05 outubro 2015

Resenha - Enquanto houver amor, haverá Esperança



Até que ponto alguém consegue superar suas dores?
Por que uns têm coragem e seguem em frente apesar de todas as dificuldades e outros caem em desânimo?
Esta é a linda história de Erika e Maurício, uma história de coragem, persistência e superação.
Erika quando criança sofre um grave acidente que a deixa paraplégica, porém com o amor dos pais, dedicação dos médicos e coragem da menina ela consegue superar suas limitações.
Maurício é um famoso e admirado corredor de automóveis, mimado, tendo tudo nas mãos, se deixa cair no desânimo quando um acidente o deixa fora de seu “mundo ideal”.
Duas histórias que se cruzam, e com resultados diferentes.
Conheça essa comovente história e saiba por que enquanto houver amor há esperança!

Livro:
Enquanto houver amor, haverá esperança
      304 páginas || Skoob || Cortesia: Petit Editora|| OndeComprar ||









O livro nos traz a vida do casal Alex e Viviane que quando jovens eram extremamente apaixonados e sonhavam em ter uma vida a dois, então após 5 anos resolvem se casar e construir um lar. Então, com o passar do tempo, eles acabam tendo uma linda filha chamada Erika, uma criança sonhadora, saudável e extremamente feliz.
Em um belo dia, Erika sofre um acidente muito grave que lhe deixa paraplégica por um tempo; o médico diz aos seus pais que ela teria que passar por vários tratamentos para poder se recuperar por completo, e por isso, eles começam de todas as formas tentar ajudá-la para que ela pudesse ser forte e persistente para obter sua melhora.

‘’-Temos de ser honestos, estamos falando que precisamos esperar para ver realmente sua recuperação e baseados em fatos, mas não podemos enganá-los. Não é de o nosso feitio embalar ilusões, mas somos sempre a favor da verdade e da esperança’’
‘’- Devem agradecer por sua filha estar viva e bem, sem grandes perspectivas de ficar com sequelas que poderiam coloca-la para sempre em uma cadeira de rodas’’

A partir daí acompanhamos o desespero dos seus pais que não aceitam de forma alguma que sua pequena e amada filha tenha sofrido esse acidente tão injustamente, principalmente por estar ainda começando sua vida.

‘’Todos os caminhos de Deus conduzem ao amor. É pelo o amor que aplacamos ódios, é através do amor que aprendemos a perdoar, é por amor que conhecemos o que é doação, dedicação e desinteresse’’

Erika com muita determinação se recupera do seu acidente e ganha seus movimentos de volta, ela começa a ter uma vida completamente normal e então já adulta e madura, resolve cursar a faculdade de Medicina para se especializar em Traumatologia para poder de certa forma ajudar todas as pessoas que assim como ela passaram e passam pela mesma dificuldade. Mas sua vida, no entanto vira de pernas para o ar, porque ela fica apenas na correria sem ter tempo de fazer nada, o único tempo de sobra que tem, ela aproveita para curtir seu único hobby, a Música. Isso lhe dá um pouco de paz e principalmente a liberta das tristezas e engrandece suas alegrias.

"Aprendi a conviver comigo mesma e, nessa caminhada, me encontrei; e no meu auto descobrimento entendi que os sonhos não acabam nem envelhecem se apostarmos e acreditarmos neles.’’

Com isso, Erika tem a ideia de levar o seu violão para tocar e cantar muitas das suas canções para que seus pacientes da clínica onde trabalha como voluntária possam de alguma forma se aproximar e quem sabe até ter interesse de aprender a tocar algum instrumento que para ela lhe fazia um bem muito grande quando não estava atolada de livros para estudar.


Um dia, ao chegar na clínica como de costume, ela se depara com um rapaz que acabara de sofrer um acidente e ela se sente muito mal, como se já o conhecesse faz tempo. Só que ela descobre logo depois que ele na verdade é um corredor de carro famoso chamado Mauricio e que acaba de ficar condenado em uma cadeira de rodas, devido seu acidente. O seu caso, no entanto não é como o de Erika, o caso de Mauricio é irreversível e por conta disso, o paciente começa a ser uma pessoa amarga.

‘’O grande problema é as pessoas não terem conhecimento disso. Vivem às cegas, cada uma em seu mundinho. Quando aprenderem que a vida é muito mais do que comer, dormir, trabalhar e correr atrás do dinheiro, muitas coisas melhorarão. ’’

Para Mauricio, a sua invalidez é o FIM DO MUNDO, pois não quer de maneira nenhuma ajuda de ninguém e dia após dia, ele fica se lamentando e maltratando todas as pessoas que tentam se aproximar para ajudá-lo. Mas Erika que era bem diferente dele e tinha um pouco mais de paciência resolveu tentar, pois ela tinha um sentimento por ele que não sabia explicar e de alguma forma queria tentar amenizar uma dor que ela já havia vivenciado.

‘’Deus nos coloca no mundo para sermos vencedores, e não vencidos. Os obstáculos são para nos aprimorarmos, superando-os. ’’

Então depois de ser bastante maltratada por Mauricio, Erika persiste e ambos acabam se apaixonando, mas as coisas ao invés de melhorar, parecem piorar, porque muitas dificuldades insistem em preencher o dia dos dois. Eles terão de contar com ajuda de amigos e familiares para passar por cima de todas essas coisas ruins que são apenas o começo.

Mais um livro da Petit Editora que trouxe a mim muitos ensinamentos por conta das dificuldades que os personagens passam no decorrer da estória. Achei bem diferente, porque nessa obra senti mais o envolvimento do espiritismo nesse romance, pois ele está presente o tempo todo e nos faz refletir bastante sobre muitas questões.
É um livro que nos apresenta um valor muito importante, a superação e os ensinamentos que ela traz. Ela faz mudar sua maneira de pensar e como confiar em si mesmo, a ter fé e força de vontade para que você consiga ultrapassar as barreiras que estão te impedindo de seguir em frente.

A escrita da autora Sarah eu achei muito bem fluída e isso fez com que minha leitura fosse rápida a cada capitulo que eu passava.
Todos os personagens foram todos muito bem trabalhados nessa obra, principalmente Erika, que foi uma pessoa bastante forte que soube lutar até o fim para ter os resultados que queria. Apesar das dificuldades ela manteve a sua fé e se mostrou uma pessoa bastante persistente e forte. E o mais legal disso tudo é que ela ainda fez a escolha de ajudar outras pessoas que precisavam. Essa sua doação de si mesma fez toda uma diferença em sua vida. E nos mostra como o amor, carinho e atenção são capazes de modificar as pessoas que estão em um hospital.

Já o personagem Mauricio, acabou mostrando o outro lado da moeda, porque presenciamos as dificuldades que ele teve em aceitar o seu problema. Não é fácil você ouvir de um médico que seu caso não tem mais jeito. E o pior é a pessoa se sentir completamente inútil e aceitar favores dos outros sem poder se virar, mas as coisas não são bem assim, até porque quem tem força de vontade consegue de alguma maneira fazer quase tudo que uma pessoa normal faz. Acho que independente da dificuldade, o mais importante nisso tudo é não DESISTIR nunca de ser feliz e de VIVER, principalmente se está rodeado pelo o amor da família que é na verdade o fator mais importante da vida!

Agora tenho que ressaltar que realmente Mauricio foi bastante cruel na estória. Eu sinceramente já não estava gostando muito dele, mas depois fui entendendo os motivos que o levaram a ser assim. Só que teve algo que me incomodou, porque quando fui chegando ao desfecho, achei que os acontecimentos estavam sendo resolvidos muito rapidamente, não só com Erika e com o comportamento de Mauricio, mas também com a relação de Mauricio com a personagem Viviane (mãe de Erika) que foi um ponto que deveria ter sido desenrolado com um pouco mais de calma. 
Mas no geral é uma linda estória de amor, amizade, luta e superação!


Quanto à diagramação, eu sinceramente achei a arte da capa MARAVILHOSA, pois chama bastante a atenção do leitor. Achei que o livro tem uma fonte de um bom tamanho, mesmo contendo páginas brancas. O trabalho de revisão está muito bom, embora eu ache que tenha percebido um erro ou outro, mas eu estava tão atenta à leitura que acabou passando despercebido. É um livro que vale muito a pena conhecer e dar uma chance. Um livro que vai te fazer pensar bastante sobre a vida e nas pessoas que passam por DIFICULDADES.

SUPER RECOMENTO A LEITURA!!


29 comentários:

  1. Oiii Silvana!
    Adorei a sua resenha!
    Esse tipo de livro não me atrai muito, acabo achando penoso demais. Mas sua resenha me deixou uma percepção diferente. Talvez pela força demonstrada por Erika para se curar, e depois para tolerar as grosserias de Mauricio até que ele se apaixone! Vou dar uma chance ao livro e te conto o meu parecer depois! Rs...
    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    http://www.pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Fabi o livro não é nem um pouco massante.
      Você vai ler o livro rápido, porque ele é muito envolvente.
      Eu amei tudo que foi contado e acho que vale a pena estar conferindo.
      Conhecer novas obras e de gêneros diferentes é muito bom.
      Eu não tinha tido contato nenhum com Romances da Petit e me surpreendi.
      Leia que você vai amar!

      Excluir
  2. Parece ser um livro bonito, daqueles que dariam um filme, deve ser difícil perder os movimentos, ou melhor perder algo importante para você, falei disso quando li Para Sempre Alice, Alice perde sua memoria e sua percepção de si mesma, algo que era muito importante para ela, eu morro de medo de perder a visão. Eu fico emocionada com esse tipo de leitura.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Dani eu tenho esse livro PARA SEMPRE ALICE, mas eu ainda não li. Espero gostar bastante quando fizer a leitura. Quanto ao livro resenhado eu tenho que confessar que ele me surpreendeu bastante, porque deu para entender o lado da pessoa que passa por tal dificuldade. E deu para ver os dois pontos de vista. Da pessoa que se cura e a outra não. Isso eu achei muito bacana. Acho que você deveria dar uma chance para o livro sim. Sem sombra de dúvida você irá gostar, porque a leitura é fácil entendimento e muito fluida

      Excluir
  3. Oie...
    Que linda a história desse livro flor, não conhecia e já amei só de ler a sua resenha. Vou anotar aqui na listinha para não esquecer e assim que rolar um tempinho vou procurar para comprar e ler.
    Parabéns pela ótima resenha!
    Bju
    Juh - Surtos da Juleka

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda fico feliz que tenha gostado da minha resenha, mas tem um outro livro ainda mais lindo que você deveria ler que se chama QUANDO O AMOR E O DESTINO SE ENCONTRAM que sinceramente foi outro da editora que me apaixonei. Leia que você não irá se arrepender. São estórias que nos passa muitas lições

      Excluir
  4. Olá!
    Eu li esse livro e confesso que apesar de achar que ele passa uma mensagem bem bonita, não me cativou tanto :( Acho que não simpatizei com os personagens, ou talvez tenha sido por ter lido um outro livro espírita da editora que achei tãooo bom, que acabei ficando com expectativas altas demais... de qualquer forma, indicaria a leitura e sua resenha está ótima, parabéns!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Jess acho que isso vai de cada um mesmo viu
      Eu acho que você deveria dar uma chance para esse livro e para um outro que citei para moça logo acima, porque são ótimos titulos. Eu sinceramente amei. Eu na verdade prefiro o anterior do que esse, mas ambos os livros nos passa algo diferente. Eu acho que você deveria dar uma chance antes de julgar, até porque a gente pode se surpreender logo depois da leitura né? A gente nunca sabe! hehehe

      Excluir
  5. Oiii!

    Sil, já vi diversas resenhas para essa essa obra, eu não li ainda e não tenho muita vontade pelo enredo de forma em geral sabe? Mesmo com todos os elogios, ele não me chaaama tanto atenção. O que eu gostaria de conhecer é a escrita da autora que todo mundo elogia mesmo.
    Acho que o que não me atrai é o fato de ter uma pegada espirita, normalmente não consigo ler esses romances ><

    Sua resenha está sensacional e super delicada. Parabéns!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil, fico feliz que você gostou tanto da leitura. O livro parece ser muito bom sim, mas não é o tipo de leitura que eu procuro no momento, sabe? Gostei muito da premissa dele e a história parece contagiante, então acredito que no futuro irei dar uma chance a ele :D

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Esse livro parece-me ser um daqueles bem delicados e cheios de ensinamentos (como você mesma disse) que são uma delicia de ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Não o conhecia, mas a premissa não me chamou a atenção, mesmo com sua resenha maravilhosa! Gostaria de dar uma oportunidade a autora, mas através de outro livro. Esse não me conquistou.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Ola Sil eu já li esse livro e amei, confesso que amo romances espíritas, e toda reflexão que nos nós trás, a capa está linda demais, os protagonistas me cativaram, ele por todo aprendizado que está tendo com sua nova vida, aprender a deixar o orgulho de lado e aceitar sua nova condição, ela uma pessoa iluminada, que trilha o caminho do bem. Sem sombra de dúvidas uma leitura para todos . beijos Fico feliz que esteja gostando das publicações da Petit são lindas.

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Sinto que vou chorar rios e rios de lágrimas com esse livro, portanto vou passar longe dele por um bom tempo haha. Mas anotei o nome para uma leitura futura :)

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi, Silvana. Não conhecia essa editora. (mais uma para lembrar na hora de passar pela livraria). Gostei da história. É bonita, é legal e acho que nos faz refletir acerca de uma coisa: o tamanho dos nossos problemas. Às vezes, eles são pequenos e nos os fazendo ser tão grande. Enquanto a personagem da história estava com um grande problema, o superou e ainda quis ajudar as pessoas que estavam com os mesmos problemas que ela. Muito bom! Resenha ótima também!

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Que bela resenha, Silvana.
    Gostei muito de ver sua opinião sobre esse livro e constatar que é uma leitura tão aprazível. Eu já tinha interesse pela proposta, porque adoro esse doce sentimento de que, com amor, podemos superar tudo. Mas confesso que no momento não leria o livro. Vou anotar a dica para quando estiver à procura de um romance com essa pegada. Não pude deixar de lembrar do Schumacher… Li recentemente que ele estaria pesando apenas 45 quilos e que sua esposa ainda acredita na sua recuperação. Nessas horas, gostaria que o amor realmente superasse tudo.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Que história linda, quando uma pessoa passa por uma situação e depois de especializa naquilo para ajudar os mesmo que estão passando pelo o que ela passou. Achei linda a história, vou procurar o livro para ler!

    Beijos,
    Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
  14. Oiee ^^
    Não sei se já conhecia esse livro, mas a premissa dele parece ser interessante *-* Por mais que não goste de livros que ficam mencionando Deus e coisas do tipo, talvez desse uma chance à "Enquanto houver amor..."
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie Silvana!!
    Já havia lido algumas resenhas do livro, mas puxa absolutamente amei a sua. Tenho muito interesse em ler o livro. Achei a premissa belíssima só preciso tentar encaixá-lo nas minhas metas de leituras intermináveis.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi Sil!
    Já tinha visto o livro, só que essa é a primeira resenha que leio. A resenha esta mesmo muito legal e acabei ficando curiosa e quem sabe eu dê uma chance a ele no futuro né! parabéns pela resenha

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
  17. Oi Sil, sua linda, tudo bem
    Deve ser muito duro estar na situação de ambos. A dela, porque terá que se esforçar muito, mas muito mesmo para conseguir a cura, e com certeza, no caminho, é difícil não chorar e pensar em desistir. A dele, porque não há nada a ser feito. São coisas que infelizmente não queremos que aconteça a ninguém e mesmo assim não podemos evitar. Acho que a mensagem do livro é linda, pois realmente vai mostrar os dois lados, quero ver o amor dela o curando. Sua resenha ficou ótima, não vejo a hora de ler o livro!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Geralmente não leio muito os livros da Petit não, pois tem muitas temáticas espíritas e religiosas, mas esse parece ser um máximo, por tratar de um tema tão forte quanto a invalidez, e todas as reflexões que ele tras devem tocar muito o leitor.
    Adorei a resenha e a indicação da obra.

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  19. Apesar deste titulo ser a mais pura verdade,não sou dos romance,parsa U_U

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    A premissa da obra não me cativou, de momento, eu diria que não leria, quem sabe futuramente? E, apesar de sua indicação, vou deixar o livro passar.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  21. Ei Silvana, tudo bem?
    O livro parece ter uma história super tocante e emocionante, nos trazendo várias lições valiosas para nossa vida. Mas apesar disso, a premissa não me cativou, não é um livro que eu leria. Fico feliz que tenha gostado e espero que quem for ler o livro carregue consigo um pouco dos ensinamentos que ele traz.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  22. Oi Sil!
    Você é sempre tão detalhista em suas resenhas, parabéns! A gente termina de ler e sente que conhece o livro, se for bom dá vontade de ler na hora! Não conhecia esse livro, mas fiquei muito interessada, parece ser bem o tipo de história que gosto de ler, com drama na medida certa e crescimento dos personagens.

    B-jussss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
  23. Oiiiii, o que parece ser uma história de amor linda, é na verdade outra história de amor linda.
    Eu achei que a história estava em volta dos pais, não de Érika, mas, eu achei lindo a gente saber da infância da personagem antes de tudo, saber como era o lar dela, quem ela amava, como era amada....
    Enfim, amei a resenha, ♥
    Só achei muito clichê do inicio ao fim, mas, aparentemente é uma doce leitura agradável.
    Bjs Tay do Let It Shine

    ResponderExcluir
  24. Oie, Silvana!
    Eu não gosto de romances, mas tenho que admitir que a premissa do livro é incrível. Sua resenha também ficou ótima! Eu só não leria pela aversão natural ao gênero - e por conta dos clichês. Se bem que isso é muito relativo: livros incríveis estão repletos de clichê e nem por isso são menos amados.

    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando || Livre-se você também!

    ResponderExcluir
  25. Oii!

    Não conhecia o livro, mas amei a promissa dele e a sua resenha me deixou com mais vontade ainda de ler :)
    A capa é linda ^^ Com certeza vou ler!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir