31 agosto 2016

Resenha - Nildrien - O Pergaminho




Em um mundo de fantasia medieval, o despertar de uma poderosa energia em uma caverna milenar e remota faz com que os mais poderosos reinos de Nildrien se mobilizem para conseguir o artefato portador do poder: um antigo pergaminho criado pelo maior de todos os magos, contendo feitiços capazes de afetar o equilíbrio mundial. Sem poder enviar seus mais experientes e poderosos membros, resta às forças de reinos aliados formarem um grupo de jovens aventureiros para enviá-los ao maior desafio de suas vidas: uma aventura entre guerreiros, magos e monstros que dividem um cenário onde o fantástico e a magia se mostram mais presentes do que nunca. Uma jornada que mudará para sempre a vida desses jovens, repleta de drama, ação e humor.





Título: Nildrien - o pergaminho
588 páginas || Skoob || Editora: Novo Século || Autor Parceiro || Onde Comprar









A resenha de hoje não será muito fácil pois Nildrien foi um livro que me despertou amor e ódio e varioas emoções contraditórias. Vou explicar para vocês o porquê.

Tudo começa quando um grupo de mineradores encontra em uma caverna antiga e um tesouro muito antigo, mas alguma coisa coisa acontece naquela caverna e apenas um deles consegue sair vivo de lá. Por isso, todos os reinos acreditam que o que foi descoberto foi o esconderijo de um pergaminho que pertenceu a um mago poderosíssimo e por isso contém grande poder. Isso desperta o interesse de Asenhar do Reino das trevas, que logo monta um grupo de busca para viajar e ir até a caverna.

O reino de Nalin e o Reino de luz sabendo dos planos de Asenhar se juntam montando seu próprio grupo de busca para tentar impedir os planos dos reinos das trevas. Também outra dupla sai com o objetivo de chegar primeiro que os outros grupos e conseguir o pergaminho. Essa dupla é composta por um mercenário e um clérigo da noite.

Não vou falar muito mais da história em si para não soltar spoilers. O livro tem muitos personagens e ao longo dele vamos conhecendo a história de cada um deles e os motivos que fizeram com que aceitassem a missão. Confesso que as trezentas primeiras páginas tem uma leitura bem arrastada e eu quase pensei em desistir. Outra coisa que torna a leitura bem cansativa é que a escrita repetitiva do autor onde as vezes em um único parágrafo você encontra em torno de cinco a seis vezes a mesma palavra o que acabou fazendo com que eu parasse a leitura por diversas vezes.

Mas apesar desses pontos que ressaltei, a leitura flui muito rápido a partir da página 300, pois é a partir daí que os três grupos entram na caverna antiga e as coisas começam a esquentar ainda mais. Constantemente são atacados por criaturas que vivem na caverna, além das batalhas que ocorrem entre os reinos e onde muita coisa acontece.

Nesse ponto o livro é recheado de ação e nossos personagens não tem um segundo sequer para respirar de um problema, pois logo já está acontecendo outra coisa.

É uma história cheia de ação, aventura, magia, fantasia e de criaturas e monstros. Nesse livro você vai encontrar elfos, magos, feiticeiros , guerreiros e muitos outros seres.

Para quem tiver interesse em ler esse livro, eu recomendo que tenha paciência no início e não desista da leitura pois como eu disse apesar do começo ser lento e arrastado a história melhora e bastante e tenho certeza que você irá se surpreender.

Não vou dar destaque aos personagens pois eles são muitos e acho que todos teve um papel importante ao longo do caminho.

A diagramação está impecável, com paginas amareladas. Fonte e espaçamento também confortável para a leitura. A única ressalva na minha opinião é que faltou um pouco de revisão no livro para o excesso de palavras repetidas.

A capa está linda como pano de fundo a Floresta das Sombras que os personagens tem que enfrentar antes de chegar na caverna antiga. E o pergaminho na frente que tem tudo a ver com essa história. O livro é dividido em cinqüenta e nove capítulos mais o epílogo o que facilita a leitura. A história é narrada em terceira pessoa o que nos ajuda a ter uma visão mais ampla de todos os personagens que como eu disse são muitos.

Eu recomendo esse livro para todos que gostam de histórias medievais com muita fantasia.
Vocês vão se surpreender com o enredo e com tudo que o autor criou ao longo do caminho.

17 comentários:

  1. Olá Camila
    eu já li esse livro e gostei bastante do desenvolvimento feito pelo autor. E é legal por haver essa união do medieval com elementos fantásticos. A capa está mesmo muito linda e super combina com a trama. Sobre a diagramação, também não tenho do que reclamar.
    Adorei sua postagem!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa, a leitura começa a fluir só a partir da pagina 300?? deu uma desanimada isso ai em. Mas eu amo essa fantasia medieval que se encontra no livro, a capa não me chamou muito a atenção. Mas tenho receio de não conseguir ler o livro.
    Bom, de qualquer jeito amei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Camila

    Que coincidência, minha resenha mais recente é sobre o mesmo livro.
    Realmente o começo é bem arrastado, até comentei na minha resenha que seria válido dar uma editada para tornar a história mais ágil. Acredito que o segundo volume vai surpreender!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Quando comecei a ler esse livro tive exatamente o mesmo problema que você teve, achei que o começo se arrasta demais sabe, um pouco maçante apesar de mesmo assim ter curtido bastante o livro todo, achei a sua resenha bem fiel ao o que o livro é. E deu até uma saudadezinha de ler ele de novo, pena que ele é bem intenso, aquele que se lê uma vez só. parabéns pela resenha. Abraços

    ResponderExcluir
  5. Confesso que uma trama com muitos seres fantásticos, me deixa com preguiça, mas senti essa pegada de RPG e esse cenário medieval me deixaram animada pra ler o livro.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá amore...
    Nossa acabei de ver uma resenha desse livro... e to ficando a cada resenha mais curiosa!
    Adoro livros que despertam sensações adversas... Preocupa-me essa coisa de leitura cansativa...

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Camila,
    Adoro fantasia, não tanto quanto você, mas curto muito o gênero. Ainda não conhecia essa obra e achei a premissa bem interessante. A única coisa que não me agradou é que a leitura pareceu só fluir a partir da página 300, é isso? Esse livro despertou meu interesse e sei que despertará o do meu irmão.
    Ah, fantasias medievais, como amo vocês haha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oi Camila, tudo bem ?
    Nossa, esperar até a página 300 para a leitura fluir ?! Até havia me interessado, mas já desanimei muito. Não tenho pique para tanto.
    Me chamou a atenção o fato de ter te despertado diferentes emoções.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  9. Hi baby, tudo bem? não conhecia o livro e nem o autor mas apesar de não ser o meu tipo de leitura me pareceu ser um livro interessante, talvez eu dê uma chance por causa da sua excelente resenha!

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi!

    Adorei conhecer esse livro, porque adoro fantasias medievais. principalmente as densas, então essa lentidão pra mim é normal, desde que seja construtiva a descrição das cenas, dos personagens e de tudo o que acontece. Fiquei bem interessada mesmo e espero ler. :)

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi, camila, isso da caverna antiga por si só me desperta interesse, mas para mim alguns pontos negativos são maior, por isso eu não leria o livro. O que mais me perturbaria é o fato de o livro só começar fluir depois da página 300, eu não tenho paciência para esperar tudo isso para uma história fluir, além disso as repetições do autor certamente iriam me irritar, mas valeu pela dica.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Nossa, as trezentas primeiras páginas? Fiquei me perguntando se eu continuaria com a leitura.
    Nunca li uma história medieval, então seria novidade para mim.
    Enfim, apesar dos pesares, fiquei curiosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oie...
    Adoro livros em que provocam amor e ódio durante a leitura, mas, pelos seus relatos não sei se é uma leitura que leria, pois, são muitas páginas que o autor não soube trabalhar em um livro tão grande assim...
    O gênero também não me atrai.

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? Então... já havia ouvido falar nesse livro, e realmente não gostei, pode misturar medieval com fantasia, em alguns casos fica ótimo, mas não nesse. O fato de de ter no livro uma arma que pode acabar com todo um continente, me leva a pensar nas armas biologicas, e isso me muito indignada, sei que é apenas um livro, mas o sentimento é o mesmo, e eu prefiro não senti-lo. Beijos
    Blog Leer Soñar Crear: http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi oi Camila,
    Gostei da resenha. As fotos foram ótimas para termos uma noção de como é o livro.

    Mesmo gostando muito do gênero fantasia, e da premissa do livro, não vou me arriscar em uma leitura de quase 500 páginas. No momento não tenho tempo de ler um livro tão grande assim, e como você citou que a emoção começa a partir das 300 páginas não posso me arrisca.

    P.S Vou deixar essa dica de leitura passar, gostei do cenário medieval que o autor criou a história.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  16. Eu também acho a capa desse livro lindo e não vejo a hora de conhecer mais das aventuras, dos lugares e o caminho dos personagens. Sobre a quantidade de páginas, você não é a primeira que eu encontro que levanta esse ponto, às vezes o rodeio acaba prejudicando, mas o bom é que o leitura consegue fluir e deixar mais dinâmico.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  17. Curiosamente acabei de ler outra resenha deste livro, que aliás já tinha me deixado interessada. Eu já estava com a impressão da leitura ser morosa memo, e sua resenha deixou isso bem claro para mim. Em todo o caso seguirei seu conselho e terei paciência com o início.
    Bjs, rose

    ResponderExcluir