08 julho 2016

Resenha - Um Beijo Inesquecível




Toda a alta sociedade concorda que não existe ninguém parecido com Hyacinth Bridgerton. Cruelmente inteligente e inesperadamente franca, ela já está em sua quarta temporada na vida social da elite, mas não consegue se impressionar com nenhum pretendente.
Num recital, Hyacinth conhece o belo e atraente Gareth St. Clair, neto de sua amiga Lady Danbury. Para sua surpresa, apesar da fama de libertino, ele é capaz de manter uma conversa adequada com ela e, às vezes, até deixá-la sem fala e com um frio na barriga.
Porém Hyacinth resiste à sedução do famoso conquistador. Para ela, cada palavra pronunciada por Gareth é um desafio que deve ser respondido à altura. Por isso, quando ele aparece na casa de Lady Danbury com um misterioso diário da avó italiana, ela resolve traduzir o texto, que pode conter segredos decisivos para o futuro dele.
Nessa tarefa, primeiro os dois se veem debatendo traduções, depois trocando confidências, até, por fim, quebrarem as regras sociais. E, ao passar o tempo juntos, eles vão descobrir que as respostas que buscam se encontram um no outro... e que não há nada de tão simples e de tão complicado quanto um beijo.

Livro: Um Beijo Inesquecível #7
272 páginas || Skoob || Editora: Arqueiro || Onde Comprar



Resenhas Anteriores

Os Bridgertons #1 - O Duque e Eu
Os Bridgertons #2 - O Visconde que me amava
Os Bridgertons #3 - Um Perfeito Cavalheiro
Os Bridgertons #4 - Os Segredos de Colin Bridgerton
Os Bridgertons #5 - Para Sir Phillip, Com amor
Os Bridgertons #6 - O Conde Enfeitiçado







Hyacinth é a caçula da família Bridgerton e também a mais protegida por todos visto que nascera pouco depois do pai falecer. A jovem possui um gênio pouco atraente as pessoas, já que fala o que quer e na hora que quer. Por ser uma Bridgerton é de se esperar que tenha recebido vários pedidos de casamentos, mas nenhum considerou aceitável. Ela se recusa viver sua vida em um casamento de fachada já que viu com seus próprios olhos que o amor existe nos casamentos de seus irmãos. A única pessoa que parece entendê-la é sua amiga Lady Danbury, matrona idosa da alta sociedade que tem a mesma personalidade Hyacinth.

"– Mãe – interrompeu Hyacinth, pousando a xícara firmemente sobre o pires –, não importa. Eu não ligo de não ser unanimidade. Se eu quisesse que todo mundo gostasse de mim, teria que ser boazinha e encantadora, sem graça e enfadonha o tempo todo, e isso não seria nada divertido, certo?" Capítulo 04

As coisas mudam quando Hyancinth conhece Gareth. Sendo neto de Lady Danbury eles acabam por se encontrarem com frequência já que o jovem possui uma relação conturbada com o pai, mas sua avó é a única que lhe oferece o mínimo de amor.

Mas sendo também um libertino com façanhas que deixariam moças educadas e bem criadas horrorizadas, ele percebe que Hyacinth é diferente, um tanto mordaz e também muito atraente. Gareth não quer se envolver com uma dama pois isso implicaria em revelar seu passado, dessa forma se mantêm afastado da única mulher que realmente já lhe interessou. Mas Gareth não contava que precisaria de Hyancinth para traduzir o diário de sua avó paterna no qual escondem segredos que o pai nem sonharia. Essa aproximação faz com que sentimentos floresçam e a atração de ambos fique cada vez mais evidente.



[ - Minhas Impressões - ]

Estava muito ansiosa por esse livro pois Hyacinth é de longe minha personagem favorita da série. Ela se destaca de suas irmãs por pensar de um jeito diferente e muito perspicaz. Amo cada membro dessa família maravilhosa mas vejo muito de mim na personagem. Como já é característico nos livros da Julia Quinn, o livro é narrado em terceira pessoa de uma forma bem fluída e fácil de se ler.

Logo no início conhecemos um pouco sobre a estória de Gareth e a relação que tem com o pai no qual em poucas páginas conseguiu me fazer odiá-lo. De certa forma Gareth leva uma vida de fachada. Ele finge não se importar com o que o pai pensa. Finge ser um libertino que não se importa com ninguém e finge ser forte. Só que na realidade ele tem uma alma doce que me atraiu logo de início. Não existe personagem melhor para ficar com Hyacinth. Ao contrário dos homens da sociedade ele é muito parecido com ela.

Então, sempre que se encontram dá um jeito de alfinetá-la de modo a fazê-la reagir a suas conversas irônicas e ao que parece ela entende cada uma de suas insinuações.

"Gareth St. Clair tinha quatro princípios básicos para manter o bom humor e a sanidade no relacionamento com o pai.
Um: eles só conversavam se fosse absolutamente necessário.
Dois: as conversas absolutamente necessárias deviam ser as mais breves possíveis.
Três: quando trocassem mais do que um simples cumprimento, era sempre preferível que houvesse uma terceira pessoa presente.
E, por fim, quatro: para que os pontos um, dois e três fossem cumpridos, Gareth devia conseguir acumular o maior número de convites possível para passar as férias escolares com amigos." Prólogo

Sou apegada a Hyacinth desde que ela era uma menininha peralta que deixava todos malucos com seu jeito desinibido de falar o que pensa. Pra mim uma das personagens femininas mais marcantes. Ela é muito a frente de seu tempo e tem plena consciência de que se casar com um homem que não a entenda de verdade seria sua infelicidade. Ao mesmo tempo ela sente medo de nunca encontrar alguém dessa forma e ela acaba tirando todas as oportunidades que qualquer homem possa ter de se aproximar para conhecê-la. Essa insegurança fica bem visível quando começa a se apaixonar por Gareth.

Os personagens secundários da estória são bem conhecidos para aqueles que já acompanham a série. Lady Danbury já tinha aparecido em outros livros e até mesmo em momentos de grande importância na estória, mas somente nesse que ela recebe o destaque merecido. Violet Bridgerton também está bem mais presente nessa estória e estou convencida que é a melhor mãe da literatura. Todo o amor que ela sente pelos filhos é palpável para o leitor e aqui vemos toda a proteção e preocupação que sente pela filha. É lindo e encantador como toda mãe deveria ser.

"Lady Danbury virou-se outra vez para Hyacinth, o rosto se contraindo naquilo que poderia ser considerado um sorriso.
– Sempre gostei de você, Hyacinth Bridgerton.
– Eu também sempre gostei da senhora.
– Imagino que seja porque vai ler para mim de vez em quando.
– Toda semana – lembrou-lhe Hyacinth." Capítulo 01

Vemos um contraste entre tipos de famílias. Gareth tem um pai que não se importa e demostra até mesmo odiá-lo afastando-o de tudo que tenha relação com a família, enquanto Hyacinth recebe todo amor, afeto e proteção por parte de todos os Bridgertons. Ele não conhecia esse tipo de relação familiar o que chega até ser uma surpresa para ele existir tal relação.

O desenrolar do romance é bem sútil, porque desde o princípio ambos sentem uma atração, mas ver a convivência e vê-los se tornando amigos e confidentes para logo uma paixão arrebatadora e incrível acontecer. As coisas acontecem na hora certa, sem pressa e naturalmente. No meio de todo o enredo temos uma espécie de busca ou caça ao tesouro que é bem empolgante de se acompanhar o desvendar das pistas.

"Gareth estendeu a mão, passando o braço pelas costas dela e, num instante, Hyacinth estava pressionada contra ele. Gareth a queria. Meu Deus, como a queria. Precisava dela para além dos desejos carnais." Capítulo 07

A parte física do livro está maravilhosa assim como os outros. Confesso que de todas as capas da série essa é a que mais me agradou. A modelo lembra muito a determinação da personagem e a palheta de cores deixou um visual bem harmônico. Internamente é simples, porém agradável de se ler, com uma fonte em ótimos tamanho. Não encontrei também qualquer erro de revisão.

Não é segredo que acho as estórias da Julia Quinn espetaculares. Sempre me sinto imersa em cada cenário e muito envolvida na trama. Estava ansiosa em ler Um Beijo Inesquecível e não me decepcionei em nenhum momento. Muito pelo contrário, me deparei com uma estória cheia de aventuras com desvendar de mistérios por personagens maravilhosos que tanto amei.

Para fãs de livros de época ou até mesmo de um ótimo romance, esse livro é muito mais que recomendado, pois tenho certeza que em muito lhe agradará.

21 comentários:

  1. Oi Stefani
    Eu sou apaixonada por Julia Quinn e também amo esse livro e os personagens também. As histórias da autora são mesmo espetaculares e é mesmo uma ótima indicação para quem curte romances de época ou para quem gostaria de conhecer o gênero.

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oie stefani, que bom saber que esse livro é tão bom e adorei saber que você gostou da capa, lembro ue quando ele foi lançado o pessoal criticou tanto a editora arqueiro. Adorei saber que temos uma caça ao tesouro e fiquei já querendo ler, e também fiquei bem feliz em saber que a Violet está ainda mais presente nesse livro, o único defeito que vejo nos livros da julia quinn é o fato de a família não aparecer tanto quanto eu gostaria. E vamos ver o que nos promete o último livro da série, e tomara que venham ainda mais livros.

    ResponderExcluir
  3. Olá! Tudo bem?
    Sou louco para ler os livros da Julia, sabia? Não li até agora não foi por falta de vontade.
    Um dia ainda vou ler, por enquanto a coisa está bem apertada com tantos livros acumulados (rs.).

    Adorei sua resenha!
    Bjão.

    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com
    Instagram: @vidaeletras

    ResponderExcluir
  4. Oi Stéfani, tudo bem?
    A escrita de Julia Quinn deve ser realmente fantástica, visto que ela conquistou vários leitores com essa série. Já havia ouvido falar dos outros livros, mas admito que me interessei mais por esse por conta da personalidade forte da personagem principal, ela parece ser uma pessoa incrível e não entra na minha cabeça como os homens se afastam dela por conta disso. No entanto, Gareth parece ser capaz de desestabilizar o coração da moça e estou curiosa para saber como irá se desenrolar o romance entre o casal. Parece ser um livro incrível!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  5. Oi, Stéfani

    Eu li apenas os três primeiros livros da série, mas nas poucas vezes que a Hyacinth apareceu, eu adorei! Então claro que estou ansiosa para ler o livro dela. Ela desde pequena tinha várias tiradas interessantes, então imagino que ela tenha se tornado uma jovem bem peculiar! hahaha
    Uma outra coisa que achei bem legal foi o fato da Julia ter colocado ela e a Lady Danbury para serem amigas, genial! hahahah

    Em breve vou chegar na leitura do livro dela. Só não curto a capa, diferente de você, pq a modelo é ruiva e né...os Bridgertons são conhecidos pela sua cabeleira castanha! ahahah

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Stefani!

    Eu amo os livros da Julia Quinn e a Hyacinth é uma das minhas personagens preferidas! Pena que a série já chegou no final com A caminho do altar, né? Eu já começo a ter saudades rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Eu acabei de ele uma outrem resenha desse mesmo livro da série da Julia, e como comentei anteriormente, eu quero muito ler essa série e esse livro é o que mais me pulsiona para ler a série, pois as qualidade desse protagonista me.chama uivo a atenção e me deixa super curioso para saber como é a vida dela e tudo mais. A sorte a sua resenha, e espero amar tanto quanto você amou essa obra, e os demais da Srt. Julia.
    Bjks

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Hyacinth também é minha personagem favorita de longe, apesar de ter lido muito pouco ainda desta série. Achei legal esse contraste entre as famílias e o Garret percebendo que existe sim um ambiente de amor. Quero ver como vai ser o desenrolar desse romance e fiquei muito curiosa também com essa caça ao tesouro que acontece na história. Mal posso esperar para ler.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nenhum livro dessa série, mas vou esperar ela encerrar para poder ter todos na minha estante. Amo um bom romance de época, e pelo jeito essa autora sabe escrever muito bem um! Só vejo elogios! Gosto de mocinhas fortes que nem essa, então quero conhecer logo ela!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Nunca li nenhum livro da série, mas não me falta vontade. Pelas resenhas que leio dos livros anteriores, também acho que esse é o melhor livro da série. A protagonista é fora dos padrões da sociedade e não aceita tudo de cabeça baixa e isso me agrada muito nesse livro. Só vejo elogios sobre esse livro e estou louca para lê-lo.

    Abraços, Lara.
    Império Imaginário

    ResponderExcluir
  11. Já virou uma questão de honra começar a conhecer as obras da Julia Quin ainda este ano. E claro, será por esta série. A capa é linda deste aqui e a premissa, de uma forma geral, é bem envolvente. De todas as considerações que você fez do livro, o que mais me encantou foi saber que o romance acontece dentro de um ritmo tranquilo, nada de "instalove". Mega valorizo isso!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Essa série é fantástica! A autora tem o dom de, a cada livro novo, trazer um protagonista tão ou até mais cativante quanto o anterior. Ainda não li esse volume, mas a cada resenha que vejo fico mais ansiosa, justamente pela Hyacinth ser uma das irmãs favoritas. Realmente é uma excelente escolha pra quem gosta do gênero.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu amo romances de época e acho essa série ótima! Só li os dois primeiros livros (por enquanto) e tô louca pelos próximos!
    Adorei saber que a personagem fala o que quer (e quando quer) e que é muito a frente de seu tempo. Adoro personagens femininas assim!
    Também gosto muito das tiradas irônicas/sarcásticas que encontro nos livros de Julia Quinn. A escrita da autora é viciante!
    Gostei muito da sua resenha e fiquei ainda mais ansiosa para dar continuidade aos livros da série. Espero gostar da Hyacinth tanto quanto você!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Eu amo essa série ( infelizmente ainda estou no 4° livro), gosto muito de acompanhar os irmãos buscando seu par, alem de que a escrita da Julia é maravilhosa, nos envolvendo com seus personagens e nos fazendo se apegar a essa família. Sempre tive curiosidade de ler o livro protagonizado pela Hyacinth, acho ela uma mocinha bem diferente das que encontro em outros romances de época, também achei a capa muito harmônica, estou muito ansiosa para terminar a série

    ResponderExcluir
  15. Oii!
    Sou louca para ler essa série! Li o inicio de O duque e eu e não consegui me conectar a leitura e abandonei. Não porque o livro era ruim, mas estava passando por ressaca literária horrível :/ Mas quero continuar e ler esse série ♥ Amo romances de época!

    Beijão!
    http://cantinhodosrabiscos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Stefani, sem dúvida esta saga precisa ser lida em sequência,porque sempre tem personagens anteriores que são citados, mas eu não li nenhum deles ainda e então não posso falar muito sobre as obras. As capas sempre são um glamour. Acho que esta personagem é bem forte e sempre tem o clichê na obra, mas eu preciso ler algo da autora.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  17. Oiii
    Como ja havia falado no outro post sobre esse livro,ainda não conheço nenhum dele,mas quero muito conhecer pq ele já me ganhou com essa capa maravilho e por ser uma história de época que amo muito,tem um personagem principal forte e bem difícil de lidar gosto de livros assim.

    Abraços.
    http://rillismo.blogspot.com.br/p/resenhas.html

    ResponderExcluir
  18. oI!
    Essa série me chama muita atenção, adoro romances de época e principalmente quando a série conta a história de cada membro da família.
    Adorei saber que essa mocinha é a com mais personalidade, e ver o contraste com o mocinho me deixou bem curiosa, imagino que ela deve bater de frente com o pai do protagonista.
    A capa realmente é uma das mais bonitas da série

    ResponderExcluir
  19. Olá!! :)

    Nao conhecia a coleçao, mas adorei ler a tua resenha e quero ler algo da autora em breve!! Porque tem sido bastante elogiada mesmo! :)

    Que bom que te tens sentido envolvida assim! E que tenhas gostado de ler o livro e nao te tenhas dececionado nunca! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bom?
    Esse também é um dos meus livros favoritos dessa série! Adoro a personagem desde quando ela aparecia ainda criança, assim como você falou rs Também gostei muito do relacionamento dela com o Gareth e do contraste familiar entre os dois! Outro ponto super positivo pra mim foi Lady Danbury. Adoro a personagem!! rs Enfim! Também amo a escrita da Julia!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  21. Oi Stefani, tudo bem?

    Todo mundo fala sempre tão bem dessa série que minha vontade em ler vêm aumentando cada vez mais, eu já comprei os livros e logo que chegar vou correr para conhecer a escrita dessa autora tão bem comentada. Ainda mais por se tratar de um romance de época já me deixa bem suspeita de falar, porque eu amo. Então tenho certeza que irei amar esse livro e a série. Meus parabéns pela resenha, adorei saber que você continua adorando os livros!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir