08 agosto 2016

Resenha - Raio de Sol




Segredos.
Todo mundo tem um.
Alguns são maiores que os outros.
Alguns, quando revelados,
Podem curar você...
E outros podem acabar com você.
Faça épico, costuma dizer Kate Sedgwick quando quer estimular alguém a dar o melhor de si. Nascida numa família-problema, com direito a mortes e abandono, a garota de dezenove anos sempre buscou fazer a diferença. Em vez de passar os dias lamentando os infortúnios da vida, como tantos fariam em seu lugar, sempre vê as coisas pelo lado positivo não é por outro motivo que Gus, seu melhor amigo, a chama de Raio de Sol.
E é por isso que, quando passa na faculdade e se muda da ensolarada San Diego, na Califórnia, para a fria cidade de Grant, em Minnesota, ela leva consigo apenas boas lembranças e perspectivas. O que ela não espera é que será surpreendida pelo amor único aspecto da vida em relação ao qual nunca quis ser otimista ao conhecer Keller Banks, um rapaz que parece corresponder aos seus sentimentos. Acontece que tanto ele quanto ela têm um segredo. E segredos, às vezes, podem mudar tudo.

Livro: Raio de Sol
448 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Planeta || Onde Comprar









Kate acaba de passar na faculdade de Psicologia na cidade de Grant, Minessota, seguindo seu sonho larga as terras ensolaradas de San Diego e vai para lá onde tudo é frio e pacato. Sua vida nunca foi fácil, seu relacionamento com sua mãe sempre foi difícil, e ainda teve que cuidar de sua irmã por boa parte de sua vida. Mas Kate é diferente, ela nunca ligou para as merdas que a vida lhe impôs, sempre enxergou tudo com alegria e otimismo tendo a certeza que nada de ruim dura pra sempre e após uma tempestade vem o arco-íris.  Ela também é uma garota de sorte que sempre contou com a ajuda de seu melhor amigo Gus. Os dois são inseparáveis desde que ela se mudou para a casa ao lado, e mesmo a vida colocando distância entre eles, a amizade continua forte como sempre foi.

"Grant é bonita, pitoresca, até. O campus é pequeno e os prédios são antigos, mas não no sentido de ferrados e maltratados, e sim grandiosos e bem-cuidados. Os alojamentos também são antigos. São quatro andares de tijolo, cimento e hera, mas têm personalidade e são convidativos. Dou um suspiro de alívio."

Em Grant, Kate está decidida a fazer a diferença. Lá ela conhece Clayton, Pete, Shelly que logo percebem a preciosidade que é ter Kate em suas vidas. Ambos são desafiados pela menina que sempre tira o melhor proveito das coisas e se sentem especiais com sua presença. Mas somente quando Kate conhece Kaller Banks que a vida parece sair dos eixos.

"A voz dela é tão sexy. Não consigo explicar o som, mas chega no fundo de mim e se enraíza. É o tipo de voz que não exatamente se ouve, mas se sente. E, assim que a sinto, quero sentir de novo... e de novo. Percebo que estou tentando corresponder ao sorriso dela. O canto direito da minha boca se eleva."

Kaller tem seus segredos do passado e jamais deixou ninguém se aproximar o suficiente para ter uma relação, e quando conhece Kate se torna impossível parar as emoções que invadem seu coração. Mas ela também tem seus segredos, e um que a impede de ter uma relação preferindo a presença de amigos a um grande amor. Mas cada vez que passam tempo juntos, é impossível negar que o amor cresce. Como deixar as coisas de lado e serem felizes quando o peso dos segredos se tornam reais? Será que o amor pode mesmo suportar tudo, até mesmo a dor de uma perda?




[ - Minhas Impressões - ]

Precisei ler um livro mais leve após a leitura de Raio de Sol para ter condições de fazer essa resenha. Raio de Sol me atingiu como um caminhão em movimento e só agora sinto que estou me recuperando, e mesmo assim meus olhos ficam marejados cada vez que penso na estória. Uma coisa que tenho certeza é que a autora Kim Holden é cruel. Tudo que esse livro me fez passar, cada lágrima derramada, me faz ter essa certeza, mas também entendi exatamente o que ela quis passar ao leitor e espero poder falar aqui pra vocês.

Raio de Sol é narrado em primeira pessoa por Kate e Keller, sendo que os capítulo são os dias em que os protogonista estão vivendo. Kate é uma jovem de dezenove anos mais extraordinária que já tive o prazer de conhecer. Não existe tempo ruim e nem lamentações em seu dia a dia. Todos a sua volta se tornam melhores, porque é isso que ela desperta nas pessoas, faz com que elas desejem ser quem elas realmente são. Nunca tinha me deparado com uma personagem tão especial e única assim, Kate é autentica, espontânea, uma verdadeira amiga, cheia de lemas e nunca deixa caso para arrependimentos. A autora faz com que o leitor a ame e deseje tê-la em sua vida, e caramba! Como eu desejei ter uma amiga assim tão cheia de vida e amor. A personalidade dela é tão real que sentia que ela estava ali perto de mim. Em nada sua personalidade foi forçada ou imposta. Kate é um raio de sol, e ilumina onde estiver.

Keller é o cara de grande sorte que recebeu o melhor presente que alguém poderia ter. O coração de Kate. Ele é cheio de problemas pessoais e também está bem machucado, mas que aos poucos vai superando. Ele é todo certinho, com um futuro planejado pelos pais para ser bem sucedido na vida, e no meio de tudo isso, se torna quem realmente quer ser. Foi bem legal ver a mudança de vida que ele tem, fiquei doida pela autora fazer ele ter que passar por tudo que passou e ainda ter mais um grande obstáculo que o mudará para sempre.

Todos os personagens da estória são bem construídos e incríveis. Clay é o primeiro amigo que Kate faz na nova faculdade, e também é gay. A relação de amizade que eles tem é super legal, pois vai crescendo aos poucos até sucumbir em algo maravilhoso, ambos fariam qualquer coisa um pelo outro. Também conhecemos Shelly, filha da dona da floricultura onde Kate começa a trabalhar, onde se tornam grandes amigas pelo gosto musical de Kate. Shelly é fechada por natureza, e com Kate suas barreiras são quebradas. Também temos Pete, colega de quarto de Clay, e Gus. Ah Gus!!!!

Gus é a melhor pessoa dessa estória, depois de Kate (risos). São amigos de infância que possuem uma ligação única. Ele acaba de se aventurar em seu maior sonho que é levar sua música por onde for, e com isso fechou um contrato com uma grande gravadora se tornando uma estrela do rock. Mesmo com toda fama recém adquirida, não existe coisa melhor em sua vida do que Kate, ou como ele costuma a chama-la, Raio de Sol. Me diverti demais com as conversas por Skype e celular que eles tinham. Ele sempre faz piadas e é inconvincente pelo simples prazer de fazer a amiga feliz. Mesmo adorando Kate e Keller, eu realmente torci para que ela ficasse com o Gus, mesmo quando nada dizia que eles tivessem a mínima chance. Os dois são perfeitos juntos e era tão palpável o amor que sentiam um pelo outro que não tinha como não querer que a relação deles fosse para outro nível. Gus ganhou meu coração e nada fez isso mudar.

"— Acho que você tinha que ter estado presente para entender.
— É o que parece. — Ele dá uma risadinha sonolenta.
— Faça épico.
— Faça épico — ele repete.
— Te amo, Gus.
— Também te amo, Raio de Sol."

O romance da estória é lento e gradativo. Keller e Kate se apaixonam e podem fazer um ao outro feliz. Ambos ficam sem reservas e amam como se fosse o último dia de suas vidas. Keller se entrega como nunca se entregou a ninguém e permite com que Kate conheça seu maior tesouro. Eles são feliz juntos até o grande problema do livro que me jogou no chão, e de todo mundo, aparecer.

Quero deixar avisado que abaixo terá SPOILER, mas não tenho como terminar essa resenha sem antes deixar meu desabafo sobre o assunto. Então peço que por gentileza aqueles que não quiserem saber, pulem o próximo paragrafo.

Durante o livro inteiro temos a nítida sensação que Kate está doente, isso fica bem claro a cada vez que ela diz que está com dor ou que não consegue dormir. Kate tem câncer terminal e pouco mais de seis meses de vida. A autora nos faz se apaixonar por ela, desejar tê-la em nossa vida, para simplesmente tirá-la, porque da mesma forma que nos a amamos, os personagens da estória também a amam com todo seu ser. A principio fiquei revoltada. Como ela pode fazer alguém tão bom, tão cheio de vida terminar de uma forma tão cruel? Tanta gente ruim mundo a fora e justo ela ter esse fim? Já li vários livros onde os personagens passam por situações semelhantes, mas nenhum me fez sentir tão devastada assim. Somente depois de terminar o livro que entendi que autora quis nos passar a realidade que a doença trás pra vida das pessoas. Kate podia ser um familiar que amamos, ou um amigo próximo. A dor é devastadora e a doença não escolhe em quem, nem quando, vai se manifestar, e infelizmente, coisas ruins acontecem com pessoas boas o tempo todo. Me senti em luto, e sempre ficarei pois assim como Gus, Keller e todos seus amigos, fiquei imaginando o futuro maravilhoso que ela poderia ter. O que mais me doeu foi ver ela sofrer e ir definhando aos poucos até sua luz se apagar. Senti na pele a dor dos personagens, foi descrito com tanto sentimento que a única coisa que pude fazer era chorar, e ainda choro quando penso nisso.

Sem Spoiler

A parte física do livro está lindíssima. Amei a capa escolhida com os raios do pôr do sol atingindo a modelo. Internamente o livro está com letras e espaçamentos em ótimos tamanho proporcionando uma leitura fluída e ligeira. Os capítulos não trazem numeração, mas sim a data do dia que os personagens estão vivendo.

Raio de Sol engana pela sinopse simples e pela capa fofa. Em primeiro momento temos a impressão de ser só mais um romance, mas somente lendo percebemos a profundidade da estória que trás assuntos sérios como homofobia e bulimia, como também grandes lições sobre como viver a vida intensamente. Fui tocada de uma forma sem igual pela estória e desejo que todos leiam o livro. Kate é extraordinária e tenho certeza que irá encantar a todos aqueles que ler.

24 comentários:

  1. Oie...
    Sempre vejo ótimos comentários á respeito desse livro, mas, essa sua resenha me deu vontade de sair correndo e comprar o meu exemplar! Adoro livros em que o autor passa pro leitor muitos sentimentos, onde a obra deixa marcas por muito tempo.
    Adorei sua resenha e pretendo ler.
    Beeeijos

    ResponderExcluir
  2. NOSSA, a capa desse livro é tão maravilhosa, dá uma sensação de paz interior que é uma maravilha! Fico triste que a história não faz muito o meu perfil, mas parece ser uma leitura bem incrível. Fico feliz que tu tenha gostado tanto assim, haha. Beijos e até mais.

    ResponderExcluir
  3. Oie, stef, tenho ouvido elogios para essa história e com a sua fiquei com mais vontade de ler. Eu confesso que espiei os spoilers, mas não li inteiro só olhei as primeiras palavras, e ele me despertou mais curiosidade ainda, e com certeza quando você fala que sentiu como se um caminhão tivesse te atropelado eu já quase comecei o livro na hora porque gosto de livros emocionantes.

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu já vi várias resenhas desse livro e sempre tem um quê a mais de elogios em cada uma delas. Eu gosto muito quando o livro e narrado em primeira pessoa, acho que essa é a melhor forma de se narrar um livro. Eu fico feliz que o livro tenha te pegado de um jeito que você ficou bem abalada rsrs,me parece ser um livro bem legal que requer um pouco mais de tempo. Gostei muito do trabalho gráfico também e essa capa está extremamente linda. Espero poder ler a obra em breve. Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Stefani, menina que resenha!!!!
    Eu já estava muito interessada no livro mas a sua resenha está maravilhosa e me deixou ansiosa para ler acho que vou comprar lá na Bienal e se eu não for vou ter que comprar no submarino mesmo. Eu adorei a história e ler as suas impressões, percebi que o livor te impactou muito e espero poder gostar tanto quanto você.

    ResponderExcluir
  6. Oi Stefani, lacrimejei quando você descreveu a sua revolta sobre a personagem sofrer, sendo tão boa, enquanto pessoas horríveis estão saudáveis. É mais ou menos o que sinto quando penso na morte do meu pai.
    Achei a sua descrição visceral!!!
    Adoro drama e com certeza, vou querer ler este livro, pra sofrer e me encantar.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Stéfani,
    Esse livro parece ser muito marcante. Gostei de conhecer a história e me agradou muito saber que a Kate não é uma personagem cheia de lamentações e mimimi e achei muito legal o Keller ter ganhado seu coração de presente. Pulei a parte do spoiler, pois preciso ler esse livro sem saber muito, quero saber se me sentirei dessa forma. Já vou até me preparar para quando pegar o livro para ler.
    Parabéns pela incrível resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Olá.
    Eu me encantei por esse livro pela capa: uma capa simples, mas ao mesmo tempo encantadora. Sua resenha ficou linda! É a primeira resenha que leio desse livro e tenho impressão que vou me apaixonar pela estória que nem você. Estou ainda mais curiosa pela leitura.

    Não conhecia seu blog, mas já adorei! Estou seguindo <3 Convido você para conhecer o meu cantinho também (http://psamoleitura.blogspot.com.br). Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Pra começar, a capa e divina. Eu costumo a comprar livros pela capa. Erradíssimo né? Mais essa sou eu.
    Nunca tinha ouvido falar no livro e me encantei completamente pelo livro. Adorei ler sua resenha. Mostrou mesmo que vc gostou mto.
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Oie.
    Olha, confesso que pulei umas partes, quero muito ler esse livro e inclusive o comprarei na Bienal, então evito spoilers porque quero que tudo seja meio que uma surpresa kkkk, mas sim, eu já percebi que esse livro vai ser um daqueles que vou chorar e precisar parar para respirar, assistir uma comédia romântica e espairecer...
    Bjokas, depois falo se amei tanto quanto você.

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Já tinha visto esse livro antes, mas não sabia que se tratava de uma história tão impactante e repleta de emoções. Confesso que evito livros tão emocionais assim, pois como você, eu provavelmente iria demorar me recuperar. Sou muito chorona também e o ato da Kate ser doente, já parte o meu coração. Ainda assim, quero um dia ler este livro pela riqueza da obra que você mencionou.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  12. Oi, Stefani

    A cada resenha que leio desse livro a vontade de ler só aumenta. As resenhas que li foram unânimes ao falar que o livro deixou a pessoa acabada! hahahaha
    Eu pulei a parte do spoiler, claro, mas posso imaginar que tem algo a ver com morte e doença...
    Acho a capa do livro lindíssima e espero ler o livro o quanto antes, antes que eu pegue um spoiler sem querer!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Ste
    Adoro leituras arrebatadoras. Raio de Sol é o próximo livro da minha lista e ver suas impressões foi uma verdadeiro presente. Bom saber que os personagens são bem construídos. Adoro histórias que vão se formando aos poucos, pois nos envolvem ainda mais.
    Pulei a parte do spoilers, mas percebi que é uma leitura marcante.
    Amei a resenha e espero gostar muito!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  14. Amei sua resenha e ela me deixou morrendo de vontade de ler o livro!! Kate parece mesmo ser uma personagem maravilhosa e gostei de saber de como ela é. Gostei também de conhecer um pouco mais dos outros personagens e tenho certeza que eles são cativantes. Mesmo você avisando sobre o spoiler, a curiosidade foi maior e acabei passando o olho na primeira linha do parágrafo e olha, meu coração até apertou. Assim que der quero ler o livro!
    Virando Amor

    ResponderExcluir
  15. Olá.
    Quando vi o livro nos lançamentos não me interessei tanto assim por ele, acreditando ser apenas mais um romancezinho adolescente clichê e previsível, mas aparentemente eu estava julgando o livro erroneamente.
    Gosto bastante de tramas densas e que nos fazem sentir um turbilhão de emoções. Esse livro entrou pra minha lista de desejados, com certeza. E agora mal posso esperar pra conferir o porquê da Kim ser tão cruel.

    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  16. Oiee Stefani ^^
    Ainda não conhecia este livro, mas a protagonista parecia ser tão perfeitinha o.O Eu li sem querer a parte do spoiler kkkk' meu mouse fez uma coisa louca aqui e parou bem em cima do parágrafo *-* poxa kkkk' Gostei de saber que o livro mexe tanto com o leitor, mas eu não me sinto preparada para sofrer no momento...hehe' estou procurando livros mais realistas dos dias de hoje, sabe? Com uma pegada histórica e de drama, sobre guerras ou conflitos... Enfim, dica mais do que anotada:)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. oi Stefani, nossa quando vi a capa e título desse livro pensei se tratar de uma leitura tranquila. Mas as aparências desse livro engana neh? Fiquei bem curiosa com o enredo e entender por que você disse que a autora é cruel. Fico até com medo e acho que minhas lágrimas já estão garantidas.
    Rsrs
    Bj

    ResponderExcluir
  18. Nossa, eu já tinha visto esse livro na pagina da editora, tinha achado legal, mas pensava ser mais um clichê adolescente, e não imaginava que ele fosse tão profundo assim. Os personagens parecem ser bem divertidos, e, pela sinopse achei que Gus fosse ter um relacionamento com Kate, como geralmente acontece com melhores amigos... Enfim, a dica está anotada, assim que tiver um tempo eu irei ler ele.

    Abs,

    ResponderExcluir
  19. Olá!!!
    Já vi alguns comentários sobre esse livro,todos positivos,mas mesmo assim não me chamou atenção pra ter algum interesse em ler,mas lendo sua resenha encaixei ele na categoria de drama e no momento estou fugindo de livros assim,mas não excluí ele totalmente da minha lista..ele continua tendo o cantinho dele reservado pra bem mais pra frente eu querer conhecer mais da vida e dos relacionamentos de Kate,Kaller e seus amigos :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/08/resenha-caminho-do-altar-julia-quinn.html#comment-form

    ResponderExcluir
  20. Oi oi,
    Amei a capa e a sinopse é bem leve. O livro passa um ar de fofo e a de primeira a história parecia bem chata. Mas eu me enganei, eu gostei do Gus e a Kate me deixou intrigada.
    Vou anotar esse livro e procurar pelas livrarias, adorei a dica ❤

    Beijos, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  21. Olá! Tudo bem por aí?

    Gente, fiquei muito curioso em relação a essa história, sério. Tramas que envolvem segredos e mistério me fisgam de um jeito inexplicável; só pela premissa já fico ansioso, aí leio sua resenha e fico mais ainda. Olhando assim, não parece um livro "cruel" haha. Vou adicioná-lo na minha lista de desejados, com certeza.

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  22. Olá!

    Meu Deus, Stefani, esou aqui jogada no chão só por causa de sua resenha. Imagine quando eu ler o livro? Porque é certo que eu vou lê-lo.
    Eu já passei a gostar da Kate só de ler você descrevê-la e como não aguentei a li a parte que tinha spoiler, já senti um aperto no estômago pelo o que acontece com ela.
    Concordo com você, que autora cruel. Mas essa doença de fato é cruel, quando ela pega pra valer, não tem como fugir.

    Bem, preciso me recompor depois dessa resenha incrível. E muito obrigada pela indicação maravilhosa.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  23. Fiquei pasma quando li a parte que tem spoilers são tenho culpa sou curiosa ao extremo, e quando li abalou muito pq no inicio da resenha bateu aquela sensação de quero ler esse livro pra depois ser destruído mas saber como ela faz isso tem todo sentido, sinceramente poderia ser uma irmã uma amiga uma prima é díficl essas coisas e ela trouxe a realidade e muitas das vezes a realidade machuca,

    ResponderExcluir
  24. Olánn, que resenha maravilhosa é essa ? eu ja estava louquinha para ler esse livro, que nem sei mais o que fazer agora KKK, estou muito feliz que ele te tocou desse jeito, é tão bom quando nos sentimos assim com um livro, espero que ele me passe todas essas emoções maravilhosas tambem.

    ResponderExcluir