durante várias noites.

Ele está em um bloqueio criativo, faz semanas que não consegue escrever uma música sequer, mas quando Sydney chega, os dois percebem que podem trabalhar muito bem juntos, com um entrosamento que é difícil de ser encontrado. Ela acabou de sair de um relacionamento que teve um final traumático e ele tem uma namorada perfeita e que ama, mas não conseguem negar o sentimento que começa a surgir. Só que ela nunca faria alguém passar pelo mesmo que já passou...

Como escrever sobre um livro que me levou a ter os sentimentos mais contraditórios? Que fez com que eu pensasse muito além da estória? Traição é um tema delicado tanto nos livros quanto fora deles e quando li a sinopse não imaginei que pudesse gostar da estória ou torcer por um casal quando eles vivem algo que sempre fui contra.

"...ninguém escolhe por quem se apaixona. As pessoas só decidem por quem podem continuar apaixonadas."

As situações que levam à aproximação de Sydney e Ridge no início são coincidências, mas é quando a vida dela parece desabar ao descobrir sobre a traição do namorado que os dois se veem sob o mesmo teto, tendo que dividir mais do que a música. Os dois começam a compor juntos, ela as letras e ele as melodias e assim vão se aproximando cada vez mais. É através das músicas que ambos mostram o que estão sentindo e a cada canção os sentimentos vão ficando mais confusos. Nenhum dos dois quer fazer parte de uma traição, mas não há como negar o que está acontecendo.

Além do romance, esse livro traz reflexões sobre moral, afinal, até que ponto uma pessoa consegue negar o que está sentindo por saber que está errado? Mesmo assim, a autora soube desenvolver a estória de uma maneira que não havia como não torcer para que Sydney e Ridge ficassem juntos, ao mesmo tempo em que não mostrava uma solução óbvia para a situação.

O protagonista não deixou de amar a namorada, mas o que sentia por Sydney também ia além de uma simples atração física. É possível amar duas pessoas ao mesmo tempo? Essas questões foram detalhes que fizeram com que eu gostasse ainda mais do livro, pois são situações que estão a nossa volta, ainda que não queiramos admitir.

Esse não foi meu primeiro contato com a escrita da autora, mas por enquanto é meu preferido. Os protagonistas são bem construídos, especialmente Ridge, ainda que ele tenha me irritado em alguns momentos com sua incapacidade de escolher com quem ele realmente queria ficar. Sydney também passou bastante veracidade, principalmente pela forma como lida contra o que sente, por não querer ser como sua amiga, ou como o antigo namorado. Os personagens secundários também tiveram seu espaço na trama, Warren, o melhor amigo de Ridge, é muito divertido e foi ótimo conseguir acompanhar também um pouco da estória dele.

"Hoje foi um dia ruim, Syd. Um dia muito, muito ruim. Algumas vezes na vida a gente precisa de dias ruins para manter os bons em perspectiva."

Outro ponto que também que me agradou no enredo foi a forma como a autora tratou da deficiência auditiva. Não vou comentar sobre e como o tema apareceu na estória, mas ele foi tratado com muita naturalidade e o personagem não pareceu nem um pouco limitado, como acontece em alguns livros que tratam dessa ou de outras deficiências.

Como a música é um tema muito importante para o desenvolvimento da trama, nada mais justo que o livro ter uma trilha sonora, mas a autora foi além disso, se juntou com o cantor Griffin Peterson e juntos escreveram uma série de músicas originais para o livro, que combinam perfeitamente com a estória e que podem ser ouvidas online. Cada uma delas aparece em momentos especiais e traduzem um pouquinho dos sentimentos dos protagonistas. Você pode ouvir a trilha sonora aqui.

“Talvez um dia” é um livro para mexer com os sentimentos de qualquer leitor, tratando de amor, amizade e aceitação de uma forma realista, mas nem por isso menos tocante. Desde o início a estória teve um ritmo e conseguiu aproximar o leitor dos personagens com a narrativa intercalando capítulos em primeira pessoa entre Sidney e Ridge. Sinceramente, espero que todos deem uma chance para o livro e que comecem a leitura livre de preconceitos.

Não tenho muito o que comentar sobre a diagramação, pois li em formato de ebook, mas a capa mostrando um casal segurando algumas partituras é bonita e segue o padrão da capa americana, ainda que seja com outros atores. Não encontrei errinhos de revisão, mas estava tão concentrada na leitura que mesmo que houvesse algum, talvez eu nem percebesse.

Leitura mais que recomendada!

Resenha postada pela Colaboradora Eve ( Não faz mais parte da Equipe )

25 comentários:

  1. Olá Evelise
    Sou completamente apaixonada pela escrita da autora e esse título é um dos meus preferidos. Com certeza é uma história capaz de mexer com os sentimentos de qualquer pessoa. E o mais legal é que todos os personagens são carismáticos. Nesse caso o leitor poderia não gostar da namorada ou da Sydney, mas Colleen fez com que isso se tornasse impossível ao questionar se é possível amar duas pessoas ao mesmo tempo. Enfim, adorei a sua resenha.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bom?
    Eu gosto muito da escrita da Autora, e inclusive quero ler esse livro por 'N' motivos, mas essa capa, o que dizer dela! Achei ela muito estranha! Tentaram deixar no padrão das outras nas não olhou com essa imagens. Sou muito fã de música e instrumentos musicais, o que me deixa mais curioso para ler rsrs. Adorei a resenha e suas ressalvas para nossa queria Big Queen Colleen. Até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Oi, eve, que bom saber que você gostou tanto desse livro. A medida que vou vendo resenhas dele a minha vontade de ler só aumenta. O primeiro ponto que me atrai é a surdez do personagem, e adorei saber que foi tratada de uma forma bacana, também me deixou muito intrigada o fato de podermos ouvir as músicas mencionadas no livro. E por último isso da moral que você mencionou, eu tenho certeza que a história vai me deixar bastante reflexiva sobre traição, gostar de duas pessoas e etc. Amei a sua resenha.

    ResponderExcluir
  4. Tem como não amar essa autora minha gente??
    Amooo a escrita dela de paixão. Já li cinco livros da Colleen e me apaixonei por todos eles!

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, eu já vi muita gente elogiando esse livro e principalmente a super conceituada COHO. Estou lendo Um Caso Perdido e gostando muito. Esse livro trata de um tema um tanto quanto delicado mesmo. A vida da Sidney vira de cabeça pra baixo, deve ter sido horrível pra ela, ao mesmo tempo em que surge esse sentimento entre ela e o Ridge, mesmo eles estando comprometido. Não posso imaginar como foi o desfecho, mas com certeza foi surpreendente. Pretendo ler para descobrir.
    Ótima resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Evelise!
    Eu sou apaixonada pela autora e sua escrita depois que li "Um Caso Perdido". Tanto que comprei quase todos os livros dela, inclusive esse. Só preciso conseguir adiantar minhas leituras...
    Esse livro parece ser lindo, e pela minha impressão que tenho dos livros da Colleen, esse vai trazer também um tema para ser discutido. E pelo jeito, ela faz isso muito bem.
    Já estava bem curiosa por ele, agora depois da sua resenha minhas expectativas aumentaram mais ainda. Espero gostar como você.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eve, na minha opinião, este é o melhor livro da Colleen que li até agora. Amo todos, mas este tem um lugar especial no meu coração. Como você pontuou, a música é algo forte no livro e isso mexeu bastante comigo.
    Adorei a resenha!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eve lindona eu amo esse livro, a escrita da autora é maravilhosa sempre mexendo com nossas emoções, já li e torci muito por Sidney, acredito que nosso protagonista tenha mais gratidão pela namorada e um desejo de protege-lá. Sentimentos fortes sente por Sidney, esse com certeza é um de meus livros favoritos da autora. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Eve.
    Esse é um dos livros que eu mais quero ler. Acho essa premissa muito envolvente e esse sofrimento dela já me dói sem eu nunca ter lido a história. Eu não sei como tudo vai acabar mas tenho minhas teorias. Acredito que o desenvolvimento seja muito agradável e pelo que você falou na resenha, a leitura é muito gostosa.

    ResponderExcluir
  10. Olá amoreca... adorei a resenha - parabéns!
    Quanto ao livro, já de cara amei a capa... ao ler sobre o livro, fiquei ainda mais encantada, primeiro pelo fato de ter relação com música (algo que amo demais), segundo pela superação de Sydney que muito me motivou a ler o livro.

    Beijokas!!!

    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, flor.

    Eu já li esse livro a muito tempo atrás e lembro que na época eu amei a história. Eu quero fazer uma releitura quando eu comprar o livro. A história é muito envolvente mesmo e trás uma aceitação por conta do protagonista. A autora escreve muito bem e trás sempre uma grande sentimento nos seus livros. Amei!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá Eve,
    Traição é um tema bem complicado mesmo, mas quando eu li, não pensei na aproximação dos protagonistas como uma traição, sabe? Eu vi mais como uma coisa que poderia acontecer, mesmo porque eles tem plena consciência da presença da namorada do Ridge.
    Esse livro também mexeu com meus sentimentos e é meu favorito da autora até agora.
    Ler sua resenha me deu vontade de reler a obra, pois me sinto mais madura e preparada para vê-la com outros olhos.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Gostei tanto dessa obra que ainda não consigo esquecer a história. A autora nos deixou completamente envolvidos com o enredo e também com grandes dúvidas, afinal eu sempre torci pela protagonista, mas o contexto em que ela conheceu o Ride tinha tudo para não dar certo, ainda assim era impossível não torcer pelo casal. Gostei muito da sua resenha, me fez sentir saudades da história. E ah eu li a obra enquanto ouvia as músicas e foi uma experiência maravilhosa.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  14. Olá, Eve.
    Ainda não li nada da Hoover e este livro me deixou ansiosa pra me aventurar em suas obras.
    Realmente traição é um tema delicado pra se tratar e isso foi o fator que me fez desejar ler este livro. Quero ver como a autora abordou o tema e ainda cativou os leitores com esta obra.
    Achei bacana a autora colocar um personagem com um tipo de deficiência e fiquei mega curiosa agora pra saber como e quem!!! Acho que vou precisar ler o livro pra descobrir, não é mesmo?

    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?
    Olha devo confessar que no começo da resenha quando a palavra "traição" foi mencionado já desisti de querer ler o livro. Já li "O lado feio do amor" da mesma escritora e gostei bastante. Espero que quando for tentar ler este eu goste.

    ResponderExcluir
  16. Oi Eve, eu já tinha lido algumas resenhas sobre o livro mas até então não sabia que o livro abordava a deficiência auditiva no enredo e achei bacana isso. Eu ainda estou meio indecisa sobre ler ou não esse livro pois não gosto muito de romances. Mas vi que a história te agradou muito neh? Talvez eu dê uma chance.
    Bj

    ResponderExcluir
  17. Oiee Eve ^^
    Aaah, eu AMO esse livro ♥ Fui conquistada já nas primeiras páginas, até porque a escrita da autora e o desenvolvimento dos personagens são impecáveis, né? Adorei a trilha sonora (escuto as músicas todos os dias...haha' apaixonada pela voz do Griffin ♥). O problema é que eu não torcia para que o Ridge ficasse com a Sydney, nem para que continuasse com sua namorada; acontece que eu gostava das duas kkk' então nem sabia para quem torcer *-*
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  18. Oie!
    Eu já li esse livro e é lindo! Nossa, eu não imaginava que a história seria assim tão delicada e linda. Foi um livro que me conquistou desde o primeiro capítulos, e quanto mais eu lia, mais eu me apaixonava pelo casal. Uma história muito emocionante e linda.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  19. Heey Eve, como vai? Que resenha maravilhosa!! Adorei, e gostei de saber que gostou tanto do livro! Fiz essa leitura dois anos atrás e amei completamente também! Um romance delicado, bem escrito e apaixonante. Também gostei imensamente da forma como a autora abordou a deficiência auditiva! Isso deixou a obra ainda mais interessante e empolgante. Pretendo reler em breve!!

    Beijos <3

    ResponderExcluir
  20. Gente, essa capa é muito feia, né? Parece aquelas capas horríveis de livros bem antigos, tipo PLL e Gossip Girl. Mesmo assim, o livro não é do meu acervo de livros para ler mas definitivamente parece ser bem bacaninha pra quem gosta, né? Beijos e até mais.

    ResponderExcluir
  21. Oie! Eu já vi muitos comentários positivos para essa obra, mas sua resenha foi uma das melhores que já li! Você me deixou muito curiosa para saber como a autora lida com todos os assuntos abordados no enredo e o fato de tanta gente estar dizendo que esse foi um dos melhores livros da autora tem me deixado ainda mais ansiosa. Realmente, a traição é um assunto delicado e não é algo que concordo. As pessoas sempre se perguntam se é possível amar duas ao mesmo tempo e, onde formos, acharemos opiniões muito diferentes. Achei muito interessante a ideia da autora de criar uma trilha sonora original e, pelo que tenho visto, está fantástica. A resenha ficou um espetáculo. *-*

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
  22. Vejo muitos elogios sobre os livros de Colleen Hoover, mas nunca li nenhum. Não fazia ideia do que se tratava, mas gostei bastante da premissa e do fato da Sydney se ver em uma situação parecida pela qual passou, mas em uma posição diferente. Mesmo não curtindo tanto romances, acho que arriscarei essa leitura :) Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Oi Eve,
    sou apaixonada pela escrita da Colleen, esse livro no entanto mexeu comigo de uma forma diferente, eu não consegui comprar essa história de que Ridge e Sidney estavam lutando contra a "paixão" que um sentia pelo outro, a meu ver eles deixaram rolar souto, a única diferença de uma infidelidade comum (por assim dizer), é que eles ficavam repetindo o tempo todo, que não estava certo e que não deveriam fazer, mas ela continuava frequentando livremente o quarto dele (eu jamais aceitaria que meu namorado ficasse trancado com outra no quarto, e nem eu me trancaria com nenhum cara, sendo eu uma pessoa comprometida), então acho que eles facilitaram e muito pra esse sentimento crescer e florescer. Por isso acabei não curtindo a história tanto quanto deveria.

    Abçs
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Lembro que comecei a ler outro livro da autora e acabei parando porque era ebook, mas eu estava gostando da forma fluida como ela escreve.
    Vejo muita gente falando bem desse livro mesmo e você me deixou interessada a ler. Vou colocar na minha imensa lista de desejados haha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Oiii!
    Sempre ouço falar muito bem desse livro e estou louca pra ler, principalmente por ser fã da escrita da Colleen Hoover!
    Gosto muito da temática e acho que a autora sempre traz alguma coisa de diferente, nesse caso a música. Já li várias resenhas sobre esse livro mas, curioso ou não, a sua foi a primeira que mencionou uma deficiência auditiva, que eu realmente não estava esperando.
    Fiquei curiosa pra saber como isso pode se encaixar na história - aposto que com muito drama haha
    Também achei linda a ideia de criar uma playlist inteira só para esse livro e admito que é um diferencial que me agrada muito <3
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir