12 julho 2016

Resenha - Copas




A vida parece um grande jogo de desilusão.
E, por que não dizer, de perseguição.
Samantha, não está em sua melhor fase. Além da perda repentina da mãe, devido a um acidente de carro, seu pai agora namora a mais severa de suas professoras. Como se não fosse suficiente, seu namorado decide terminar a relação. Ela, então, se vê forçada a vê-lo feliz com outra garota enquanto sofre em silêncio.
Sam tem o apoio de seus melhores amigos, Tina e Erick, para lutar contra a dor e o pessimismo. Contudo, ela ganha uma nova distração quando novos vizinhos mudam-se, às pressas e no meio da noite, para sua pacata rua. Intrigada, ela passa a investigá-los e descobre que a bagagem deles inclui mistério, morte e uma razão mais profunda sobre a repentina mudança para aquele lugar. Afinal, nas ruas mais calmas se escondem os mais obscuros segredos.



Livro: Copas
416 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Novo Século || Onde Comprar









A história nos apresenta Samantha, uma garota de 15 anos que ultimamente não anda com muita sorte. Ela precisa lidar com a perda da mãe (que aconteceu em um acidente de carro dois anos atrás), com o seu pai namorando sua professora de História e ainda por cima, precisa encarar o recente término do namoro com Felipe, o qual Samantha ainda se vê apaixonada e o vê com outra namorada.

Porém, apesar de todos esses problemas, sua atenção é desviada quando ela ganha novos vizinhos, só que de maneira bem suspeita: eles se mudam no meio da noite e estão agindo às pressas! Até aquele momento, Sam acreditava que vivia na alameda mais pacata da cidade, mas com os vizinhos estranhos e cheios de segredos por perto, não irá demorar para ela perceber que está muito enganada.

Ao iniciar a leitura desse livro, eu não esperava que ele fosse capaz de causar um impacto tão forte em mim. Eu realmente me surpreendi com a escrita incrível do autor e me senti plenamente envolvida com a sua narrativa, com a amizade dos personagens e até mesmo com os sentimentos conturbados de Sam. Esse é um dos livros que você pega sem esperar nada, mas quando o finaliza sabe que ele se tornou um dos favoritos e que ganhou um espaço no seu coração. Dan Castro é a prova viva de que os autores nacionais merecem ser reconhecidos e que podem ser tão talentosos quanto os autores internacionais e arrisco dizer, se não ainda mais.


Sam faz parte de um grupo de amigos que é bem unido apesar das diferenças: Tina é a garota bonita e a mais popular do colégio e é aquela que sempre sabe o que a Sam está sentindo ou pensando, não importa o quanto ela tente negar; Erick é o namorado de Tina e é o garoto geek que prefere não se destacar, então fica óbvio que os dois são opostos um do outro, mas ainda assim conseguem provar que as diferenças não importam; Felipe é o ex-namorado de Sam e com uma namorada nova, é um desafio para Sam permanecer nesse grupo, mas antes mesmo antes do namoro eles sempre foram amigos então essa união não será desfeita tão facilmente.

Como Sam, eles também começam a desconfiar dos novos vizinhos e com o tempo as suspeitas vão aumentando pois começam a acontecer coisas bem estranhas e incomuns. Para começar, da noite para o dia o carro de Sam foi entalhado com a palavra “PRÓXIMO”, mas como vandalismo é algo comum, eles acabam deixando isso passar. O problema é que algo parecido ocorre com um dos professores deles, além de também sofrer um ataque. Isso é no mínimo perturbador, não? Mas não pára por aí, em uma noite em que Sam e seus amigos foram à uma festa, um homem é encontrado morto na casa de seus vizinhos, e eles alegam que o cara invadiu a casa e que fora assassinado em nome da legítima defesa. Será que os vizinhos são realmente inocentes? A alameda que até então era tão tranquila, de repente se torna cenário de morte e de mistérios assustadores. É nesse ponto que Sam e seus amigos começam a se preocupar com a sua segurança e investigam em segredo os vizinhos dela e o porquê de ela estar envolvida.

Sam é uma personagem bem madura levando em conta a idade que possui, mas também sabe agir de maneira infantil em diversas situações. No entanto, isso não é algo ruim pois esse comportamento dela me fez dar várias risadas ao longo da leitura, nunca me diverti tanto com uma personagem! Eu realmente adorei ela, a sua maneira de agir e pensar, em como ela pode ser uma pessoa boa ao mesmo tempo em que também é aquela pessoa que não leva desaforo para casa. E sempre que se sente ameaçada, ela nunca ignora, mas acaba retribuindo de alguma forma. Essa é uma característica dela que é muito divertido de ver. Juntando todos esses aspectos, como resultado temos uma personagem forte, que comete erros e aceita as dores que lhe é atribuída, mas que não desiste em momento algum. Creio que deu para perceber que Sam é a minha personagem favorita, certo?

“Deve-se tomar muito cuidado com o amor. Uma vez descuidado, pode simplesmente ficar inverso, transformar-se em ódio. Era o que eu sentia.”

Os amigos da Sam são incríveis e também têm a sua importância acentuada na história. Eu adorei essa cumplicidade entre os quatro, é o tipo de amizade que me vi desejando ter também, pois eles sempre estão juntos, compartilham seus segredos e conflitos familiares, tomam o problema do outro para si e eu achei isso muito legal, e por isso, é impossível não sentir carisma por eles.

É claro que é complicado para Sam ter que lidar com Felipe, pois além de ser obrigada a vê-lo todos os dias com a sua namorada Thaís na escola - uma garota fútil que se importa mais com as aparências -, precisa aceitar que o ex-namorado mora do outro lado da sua casa. O sofrimento dela em relação ao término é bastante visível, mas apesar disso, começam a aparecer outros caras que vão bagunçar o seu coração de alguma forma, então além de suspense, o romance também se fará presente na trama e será impossível não torcer pela Sam, para que ela consiga superar Felipe, torcer para ela conseguir dar uma chance para outra pessoa e claro, que a falta da mãe deixe de aparecer na forma de pesadelos e que ela consiga superar isso.


Eu fiquei durante o livro todo buscando respostas para as seguintes questões: “por que o autor escolheu a palavra Copas para dar nome a essa história?''  ou ''O que um simples símbolo de baralho tem a ver com a protagonista da história?”. Quanto mais eu lia, mais tinha a impressão de que elas não seriam respondidas, mas felizmente Dan Castro colocou uma nota no final do livro explicando e achei isso muito legal! Lá, ele diz que estava bem curioso sobre os naipes das cartas e durante sua pesquisa, descobriu que cada um representava um elemento e tinha um significado.

Copas está relacionado ao elemento água e se refere ao mundo dos sentimentos e realmente, não poderia definir a Sam de outra forma!

A diagramação do livro está impecável, amei a capa e as páginas amareladas! O espaçamento entre linhas está bom e não encontrei erros ortográficos. Esse livro tem uma pegada de mistério, mas creio que aborda mais sobre como superar a perda de um dos pais e como lidar com os altos e baixos do amor, tanto é que quando a protagonista é tratada mal, sem nem mesmo perceber acaba ferindo as pessoas que mais se importam com ela.

Copas é o início de uma quadrilogia intitulada Naipes e os próximos livros terão como protagonistas os amigos de Sam, o Erick, Tina e Felipe e mal vejo a hora de ler a sequência! Eu realmente amei esse livro e recomendo fortemente para todos, o mundo precisa conhecer essa história incrível. Prometo que vocês não irão se arrepender, leiam!

16 comentários:

  1. Olá, Amanda, tudo bem?

    Que coincidência, publiquei resenha do mesmo livro! hahahah
    Que legal ver que você gostou tanto da leitura e até faviritou! \õ/
    Achei o livro bem leve e ágil, se eu não estivesse tão ocupada com as provas eu teria lido facilmente em dois dias, no máximo.
    Também achei bem legal o título do livro e seu significado. Na minha resenha eu nem quis mencionar isso pra deixar o povo bem curioso! hahahaha
    Ao contrário de você, encontrei uns errinhos de revisão, mas basta uma nova edição e tudo será resolvido.
    Agora estou curiosa para ler as histórias dos outros naipes, espero que o Dan publique muito em breve!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Amanda
    Eu não tinha conhecimento desse livro, mas só hoje já é a segunda resenha que leio a respeito e já estou totalmente curiosa para conferir, ainda mais diante de tantos comentários positivos. Fiquei apaixonada por essa capa, e é ótimo saber que será uma quadrilogia, pois assim posso me preparar hehe. Enfim, minha curiosidade só aumentou diante do enredo, personagens e sobre o título, que você comentou, mas acho que só lendo para compreender bem o significado né?!

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oii Amanda!
    Eu ando vendo muitas resenhas desse livro, em nenhuma delas o resenhista me revelou oque eu mais queria saber, Por que Copas? e você me revelou, então muito obrigado! fora isso to achando esse livro cada vez mais interessante, e muita resenha positiva! Eu meio que já gosto da Sam e odeio a Thais kk vou me preparar para ler esse livro pois vocês resenhistas me convenceram que ele é bom rs
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Amanda, li a sua resenha pensando no nome do livro e como não tinha muito a ver com o enredo que você descrevia... até chegar a explicação... rs
    Achei a trama bem interessante e faz um tempo que não leio narrativas com adolescentes, então, essa dica veio no momento certo.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Acabei de ler outra resenha sobre este mesmo livro e cada vez estou mais certa que preciso de ler. A premissa é muito interessante, e embora não costume ler muitos livros do tipo, como os personagens são adolescentes eu acho que a história me iria prender.
    Beijinhos
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  6. Oi, eu li uma resenha desse livro ontem, e também elogiava a obra. Até então eu só conhecia a obra de capa, e achei ela bem interessante. E ontem quando li a outra resenha fiquei me perguntando porque copas, e você me respondeu haha <3 achei bem legal isso do nome, não sabia que os naipes tinham significado. Adorei a sua resenha

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Esto a conhecer esse livro hoje, e estou bem curiosa com essa história. Preciso saber qual é o mistério dos vizinhos, e como a sam vai desvendar e e resolver tudo. Um livro bem interessante que me deixou muito ansiosa para conhecer e conferir. Que ótima dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Olá Amanda,
    Acho legal quando as pessoas tem percepções diferentes de uma mesma obra. Enquanto você amou a leitura, a ponto de favoritá-la, uma resenha que li há pouco levantou alguns pontos negativos na obra.
    Fiquei me perguntando sobre o título escolhido e satisfeita por saber que o autor responde isso (ainda bem!!).
    Um dos pontos que mais me agradaram em sua resenha foi que Sam é uma personagem madura, acho isso essencial em uma boa trama.
    Dica anotada e fortalecida por sua opinião.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Parece ser muito legal esse livro! Já é a segunda resenha que leio e ambas me deixaram bem curiosas com a leitura.
    Gosto de livros que tem esse ar de mistério, porém algo mais leve, mais juvenil. Dependendo torna algo mais próximos a nós.
    Acho super importante que o título (e algumas vezes a capa) tenham sentido com a história. Que bom que o autor no final explicou isso.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Amanda!
    Achei muito legal essa capa e a premissa da história parece ser boa, deu pra ver que você realmente gostou do livro (favoritou, né!). Achei legal que a adolescente fosse um pouco mais madura para a idade, assim não fica muito irritante (eu me lembro como eu era chatinha nessa idade). E amei o fato do autor ter explicado o porquê da escolha do título do livro! Acho que combinou bem! Passarei na Novo Século para ver o livro! bj! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curte aí!

    ResponderExcluir
  11. Oo Amanda, tudo bem?! A primeira coisa que chama minha atenção nesse livro é cala pois apesar de simples está bem bonita e atrativa! O enredo claro também é bem interessante e fiquei curiosa para saber se esses novos vizinho são ou não responsáveis pelas coisas estranhas que vem acontecendo na cidade. Vou comprar esse livro ainda hoje e depois volto aqui para te contar o que achei.
    Bj

    ResponderExcluir
  12. Oi Amanda!
    A capa e sinopse desse livro já chamaram minha atenção e sua resenha me deixou com mais vontade de ler. A história parece ser muito boa, sou fã de livros juvenis e se tiver um pouco de mistério fica ainda melhor. Também gostei da ideia desse grupo de amigos tão diferentes e ainda assim tão unidos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Fico feliz de saber que mesmo não esperando nada do livro, ele te cativou, ganhou um espaço no seu coração e a surpreendeu. Não tem sentimento melhor, não é? Esse livro já me chamou a atenção pela capa e já tinha ouvido falar dele, fiquei muito curiosa com a história e sei que seria meu tipo de leitura. Dica anotada, beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oie.
    Esse livro tem a capa muito bem trabalhada,chama bastante atenção e amo como a Novo Século dá várias oportunidades para autores nacionais. Esse é um desses livros que você gosta bastante e faz a leitura ter valido a pena. Ainda não li, mas a dica fica anotada.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Eu não conhecia esse livro, me pareceu bem interessante a estória. Fiquei interessada nesse mistério de quem está cometendo vandalismo e atacando pessoas. De quem será a culpa?
    Achei bem legal essa explicação sobre o título é o símbolo de copas na capa. Realmente achei estranho o nome e a capa, devido ao enredo descrito e essa explicação foi bem legal.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  16. Oi Amanda, tudo bem?
    Sabe que já vi algumas resenhas desse livro e já tinha me interessado muito nele, fiquei mais feliz ainda em ver que sua opinião positiva condiz com as outras resenhas, isso quer dizer que o livro é ótimo mesmo. Gostei de ver que ele trás uma história mais voltada para adolescentes e mesmo assim com uma pegada boa. Com certeza lerei logo que tiver uma oportunidade!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir