08 agosto 2016

Resenha - Belgravia




Ambientada nos anos 1840, quando os altos escalões da sociedade londrina começam a conviver com a classe industrial emergente, e com um riquíssimo rol de personagens, a saga de Belgravia tem início na véspera da Batalha de Waterloo, em junho de 1815, no lendário baile oferecido em Bruxelas pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington.
Pouco antes de uma da manhã, os convidados são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país. O duque de Wellington precisa partir imediatamente com suas tropas. Muitos morrerão no campo de batalha ainda vestidos com os uniformes de gala.
No baile estão James e Anne Trenchard, um casal que fez fortuna com o comércio. Sua bela filha, Sophia, encanta os olhos de Edmund Bellasis, o herdeiro de uma das famílias mais proeminentes da Bretanha. Um único acontecimento nessa noite afetará drasticamente a vida de todos os envolvidos. Passados vinte e cinco anos, quando as duas famílias estão instaladas no recente bairro de Belgravia, as consequências daquele terrível episódio ainda são marcantes, e ficarão cada vez mais enredadas na intrincada teia de fofocas e intrigas que fervilham no interior das mansões da Belgrave Square.

LivroBelgravia
368 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Intrínseca || Onde comprar






"O passado, como já foi dito tantas vezes, é um país estrangeiro no qual as coisas eram feitas de forma diferente. Isso pode ser verdade - de fato, evidentemente é verdade quando se trata de moral ou de costumes, do papel das mulheres, do governo aristocrático e de um milhão de outros elementos de nossa vida diária. Mas também há semelhanças. A ambição, a inveja, a raiva, a avareza, a bondade, o altruísmo e, sobretudo, o amor sempre foram e sempre serão poderosos a ponto de motivar as nossas escolhas. Esta é uma história sobre pessoas que viveram há dois séculos e, ainda assim, muito do que elas desejaram, muito do que se ressentiam e as paixões arrebatadoras em seus corações eram bastante parecidas com os dramas que vivemos agora, em nosso tempo..."

Em 1815, nas vésperas da batalha de Waterloo vários destinos estavam sendo traçados para um futuro inimaginável. James e Anne Trenchard eram um casal de comerciantes que aos poucos estavam se infiltrando em círculos mais altos da sociedade. Isso foi alimentado ainda mais quando Sophia, a filha do casal se apaixonou por Edmund Bellasis, um herdeiro de quem era esperado um grande futuro e um casamento adequado para a sua posição. Os dois apaixonados, prevendo a impossibilidade do seu amor, ansiavam agradar um ao outro e sonhavam poder resolver sua situação. Então, para agradar Sophia e seu pai, Edmund consegue um convite para o famoso baile da duquesa de Richmond, tia de Edmund. Lá, Sophia acompanhada pelos pais pode pela primeira vez conhecer um pouco das nuances da alta sociedade. Porém, perto da uma da manhã a batalha que vinha sido aguardada finalmente tem início em Waterloo, e homens e meninos saem do baile diretamente para o combate, muitos com roupa de gala, em uma batalha que se tornaria lendária para a posteridade,  e em meio a esses homens está Edmund, que é obrigado a se separar de Sophia, para partir para um destino que ninguém imaginava.

"- Ah. - Ela se lembrou do homem de sorriso gentil que a provocara sobre a firmeza do marido. - Que triste. Ouvi dizer que alguns deles morreram ainda usando os uniformes de gala do baile.
- É verdade.

- Devemos orar por eles. Sinto que nossa presença lá naquela noite faz com que tenhamos algum tipo de conexão com todos eles, coitados.

- De fato. Mas há outra vítima com a qual você não terá que imaginar uma ligação."

Tempos depois, nos anos de 1840, Anne Trenchard já é uma senhora de meia idade e seu marido se tornou um construtor conhecido e respeitado em Londres. Ao comparecer a um chá dado por uma mulher da alta sociedade, ela subitamente se depara com Caroline Brockenhurst, mãe de Edmund Bellasis e a partir disso um passado enterrado e muitos segredos são trazidos a tona, unindo as duas famílias de uma maneira única.

"E isso foi mais do que suficiente para sugerir ao grupo reunido ali quais alianças e diferenças determinariam como a família se comportaria nas décadas seguintes."

Belgravia foi um livro escrito originalmente em onze capítulos, e a cada semana um era publicado em formato digital, remontando a época dos folhetins, que eram histórias publicadas nos jornais antigos, sempre divididos em partes. O livro Belgravia, lançado atualmente pela Editora Intrínseca foi uma reunião de todos esses capítulos e aborda segredos familiares e as nuances de uma alta sociedade que vive em Belgrave Square, lugar com grandes mansões em Londres, uma sociedade que aos poucos vai aprendendo a viver com comerciantes e outros antes inaceitáveis nos círculos respeitados.

"Mas é muito mais fácil agir de forma correta quando contamos com o benefício da retrospectiva."


[ - Minhas Impressões - ] 

Confesso que ao ver a sinopse de Belgravia eu fiquei muito empolgada, porque gosto de romances de época que nos levam a acompanhar os segredos e costumes de uma sociedade diferente da que vivemos atualmente, e além disso achei muito interessante o formato original, estilo folhetins, que o autor utilizou para publicá-lo.

Ao iniciar a leitura, fui presa pelas tramas construídas e pelos novos segredos que surgiam mas ao mesmo tempo fiquei incomodada por se tratar apenas das nuances e segredos de uma sociedade, sem um fio condutor mais empolgante.

Mesmo assim Julian Fellowes foi muito feliz na escrita de Belgravia, pois a cada fim de capítulo desejamos que venha logo o próximo e desejamos também saber mais sobre aquelas pessoas aparentemente tão compostas mas que ao mesmo tempo tinham tantas coisas a esconder e tantas decepções escondidas por máscaras de vidas perfeitas.

O ponto que mais me prendeu foi o retrato fiel da sociedade, aliado a fatos históricos que foram verdadeiros, como a batalha de Waterloo e a prosperidade dos comerciantes nos anos de 1840, além de que o modo como as pessoas se comportavam e seus hábitos diários também foram retratados de uma maneira bastante Realista.
Por outro lado e provavelmente por uma opinião bastante pessoal, fiquei o tempo todo esperando por algo mais grandioso, pois entendo que os segredos do livro eram chocantes para a época, mas a maioria são coisas bastante normais na sociedade em que vivemos. Porém, penso que esse estilo se deva ao fato de Julian ser um roteirista de séries e foi possível sentir isso no  desenrolar dessa história, pois todo o tempo eu me sentia como se estivesse assistindo o episódio de algo, o que de nenhuma forma foi ruim.

Em relação aos personagens creio que os que mais me conquistaram foram Sophia e Edmund, e dois personagens que apareceram depois, Charles Pope e Maria Grey. O tom de amor impossível e sonhador relacionado a esses protagonistas me cativou muito. Outras personagens fortes que mereceram destaque são Anne e Caroline, ambas eram mulheres fortes e determinadas dispostas a conseguir manter seus segredos e proteger aqueles que amavam. Até mesmo os vilões ganharam uma personalidade muito realística para mim, por isso, ainda que eles tenham feito muitas coisas erradas não consegui ter uma aversão forte por ninguém.

Minha leitura foi em ebook e a editora intrínseca está de parabéns na revisão. A narração foi feita em terceira pessoa e a divisão ficou com os onze capítulos originais, todos com um tamanho grande mas que não atrapalharam na leitura.

Ao término do livro fiquei ansiando muito para que ele seja transformado em série, mesmo que eu não seja a maior fã delas, mas fiquei com muita vontade de ver atores dando vida a esses personagens tão cativantes. Ainda cabe o destaque de que enquanto conversava com uma leitora, a respeito do livro, ela disse achar o estilo de Belgravia muito semelhante as obras de Jane Austen, e tenho de concordar completamente, pois a história nos traz as mesmas intrigas e atos da sociedade que podemos encontrar nos clássicos da aclamada Austen.

Recomendo esse livro para todos que gostam de histórias carregadas de segredos familiares, e para todos aqueles que gostam de livros que tratam de uma época distante dessa em que vivemos.

26 comentários:

  1. Olá,
    Romances de época não são o meu forte, nunca consigo ler um livro inteiro. Mas este me chamou atenção...Ando precisando de um livro que me prenda, isso anda diíficil.
    Achei interessante e sofrido saber que o par de Sophia teve de sair direto do baile para a luta. Mulheres fortes sempre fazem toda a diferença e achei interessante as que você destacou.
    Eu ainda não tinha lido nada a respeito desta obra.
    Sua resenha está bem interessante.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie...
    Nunca li um romance de época, mas, a premissa deste me atraiu tanto que resolvi adquirir o meu exemplar! Ele ainda não chegou, mas, assim que o carteiro entregar já vou iniciar a leitura rsrsrs...
    A premissa é realmente muito boa e estou curiosíssima á respeito desses segredos! A diagramação parece estar linda também.
    Beeijos

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu vi esse livro e não acreditei que ele seria lançado pela editora Intrínseca, pois ele não faz bem o papel da editora, já que eu nunca vi nenhum livro do gênero sendo publicado por ela. Ache bem legal o que li sobre o livro, essa é meu primeiro contato com ele. Livros com segredos sempre me deixa preso a leitura, agora segredos familiares deve ser bem melhor kkk. Espero ter a chance de ler a obra em breve. Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tamara. Eu estou ansiosíssima para a leitura desse livro. ele deve estar chagando aqui em casa e vai pular a fila de leitura pois a premissa me deixou fascinada. Eu sou apaixonada por romance de época ou históricos e esse me pareceu ter um conteúdo maravilhoso. Gostei de ver a sua opinião e saber o que você achou da leitura.

    ResponderExcluir
  5. Oi Tamara, este livro é a minha atual leitura e lendo a sua resenha, fiquei impressionada como as nossas considerações sobre a obra são parecidas. Primeiro, a característica narrativa do autor me leva a "assistir" o que estou lendo e sempre acho isso positivo. Outra coisa, é a questão dos segredos, nenhum até agora me deixou mega empolgada, mas ainda assim, estou gostando demais do livro.
    Adorei saber que você gostou!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Tamara,
    A Editora Intrínseca me convidou para uma parceria pontual com esse livro e, claro, aceitei, pois já estava bem curiosa para ler o livro. Fiquei bem animada com sua resenha, mesmo sabendo que você esperava algo mais grandioso, acho que a história foi grandiosa da forma que doi escrita, pelo menos foi o que senti.
    Gostei de saber que a escrita do autor remete a Jane Austen, que é uma autora incrível.
    Sua resenha só aumentou - ainda mais - minha curiosidade para ler o livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Apesar de não ser mto chegada a romance de época eu fiquei curiosa demais depois do seu review. Segredos e tudo que me prende. Fico querendo ler a próxima página pra saber mais e mAis.
    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Oie Ta.
    Você e suas leituras diversas hein? Eu já ouvi falar muito bem dessa série - que quero ver um dia - e desse autor, mas como não é meu gênero eu acabo deixando de lado um pouco, ainda sim é bom ver que de fato não é só falar e falar sabe?
    Bjokas e adorei a resenha e os quotes escolhidos, deixa bem claro o que esperar ou não.

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Realmente esta obra parece ser muito rica em detalhes e isso me desanima um pouco. Acontece que não gosto tanto de livros que narram o cotidiano familiar, mesmo que seja em uma época remota, pois sou mais ligada ao gênero de fantasia. Ainda assim, gostei muitos dos elementos mencionados por você, afinal é muito bom terminar um capítulo e ficar ansiosa pelo próximo. Sendo assim, fico feliz que você tenha apreciado a leitura e talvez um dia eu dê uma chance a essa história.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  10. Oi, Tamara

    Eu recebi o livro da editora e ele será uma das minhas próximas leituras. Só de olhar para a estrutura do livro dá para perceber que ele tem a estrutura de episódios de uma série, e os capítulos são enormes mesmo! rsss
    Apesar das ressalvas o saldo da leitura foi positivo, né?
    Espero que minha experiência com a obra seja boa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Tamara

    Estou aguardando esse livro chegar aqui em casa para conferir de perto toda essa magnífica história. Adoro dramas e conflitos familiares e sem falar que a ambientação é perfeita. Legal a estrutura em episódios e não duvido nada que já já vire série mesmo.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Recebi recentemente esse livro e logo tenha resenha dele lá no blog também. Ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre, mas gostei de saber que a escrita da autora é boa e nos motiva a continuar a ler as próximas páginas. Também acharia legal se o livro se transformasse em séries, com certeza iria ver haha.
    Virando Amor

    ResponderExcluir
  13. Olá, Tamara!
    Confesso que romances de época estão longe de entrar para a minha lista de gêneros que desejo ler, mas este me chamou a atenção pelo contexto histórico envolvido. Não temos aqui apenas uma série de livros que narra o envolvimento romântico de vários irmãos, e não se trata apenas do romance.
    Fiquei curiosa pra saber como a autora trabalhou seus personagens nessa época e as surpresas e revelações que esses segredos guardados terão.

    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  14. Oiee Tamara ^^
    Eu também adoro romances de época, principalmente se eles conseguem me prender já nas primeiras páginas. Estou bastante curiosa para conhecer melhor essa história, é bem diferente de todos os romances históricos que eu já li. É incrível quando o autor(a) consegue manter impecável o retrato das épocas mais antigas, né? Haja pesquisa.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Tamara, como sempre você arrasa naa suas resenhas com uma riqueza de detalhes impressionantes. Eu não sou fã de romance e época mas achei tão interessante a forma como você abordou na resenha sobre ser uma forma de conhecer costumes de uma época distante e intrigada pelos segredos familiares que mencionou. Talvez eu dê uma chance na leitura mesmo não gostando do gênero.
    Bj

    ResponderExcluir
  16. Oláa!!!
    Fiquei sabendo desse livro quando fui fazer minhas "andanças" pela livraria e me deparei de cara com ele e como uma boa amante de livros de época/histórico amei de cara..E o que falar sobre essa capa?? Lindissima! Esse livro me ganhou logo pela capa e depois pela estória de pessoas que apesar da guerra conseguiram seguir em frente!! E assim como vc espero que vire serie ^^

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/08/resenha-caminho-do-altar-julia-quinn.html#comment-form

    ResponderExcluir
  17. Creio que o gênero romance de época é o novo romance sobrenatural. Tudo que é lugar tem pessoas falando sobre isso, o que me deixa um tiquinho intrigado para arriscar ler alguma coisa. A capa do livro é bonita e, por se tratar de um autor de peso, parece ser uma leitura bem interessante. Mas infelimente creio que não seria interessante para mim. Abraços e até mais.

    ResponderExcluir
  18. Achei bem interessante o formato do livro (folhetim), e ter abordados fatos reais, é claro, a historia parece ser bem interessante, afinal, conhecer melhor outras épocas é sempre bom, sem mencionar os segredos e intrigas que acompanham a obra - que só a torna melhor.

    Abs,
    Perdido em Livros

    ResponderExcluir
  19. Oi oi,
    Gosto de romance de época, mas esse livro não me chamou a atenção. A história parece envolvente e os personagens são fofos. Mas vou deixar essa passar ❤

    Beijos, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  20. Oi oi,
    Adorei a resenha e o livro foi uma surpresa para mim. Eu não conhecia esse autor, pela sua resenha a escrita dele parece ser cativante. Sua resenha deixou um ar de mistério e fiquei curiosa agora,kkk. É ótimo quando um livro nos prende tanto a atenção e ficamos curiosas para saber o que acontece nas próximas páginas!

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  21. Olá! Tudo bem por aí?

    Livros de época são tudo, não é mesmo? Essa história parece ser daquelas que nos fisgam e só nos soltam quando o livro acaba, e mesmo assim ainda deixa sua marca na nossa cabeça durante dias haha. Segredos me prendem bastante e eu fiquei muito curioso para conhecer todo o conteúdo da obra. Adorei a resenha, parabéns!

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Tamara!

    Não conhecia essa livro e nem seu autor. Bem, essa questão de serem trabalhadas épocas diferentes em histórias me agradam muito, uma vez que não vivi nelas e morro de curiosidade.
    Sua resenha está ótima, mas ainda assim essa trama não me convenceu muito não. Talvez seja essa questão você disse sobre não um fio condutor mais contundente. Mas, de qualquer forma, valeu a pena ler a resenha.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  23. Apesar de não ser chegada muito nesse gênero, saber que a leitura prende o autor e mostra a sociedade de antigamente de uma forma cÔmica me atraiu muito, apesar de ficar triste com a separação dos protagonista quando ele vai pra batalha, mas a estória me parece cheia de mistérios e coisas intrigantes

    ResponderExcluir
  24. Oie, não sou muito fã de romances de época, até tentei a assistir downton abby e dormi, sério.
    seila, acho que gosto de uma coisa mais animada que coisas de época não me passam,acho tudo muito perfeito e cheio de regras e isso cansa a minha leitura de livros que se passam nessa época.

    ResponderExcluir
  25. Olá Tamara
    esse livro desperta muito a minha curiosidade, especialmente por conta dos detalhes da ambientação. O estilo e o modo como você descreveu os destaques em seus comentários me deixaram bem motivada e realmente espero poder ler em breve.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  26. Oi Tamara, tudo bem?
    Eu estou com esse livro para ler aqui em casa e só não peguei por falta de tempo mesmo, porque estou mega curiosa e empolgada com ele, primeiro por se tratar de um romance de época e segundo por ter um enredo bem contagiante. Fiquei muito feliz em ver que você gostou do livro e recomenda, isso me deixa mais ansiosa ainda. Por isso vou tentar ler o quanto antes, adorei!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir