03 novembro 2015

Resenha - Paris do Oriente





Em um bairro da cidade chinesa de Harbin, um refugio para famílias russas que fugiram da Revolução Comunista, Alina Koslova tem que tomar uma decisão importantíssima se quiser que sua única filha, Anya, sobreviva. São os últimos dias da Segunda Guerra Mundial e a situação da cidade é tensa. Mãe e filha se veem tragicamente separadas: Anya com apenas 13 anos, vai para Xangai, enquanto Alina é levada de volta para a Rússia. Para Anya o que poderia ser a salvação acaba se tornando o início de uma montanha-russa de descobertas, emoções, tragédias e mudanças intensas, quase inacreditáveis. Entre alegrias, tristezas, uma paixão avassaladora, fugas e recomeços, a única coisa que não muda em Anya ao longo dos anos é a certeza de que um dia ela e sua mãe vão se reencontrar. Paris do oriente é uma saga rica sobre as transformações do mundo no século XX e uma celebração do amor e da esperança, sobre a incerteza e a distância. Apaixone-se por este livro comovente e poderoso!
Livro: Paris do Oriente
446 páginas || Cortesia: Editora Fundamento || OndeComprar ||











Com o término da Segunda Guerra Mundial, a situação russa não estava muito boa e procurando abrigo de futuras guerras internas, Alina Koslova parte com sua filha, Anya, para Harbin, uma cidade chinesa que abriga inúmeros cidadães russos, lhes dando uma oportunidade de recomeçar sua vida.

Mas quando os japoneses são expulsos da China e as intrigas internas recomeçam, dessa vez com o apoio comunista, Alina se vê com um decisão difícil, voltar para sua pátria ou mandar sua filha para algum lugar onde ela possa ter um futuro, mesmo que longe dela?

Convenhamos que não é tão difícil assim e logo mais Anya parte rumo com destino a Xanguai, sem sua mãe, que ela jurou votar a encontrar.

Narrado em primeira pessoa sob vários pontos de vistas pertinentes, o livro passa tão dinâmico quanto a narrativa proposta pela autora permite, o que para mim não é tão dinâmico assim, afinal, eu sou do tipo que ama uma trama histórica cheia de aventuras e seja talvez pelo fato de eu ser viciada em dramas coreanos e mangás japoneses que eu esteja acostumada a ver todos os países orientais com um olhar mais dramático e talvez um pouco romantizado e cômico.



Contudo uma coisa é fato, este livro é denso, tem uma garga emocional muito grande e um apelo maior ainda, que é o laço entre mãe e filha, que mesmo tendo anos passado não se mostrou nenhum pouco diluído por parte de Anya, que nunca desistiu de reencontrar sua mãe.

Ao longo da trama vemos a personagem se desenvolver e evoluir, e dada a quantidade de coisas pelas quais ela passa é mais que normal que isso tenha acontecido, porém o que me chamou a atenção foi como ela procedeu com muitas coisas, é realmente curioso em alguns momentos, e os personagens secundários só vem a acrescentar, mesmo quando eles não são tão adoráveis assim.


Para quem gosta de narrativas onde o foco é bem histórico e nos mostra um olhar totalmente diferente do que já conhecemos sobre determinado acontecimento marcante, este é um bom livro, ainda mais se você curte aquele romance que não é só romance, que tem toda uma relação envolvendo a protagonista, porém saibam desde já que a leitura é um tanto quanto parada, por vezes me lembra Jane Austen e outras romances russos como Anna Karenina, e essa lentidão dos fatos por vezes me incomoda um bocado, contudo não nego a beleza de todo o cenário e nem que me comoveu tudo pelo que elas passaram, se este livro fosse um filme, ele teria me feito chorar diante  de todo o drama que elas enfrentaram.



53 comentários:

  1. Oii,

    Uau, senti a intensidade desse livro pela sua resenha. E parabéns por isso. Mas tenho que confessar que não sou muito fã desse tipo de livro. Mas com certeza deve ser uma leitura muito intensa. Também sou fã de doramas e animês. :D

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, sério? Que demais, é muito difícil eu encontrar uma pessoa que também seja kkkk.
      Obrigada, eu sempre tento transmitir o que sinto em minhas resenhas, acho que fica mais fácil para vocês - leitores - decidirem se querem ou não lerem o livro, acho isso muito importante.
      Bjs

      Excluir
  2. Olá! Diferente de você não sou muito ligada em mangás ou na cultura japonesa. Mas gosto muito de história com diferentes pontos de vista, achei a premissa bem interessante e pelos seus comentários acho que é uma pedida. Confesso que pela capa não seria atraida para o livro.
    beijos!

    www.deixaela.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Jessica.
      A capa também não tinha me chamado muita atenção, mas quando o livro chegou aqui em casa, eu fiquei bem feliz com ela, muito delicada e bem feita!
      Bjs e espero que goste caso venha a ler algum dia.

      Excluir
  3. Sério que acha Jane Austen parada?? Não creio... mas né.. cada um no seu gosto.
    Eu achei a capa linda e o enredo me cativou logo de cara. Adoro livros com teores históricos bem trabalhados e com certeza leria esse livro, apesar das suas advertências... rsrs..
    Adorei a dica, super anotada espero poder lê-lo em breve.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Raíssa.
      Sim menina eu acho! Me rende vários olhares tortos, mas infelizmente acho que ainda não é o momento de eu ler e gostar de Jane Austen, sou filha da ficção científica e do romance turbulento, então... E fico feliz, pois apesar das minhas advertências ele não é um livro ruim e sinceramente eu acho que ele pode ser muito bem apreciado pelo público certo.
      Bjinhos e ótima leitura

      Excluir
  4. Oi Agatha

    Apesar da proposta interessante do livro, não me convenceu.
    Pelo que você demonstrou parece ser um desses livros arrastados com muitas referências históricas e tal.
    Não gostei muito. Só da capa e do título.
    Mesmo assim, valeu a dica;.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Rízia.
      Ah moça, não é tão arrastado, mas se você não gosta de referências históricas é melhor não gastar seu tempo com um livro que provavelmente você irá querer abandonar.
      Bjokas e por nada!

      Excluir
  5. Olá Agatha,
    Assim como você, costumo ver a cultura oriental de uma forma mais dramática. Acho que esse livro deve ter sim uma carga dramática grande e deve ser muito denso. Gostei de você falar que a personagem cresceu, mas não me agradou o fato de ser uma leitura densa. Esse tipo de livro me incomoda muito. Não é o que preciso ler no momento, mas vou anotar a dica para o futuro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Bruna.
      Sim, nossa tenho tantas indicações sobre cultura oriental, mas elas ficarão para um momento futuro e mais oportuno, e sim, é uma leitura bem densa, daquelas que se eu pudesse teria lido só nas férias e junto com algum romance mais tranquilo, fico feliz que tenha ficado a dica.
      Bjos

      Excluir
  6. Nossa se te lembrou Jane Austen deve ser SU-CES-SO! Achei a premissa muito interessante, e parece bem o tipo de livro que eu curto! Espero poder ler logo!

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Camila.
      Kkkkkk, espero que curta muito então menina, e aproveita os descontos de fim de ano e compra ele!
      Bjokas e boa leitura.

      Excluir
  7. Oi Agatha! ^^
    Não conhecia esse livro ainda, mas costumo gostar de ler livros com foco na primeira ou segunda guerra mundial. Fiquei interessada nesse e achei a capa muito bonita, a única coisa que me deixou preocupada foi a história se desenvolver de forma lenta, como você isso me incomoda...

    Beijinhos e até logo! :*
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Amanda.
      Se você gosta de livro que tenham essa temática acho que vale você dar uma chance hein! Pega um dia que der e achar ele numa livraria e folheie, as vezes o meu lento pode ser tranquilo para você.
      BJs

      Excluir
  8. Agatha lindona eu gosto de livros que me tragam muitas emoções e mesmo sendo um livro com carga emocional, senti que a leitura é meio parada e por isso talvez eu não apreciei muito. Essa capa é linda demais, confesso que fiquei bem curiosa com esse reencontro entre mãe e filha. Quem sabe leia em outro momento. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Joyce.
      Eu super te entendo, de verdade, espero que quando você sentir que está na hora de ler algo parecido com esse livro, você se lembre da dica e então me conte o que achou depois.
      Bjs

      Excluir
  9. Oi Agatha!
    Apesar de a sua resenha estar ótima, não me envolvi com a história não. Seja pelo fato de ser ambientado na segunda guerra, na Europa ou seja pelo carga dramática que a trama trás....Sei lá viu, sou meio chata com esse tipo de tema, hehe
    Mas parabéns pela resenha, ela está ótima!!!
    beijinhos,

    Eu Pratico Livroterapia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Denise.
      Obrigada, de verdade, fico feliz que você tenha gostado da resenha mesmo que o livro não tenha te despertado a atenção, e eu compreendo, também fico com um pé atrás com leituras assim, as vezes elas mexem demais com meu emocional, kk.
      Bjokas

      Excluir
  10. Fiquei super interessado na história. Até então nunca havia visto falar dela, mas pela tua resenha deu pra perceber o quão intensa ela é. E eu gostei disso. Com certeza eu lerei - algum dia...

    Decidindo-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Vinicius.
      Que bom que gostou menino, fico contente e espero que quando venha a lê-lo goste bastante.
      Bjs

      Excluir
  11. Olá,
    O livro parece ser bacana, adoro qualquer coisa envolvendo Paris, morro de vontade de conhcer a cidade <3. Enfim, só é chato isso de se desenvolver de forma lenta.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Inês.
      Que bom que gostou, mas moça fique esperta pois a Paris do título não é a Paris da França, sabe quando os primeiros ingleses vieram para os EUA e o chamaram de Nova Inglaterra? É mais ou mesmo a mesma coisa.
      BJs

      Excluir
  12. Só de ler a resenha já fiquei encantada pelo livro! Fiquei entusiasmada com vários detalhes, começando pela época em que ocorre a trama. Adoro essas histórias que se passam durante ou logo após a Segunda Guerra. Também gosto de narrativas em que aparecem vários pontos de vista diferentes, e o fato de ser narrado em primeira pessoa nos mostra a visão de cada personagem que narra. A densidade e carga emocional também me seduzem. Tudo isso já seria motivo suficiente para que eu quisesse ler a obra, aí você associa com Anna Karenina e com os livros de Jane Austen... está decidido, vou ler Paris do Oriente! Bela resenha! Beijos!
    http://leituras-compartilhadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie - deixe seu nome numa próxima vez Flor.
      Fico muito feliz que tenha gostado, de verdade, se é seu tipo de leitura e gênero, vai na fé e se delicie com essa trama, de verdade, torcendo por uma leitura encantadora para você.
      BJokaaas

      Excluir
  13. Olá,
    Eu gosto muito de livros com um fundo bem dramático e um cunho histórico emanando de cada página que trazem emoções perturbadoras e uma atmosfera de suspense, tensão e esperança para nós e os personagens.

    Eu li Criança 44 e Discurso Secreto que são similares a esse livro que adorei a premissa.

    Beijos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Joanice.
      Que bom que você gosta e não posso dizer muito sobre sua comparação pois nem mesmo conheço as obras, porém espero mesmo que você goste da leitura.
      Bjs

      Excluir
  14. Agatha.
    Eu gostei muito da premissa do livro. Aliás, vários da editora fundamento tem me interessado, uma pena que uma boa parte não seja lançado rápido em ebook.
    Amo livros históricos de qualquer época, e esse já me fez gostar só pelo título. Quando você comparou a Jane Austen decidi que preciso ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Tamara.
      Uma pena isso sabia, mas infelizmente acontece, apesar que eu nunca comprei um e-books, porém eu sei o quanto você aprecia um, assim fico torcendo aqui para que eles agilizem esse processo, você poderia fazer uma sugestão no site deles, vai que resolve alguma coisa né?
      Bjokas e espero que seja uma leitura prazerosa para você.

      Excluir
  15. Amo narrativas que tenham a segunda guerra mundial como pano de fundo e se trouxer uma bagagem histórica então, será um banquete para mim. Não conheço muito da história oriental e acredito que este livro me daria boas aulas, sem falar da questão mãe e filha que com certeza, pode me arrancar algumas lágrimas. Quero muito ler, fiquei mega interessada!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Ivi.
      Nossa, se você gosta vai amar, e sim, o livro dá uma boa aula, as vezes fico pasma com o quanto aprendemos mais com os livros sobre história e geografia, até mesmo ciências, do que na escola kkk.
      Bjs e boa leitura

      Excluir
  16. Olá Agatha!!

    Mais que anotado!! Sou louca por tudo que envolve Japão e China, ainda mais com fatos históricos!! Amei a resenha e amei saber desse livro que nunca tinha visto!!
    *A Fundamento manda bem nas capas! *_*

    Bjus!
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  17. Oi Agatha!
    Senti que vou gostar muito desse livro! O seu comentário sobre ser algo que já aconteceu, um romance que tem mais e mais... já quero! Adorei muito a indicação, e sua resenha está perfeita! Ainda não conhecia o título, mas estou bem curiosa \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  18. Oi Dryh!
    Não conhecia o livro e a história parece ser encantadora. Fiquei bem curiosa e com uma vontade de ler nesse exato minuto, saber como todos esses acontecimentos vão se desenrolando até chegar ao final. Dica mega anotada!
    Ótima resenha!
    Beijinhos,
    Karine!

    Conheça-me: Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
  19. Oi Ágatha,

    Adoro livros sobre a cultura oriental <3 Você já leu Battle Royale?
    Eu acho que gostaria muito desse livro se não fosse assim tão parado como você falou. E ainda tem a parte angustiante sobre a separação entre mãe e filha, e tudo que elas passaram, senti como é intenso só pela sua descrição...
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,

    Luiza
    Every Little Book

    ResponderExcluir
  20. Olá! parabéns pela resenha, está linda! Linda a capa, gostei muita da premissa, gosto de romances com essa pegada histórica, mesmo que fique um pouco monótona a leitura, acho que vale a pena, beijos

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oie tudo bem?
    Então Agatha, estou lendo um livro bem parecido, com foco no laço entre mãe e filha, mas que é igualmente denso e lento e também começa com a história se passando na China. Coincidência, né? Não tô gostando muito do que estou lendo então não vou me arriscar a ler este, mas adorei sua resenha. Parabéns.
    http://www.leituradascinco.com/

    ResponderExcluir
  22. Oie, Agatha!
    Nossa. Esse enredo me lembrou MUITO Anastasia, minha animação favorita. Talvez por isso dê uma chance – além disso, é um livro bem fininho, então por que não? Hahhaah enfim, amei sua resenha.
    ✎ Com carinho,
    Celly Nascimento.

    Me Livrando ━ Livre-se você também!

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem?

    Primeiro, gostei da capa. E e gostei muito da premissa do livro. Gosto de um bom drama. Ainda mais destes com uma carga emocional e com um fundo histórico tão marcante como a segunda guerra mundial. Tenho certeza que iria me emocionar muito. Adorei a resenha.

    beijos

    http://www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oie Ágatha

    Estou com mais um na minha lista. Fiquei bastante interessada com a sua resenha, com certeza vou ler.
    Beijos
    Eu e meu vício chamado Leitura

    ResponderExcluir
  25. Oi! Eu já havia visto em algum outro blog a resenha desse livro e eu fiquei bem interessado com a história e fiquei impressionado com a diagramação da fundamento, eu não achava que era tão caprichada assim.... Parabéns pela resenha!

    Abraços, Miguel do Demasiadamente Lendo

    ResponderExcluir
  26. Olá,

    Gostei da resenha e até tinha me interessado em ler, afinal, são poucos os livros que se passam lá no oriente. Porém, não gosto de livros "parados" sempre que tento ler, acabo abandonado a leitura, desta vez deixarei a dicar passar.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Olá. Parabéns pela resenha. Gosto muito de livros que tem um toque histórico e principalmente quando se tem algo familiar, sobre famílias. Parece ser uma obra um pouco lenta e isso me desanimou um pouco. Mas quem sabe eu dou uma chance.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Oi Agatha, eu amei a sua resenha, apesar que eu não senti vontade de ler o livro, não sei mas pela sua resenha ele não parece ser o tipo de leitura que estou procurando, ainda mais que ele é parado. Mas quem sabe um dia eu dou uma chance e vejo o que eu acho.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  29. Olá, Agatha. O livro parece ser bem interessante para quem curte este tipo de leitura, mas para mim talvez não funcionaria, então passo a dica. Achei a capa linda!
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  30. Oi Agatha ☺
    O título não é muito atraente mas a sinopse me cativou...
    Não sou muito fã de livros que abordam temas históricos, MAS eu adoro um drama e sou fã de carteirinha do desenho Anastasia ❤
    Esse amor entre mãe e filha deve ser bem tocante e em meio à todo esse desespero da separação deve ficar ainda mais evidente o teor denso do livro.
    Adorei a resenha e esse é um livro que eu leria se tivesse a oportunidade...

    Abraço e Bons Livros

    ResponderExcluir
  31. Oi lindona, tudo bom? Então, li um livro que seguia mais ou menos essa premissa, Deserto de ossos. Também de cunho histórico, porém sob uma perspectiva diferente e com romance. Bem, a minha impressão foi muito parecida com a sua. Gosto de aventuras e ação então acabei achando meio parado. Adorei a sua resenha pela abordagem direta e sincera, mas confesso que é uma leitura que eu não sei se faria. Bjossss

    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. oiee.

    Primeira vez que vejo a respeito deste livro e acabei ficando um pouco curiosa para conhecer a trama, pois me parece muito boa de ler. Não me lembro de ter lido algo no estilo por isso fico na expectativa e com medo também, rs

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  33. Olá!
    Adorei esse livro, quer dizer, conhecer um pouco deste livro, pois ainda não tinha ouvido falar. Eu gosto muito de ler livros com esse cenário de segunda guerra, geralmente acabo lendo muitos relatos de judeus sobreviventes. Mas nunca li nada que se passasse na Rússia pós comunista, gostei bastante da dica!

    ResponderExcluir
  34. Amo livros que mostram um pouco de história e este parece um ótimo exemplo,leria sim,não conheço titulos não infanto-juvenis da Fundamento,bom conhecer um.

    ResponderExcluir
  35. Oii!
    Eu nunca li nenhum romance histórico desse tipo, mas tenho muita curiosidade. Como eu adoro os livros da editora, e sei que eles lançam ótimos livros. Pena que é uma leitura cansativa e "presa", não curto isso, mas acho que consigo relevar. rs
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  36. Aquele momento que você descobre que a dona de um dos seus 5 blogs favoritos gosta de dorama
    Jesus, socorro.
    Eu gosto do livro
    Gosto de romances com foco histórico apesar de não curtir romances de época, é definitivamente não gosto de histórias densas que se arrastam, elas me sufocam, me agoniam...
    Haha
    Mas enfim, amei a resenha
    Não sei se leio ou não, To dividida, mas, amei.
    Bjs Tay do Let It Shine

    ResponderExcluir
  37. OIe, tudo bem!?
    Eu não conhecia o livro e pela sua resenha, não tenho certeza se eu leria. Adoro livros que se passam durante, após ou pré guerra, então esse é um ponto positivo para o livro... Só que o resto não sei se me chama tanto a atenção. Vou esperar mais resenhas para ter certeza!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  38. Oi!
    Não sei se leria por ter uma carga emocional muito grande, e por ter guerra no meio, eu fujo de livros assim :(
    Mas o tema parece bem interessante, e bem desenvolvido, uma ótima indicação para quem curte o gênero

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir