08 julho 2016

Resenha - Entre 3 Mundos



Há algumas décadas, o Brasil vivia intensos conflitos entre pessoas normais e pessoas com dons extraordinários. Visando a paz no país, as autoridades o dividiram em dois territórios – o do Norte e o do Sul – e assinaram um contrato proibindo a migração de uma região para a outra.Alisa é de uma família do Norte, mas foi identificada como pertencente ao Sul e precisa esconder a verdade de ambos os mundos. Além de quebrar o contrato toda semana para visitar seus pais, Alisa enfrenta problemas comuns da adolescência: acha seu próprio nome bizarro, gosta do cara errado e é a única pessoa que não percebe o quanto seu melhor amigo é apaixonado por ela.A vida de Lisa (como prefere ser chamada) se transforma completamente com um grande acontecimento no colégio e, agora, ela se vê diante de um desafio envolvido pela descoberta do amor e da sua verdadeira identidade.

Livro: Entre 3 mundos
218 páginas || Skoob || Cortesia: Editora D'Plácido || Onde comprar

                                                           
                                                     








Nessa incrível história, existem três mundos: o mágico, o meio-mágico e o normal. O mundo mágico é um completo mistério e ninguém consegue provar se existe de fato ou não; o mundo meio-mágico é constituído de pessoas que adquirem habilidades que provém do mundo mágico; e no mundo normal, as pessoas não têm magia e acreditam que as pessoas do mundo meio-mágico são perigosas e devem ser mortas. Como as pessoas de diferentes mundos não eram capazes de conviverem no mesmo ambiente, surgiu a necessidade de separá-los: os meios-mágicos passaram a viver no Sul e os normais passaram a viver no Norte, e as autoridades estabeleceram um contrato no qual os dois mundos não poderiam se misturar e cada um criariam e seguiriam suas próprias regras.

Alisa – ou Lisa, como prefere ser chamada – nasceu no Norte, no mundo normal, mas aos 6 anos foi tirada da sua família quando a diretora de um prestigiado colégio interno do Sul chegou um dia na sua casa afirmando que a menina pertencia ao Sul e como meio-mágica, não poderia mais viver ali, já que dessa maneira estaria quebrando o contrato. Alisa não faz a menor ideia do que está acontecendo, afinal, se seus pais e irmãos são normais, por que ela não seria também? Porém, regras são regras e não houve maneiras de sua família impedir a sua partida.


Atualmente Lisa tem 15 anos, e apesar de ter sido difícil para a menina se habituar no colégio, ser obrigada a se afastar dos amigos que tinha no Norte e principalmente por não poder conviver diariamente com a sua família, ela já havia se adaptado às mudanças que a vida lhe trouxera. Agora ela tem vários amigos, tem uma paixonite pelo irmão gêmeo do seu melhor amigo Dan e secretamente quebra o contrato aos fins de semana para ir na casa dos pais. Por ter acabado de ingressar no ensino médio, que é o momento em que os alunos descobrem quais são seus personagens e suas habilidades, ela está bastante ansiosa e não vê a hora de usar magia e descobrir quem é a sua personagem.

O que ela, seus amigos e a escola não esperavam era que na Celebração, o dia em que os alunos recebem um papel contendo o nome do personagem e os livros sobre eles, Alisa seria a única aluna a não conceber uma. E é nesse momento que a vida da protagonista parece virar de cabeça para baixo e surgem as dúvidas que começam a martelar na sua mente: e se na realidade Alisa nunca foi meio-mágica? E se a diretora do colégio cometeu um erro terrível ao tirá-la do mundo normal e obrigá-la a ficar longe da família por todos esses anos? Se ela não pertencia a aquele mundo, o que deveria fazer, agora que já estava apegada aos amigos?

“Notei que não havia um mundo sequer que me permitisse ser encaixada e no qual eu pudesse falar toda a verdade sobre mim.”

O maior desejo de Alisa naquele momento é descobrir qual é a sua personagem, e para isso, ela vai contar com a ajuda de seus quatro amigos: Sol, a menina que tem uma fixação absurda pela cor amarela; Nina, a menina madura que sempre dá os conselhos certos; Marco, o garoto que parece estar apaixonado pela Nina; e Dan, um menino muito inteligente que é o melhor amigo de Lisa. Quando Dan acaba encontrando um livro que fala da história de uma menina que têm características muito semelhantes com a Lisa, nasce a esperança na menina de ter finalmente encontrado sua personagem. Só que ao abrir o livro, ela e os quatro amigos são diretamente transportados para uma floresta estranha. E é aí que a história começa a se desenvolver, com Lisa e os quatro amigos se empenhando para buscar respostas naquele lugar desconhecido.

Eu realmente adorei o livro, a escrita da autora é muito simples e fluída, nos proporcionando uma leitura rápida. Um dos personagens que mais me cativou foi o Dan, ele é um menino muito fofo e todo nerd, vive ajeitando seus óculos e está sempre ajudando Lisa no que for preciso. Ele é aquela pessoa que Lisa confia cegamente e eles compartilham segredos, medos, alegrias, angústias, dúvidas e tudo o que você puder imaginar. A conexão entre eles é bem forte e todos sabem que Dan é perdidamente apaixonada pela Lisa, mas a garota é tão cega pelo seu irmão gêmeo Caio, um cara popular entre as garotas – que é o oposto de Dan – que acaba nem percebendo. O problema é que eles são amigos há um bom tempo e Lisa não acredita ser capaz de corresponder aos seus sentimentos e é um desafio para ela lidar com essa situação, ainda mais estando apaixonada por seu irmão.


O único defeito do livro é que eu senti que muitas coisas mereciam ser melhor explicadas. Com exceção de Dan, a autora não nos dá muita informação sobre os outros amigos de Lisa, eles são pouco explorados e mal desenvolvidos, e também notei que em várias situações que os personagens só estavam na trama para utilizarem seus poderes e mais nada. No entanto, como eles são bem apegados a Lisa, será difícil não sentir carisma por eles em alguns momentos. O final também me matou de curiosidade, não vejo a hora de ler os próximos livros e espero que eles consigam dar a importância merecida aos personagens secundários e que seja capaz de fechar as pontas soltas.

Parece ser somente um livro de fantasia simples, mas essa história vai muito além disso. Ela fala sobre a família, sobre descobrir a verdadeira origem e como lidar com isso e sobre a descoberta do verdadeiro amor.

A escrita é em primeira pessoa e como presenciamos os acontecimentos sob os olhos de uma menina de 15 anos, acaba sendo uma escrita bem juvenil, mas que não deixa de ser uma obra envolvente, que nos faz suspirar pelos personagens e torcer para alguns casais darem certo. É uma história previsível, mas que não deixa de ser fantástica, pois ela tem o poder de nos fazer mergulhar totalmente na trama e devorar as páginas de uma única vez.

A diagramação está ótima, a editora fez um excelente trabalho ao produzir essa capa incrível. O espaçamento entre linhas está adequado para uma boa leitura e há poucos erros de revisão que dá para deixar passar.

Duas coisas que não me agradaram na edição são as páginas, que são brancas e um pouco rígidas, pois eu prefiro páginas amareladas e mais suaves. Mas não é algo que realmente atrapalhe a leitura, o livro é incrível e eu recomendo fortemente para todos que amam um livro de gênero infantojuvenil e fantasia. Finalizei a leitura com muita curiosidade em saber o que acontece em seguida e não vejo a hora de ler a continuação!

19 comentários:

  1. Oi Amanda

    Realmente deve ser uma ótima história, o que me fez lembrar de outras tramas com certas semelhanças. Enfim, eu não conhecia o livro, mas com certeza achei a premissa interessante. Sem contar que a capa é bem bonita e de começo já chama a minha atenção por isso. É uma pena as páginas serem brancas, isso também me desagrada bastante.

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, amanda, que bom saber que você gostou dessas misturas de mundos. Confesso que não me chamou atenção ainda mais quando você fala que algumas coisas acabaram não sendo bem explicadas, acho que me incomodaria porque eu sou toda detalhista, mas confesso também que mesmo não tendo me interessado pela obra fiquei super curiosa em relação a quem ou o que é a slisa. Espero que os próximo sejam ainda melhores.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Amanda

    Curti muito a proposta. O fato da protagonista ser mais de dez anos mais nova que eu me dá um certo receio, pois, como não me identifico mais com certos dramas da idade, quando leio livros assim a leitura se torna chatinha em certos momentos.
    Mas gostei desse negócio de haver essa divisão e dessa coisa da população ser mágica, meio mágica e normal.
    Pena que a história ficou devendo no quesito explicação, mas mesmo assim eu daria uma chance!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu sou super fã de livros fantásticos e esse daí eu desconhecia até o momento, e devo ressaltar que me deixou bem surpreso e super instigado para comprar a obra, pois parece o tipo de livro que costumo ler e te uma história que pra mim passou bem autêntica, nossa protagonista deve ser um personagem bem legal e super envolvente rsrs. É uma pena o livro não ter tantas explicações quanto ela realmente merece.Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Apesar de gostar bastante de livros de fantasia, esse não me chamou muito a atenção. Gostei de que a escrita seja mais para o lado juvenil, o que difere um pouco dos demais livros desse gênero. Achei muito interessante a menina estar apaixonada pelo irmão gêmeo do menino que é apaixonado por ela hahahaha
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Uau, eu não conhecia esse livro, e achei essa trama muito original e empolgante, sério mesmo. Coitada da menina, é tirada do seu "mundo", e depois que descobre que na verdade sempre pertenceu a ele? Adorei esse negócio de três mundos, e fiquei curiosa para saber mais detalhes de cada um. Também quero entender melhor esse negócio de encontrar sua personagem.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Esse livro chamou minha atenção logo de cara. A capa é muito bonita e a história parece ser muito envolvente, apesar dos personagens que não foram bem desenvolvidos.
    Fiquei me perguntando agora, o que será que Lisa é? A que lugar ela pertence, se é que ela pertence a algum lugar?
    Sua resenha está muito boa, cheia de detalhes.

    Abraços, Lara.
    Império Imaginário

    ResponderExcluir
  8. Oi Amanda, não conhecia o livro e fiquei bem interessada no enredo, além de já ter sido cativada pelo Dan só em função das suas descrições. Amo personagens nerds, amooooooooooooooo!!! Curiosa com a mistura dos mundos e como funciona isso na narrativa. Espero poder ler em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Não conhecia esse livro mas amei a premissa dele, achei sensacional e muito original, sem falar nessa capa linda. É uma pena as páginas serem brancas e que os personagens secundários não tenham sido bem desenvolvidos, mas ainda assim é visível que você gostou bastante da história e isso me deixa muito animada para lê-la também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oiiii

    Sabe que até agora não tinha curiosidade em ler o livro, já o conhecia mas não me atraia ao ponto de querer ler. Essa mistura de mundo parece ser bem legal, mas meio que me incomodaria não ter algumas explicações, mas a premissa e sua resenha são tão boas que me arriscaria facil facil em ler. Além do que essa capa está maravilhosa né. Enfim, desejo mesmo poder ler.

    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu já tinha visto esse livro por alto pela blogosfera, mas nunca tinha parado para ler nada sobre ele.
    Que mistura, hein?! Apesar de parecer um pouco confuso à princípio (isso de vários mundos, personagens e afins), eu achei a premissa bem interessante e fiquei curiosa sobre a obra.
    Sei que vou me incomodar com os personagens mal desenvolvidos e as pontas soltas, mas esse livro realmente despertou minha curiosidade, então certamente faria a leitura dele se houvesse oportunidade.
    Gostei de saber que a escrita da da autora é simples.
    Dan parece ser um amor! E essa capa é realmente maravilhosa!
    Gostei da proposta!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. A editora ficou de me enviar esse livro, confesso que minhas expectativas eram baixas, mas com a resenha me empolguei, o universo e os personagens parecem ser bem complexos, mesmo que tenha esse fator de não serem muito explicados, o que acaba decepcionando, mesmo assim gostei da história e gostaria de conhecer um pouco mais sobre esses 3 mundos, a escrita da autora parece fluir e ser bem gostosa de ler, também não gosto de páginas brancas, mas não deixo de ler uma boa história bom causa delas

    ResponderExcluir
  13. Oii!
    Curto muito fantasia e só isso já me deixou louca! A trama me deixou bem curiosa essa capa linda com certeza deixa todo mundo louca para ter o livro em sua estante ♥ A única coisa que me desanimou foram os pontos negativos que você citou! Mas mesmo assim parece que a história vale a pena ♥

    Beijão!
    http://cantinhodosrabiscos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!! :)

    QUe bom que tenhas gostado (ainda que com alguns defeitos...)! :) Eu nao conhecia o livro mas ate gostei da premissa e fiquei curioso em le-lo, porque tamebm adoro o genero! :)

    Bem, eu gosto dessa escrita juvenil e de uma boa narrativa na primeira pessoa... Que bom que foi envolvente!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  15. Oiii
    Nossa que interessante esse livro,nunca tinha visto nada brasileiro com uma pegada assim com personagens especiais e magicas,deve ser um livro bem legal e não tem muitas paginas provavelmente deve ser muito agradável quero quero conhecer kkkk..

    abraços.
    http://rillismo.blogspot.com.br/p/resenhas.html

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Eu morro de vontade de ler esse livro, além da capa ser linda adoro uma fantasia, e saber que é narrada por uma menina e tem toda uma questão de descobrir a origem me deixa me animada para lê-lo.
    Uma pena que os personagens não tenham sido muito bem desenvolvidos, mas tomar que sejam mais nos próximos livros

    ResponderExcluir
  17. OI Amanda, inicialmente não é um tipo de livro que me chama a atenção, ainda mais com personagens assim, que não são muito desenvolvidos. Gosto de me apegar a detalhes tanto de cenário quando da vida deles, sabe? Acho que é um livro de fantasia que parece ser legal, mas não faria meu gosto no momento.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bom?
    Essa questão da divisão dos três mundos me deixou um pouco confusa e não curto muito fantasia, mas, fiquei curiosa pelo fato de a autora desenvolver essa história no Brasil! Essa questão da personagem ter nascido no mundo "normal" e ter sido levada a outro lado e agora não saber mais a que lado realmente pertence (acho que é isso mesmo né? Por ela não estar encontrando seu personagem e tals) me deixou realmente muito curiosa. Os únicos pontos que me desanimaram foram as folhas brancas e a abordagem superficial dos personagens secundários. Enfim! Adorei a resenha!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  19. Oi Amanda, tudo bem?

    Eu já tinha ouvido falar desse livro, e para ser sincera eu não me agradei muito com ele, então acredito que eu não leria no momento. Talvez pelo gênero de fantasia que não estou muito acostumada, mas gostei muito da sua resenha e de ver a sua opinião, de saber que também fala de assuntos familiares. Então talvez um dia dou uma chance a ele e quem sabe mudo de ideia e gosto tanto quanto você gostou né?

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir