08 outubro 2015

Resenha - Nove Plantas do Desejo e a Flor de Estufa






Nove plantas do desejo e a flor de estufa - LILA NOVA: 32 anos, redatora de publicidade, divorciada.
RESIDÊNCIA: um conjugado reformado no Lower East Side, em Nova York.
MANTRA PESSOAL: nada de animais de estimação, nada de plantas, nada de gente, nada de problemas.
Mas quando ela conhece David Exley, um charmoso vendedor de plantas, algo muito colorido floresce em sua vida solitária. Das esquinas opressivas de Manhattan às luxuriantes florestas tropicais, Nove plantas do desejo e a flor de estufa é a história de uma mulher que precisa viajar além das fronteiras do senso comum e da chamada "zona de conforto" para encontrar o que realmente quer.

Livro: Nove Plantas do Desejo e a Flor de Estufa
248 páginas || Skoob || Editora: Intrínseca || Onde Comprar


"Tenho de Dizer que é muito fácil gostar de plantas quando elas são saudáveis. Elas não podem ir embora se as coisas não estão perfeitamente em ordem; não ouvem música ruim; não fazem sons esquisitos nem se vestem mal. De certo modo, limitam-se a ficar ali plantadas, lindas e se dando bem na vida, como modelos. E eu as achava imensamente agradáveis."








Lila Nova tem 32 anos e sua carreira como redatora de publicidade é um sucesso. Depois do divórcio recente, resolve se mudar para um apartamento novo em NY, nunca habitado e sem nenhuma história. Para não ficar totalmente sozinha ela resolve cuidar de uma planta, e com essa ideia ela conhece David Exley, um vendedor lindo e charmoso que a ajuda a escolher a planta perfeita. Excitada com esse misterioso vendedor, Lila se aventura entre as incríveis plantas tropicais e aprende mais sobre elas do que o recomendado... Não sabe ela que a cobiça de David é maior do que poderia imaginar.

"É dificílimo mudar. Pouquíssimas pessoas têm essa capacidade."

É em uma exótica lavanderia repleta de flores e plantas tropicais raras, em meio às maquinas e secadoras, que ela conhece Armand, o dono do local; um homem de 1,90 metro, meia idade, cheio de mistério e que a enche de medo, mas também de curiosidade. Logo uma estranha e complexa amizade tem início e Armand conta à Lila o seu segredo: Ali, naquele ambiente improvável, estão guardadas as Nove Plantas do Desejo, espécies raríssimas que dificilmente são encontradas, e quando juntas dão ao seu dono grande poder. Encantada com essa revelação, Lila sente-se cada vez mais atraída por elas, e pelo poder que elas podem lhe dar...

Um belo dia o segredo de Armand vem atona, e Lila é a culpada por ter estragado tudo e destruído o maravilhoso lugar que abrigava as plantas. Para se redimir ela aceita o convite de Armand e parte para uma viajem: vão para Yucatán,, no México, procurar as nove plantas.

Uma perigosa aventura regada de mitos e animais selvagens tem início, e coisas bizarras e totalmente inesperadas acontecem. Algumas engraçadas, outras de arrepiar. Um novo mundo se abre para Lila e ela verá que sobreviver a tudo isso vai depender de seus esforços e sua fé no desconhecido.

"Não seja escrava dos absurdos que os outros lhe impõem. Use sua mente. E se conseguir usá-la corretamente, será uma pessoa livre!"



Uma palavra define bem esse livro: estranho. Bizarro, talvez, mas estranho ainda é a melhor palavra.

O enredo é todo marcado por momentos de altos e baixos e algumas atitudes da personagem principal são bem desnecessárias. Então por quê eu gostei tanto deste livro?

Bem, acho que justamente por toda a estranheza que ele me causou. Nove Plantas foi uma leitura intensa, inesperada e surpreendente. Apesar dos pesares foi sim uma leitura agradável e destoante de tudo o que já li.

Os mitos, maldições, superstições e segredos botânicos dão um toque de suspense bem legal na narrativa, mas os momentos engraçados e descontraídos são os mais presentes na trama. Como boa amante dos chick lits eu identifiquei ingredientes importantes e indispensáveis no gênero. É rápido de ler, é engraçado sem ser clichê, é leve (nem sempre) e traz mensagens importantes para o leitor.

Isso sem falar na ambientação. Imagina uma mata no México, repleta de animais selvagens e alguns peçonhentos; com plantas alucinógenas e venenosas; agora imagina tudo isso debaixo de um sol escaldante, um mormaço de deixar até leitor procurando sombra e água fresca.

Personagens bem construídos, obstáculos a ultrapassar, plantas raras a encontrar, mistério, suspense, bom humor, sol, praia, pessoas estranhas... Nada que eu escrever aqui vai ser capaz de descrever tudo o que o livro possui.

O final foi coerente, apesar de eu ter esperado algo um pouco mais aprofundado. Foi uma leitura rápida e que fiz para passar o tempo, mas que mesmo assim me surpreendeu. Indico para todos que gostam do gênero, mas por ter um enredo um tanto estranho creio que muita gente irá deixar a dica passar.

A capa e a diagramação estão muito caprichadas e representam bem o livro. Não encontrei muitos erros de revisão e a fonte tem um bom tamanho.




"Agora fico longe de qualquer pessoa ou qualquer coisa que tente me forçar a voltar a ser como eu era. Pode acreditar: quando a gente se conhece, nunca mais quer fingir ser outra coisa, porque não tem nada melhor do que ser o que a gente é."

22 comentários:

  1. Essa estória parece ser meio sem pé e nem cabeça, né? Rs...
    Mas achei interessante! Fiquei curiosa pra saber o que acontece nessa aventura! E pra saber que poder é esse que as plantas dão aos seus donos...
    Se ela vai pra minha lista? Sim ou claro?
    Rs...

    Beijos!
    º(^ . ^)º
    Fabi Carvalhais
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem maluca sim, Fabi! kkkk mas foi uma leitura bem agradável.
      Espero que curta bastante a leitura :D

      Excluir
  2. Ola Gaby confesso que achei tudo tão confuso, primeiro era o vendedor de flores depois Armand e essa história das flores mágicas. Dessa vez o enredo não me agradou, assim como a capa não me chamou atenção. Mas fico feliz que gostou da leitura e da construção dos personagens. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  3. Estranho e bizarro? Já gostei (rs). Pena que esperou algo mais aprofundado no final, mas mesmo assim fiquei interessada na leitura. O título me atraiu e a capa também, mas saber um pouco mais sobre o enredo – envolvendo mistérios das plantas – me deixou animada para entender esse clima de suspense, humor, leveza (nem sempre).

    Anotei a dica, flor!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Comecei a ler esse livro e até hoje não acabei :/
    Não que ele estivesse ruim, estava até bonzinho, só faltou empolgação para continuar!

    Beijos,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
  5. Confesso que achei a história bem estranha mesmo, e meio fantástica. Bom, mesmo assim, com essas esquisitices me interessei pelo livro,afinal,sou uma dork e gosto de coisas esquisitas e bizarras,hahaha.Dica anotada.

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Gaby, esse livro já surgiu na minha frente através de outros blogs e pelo que você diz é um bom livro com um final inesperado e satisfatório e isso é o que mais gosto nos livros. Me dá logo vontade de iniciar! Bjs
    Mila-Scraplivros

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Sempre que entrava no site da americanas vi esse livro e 'como falar com um viúvo' com preços bem baixos e ficava curiosa para saber se comprava ou não. alguns meses atrás comprei 'como falar com um viúvo' e me apaixonei. Depois dessa resenha terei que dar chances para ele também! Vou ver se tem ele nas lojas físicas perto de mim!

    Beijos,
    Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
  8. Oiee.

    Já vi o livro por ai, mas não sei se leria. A resenha está muito bem construída, porém não me despertou a atenção devida.

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
  9. o livro me passou a impressão de se tratar de um romance leve, daqueles tipicos de filme, mas ai entra com aventura e achei que essa combinação não iria funcionar comigo... a premissa dele não me animou...

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Achei a prissa meio doidinha. rs
    Mas gosto quando os livros fogem do que estamos acostumadas a ler e conseguem nos surpreender. Fiquei pensando aqui sobre o livro ser meio bizarro, não sei se o leria ou não. Mas, confesso que fiquei curiosa. rs

    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Olá Gabby,
    Adoro passar por aqui, vocês sempre tem resenhas novas de livros que ainda nem ouvi falar e acho isso muito bacana! Gostei bastante da sua resenha, mas não sei se leria ele, me pareceu meio confuso kkkkk
    Mas ainda sim amei.

    Beijokas

    Paraíso das Ideias

    ResponderExcluir
  12. Olá

    Quando eu entrava em algum site pra comprar livros eu sempre via esse, mas nunca chamou minha atenção,imaginei até que era um livro só sobre plantas e não um chick lit,porque nem a sinopse eu li, mas vendo a premissa dele agora eu gostei, livros estranhos, que são diferentes eu tenho uma quedinha por eles, vou tentar comprar da próxima vez.

    Bjss

    ResponderExcluir
  13. Ooi,
    Não conhecia o livro mas AMEI a resenha! Quero muito conhecer essa história e saber se ele também vai ser um livro estranhamente perfeito pra mim.
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Gostei da capa e da sinopse, porém sempre fico com um pé atrás da orelha com os livros da Intrínseca, sei lá ela não publica romances inesquecíveis. Mas lendo sua resenha acredito que eu iria gostar! Abraços,

    Tony

    ResponderExcluir
  15. Esse livro é super diferente, nunca vi ele por ai, mas amei essa temática de plantas dos desejos, e por você citar ele como estranho fiquei ainda mais curiosa, pois amo livros assim hahahah

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi
    Esse livro não me convenceu.
    Achei o título estranho e não gostei muito da temática, então não encararia.
    Mas obrigada pela dica e espero que leituras melhores venham por aí.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  17. Olá.
    Achei bem maluca, sei lá HAHA. Quase comprei um vez, estava em um preço barato, mas não o fiz. Não sei também se iria gostar da leitura. Vou deixar anotado, mas não é prometido que será lido.
    Abraços.

    Clichê Imperial
    http://clicheimperial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oiee Gaby ^^
    Vi esse livro em promoção no Submarino várias vezes, mas nunca tive coragem de comprar. Parece ser bom, mas ao mesmo tempo, sinto que vou me decepcionar com ele, então não quero arriscar *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Realmente, estranha é a palavra que define esse livro haha. Já vi ele muitas vezes, mas nunca nem olhei do que se tratava, mas com essa resenha interessei-me por ele, sou fã de livros nonsense.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Oi Gaby!
    Lendo a sua resenha dá pra ver o quanto a palavra estranho define bem o livro. Fiquei meio confusa com a história, não sei direito... Adoro coisas meio sem pé nem cabeça, mas ainda não tenho certeza se leria.
    Beijos

    Paraíso das Ideia

    ResponderExcluir
  21. Eu comprei esse livro por 3,90 no sub, me surpreende quando chegou aqui em casa, me surpreende, a edição é linda!! Gostei muito da resenha, me animou a ler o livro!!! Sem falar que o nome da personagem é o meu apelido!!

    ResponderExcluir