07 julho 2016

Resenha - O Conde Enfeitiçado




Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.
Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.
Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.
Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz.

Livro: O Conde Enfeitiçado #6
304 páginas || Skoob || Editora: Arqueiro || Onde Comprar


Resenhas Anteriores

Os Bridgertons #1 - O Duque e Eu
Os Bridgertons #2 - O Visconde que me amava
Os Bridgertons #3 - Um Perfeito Cavalheiro
Os Bridgertons #4 - Os Segredos de Colin Bridgerton
Os Bridgertons #5 - Para Sir Phillip, Com amor 







Francesca foi a primeira filha da família Bridgerton a se casar, e não poderia ter escolhido marido melhor. John, seu marido, é um conde e levam uma vida muito confortável e acima de tudo Francesca o ama e o considera seu amigo. As coisas em sua vida são ótimas e até mesmo pode contar com a amizade do devasso Michael, primo de John que sempre está perto do casal. Mas o que Francesca não sabe é que Michael é completamente apaixonado por ela desde o dia em que a conheceu em seu casamento.  Michael sempre respeitou o primo que tanto ama, e mesmo amando Francesca com todas as forças nunca tentou nada se contentando apenas em ser amigo, até porque, ela jamais o olharia de outra forma.

"Invejara apenas a sua mulher.
Agora, esperavam que ele assumisse o título de John, que seguisse os seus passos. E a culpa apertava o seu coração com o seu punho implacável."

Infelizmente após 4 anos de casamento John vem a falecer deixando Francesa sem rumo. Michael que antes era um libertino assumido, agora recebe tudo que era do primo. Ele nunca desejou nada disso. A culpa por estar assumindo seu lugar e ainda amar Francesca faz com que ele se afaste de Londres para curar suas feridas. Ele fica afastado por dois anos e assim que coloca os olhos em Francesca ele tem plena certeza que seus sentimentos não mudaram.

Francesca ficou desolada por perder o marido e principalmente quando Michael a deixou para lidar com tudo sozinha, mas após a volta do amigo ela começa a vê-lo como todas as mulheres de Londres o vêem, um homem lindo e extremamente sedutor. Ambos se culpam por se desejarem dessa forma e trair a memória de John, mas cada dia que passam juntos fica evidente que ficar separados não é uma opção. Mas como viver esse amor proibido que ambos tem certeza que será reprovado por toda família, será que vale a pena?



[ - Minhas Impressões - ]

O Conde Enfeitiçado me fez admirar ainda mais a autora Julia Quinn. De todas as estórias publicadas essa foi a que mais me surpreendeu. O livro é narrado em terceira pessoa e conta a estória de Francesca Bridgerton que anteriormente foi retratada na série como a irmã desafortunada que perdeu o marido prematuramente. Eu esperava algo totalmente diferente para ela, pensei que a autora iria trazer a estória de como se apaixonou pelo marido mas fui surpreendida com uma estória de recomeços e amores improváveis.

Francesca é completamente diferente de seus irmãos. A jovem é calma e tranquila sendo oposto aos irmão barulhentos e escandalosos, mas ela trás consigo toda curiosidade e inteligência característica dos Bridgertons. Até a morte de John, ela jamais olhou para outro homem e quando descobre em Michael um homem ela fica completamente perdida, isso mostrou o quanto ela é fiel e completamente devota ao casamento, que apesar de curto foi muito feliz.

"E ele, que dormira com tantas mulheres, subitamente se deu conta de que nada fora até então além de um menino imaturo. Porque nunca tinha sido daquela maneira. Antes tinha sido o seu corpo. Aquilo era a sua alma."

Já Michael desde que colocou os olhos em Francesca se culpa por amá-la. Fiquei imaginando como foi difícil pra ele estar constantemente perto da mulher que ama e ainda ver sua felicidade sabendo que jamais poderia tê-la. Mesmo com a morte do John ele ficou bem relutante em lutar por sua felicidade e se culpava constantemente em estar assumindo a vida que não lhe pertencia recebendo o titulo do primo. E ter Francesca só provaria que ele era um usurpador. Gostei dele desde o primeiro momento pois ele é aquele cara com fachada de sem vergonha mas no fundo é gentil e honrado.

"Desejara Francesca. Apenas isso. Mas não dessa forma. Não àquele preço. Jamais invejara a boa sorte de John. Jamais invejara o título, o dinheiro ou o poder dele. Invejara apenas a sua mulher."

Acho que de todos os livros o romance da estória é o mais difícil. Francesca só enxerga Michael após a morte do John, mas em contrapartida Michael sempre a amou, mas ambos se culpam por se amarem e pensam que estarem juntos mancharia a memória do marido/primo, quando na realidade tudo que tinham que fazer era se darem uma chance e serem felizes, mas só que até isso de fato acontecer o desejo ficava cada vez mais aparente.

A estória trás poucos personagens secundários sendo eles, as mães de Michael e John, e como sempre, algum membro da família Bridgerton. Creio que foi proposital pois em nenhum momento senti que precisava de mais alguém nessa equação que estava cada vez mais complicada.

A edição trás o padrão dos livros anteriores com uma mulher na capa e uma casa, não é a que mais gosto da série, porém muito bonita. Internamente também está como de costume trazendo letras e espaçamentos em ótimas proporções para uma ótima leitura.

"Michael não havia pedido para ser colocado na posição em que estava.
Nunca desejara o condado. Nem mesmo desejara Francesca de verdade, sempre aceitara que ela jamais lhe pertenceria.
Mas John havia morrido. Morrido.
E a culpa não era de ninguém.
John estava morto e a vida de Michael mudara de todas as formas imagináveis exceto uma.
Ainda amava Francesca.
Deus, como a amava."

O livro vai muito além de um simples romance. Ele trás recomeços e superações deixando o leitor avido para saber como tudo irá terminar e ainda nos mostra que mesmo sendo difícil, devemos aceitar o que a vida nos impõe. Algo que achei bem legal é que a autora trás algumas explicações sobre as doenças que tinham naquela época, John morreu dormindo e ninguém soube explicar porque disso e no final, Julia Quinn trás uma nota explicando as causas dessas doenças e ainda explicações da "ignorância" das pessoas da época.

O livro é mais do que recomendado. Até me doí o coração saber que essa série está chegando ao fim. Para aqueles que amam um bom livro de romance de época O Conde Enfeitiçado é para você, tenho certeza que vai ficar tão presa assim como fiquei.

17 comentários:

  1. Oi Stefani,
    eu sou apaixonada por essa série e me sinto super a vontade com a escrita da autora. Penso igual a você, o livro vai além do romance em si e é ótimo perceber todad as considerações ao longo das cenas. Fico feliz que você tenha curtiro a leitura e é mesmo uma pena que a série está chegando ao fim

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Parece um ótimo livro!
    Eu que não gosto do gênero, fiquei curiosa pra ler, principalmente por saber que o livro vai além do romance, mas é uma história de superação e com mensagens lindas!
    Bem legal da autora dar explicações sobre as doenças e a ignorância das pessoas da época, achei bem legal esse cuidado da Julia!
    Que pena que há poucos personagens secundários, mas pelo que você disse, não dá pra sentir falta.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  3. Olá, Stefani!

    Esse é um dos meus favoritos da série também, impossível não amar o Michael, né? E foi bem diferente o mocinho ter amado a mocinha desde o início, geralmente é contrário, haha. Além dele ter se apaixonado a primeira vista. Enfim, esse livro foi um combo de situações incomuns em livros da Julia e isso talvez tenha contado muito para ter sido esse sofro de ar fresco na série.
    A tradução da Arqueiro do miolo ficou ótima, mas esse título não desce bem, ugh.

    Abraços,
    Elisa~
    https://www.youtube.com/watch?v=SPzcIU7EvVE

    ResponderExcluir
  4. Oi Stefani!
    Não curto romances de época, apesar de sempre ouvir falarem muito bem dos livros da Julia Quinn. Ela realmente deve escrever muito bem, pois ela só recebe comentários positivos.
    Achei interessante essas explicações da autora sobre as doenças da época. Isso mostra que ela conhece bem o assunto e fez uma boa pesquisa.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Essa série é uma das que eu mais quero ler e fico me imaginando apaixonada pelos personagens. Eu gostei de ver a sua resenha e saber que a obra que agradou tanto assim. Eu achei a premissa desse livro a mais instigante de todos os outros da série e acho que pode se tornar um dos meus queridinhos.

    ResponderExcluir
  6. Oie! Amei essa resenha! Eu só li por enquanto o primeiro livro da série, mas não vejo a hora de ler os outros, curiosidade e ansiedade me definem. rsrsrsr
    Amo romances de época, e fiquei super encantada com suas colocações, tenho certeza de que irei adorar este livro.

    Um grande beijo,

    Dai | Blog Virando a Página

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada da Julia Quin e com certeza não foi por falta de indicações e elogios. Apesar de adorar romances, li pouquíssimos históricos e acho que quero entrar de cabeça neste gênero por esta serie. Acho que vou adorar, do primeiro volume ao ultimo!!! Espero poder fazer isso em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Stéfani,
    Acho que a história desse livro me tocará, sabe? A história de Francesca não deve ter sido fácil e fico feliz que ela tenha tido a chance de recomeçar.
    A parte mais legal que você apresentou foi o livro ter mostrado que, mesmo se for difícil, precisamos aceitar o que a vida nos impõe.
    Estou bem ansiosa para ler esse livro e mal posso esperar meu exemplar chegar.
    Parabéns pela incrível resenha.
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Oieeee. Pois sabe que ainda não li nenhum livro da autora né, e é até feio. Gostei da resenha que você fez e é bem explicativa e fiquei me perguntando no final em que você fala sobre as doenças da época e quando leio os livros de época que retratam isso e como eles pensavam vejo que realmente era muitas vezes simples e eles faziam tanta coisa que não tinha nada a ver com a cura.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Stefani, tudo bem?
    Eu confesso que não sou muito chegada a livros eróticos :(
    Aqueles costumes e calores todos me irritam demais :P
    Mesmo assim, eu tinha vontade de conhecer essa série, mas vi alguns comentários negativos que acabaram me fazendo desistir totalmente. Não fosse por isso, certamente colocaria esse livro na lista, pois sua resenha está maravilhosa :)
    E achei legal essas anotações que a autora fez no final do livro. Acho importante situar e explicar certas coisas ao leitor :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie!!!
    Esse é o meu livro preferido de todos que li até agora!
    Gostei muito da forma como a autora fez os acontecimentos dos livros 4, 5 e 6 serem quase simultâneos e como ela ligou essas histórias!
    Também gostei muito do carinho existente entre os protagonistas deste livro! Quanto a capa concordo com você que não é a mais bonita da série que na minha opinião é a do livro 4.
    Bjinhos ;)
    Elaine M. Escovedo
    Http://www.caminhandoentelivros.com.br

    ResponderExcluir
  12. Até algum tempo atrás eu nunca tinha me deparado e parado para ler essa série, no entanto, assim que me propus a ler Um beijo Inesquecível já me apaixonei pela escrita da autora e fui atrás de comprar os livros anteriores. Não conhecia detalhadamente sobre o que se tratava nesse volume e achei uma história muito comovente, afinal podemos ver o caráter dos dois através de suas atitudes onde mesmo existindo um grande sentimentos eles ainda tem receio. Principalmente ele que sempre ficou perto da mulher de seu primo a amando, mas sem fazer nada para mudar isso justamente pelo seu caráter que apesar de ser taxado de libertino era bem diferente do que se poderia imaginar. Realmente uma história profunda e que já me deixou bastante intrigada para ler e ver seu desenrolar, quero saber como eles aprenderão e como lidarão com todo esse sentimento. Definitivamente tem tudo para me agradar e concordo com você, essa também não é uma das minhas capas favoritas! Resenha incrível, parabéns.
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Cada dia mais morro de vontade de ler essa série de livro, mas ainda não tive essa oportunidade. Gostei de conhecer essa estória e o modo como Francesca irá superar a morte do marido e seguir em frente, afinal é uma mulher jovem. Gostaria muito de ler sobre essa estória de amor vivida por eles.
    Realmente a capa não é a mais bonita da série, mas é de fato muito bonita.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  14. Cada vez que leio uma resenha dos livros da Julia fico com mais e mais vontade de me aventurar na leitura deles. ao mesmo tempo, penso no tamanho da série e no tamanho da atual fila de leituras e me dá uma certa preguiça.
    Adorei sua resenha - e fiquei ainda mais interessada em saber que a Julia comenta sobre as doenças e ignorancia da época quanto problemas de saude. Isso junto com uma história de recomeço me pareceu ainda mais interessante. Acho que deve ser muito difícil amar alguém tão próxima sem se sentir um pouco culpado por só poder viver esse amor por causa de uma morte. E me parece que a Julia soube trabalhar isso muito bem. Não é uma das minhas capas preferidas da série, mesmo assim acho que a arqueiro está fazendo um trabalho incrível :)
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu gosto desse gênero, mas dificilmente leio um livro, isso porque ainda não me rendi aos encantos dos romances de época kkkkk Bom, os livros dessa autora estão na minha lista de próximas leituras, creio que vou ser conquistada facilmente. Agora sobre esse livro, de cara já fiquei animada, gostei muito da protagonista, ela parece ter uma personalidade ótima e imagino que deve ser emocionante acompanhar esse romance difícil.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Oi Stefani, tudo bem?
    Eu morro de vontade de ler essa série, fico muito feliz em ver sua opinião super positiva e o quanto você gosta dos livros. Eu comprei eles e vou começar logo que possível. Gostei também de ver que nesse livro a autora fala das doenças e sobre a época em que as pessoas não sabiam como acontecia, muito bacana mesmo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi Ste
    Que legal que a autora continua surpreendendo você, mesmo depois de tantos livros da série.
    Sinceramente não curto romances de época e não consigo me envolver com as história e por isso não estou arriscando esse gênero no momento.
    Mas que bom que o livro consegue ir além de um simples romance.
    Ótima resenha
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir