09 outubro 2015

Resenha - ZAC & MIA





A última pessoa que Zac esperava encontrar em seu quarto de hospital era uma garota como Mia - bonita, irritante, mal-humorada e com um gosto musical duvidoso.
No mundo real, ele nunca poderia ser amigo de uma pessoa como ela.
Mas no hospital as regras são diferentes. Uma batida na parede do seu quarto se transforma em uma amizade surpreendente.
Será que Mia precisa de Zac? Será que Zac precisa de Mia? Será que eles precisam tanto um do outro?
Contada sob a perspectiva de ambos, Zac e Mia é a história tocante de dois adolescentes comuns em circunstâncias extraordinárias.





Livro: ZAC & MIA
288 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Novo Conceito|| OndeComprar











Zac é um adolescente que foi diagnosticado com leucemia. No hospital durante o inicio de seu tratamento os médicos percebem que a quimioterapia surte o efeito esperado, então resolvem partir para um transplante de medula óssea. Porém, antes disso acontecer, ele teria que ser internado por mais tempo para então fazer o tratamento necessário, e por isso tentava encarar tudo da melhor maneira possível até mesmo a presença exagerada de sua mãe que sempre controlava tudo que ele fazia ou deixava de fazer.

Pelo menos ele tinha companhia para jogar videogame e até mesmo para fazer palavras cruzadas, assim passava o tempo. 

‘’Antes que eles pudessem me dar uma nova medula no ‘’Dia 0’’, tiveram de me levar para perto da morte. Cinco dias com quatro drogas para quimio, daí três dias de irradiação em todo o corpo.’’
‘’Antes da leucemia, eu tinha problemas para permanecer em uma sala por duas horas, quanto mais um dia inteiro. Tudo de interessante acontecia do lado de fora: futebol, críquete a praia e a fazenda. Até mesmo na escola, eu sempre sentava perto da janela para poder ver o que estava perdendo lá fora’’

Mas o que de fato mais o incomodava era ficar o tempo todo dentro de um quarto sem poder sair ou fazer alguma coisa diferente. Ficava observando o movimento das pessoas através de uma grande janela que dava vista da entrada do hospital e também da porta de seu quarto para o corredor, mas isso não era suficiente.

“Preciso interagir com pessoas da minha idade, em tempo real. Preciso de algo que me faça lembrar do mundo, sem censura ou cautela. ”

Só que além da presença de sua mãe no dia a dia, Zac ficava aos cuidados de Nina, uma enfermeira bondosa e atenciosa que sempre procurava dar o seu melhor todos os dias. Mas as coisas acabam mudando bastante com a chegada da nova paciente no quarto ao lado, porque tudo fica bastante tumultuado, pois aos gritos, Mia não quer de jeito nenhum se submeter ao tratamento e nem ao menos quer saber de nada e nem de ninguém. Maltrata os médicos e as enfermeiras e principalmente sua mãe que é retirada do quarto deixando-a sozinha no hospital com seus ataques de fúria.

‘’Há tanta coisa que ela ainda não compreende: que fica melhor, que não é culpa dos médicos. ‘’Não lute’’, eu quero dizer. ‘’Não puxe a alavanca da Saída de Emergência. Tome as pílulas e aproveite o passeio como der’’

Mia tem 17 anos e foi diagnosticada com osteossarcoma e de acordo com as pesquisas que Zac conseguiu pela internet, ela tem sorte e maiores possibilidades de se curar, mas ela tem vergonha do seu estado atual e sendo uma garota popular entre os amigos e muito bonita, ela acaba mentindo sobre o que realmente esta acontecendo.

‘’Eles não percebem o quanto estão enganados sobre a vida dela? Sobre o quanto Mia está doente e triste?’’ 

Com o passar dos dias cansativos naquele hospital, Zac de alguma maneira tenta fazer contato com a sua nova vizinha batucando na parede, mas fica ainda mais surpreso quando vê que ela o convida para ser sua amiga pelo facebook. Ele fica pensativo por um tempo, mas acaba aceitando o convite e assim eles acabam trocando mensagens e iniciando uma amizade bastante estranha, mas de alguma maneira fazendo com que se ajudem nos momentos difíceis. 

Depois de ter passado um tempo no hospital, ambos acabam tomando rumos diferentes. Só que o destino faz com que eles venham se reencontrar e fazendo com que a amizade deles venha a se tornar ainda mais forte. 


Quando iniciei a leitura eu não sabia o que realmente esperar dessa estória, pois até então nunca tinha lido nada desse gênero, mas gostei da maneira como a autora foi desenvolvendo tudo durante as páginas, pois ela me surpreendeu com sua escrita que é muito bem fluida e também pela delicadeza com que ela descreve todos os acontecimentos entre os personagens. Até lembrou-me da escrita da autora RaibowRowell. 

Achei também que os personagens foram muito bem estruturados, pois eles são cativantes cada um a sua maneira, mas no meu ponto de vista eu gostei mais de Zac, porque o achei um personagem bastante maduro, principalmente por aceitar sua atual condição e ainda tentar de alguma maneira ajudar Mia durante a sua internação. Além de ser extremamente orgulhosa é uma completa cabeça dura que não entende que é necessário passar por algumas situações, sendo fáceis ou não.

Sinceramente confesso que apesar do livro ter por ora uma narrativa no ponto de vista de Zac e na outra de Mia, eu não me senti tão conectada com eles, mesmo conhecendo ambos os lados e suas dificuldades em relação às doenças, notamos sim as suas emoções, mas pelo menos para mim faltou algo mais que não sei explicar. 

O seu desfecho também me deixou uma interrogação, porque foi simples, mas também deixou um vazio por assim dizer. Sabe quando parece que a estória fica incompleta e o autor coloca um ponto final só para acabar o livro? Então, não sei explicar o sentimento que tive. Foi o mesmo sentimento que tive quando terminei de ler o livro Eleanor e Park que também gostei muito, mas que teve um final assim simples e PRONTO acabou tudo! Eu particularmente gosto de finais esclarecedores e que me deixam com sentimento de missão cumprida sabe? Mas não degrada o sentido e a mensagem do livro não. É mais uma opinião particular mesmo e que às vezes sinto falta. 

Mas mesmo assim não deixo de recomendar a leitura, porque é uma estória leve que vai fazer você devorar as páginas rapidamente e quando for ver já foi metade do livro. (risos) Quando a historia nos toca eu realmente me sinto mais a vontade para detalha-lo.

Zac& Mia é um livro que transmite lições de vida e foca muito na amizade, no amor e no apoio da família que é muito importante nessas situações e mostrando como temos que ser fortes e saber enfrentar os obstáculos da vida, pois em algumas partes percebendo as dificuldades de Mia comecei a me colocar no lugar dela e em como ela se sentia. Vi como a minha vida é valiosa independente de todas as dificuldades que passo. Posso sofrer e falar que a minha vida não é nada daquilo que eu gostaria, mas depois de ver a situação da personagem que vocês vão descobrir no decorrer dos capítulos, eu fiquei assim impressionada, pois penso que todos nós temos que agradecer a Deus por ter saúde e uma família que nos ama e nos querem bem independente de qualquer coisa.

Enfim...

Quanto à diagramação, eu achei que está impecável.
Não percebi nenhum erro durante a minha leitura. O livro contém fonte de um tamanho muito bom. Páginas amareladas e uma arte de capa linda que mostra a simplicidade da estória. A Novo Conceito está de parabéns pelo BELO trabalho. Sempre surpreendendo seus leitores da melhor maneira possível =D

29 comentários:

  1. Eu adoro livros onde o apoio e o amor da família são retratados delicadamente!
    E essa capa ficou uma gracinha! Adorei!

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha o livro é realmente muito fofo sabe?
      Eu acho que todos deveriam ler, porque nos passa uma mensagem muito bacana.
      E mostra como é a dificuldade de uma pessoa que está doente e aceitar aquela situação. Enfim...leia que vc vai gostar

      Excluir
  2. Oi Silvana! Tudo bem?

    Eu também gosto de finais esclarecedores porque também sinto que o dever foi cumprido entre os personagens, principalmente quando a história é tensa ou fatos que são complicados e só é resolvidos no final. Para ser sincera não me recordo de ter lido resenha desse livro, por isso fiquei surpresa com a sua resenha. Caso tenha oportunidade de ler vou querer conhecer a história.

    Bjão

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha fico feliz que tenha gostado da resenha e também de ter pensado em dar uma chance para leitura, porque o livro não deixa de ser bom de modo algum. Ele é muito fofo e com uma narrativa gostosa que você pode ler rapidamente. Eu super indico. Espero que goste !

      Excluir
  3. Esses livros com gente doente está virando até gênero XD, mas eu gosto dessas histórias pelo menos para assistir na tv, talvez mais para frente eu pegue esse livro porque fiquei bem curiosa para conhecer a história desses dois personagens.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha eu também acho que virou MODA os livros de personagens que são doentes. Acho que também fazem isso para mostrar a vida de pessoas que passam por um determinado problema. E também esse foi o primeiro livro que li desse gênero para você ter uma ideia. Desses famosos que já foram lançados não li nenhum, mas espero poder ler assim que puder =]

      Excluir
  4. Oii querida, que bela resenha. Já tinha visto resenhas do livro antes, e pra mim não me chamou muita atenção, porque o enredo "câncer" já me saturou um pouco. Mas claro, que quero ler Zack & Mia para tirar minhas próprias conclusões. Uma dúvida: você sabe se vão lançar filme sobre esse livro? Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha primeiramente quero dizer que fiquei feliz que tenha gostado da minha resenha e espero de verdade que você tenha a curiosidade de fazer a leitura. Segundo é que fiquei sabendo que parece que vai ter o filme dele sim. Foi o que andei vendo nas redes sociais. Mas temos que aguardar né? Mas eu também concordo com vc numa coisa, esse assunto do câncer virou moda mesmo no mundo literário, mas esse foi meu primeiro contato, porque nem os FAMOSOS que todos já leram eu li ainda =x

      Excluir
  5. Olá, tudo bem?
    Estou saturada de livros de doenças, o que aconteceu com o bom e velho romance? Realmente não está dando mais, quando procuro um romance, procuro algo inovador e por este motivo não me interesso pelo livro!
    Por mais que a estória seja bem construída e o escritor saiba o qie está fazendo, ele não desce na minha garganta!

    Beijos,
    Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha esse foi o primeiro livro da temática que li, mas imagino como a maioria tá cansado por ter lido já vários livros da moda que foram lançados, porque eu não li nenhum até então, mas espero poder conhecer, embora hoje o assunto é mais sobre doenças para poder mostrar para as pessoas os problemas que são passados sabe? Acho legal, mas também quando fica muito repetitivo os gênero realmente cansa.

      Excluir
  6. Oi, tudo bem ?

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro e acho que você expôs os pontos positivos e negativos muito bem. Em relação ao final: às vezes o autor quer tanto deixar algo sujeito a subjetividade que acaba terminando antes da hora e pode ter sido o que aconteceu nesse caso. Mas fico feliz que, apesar disso, você gostou do livro. Fico mais empolgada para ler!

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Fernanda. Eu gostei do livro principalmente porque foi o primeiro do gênero que li. Eu nem li os livros famosos que todo mundo já leu como A CULPA É DAS ESTRELAS, POR LUGARES INCRIVEIS e por ai vai....Mas eu acho legal esses livros para que possamos conhecer o lado dos personagens e que uma pessoa pode passar com certas situações sabe? Mas mesmo assim espero conhecer ainda outros livros que abordam o tema.

      Fico feliz que tenha gostado da resenha e espero que leia =]

      Excluir
  7. Oi Sil.
    Tudo bom?
    Eu comecei a ler, mas tive que parar por causa da minha cirurgia. Concordo com você com.relação a Zac, acho ele até bem maduro para a idade dele.
    Como estou no começo ainda, espero gostar mais do final a não ficar com a sensação de que falta algo, como aconteceu com você.
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha amiga o livro é muito fofo
      Espero que você goste da estória e fique bem. Não sei o que houve com você, mas melhoras viu? E não deixa de comentar depois o que você achou do livro que quero saber =]

      Excluir
  8. Olá!

    Até achei a premissa bonita, mas, como você disse que a escrita lembra a da Rainbow e o final é como Eleanor e Park, então não pretendo ler. Eu li Eleanor e Park e fiquei como você descreveu, até hoje não me conformo com aquele final. É uma pena ver que uma história tão bonita tenha acabado de maneira brusca, às pressas.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente menina é complicado.
      Eu fico até sem entender quando um livro termina assim.
      Eu acho que os autores deveriam chegar em um ponto final explicativo, porque as vezes até me desanima viu?! Mas mesmo assim o livro é gostoso de ser lido. A narrativa é muito boa e não tiro os méritos da estória, mas mesmo assim esses finais não tenho gostado muito não.

      Excluir
  9. OI Silvana!
    Tenho visto muitas resenhas positivas sobre esse livro e me arrependo de não ter solicitado para a NC. O livro não é meu tipo de leitura, mas eu queria muito conhecer essa história e a escrita da autora que tanto destacam nas resenhas. Sua resenha ficou ótima!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha eu sinceramente tenho que confessar que desde que foi lançado o livro já me chamou atenção e eu me lembrei um pouco de Eleanor e Park só em ver a capa =x Mas então assim que comecei a ler e vi que se tratava de personagens com problemas eu me aventurei, porque nunca tinha lido nada do gênero. Me surpreendi com tudo que eles passam e tudo mais, mas o desfecho não me agradou muito não =/

      Excluir
  10. Olá, ando um pouco com preguiça d eler livros assim rs. Acho que no momento certo lerei esse, a talvez goste, eu concordo com você em relação ao final. Gosto mais também de finais esclarecedores. Dica anotada, bjus!!!
    http://www.lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha o livro vale a pena ser lido
      Espero que você goste, porque é uma linda estória.
      Mas esses finais vou te contar viu?! rs

      Excluir
  11. Oii!

    eu achei que esse livro era daqueles de arrancar diversas lagrimas no final da leitura, mas todas as resenhas estão falando o mesmo. O livro é lindo e leve, e o final poderia ser melhor.
    Esse era o unico lançamento que estava me atraindo muito, mas depois fui perdendo o interesse de ler imediatamente. Hoje eu quero ler, mas não é algo de vida ou morte entende?

    Sua resenha está bem escrita e bem detalhada sem spoiler, gostei. E adorei essa foto!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda fico feliz que tenha gostado da minha resenha e também da minha foto =]
      Espero que você dê uma oportunidade para o livro, mas leia sem muitas expectativas para não se decepcionar entende? Mas no geral é um livro envolvente. Eu gostei bastante, porque não li nada do gênero até então, mas espero ainda conhecer outros livros assim.

      Excluir
  12. Oi Sil, eu estou com esse livro para ler aqui na minha estante mas não surgiu um tempinho pra ele ainda, to bem ansiosa pra essa leitura já que adoro esses romances em que os protagonistas são doentes (culpa de A culpa é das estrelas! haahah) sempre me sinto comovida com esses assuntos, sabe? e pelo que você contou na resenha eu acredito que iria gostar da leitura, espero fazer em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga olha eu nem li a A CULPA É DAS ESTRELAS para vc ter uma ideia. Foi uma FEBRE quando esse livro foi lançado que nem tive muito interesse. Ai passou o tempo eu assisti o filme e também não achei aquela coisa, mas gostei. Ele é fofo. Mas quero ler o livro sim. E outra coisa, Zac e Mia foi o primeiro do gênero que li e por isso acho que não foi algo assim batido pra mim. Mas a leitura é bem gostosa porque a estória foi bem desenvolvida. Espero que goste de verdade.

      Excluir
  13. Oi, flor.
    Embora o final tenha soado "incompleto", gostei muito do enredo e das impressões que você teve no decorrer da leitura, Silvana! Tenho acompanhado as resenhas sobre essa obra e, em geral, todas elas me encantaram. O gênero sick-lit provoca reflexões que acho necessárias, sabe? Sempre acabo pensando sobre o que realmente vale a pena quando me deparo com uma história como essa. Achei a história bem desenvolvida. Com certeza, lerei.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Estou dando um tempo de leituras desse tipo com doenças.
    Fico muito mal, choro mesmo depre geral rsrs.
    Vendo agora que o final foi simples acho que não leria, pq gosto de um final super bum rsrs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oii,

    O livro realmente está com uma diagramação impecável.
    Estou ansiosa para continuar a leitura.

    beijos

    ResponderExcluir
  16. Oie Amiga.
    Eu adoro esses gêneros, e tenho certeza que quando ler o livro eu vou amar.
    Adorei a premissa, delicada, envolvente e emotiva.
    É uma pena que você não conseguiu se sentir envolvida com os personagens, e fiquei um pouco receosa com esse final que você diz estar faltando algo. É realmente chato quando não temos um final esclarecedor e que da a entender que o autor apenas quis finalizar e colocou um ponto final.
    Mas eu espero gostar do livro mais do que você gostou.
    Amei a resenha, muito bem escrita e com ótima estruturação como sempre. :D

    ResponderExcluir
  17. Helloo, Silvana. Tudo bem!?
    Eu queria ler esse livro há algum tempo. Amo esse gênero e a premissa da obra me agradou bastante. Fiquei curiosa com os personagens e queria desvendá-los. Que pena que não se envolveu com os personagens, não gosto quando esse tipo de coisa acontece. Tem esse outro ponto da comparaçao com Eleanor e Park. Preciso confessar que detestei o final daquele livro. Tudo estava indo bem e então a autora colocou um ponto!
    Ainda assim pretendo ler Zac e Mia. Já vou me preparar para o final.
    Gostei bastante da sua resenha. Bem construída.
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir