08 agosto 2016

Resenha - Eu sem Você



Há um ano, conheci o amor da minha vida. Para duas pessoas que não acreditavam em amor à primeira vista, até que Lilah e eu chegamos bem perto de dizer que isso aconteceu conosco.
Eu tinha um bom emprego em uma agência de publicidade e não fazia outra coisa além de trabalhar. Era incapaz de tomar decisões sobre meu futuro e minha casa inacabada e não sabia aproveitar a vida. Até conhecer Lilah.
Lilah MacDonald era uma advogada ambientalista linda e decidida – e, para minha surpresa, detestava usar sapatos. Era uma pessoa tão maravilhosa que é até difícil descrevê-la.
Nosso relacionamento não poderia ser mais improvável, mas me transformou profundamente. Comecei a enxergar as coisas de outra forma e a redescobrir antigas paixões. Lilah me ensinou a viver outra vez e a aproveitar ao máximo tudo o que a vida tem a oferecer.
Ela me proporcionou momentos incríveis, mas também manteve em segredo algo que partiu meu coração. Ainda assim, se há uma coisa que aprendi com Lilah é que o amor pode curar qualquer ferida.
Meu nome é Callum Roberts e esta é a nossa história.

Livro: Eu sem Você
304 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Arqueiro || Onde Comprar 









No enredo de ‘’Eu sem você’’ conhecemos Callum, um homem de 40 anos que tem uma vida completamente normal e a ocupa na maior parte do tempo com o trabalho. Nunca se preocupou em ter uma vida mais saudável, ou seja, conhecer pessoas, fazer novas amizades ou até mesmo ter um relacionamento sério. Já Lilah, é uma moça que além de ser bonita, um pouco estranha, mas independente, é advogada ambientalista, também gosta de viver a vida intensamente, seja lá como for. Não se importa com o que os outros vão dizer e sempre é bastante sincera quando diz que não quer ter um relacionamento sério e muito menos casar e ter filhos.

Então, certo dia, Callum sai do trabalho indo diretamente pegar uma balsa para voltar para casa quando se depara com pés descalços, completamente imundos. E o pior nisso tudo é que ele havia pensado que era de uma pessoa uma pessoa qualquer dessas que não se importam, mas não, pois na verdade era de uma mulher muito atraente e bem arrumada, chamada Lilah. E a partir daí, ambos começam a ter uma discussão sobre aquela situação dos pés descalços e assim decidindo logo em seguida em sair juntos para jantar e principalmente para ter a chance de se conhecer um pouco melhor.

‘’O Debate estava chegando ao fim, mas eu me recusava a sair daquela balsa sem descobrir quem ela era. Havia muito tempo não me sentia tão fascinado por uma mulher quanto estava por aquela advogada misteriosa. Mesmo com os pés descalços e imundos’’

Após o jantar, aproveitaram para passear na praia e por lá começam a ter um pouco mais de proximidade e então terminam passando a noite juntos no apartamento de Callum. Só que ao amanhecer, Callum não encontra mais Lilah ao seu lado e fica bastante decepcionado com a situação, só que apesar disso, deixa de pensar nela e na noite em que passaram juntos e ela principalmente.

Só que após algum tempo, eles voltam a se reencontrar de novo e começam a ter um relacionamento que na verdade não é um namoro de verdade, mas pouco a pouco surgem sentimentos no qual eles decidem viver um dia de cada vez e ver até onde tudo isso vai dar.

‘’Eu não acreditava no destino – ainda não acredito – mas, de alguma forma, sabia que precisava prestar atenção no que estava acontecendo, como se aquele momento fosse o começo de uma jornada única na vida.’’

Então com o passar dos dias, Callum começa a aprender muitas coisas sobre a vida ao lado de Lilah, pois começa a dar valor a pequenas coisas que ele havia deixado de lado, principalmente as mais simples, como a relação com seus irmãos que há um tempo não tinha contato após o falecimento de seus pais, o que era bastante doloroso em sua vida.

Já Lilah, por sua vez, apesar de se sentir bastante atraída por Callum, começa a aprender a viver intensamente cada momento e aproveitá-los ao máximo que pode antes mesmo de poder fazer uma grande revelação sobre sua vida, pois apesar de tudo, ele pode ser seu apoio e sua força nos momentos mais difíceis, independente de estarem namorando ou não, casados ou não ou até mesmo enrolados, porque o mais importante nisso tudo é o sentimento que a  pessoa sente uma pela outra, como amor, companheirismo, sinceridade e respeito!

"Acho que tudo tem um lado bom e um ruim. Tudo. Mesmo que, na época em que a maioria das coisas acontece na vida, pareça ser inteiramente bom ou inteiramente ruim."


Quando esse livro foi lançado pela Editora Arqueiro, sinceramente não procurei saber muito sobre o conteúdo, mas mesmo assim, resolvi solicitar e quando iniciei a leitura estava com altas expectativas. Mas com o passar das páginas eu não conseguia me conectar com os personagens, mas persisti e acabei achando bem diferente do que estou acostumada em relação aos romances mais comuns, sabem?

Em minha opinião, eu acho que a autora poderia ter desenvolvido um pouco mais o relacionamento entre os personagens, o que era um fato novo para ambos, achei que essa parte poderia ser mais chamativa. Foi um pouco ameno para quem está acostumada com os romaaaaances, como eu já disse. O clichê é deixado de lado e a abordagem dos sentimentos é um pouco mais devagar, nada que desmereça a obra. Na verdade pra quem procura novidades no ramo literário, esse livro é o ideal. Pode te surpreender, assim como foi comigo.

Mas posso garantir que o ponto mais forte do livro é o DRAMA embasado na história, porque o segredo que Lilah esconde realmente desperta bastante a curiosidade (ainda mais eu que sou muito curiosa) e isso faz com que a leitura se torne uma surpresa a cada página. E você fica meio com o coração apertado vivenciando tudo que está acontecendo. Confesso que foi a partir da ''revelação'' d que comecei a sentir que a leitura estava ficando mais prazerosa, porque até então, nos primeiros momentos que comecei a leitura eu não me senti conectada a história. Tudo na verdade começou a ficar melhor do meio para o fim do livro e talvez isso tenha ajudado a me tocar menos. Claro que o enredo é bastante reflexivo; sobre como devemos valorizar cada momento de nossas vidas, valorizar as pessoas próximas e principalmente aproveitar o tempo que temos e desperdiçamos.

Já os personagens foram muito bem desenvolvidos pela autora, embora como eu já disse acima, eu gostaria que tivesse mais envolvimento entre eles em relação ao romance. Gostei muito da maneira como Callum lidou com suas diferenças em relação a Lilah, porque você vai percebendo através das páginas como eles tem cabeças completamente diferentes. Não só no jeito de ser, mas pelo comportamento também. Essa desenvoltura de aprender a lidar um com o outro eu achei bem diferente.

Lilah apesar de ser ambientalista, você acaba percebendo como ela tem uma maneira estranha de viver a vida. Ela tem uns comportamentos bastante estranhos e isso acaba sendo bastante obvio, até eu que sou pouco perceptiva nunca tinha visto uma personagem tão estranha como ela. Nunca encontrei nada igual a ela no mundo dos livros, mas que também a achei um pouco sem sal as vezes viu, como se quisesse as atenções todas para si (risos)

Eu sinceramente não sei como Callum após ter passado alguns apertos por causa dela continuou persistindo e ficando ao seu lado, porque sinceramente eu também não entendi e acho que algumas pessoas tem razão quando dizem que OS OPOSTOS SE ATRAEM viu? Sério, só lendo para vocês entenderem do que estou falando.

Quanto aos personagens secundários, aparecem alguns durante as páginas, mas a que teve mais destaque com certeza foi a mãe de Lilah que está presente em todos os momentos de sua filha. Na verdade se mostrou uma pessoa compreensiva e companheira e gostei da maneira como ela agiu, apesar de demonstrar ser uma doida também. (risos)


Agora falando da diagramação, preciso dizer primeiramente que eu achei linda a capa, pois apesar da simplicidade de nos mostrar uma pessoa na praia com os pés descalços, o que faz todo sentido, o título também foi bastante significativo e teve também tudo haver com a história. Foi um conjunto que acabou dando super certo para o exemplar.
O livro contém páginas que são amareladas, a fonte é de um bom tamanho e a escrita da autora é muito bem descritiva. Você consegue ter uma leitura bastante agradável, embora esse seja um livro para ler sem compromisso. A Narrativa é em primeira pessoa no ponto de vista de Callum e Lilah, fazendo com que o leitor fique próximo de ambos e tenha uma visão de duas vidas completamente opostas, mas que em algum momento tudo acaba se conectando.

Resumindo, a escrita da autora não deixa a desejar, porque ela consegue manter um ritmo muito bom durante as páginas, mas faltou aquele algo mais sabe? Infelizmente pra mim esse livro não funcionou, mas recomendo a leitura, porque de certa forma eu sei que outros leitores com certeza vão gostar !

28 comentários:

  1. OLá Silvana, sua resenha ficou ótima. Eu realmente tenho interesse em ler esse livro, mas não sei se o farei por agora, pois tenho outras prioridades no momento. Legal que a narrativa é intercalada, eu particularmente, gosto bastante quando o livro é desenvolvido dessa forma. Não sei explicar, mas acho que esperava outra coisa, e não estou lendo críticas muito positivas sobre ele. De qualquer maneira, fiquei bem curiosa quanto aos personagens e a própria ambientação. A capa também está muito bonita!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Que livro lindo, ainda não conhecia mais pela a resenha já fiquei com vontade de ler
    Beijos

    Blog Segredos da Cáh
    Instagram
    Facebook
    Canal do You Tube

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Estou com vontade de ler esse livro desde que vi que ele seria lançado, pois tem uma capa muito bonita e uma premissa muito boa. Gostei bastante da sua resenha e a minha curiosidade só aumentou!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Confesso que desde que a Arqueiro lançou esse livro fiquei com aquela vontade de ler, mas, precisamente por causa da capa que acho MARAVILHOSA! Porém, ao ler sua resenha me desanimei um pouco pelo fato da autora ter trabalhado pouco no relacionamentos dos personagens, acho tão chato quando encontro livros assim :(
    Por outro lado, tenho que admitir também que todo esse drama me atraiu bastante e só de ler sua resenha fiquei curiosa á respeito desse segredo rsrs...
    Enfim, "Eu sem você" é uma leitura que pretendo ler, mas, que vou ficar com o pé atrás em relação ao relacionamento deles.
    Beeeeijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem ?
    Gostei bastante da sua resenha. Quando comecei a ler pensei que não ia gostar, afinal uma pessoa que vive por osmose e uma outra que vive tudo intensamente, me pareceu algo que não daria certo de forma alguma, mas ao ler tudo, vi que me enganei de certa forma.
    Pois mesmo com uma escrita boa, um bom ritmo o livro não te agradou. No entanto, achei bacana o fato de mesmo assim , você não ter sido tendenciosa, porque quando não flui uma obra as vezes criticamos.
    A capa me remete a algo completamente diferente.
    Parabéns pela sua resenha.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, silvana, confesso que sua resenha me despertou curiosidade em relação a esse livro. Pela sinopse eu imaginava justamente que seria um clichê, mas quando você mencionou que fugiu do que estamos acostumados eu fiquei pensando que preciso ler, além de que o drama da protagonista me despertou curiosidade e já quero descobrir qual é ele.
    Espero poder ler logo e gostar.

    ResponderExcluir
  7. Oi Silvana. Que fotos lindas!!!
    Eu estava muito curiosa com esse livro mas vi tantas pessoas que se decepcionaram que eu acabei esfriando a minha vontade. Mas uma amiga minha leu e gostou tanto que veio me contar todos os detalhes e eu fiquei super interessada de novo. Mesmo sem ter lido o livro eu concordo com você sobre o fato da autora poder ter desenvolvido melhor o relacionamento deles, tenho essa sensação.

    ResponderExcluir
  8. Oi Silvana, jura que você não conseguiu se apegar aos personagens? Desde o lançamento do livro, tô muito ansiosa pra fazer a leitura, até em função de algo que você sinalizou bem na resenha, o drama, que é algo que eu gosto nos livros.
    As fotos que você fez do seu exemplar me deixaram no chão, mega agregou à resenha!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá Sil,
    Pelo visto não é só você que não conseguiu se apegar aos personagens. Vi alguns snaps hoje a tarde e tem muitas pessoas que estão passando pela mesma situação. Eu tenho curiosidade de ler o livro, pois ele me chamou bem a atenção e parece ser diferente do comum, como você disse. Gostei de saber que você ficou com o coração apertado com o segredo de Lilah e fiquei bem curiosa para saber o que é. Vou abaixar um pouco as expectativas.
    Beijão,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Eu já vi outra resenha desse livro na qual a blogueira falava que quem ama Nicholas, esse livro é uma ótima pedida. Como não gosto do autor nem me interessei em solicitar. Agora vejo na sua resenha que você se arriscou mesmo não colocando tanta fé. Parece ser um livro bem legal mas não tão envolvente. Essa parte do segredo também me deixou um pouco curioso! A capa está muito lindo mesmo com sua simplicidade. Adorei a sua opinião!
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. A capa está bem linda. Me chamou mto a atenção.vc acha que so vc e curiosa? Eu to babando agora de vontade de ler Esse livro. Li alguns reviews e a galera Nao gostou mto do livro Nao. Mais continuk curiosa Em ler o livro.
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Oie Sil.
    Miga! Fazia tempo que não lia uma resenha sua, gostei de ver. Quanto ao livro, amo narrativa intercalada, uma pena que esse livro não está na minha lista de futuras leituras... Até gosto do gênero, mas leio muito pouco dele e assim acabo escolhendo a dedo sabe?
    Bjokas

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Há um tempo estou querendo ler uma boa crítica sobre esse livro, e eis que acabei de encontrar. Confesso que o enredo não conseguiu me cativar, o protagonista fazendo papel de bobo para ficar ao lado de uma moça estranha (como você mesma mencionou), não me deixa muito motivada a inciar a obra, e o que me restam são duvidas se os dois conseguem ficar juntos no final ou se há uma explicação lógica para a moça ser assim tão estranha. Ainda assim, talvez um dia eu venha a dar uma chance para esse livro.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  14. Oi, Silvana

    Que pena que o livro não funcionou para você, principalmente por você estar com altas expectativas em relação a ele. E esse desenvolvimento mediado do relacionamento deles me preocupa, pois de acordo com o que eu entendi da história essa é uma parte muito importante da mesma.
    Esse título me dá um certo receio, fico pensando se alguém vai morrer ou se eles não terminam juntos...
    Quero ler, mas vou esperar mais um pouco, até porque tenho outras prioridades.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Sil
    Essa foi minha última leitura e foi bom ler sua resenha para compararmos opiniões. Diferente de você amei o livro. Ele me ganhou pela simplicidade e maturidade das personagens. Adorei Lilah e Callum e o fato de serem tão opostos. No mais, fiquei feliz em saber que não foi de todo um fracasso para você.
    Acho a capa linda.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Já ouvi bons elogios a respeito desse livro, mas meu interesse por ele continua da mesma forma que estava quando foi lançado: zero.
    Romances não são bem o meu forte e este não tem tem um algo a mais que me cative. Esse relacionamento estranho entre o Callum e a Lilah iriam me matar de ódio, afinal é chato ver um homem sempre submisso.
    Adorei as fotos que você trouxe do livro. Combinaram com o enredo lindamente.

    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  17. O livro parece mesmo ser um pouco diferente dos romances que estou acostumada a ler e acho que vou dar uma chance a obra, mas espero conseguir me conectar aos personagens, caso contrário a leitura para mim também não vai funcionar hehe. Fiquei curiosa em saber sobre o segredo de Lilah e espero me surpreender.
    Beijos!
    Virando Amor

    ResponderExcluir
  18. Oiee Silvana ^^
    Eu cheguei a conhecer algumas personagens parecidas com a Lilah, mas igual a ela? Nunca! Gostei da forma como ela vive, sentindo e aproveitando tudo, cuidando de tudo, tomando o cuidado com as coisas. Até senti vontade de viver como ela, sabe? haha' deixando de lado os alimentos ruins e etc, mas não deu muito certo. Eu não sabia qual seria a bomba que a autora jogaria, mas cheguei a imaginar algumas coisas... Não acertei, me surpreendi e chorei...haha' É uma pena que o livro tenha te decepcionado :/
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Sil, tudo bem?! Eu me identifiquei um pouco com o protagonista pois em certos momentos vivi assim muito focada no trabalho e esqueci de todo o resto Até q vida me dar um chacoalhada. Eu não sou muito fã de romances mas o enredo desse despertou minha curiosidade principalmente porque quero saber o segredo de Lilah.
    Bj

    ResponderExcluir
  20. Olá!!!
    desde que li a sinopse desse livro pela primeira vez,não despertou em mim o desejo de fazer essa leitura,achei a capa bem fofa mas só...Não consegui ter nenhuma empatia pela estória e pelos personagens,pode ser que no momento ele não desse certo pra mim...Quem sabe mais pra frente eu dê uma oportunidade e faça a leitura,e me apegue a estória da Lilah e Callum :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/08/resenha-caminho-do-altar-julia-quinn.html#comment-form

    ResponderExcluir
  21. Eu vi outra resenha do mesmo e fiquei bem interessado, mas a sua é bem mais realista. A capa, de fato, foi o principal fator a me interessar, mas acabei dando uma desanimada. Não iria, de qualquer forma, ler um romance. E esses nomes estranhos me parece ainda mais prejudicial. Abraços e até mais. OBS: seria bacana se tu aumentasse a letra do texto, força muito a vista. E o desalinhamento é um tanto quanto problemático. Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Achei a escrita desse livro interessante, o romance acontecer aos poucos torna a historia mais "real", mas as suas descrições dos personagens me desanimaram um pouco. Eu vou ler esse livro para tirar minhas conclusões, mas de todo modo, acho que irei gostar.

    Abs,

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Eu acho que "Eu Sem Você" é um livro bem intenso, não li ele ainda mas ele mostra isso bem explicito na sua capa e joga logo de cara na sinopse. Esse é o meu tipo de livro, preciso muito voltar a ler, e tenho certeza que com esse livro seria um bom retorno (ESTOU EM UMA RESSACA LITERÁRIA).
    Adorei a sua resenha!

    P.S Já disse que a historia dele parece ser muito envolvente e intensa .
    Abração, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  24. Olá! Tudo bem por aí?

    Não gosto muito desse gênero e a premissa não chamou a minha atenção, porém, sua resenha é capaz de fazer os amantes do gênero ou até mesmo quem gosta um pouco desse estilo ficar louco para ler. Enfim, quem sabe um dia eu dê uma chance para este livro, já que muita gente fala bem dele.

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  25. Oi Silvana!

    Nossa, que resenha completinha. Tive uma boa visão de toda a trama e de como vai se desenrolar a história. Eu fiquei conhecendo esse livro logo que ele ia ser lançado e fiquei bem interessado nele, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele.

    Embora você tinha gostado muito, quero tentar essa leitura. Como você disse, muitos leitores podem vir a gostar e acho que estou nessa. HAHAHA' Fiquei muito intrigada com esse modo estranho que a Lilah leva sua vida e preciso conferir isso mais de perto e ver também como o Callum vai lida com isso. kkk
    E tenho que concordar que essa capa é linda. ^^

    Muito obrigada pela bela resenha.
    Abraço, Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  26. Sinceramente não me atraiu em nada esse livro, apesar do enredo dos protagonista ter um amadurecimento impecável, acho que o desenvolver em si não me atraiu.

    ResponderExcluir
  27. Olá,ótima resenha,bem detalhada e deu pra ter uma boa ideia do que se trata o livro
    eu já li várias resenhas do mesmo e nenhuma delas me deu vontade de fazer a leitura,mesmo algumas tendo sido bastante positivas.

    ResponderExcluir
  28. Oi Sil, tudo bem?
    Bah que pena que o livro não funcionou para você, eu achei que ele traz uma boa proposta, apesar de tudo ainda darei uma chance a ele uma hora dessas para ver o que irei achar. Talvez eu goste, pois achei que os personagens são bem fortes, apesar da falta de envolvimento deles na sua parte, mas veremos, espero ler um dia desses mesmo.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir