11 março 2015

Resenha - Perdendo-me





VIRGINDADE. Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual.Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?

288 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Novo Conceito ||
Classificação:|| OndeComprar ||










Porque eu odeio ter de falar isso a vocês, pessoal, mas a parte difícil desse negócio não é conquistar papéis e nem fazer o dinheiro durar até o fim do mês, embora isso seja difícil. A coisa mais difícil é persistirmos animados e nos lembrarmos do motivo pelo qual fizemos essa escolha em primeiro lugar.

Bliss Edwards tem um nome e tanto, afinal não é todo mundo que o nome remete a êxtase, felicidade e entre outros, mas hoje ela não está se sentindo muito feliz, na verdade o único sentimento que ela poderia usar para se definir é medo. Bliss está apavorada com a ideia de ir para a cama com um cara qualquer apenas para perder a virgindade, mas de quem é a culpa por ela estar nessa furada e em uma louca caçada?

Dela mesma, afinal quem em sã consciência escolheria a Kelsey para contar esse enorme segredo? Não melhor, quem ainda em pleno século 21 permanece virgem até os 22 anos? Ela claro. E contar a sua melhor amiga, que é bem safada, isso com certeza é fácil de se imaginar que ela arrumará uma maneira de mudar esse estado.

Porém agora que ela está no bar, quatro tequilas depois e vários caras que ela com certeza nem consegue cogitar ela pensa que talvez isso tudo seja um erro, ela não consegue se desligar, ela não consegue parar de pensar que vai ser horrível e ela não consegue parar de pensar que é só uma coisa a ser riscada de sua lista. Isso até ela avistar o estranho lendo Shakespeare no fundo do bar e algo se agitar dentro dela, talvez só talvez hoje a noite acabe bem.

E não é que ele além de culto, é lindo, é gostoso, sim Bliss admita para si mesma, e é inglês. Ela não se aguenta nas pernas, e quando as mãos dele não parecem conseguir ficar longe de seu corpo ela sabe que ganhou a noite, mas as três palavrinhas que ela tanto precisa dizer não saem nunca, nem quando ela descobre que são vizinhos, nem quando eles caminham para a cama, nem quando ele está nu a sua frente e Bliss sabe que não pode seguir em frente assim. Então ela vai buscar a gata! Que nem existe diga-se de passagem, e deixa o pobre coitado do Garrick sozinho, porém não tem problema não é? Não é como se eles fossem se encontrar o tempo todo, ou como se eles estivessem apaixonados ou algo assim, ela nem gosta dele!

Mas quando ela chega animada e com ressaca na segunda feira para a primeira aula de seu último semestre de teatro, ela se depara com os olhos azuis e surpresos de Garrick na frente da sala. Ele é seu novo professor. Ai. Meu. Deus. Eles estavam tão encrencados.

Sotaque. ELE TEM SOTAQUE BRITÂNICO. Santo Deus, estou morrendo.




E claro que ele tinha que ser inglês!!! Ele tem sotaque gente! Pelo amor de Deus, estou começando a achar que as americanas tem uma séria queda pelos ingleses, mas convenhamos que MEU SENHOR ELES FALAM BATATA E É SENSUAL! Pronto, parei meu surto sobre o fato de Garrick ser completamente lindo e fofo.

O livro é narrado em primeira pessoa do ponto vista da Bliss, e devo dizer que tem momentos em que simplesmente adoro as reações da Bliss, mesmo, ela de alguma forma, conseguir dar os seus chiliques e ainda sim ser engraçada. Gosto deste livro, é leve, fácil e tem doses boas de fofura, comédia e sensualidade. Nada exagerado.

Algumas meninas irão torcer o nariz e dizer "Sério? O livro todo é tramado em torno de perder a virgindade?" e podem decidir agora mesmo que não querem saber mais disso, mas posso pedir um favor? Leia até o fim, leia minhas palavras antes de definir sua opinião.

Diferentemente do que muitos pensam o livro não é só sexo. E diferentemente do que muitas pensam, ainda mais hoje em dia que as meninas tem feito sexo cada vez mais cedo e menos ainda por amor, que discutir isso de quando perder a virgindade e com quem é meio inútil, bobo ou algo assim. Mas a verdade é que isso deveria sim ser discutido mais vezes e com mais frequência; ser virgem e ter mais de vinte anos em muitas rodinhas parece crime e para enquadrar ou por conta de amigos você acaba se influenciando e seguindo em frente com um cara apenas para riscar um item de sua lista, apenas para ser descolado.

Era bem provável que eu ficasse traumatizada e nunca mais ia querer fazer sexo de novo, o que significava que todos os relacionamentos que eu tivesse pelo resto da minha vida seriam um fracasso, e eu acabaria sozinha e miserável como nove gatos e um furão.

E esse livro de uma forma leve trata disso, de como somos influenciados, de como nem sempre estamos prontos, de como essa não é uma decisão a ser tomada levianamente. Assim como temos uma ampla visão da vida de uma universitária que irá se formar em uma carreira de risco, no caso dela teatro, e de como no fim, apesar dos momentos maravilhosos, nem tudo é flores e que tem que persistir e ser firme naquilo que almeja. Então não pensem que aqui encontrarão sexo selvagem, detalhado ou qualquer coisa assim, as cenas mais quentes não passam de sessões de amasso e quando finalmente rola é bem tranquilo, um pouquinho mais quente - bem pouquinho mesmo gente - do que as cenas de Nicholas Sparks por exemplo. E nem pensem ou esperem que tudo se resume a isso, pois não rola, há todo um entorno e outros momentos.

E gente, a Bliss e o Garrick são tão perfeitos um para o outro, não digo que eles são o melhor casal, mas aiai, como eles inspiram essa coisa que os pares perfeitos inspiram...

— Eu vou fingir que você não acabou de se referir a mim como uma propriedade que possa ter um dono.
— Nós não podemos ser donos um do outro?

Não estou dizendo que o livro é fabuloso, mas eu particularmente gosto bastante dele, é engraçado dizer isso, mas o acho tão fofinho! Bem, resumindo, recomendo para quem está afim de romance, você só vai encontrar isso nesse livro e para meninas que amam um inglês! Mas acima de tudo para meninas que tenham ciência de que este livro é voltado para o público jovem adulto, não para meninas de quatorze-quinze anos.

— Eu não posso me livrar do sotaque agora, posso? Então como eu algum dia atrairia a atenção de belezas como você?
— Lendo Shakespeare em um bar, obviamente.
Ele deu risada, e o som dela espalhou-se pela minha pele, relaxando um pouco os meus nervos.
— Você é fofa — disse ele.

45 comentários:

  1. Agatha tenho que confessar que no começo estava com bastante receio de ler esse livro, porque pensei que fosse caliente aos extremos, mas percebi que o livro é bastante fofo e espero gostar bastante assim que iniciar a leitura, porque sinceramente acho que cada hora estamos em um clima para ler alguma coisa, por isso eu achei que não fosse ainda meu momento. Mas depois de ter lido sua resenha gostei bastante, principalmente depois de tudo que a personagem passa. Deve ser bastante engraçado algumas situações. Enfim...Adorei tudo que falou viu? Continua assim amiga e parabéns por mais uma resenha muito bem elaborada =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Sil!
      Obrigada amiga, pelo comentário, pela possibilidade de ler o livro e pelo insentivo, sinceramente eu acredito que quando você o ler vai adorar!
      Bjokas

      Excluir
  2. Oi Agatha, tudo bem? :)

    Perdendo-me <3

    Li esse livro em e-book, antes de ser lançado por aqui e o amei completamente! Concordo com tudo o que você disse: o livro não se resume (ainda bem!) só a esse lado mais "hot"... a escrita além de ótima, é leve e ao mesmo tempo em que somos apresentados a um casal completamente atraidos fisicamente um pelo outro, encontramos o amor também!

    E, amor é uma coisa que sinto falta na maior parte dos hot ultimamente; parece que os autores tem se focado tanto em dar ênfase ao desejo entre os personagens que se esquecem da base do amor para um relacionamento =P

    Amei a resenha :)

    Beijos! ;*
    ||Letras Eternas||

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Dayane, estou bem sim e você?
      Menina eu li esse livro pela primeira vez anos atrás, ainda nem tinha a continuação kkkk, mas tinha que ler o livro fisíco e comprovar que havia entendido tudo certo.
      Bem eu concordo contigo, apesar que ultimamente eu não tenho lido muitos livroa com essa pegada para saber com certeza, contudo eu sempre sinto que um livro pode sim ter sexo, desde que ele seja resultado do amor e não apenas um caso de luxuria sem qualquer conteúdo, até porque se for assim eu vou na banca e compro uma Sabrina e pronto!
      Bjinhos e obrigada!

      Excluir
  3. Oi, Agatha! Tudo certo?

    Se não me engando esse livro é o anterior ao "Fingindo" né?! Pois bem, não tenho interesse nesse tipo de gênero =/ Eu vou receber ele da NC de presente! rsrs Ironia do destino! Eu concordo que esse gênero é para jovens adultos, porém, é inevitável que meninas de uma faixa etária menor se apaixonem por ele né! rsrs Bela resenha. Eu tenho em mente uma amiga que gosta muito do gênero. Vou passar o link dessa resenha para ela =)

    Beijos,

    Juliana Garcez |Livros e Flores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Juliana, é inevitável, porém eu tenho em mente que meu dever é avisar, então assim o faço se elas irão ou não seguir meu concelho é outra história rsrs.
      É sim o anterior e acho que sua amiga vai adorar!
      Bjs e obrigada.

      Excluir
  4. Oi Agatha,
    Awwwn *-* Eu amo esse livro e em grande parte por caua do Garrick. Provavelmente, ele foi um dos melhores personagens literários já criados. Eu ri demais com as situações que acontecem no livro e nossa, as desculpas da Bliss para não perder a virgindade ou falar que ainda é virgem são fantásticas. A cena do gato é a melhor HAHAHA' Recentemente terminei de ler Fingindo e aí vamos conhecer mais sobre o Cade <3 Outro personagem fofo e lindinho criado por Cora Carmack. Ótima resenha! Eu dei 5 estrelinhas pro livro, porque gostei demais dele kkkkk <3

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mari.
      O Garrick é lindoooo demais, mas na minha lista ele não é um dos melhores criados não, devo confessar kkkk.
      Estou ansiosa pela leitura de Fingindo porque eu fiquei com o coração na mão por causa do Cade menina!
      Bjs e fico feliz que tenha gostado.

      Excluir
  5. Eu estava com um pé atras com esse livro. Mas quando o ano passado estava acabando resolvi ler ele, meu ultimo livro do ano. E me surpreendi. Gostei muito do livro. Me diverti horrores com as trapalhadas da personagem. Espero gostar dos outros tanto quanto gostei desse.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk bem isso Sil, mas cá entre nós como não rir dela?! A Bliss é uma diva gente.
      Fico feliz que tenha se arriscado e amado, mesmo.
      Bjinhos e também espero gostar dos outros!

      Excluir
  6. Que. Resenha. Incrível Agatha! Me identifiquei com MUITAS coisas! Realmente Perdendo-Me pode não ser o melhor livro do mundo, mas é muito fofo, engraçado e serve pra descontrair e dar boas risadas e até refletir um pouco! Eu me identifico muito com as trapalhadas e pensamentos da Bliss e o Garrick Aaaaaaaaaaa <3 <3 <3 Só amor! E quem não tem uma queda por um britânico, hein? Agora estou imaginando ele falando "batata" super sexy UEHUEHUEHUEHUEH Eu gosto muito do modo como a autora conduz a história e de todas essas reflexões sobre carreira, vida amorosa, amizade etc. Ele não é um livro nota máxima, mas sempre vai ser aquele como vou indicar pra Deus e o mundo e lembrar cheia de carinho! Terminei a leitura de Fingindo hoje mesmo e estou apaixonada em um nível MUITO grande, super te indico, acho que você vai curtir muito também.
    Beijão <3
    Debora.
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Debora.
      Menina te contar uma coisa, eu amo batatas de um modo geral, então imagina eu imaginando o Garrick, lindo, gostoso e britânico falando batata?! Pirei menina!
      Obrigada, fico feliz que tenha gostado da resenha e mais ainda que tenha gostado do livro!!! A Bliss é hilária mesmo.
      Espero ansiosa por Fingindo.
      Bjokas

      Excluir
  7. Oi Agatha!
    Não sei porque, hoje, virgindade incomoda tanta gente. Acho que você pode ficar virgem até o dia que achar necessário. Tenho amigas com mais de 22 anos e são virgens e isso não é problema para ela, mas enfim... É por causa disso que o livro começa, não é?
    Gostei muito da sua resenha. Não li esse livro ainda, mas estou com a continuação aqui me esperando. Quero ler Perdendo-me antes de ler a continuação e a sua resenha me fez querer ler ainda mais!
    Beijos

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Lu.
      Concordo contigo, acho que hoje em dia muitas pessoas tratam sexo da maneira errada, uns muito conservados, outros radicais, o mundo ficou preto no branco desde quando?
      Espero que você ame o livro, como muitas leitoras, acho que ele é leve e te conquista com risadas.
      Bjinhos

      Excluir
  8. Agatha,
    gostei bastante da sua resenha e fiquei interessada pela leitura.
    Gente! É totalmente aceitável Bliss se desmanchar por ele ser inglês, até o oi fica sexy na voz deles, mas...
    E o fato de ele ser professor dela, então? Muito louco isso tudo.
    Eu gostei bastante e quero sim ler o livro e ver como esses dois acabam ficando juntos.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então não perde tempo Déborah!
      E sim, ele podem rir e fica lindo, é uma perdição esse sotaque!
      Espero que adore o livro.
      Bjs

      Excluir
  9. Caliente aos extremos SIl? hahaha o livro é muito fofo e tem quase nada de sexo, por se tratar justamente de virgindade leva o assunto com muito cuidado ao longo da trama, adorei sua resenha Agatha eu particularmente amei o livro e já estou doida pela continuação ^^

    Beijos Joi Cardoso
    www.estantediagonal.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Joi.
      Também estou ansiosa e obrigada, fico contente em saber que gostou.
      Bjs

      Excluir
  10. Oiiii Agathaa,
    Quee tudoo preciso desse livro :)
    Já fiquei apaixonada por essa história, e ansiedadeee agora tá batendoo, como é o final?
    Vou correndo comprar o meu.
    Beijos querida.

    http://ateliedoslivros.blogspot.com.br/2015/03/resenha-e-melhor-nao-saber.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Samanta.
      Kkkk nossa que bom, só não esquece de me contar o que achou depois sim?
      Bjs para ti também

      Excluir
  11. Eu gostei muito desse resenha e desse livro. Já está marcado na agenda o nome, pois preciso ler! Me interessei totalmente pela história, apesar de parecer clichê. Estou começando a descobrir - agora - esse gênero, então é sempre bom ler mais coisas para entender melhor como tudo funciona.

    Fiquei curiosa de mais! :)

    Beijos linda!

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Anne, menina essa sua cabeleira é linda demais!!! Precisa comentar.
      Então se você está adentrando nesse tipo de gênero eu mais que sugiro que leia Perdendo-me, pois é um dos que eu li e mais gostei girando nessa temática.
      Bjinhos e espero que adore!

      Excluir
  12. Eu não me importei muito do que a trama trazia, mas confesso que quando começasse a ler ia pensar exatamente isso, só sexo? Pelo jeito tem muito mais. rsrs
    Gostei da resenha, me deixou mais curiosa ainda para ler o livro!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Dessa.
      Fique tranquila que o livro tem muito mais a oferecer!
      Bjokas e boa leitura.

      Excluir
  13. Adorei sua resenha, foi bem explicativa e me deixou animada com essa história. Ganhei o Fingindo da NC (esperando chegar) e fiquei confusa sobre ler o segundo sem ter lido o primeiro, mas vi que são protagonistas diferentes então ok.
    Eu gosto muito de New Adults e essa série/trilogia parece ser muito boa.
    Parabéns pelo texto.

    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Gabrielly.
      Então menina, são sim protagonistas diferentes, mas a estória se passa no mesmo universo, então cuidado, pois você vai ter alguns spoilers.
      Bjs e espero que adore.

      Excluir
  14. Oie Agatha, adorei sua resenha, muito bem escrita. Ganhei o Fingindo da novo conceito e percebi que não são os mesmo protagonistas, correndo para ler ;)

    Beijos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Tati.
      Não são mesmo os mesmo, então fique tranquila.
      E obrigada, fico contente que você tenha gostado.
      Bjs

      Excluir
  15. Oi Agatha!
    Adorei a resenha e a forma como você a elaborou.
    Eu gostei bastante do tema abordado pela autora nesta obra, porque como você disse, hoje em dia os jovens estão perdendo a virgindade cada vez mais cedo, o que nem sempre é bom, porque muitas vezes acabam sendo por pressão dos colegas.
    Esse é com certeza um livro que eu preciso ler agora na minha adolescência, o que pode me ajudar a abrir ainda mais minha mente para este assunto.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/2015/03/resenha-anna-and-french-kiss-por.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Gustavo.
      Primeiro obrigada, fico feliz que tenha gostado.
      Segundo, sim eu acredito que hoje em dia a palavra sexo tem gerado conflitos, como alguns de meus professores dizem, estamos numa fase de transição, algumas coisas estão bem definidas outras um tanto confusas e eu acho que sexo é uma delas, ao meu ver, você tem que se sentir preparada e sentir principalmente que no dia seguinte não vai se arrepender.
      Bem, espero que goate da leituraaa.
      Bjokas.

      Excluir
  16. Olá,
    Eu tinha esse livro por aqui, mas por ele não fazer meu estilo de leitura eu acabei sorteando no blog. O pessoal adorou, participou e etc. Mas ando lendo bons comentários sobre a obra, pena que ela não faz meu estilo mesmo.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita Inês.
      Bem se não é seu tipo de leitura então está tranquilo!
      Kkkk
      Obrigada pelo comentário e bjs

      Excluir
  17. "ELES FALAM BATATA E É SENSUAL" AUSHUAHSUHAS Morri!
    Li esse livro há um tempinho e quase morro de rir (e de meu ovários explodirem). A Bliss é muito estabanada e as coisas que ela faz/fala são hilárias demais (e toda vez que o Garrick aparecia/falava eu me derretia, muito lindo e fofo). Esse livro tem uma tensão tão grande que eu praticamente não aguentei. O fato do livro não ser só sexo, como você bem colocou, é o que me fez gostar mais ainda dele. Não tenho nada contra cenas calientes, mas uma obra ter só isso me deixa muito irritada.
    Beijinhos, Agatha :**

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    Tem post novo lá no blog \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Brunna.
      Ai menina, eu tenho uma coisa com batatas kkkk, e uma mais ainda com a maneira que os homens pronunciam determinadas palavras, parecem uma bolinha! Mas deixando minhas esquisitices de lado...
      Que bom que gostou do livro e eu também concordo que por mais que um livro tenha cenas mais hot não precisa apelar e ficar só nisso.
      Bjs e obrigadaa

      Excluir
  18. OI Agatha...
    As vezes me pego rindo sozinha quando leio suas resenhas. Você aborda muitas coisas em um tom de comédia..rs Gosto disso.
    Eu tenho vontade de ler este livro, apesar de não ser uma prioridade.
    Gosto de romances adultos, e acho que essa história ia agradar. Que bom que gostou e recomenda, um dia eu ainda vou ler.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leticia
      Então, eu apesar de séria acredito que quando temos uma pegada mais leve sobre determinadas coisas funciona melhor, em minhas resenhas eu só me expresso.
      Mas fico contente que goste, esse é o intuito e fico mais ainda que você pretenda ler o livro logo, apesar de nem tão logo assim.
      Bjs

      Excluir
  19. Olá Agatha!
    Em primeiro lugar, parabéns pela resenha! Está ótima! Super bem escrita e argumentada.
    Perdendo-me está na minha fila de leitura e não vejo a hora de lê-lo. Tive ótimas recomendações sobre ele e fiquei ainda mais animada depois de ler sua resenha.
    Como você disse, muita gente acha o tema virgindade um tema bobo e batido, mas assim como você, acho que é uma discussão válida, e se a autora soube conduzir a história de forma leve e descontraída, melhor ainda!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Li
      Sim também acho válido e que bom que está na sua lista.
      Obrigada, fico contente em saber que você gostou da minha resenha.
      Espero que adore a leitura pois tudo foi bem elaboradinho.
      Bjinhos

      Excluir
  20. Oi Agatha, tudo bem?
    Não me interessei muito pela sinopse desse livro! Livros com essa temática geralmente não me atraem muito e esse apesar de ter uma capa muito bonita não me atraiu.
    Essa coisa que as personagens femininas tem com relação a virgindade me irrita muito sabe, não tenho paciência pra essa coisa de querer perder a virgindade a todo custo só porque já passou dos 20. Acho que existe o momento certo para cada um e se você tem 20 e ainda é virgem significa que o seu ainda não chegou. Sei que na vida real muita gente se martiriza com isso, mas mesmo assim não é um livro que eu leria.

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maiara.
      Olha, eu acho que cada um tem uma maneira de reagir ao mundo que te rodeia, não dá para negar que ele exerce uma influência em nossas decisões, assim acredito que mesmo que você não queira às vezes é difícil não se sentir desconfortável com determinados assuntos, mas como eu disse antes, cada um tem seu tempo e eu acredito em esperar por ele.
      Bjs e obrigada!

      Excluir
  21. Adorei a resenha, Agatha! Ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas me pareceu bastante interessante. Gostei muito do fato de tratar sobre a virgindade, que virou tão banal que parou de ser discutido nos livros. Acredito que cada um sabe o melhor para si, mas mostrar outras possibilidades, além de transar cedo para ser legal, é muito importante. O que mais me chamou atenção foi: ELE É BRITÂNICO! Sou simplesmente apaixonada pelos ingleses e esse é um fato muito decisivo na hora de ler um livro, haha.
    Enfim, adorei.
    Beijooooos
    Beijoooos
    http://cariocasdaclara.blogspot.com.br/2015/03/resenha-codinome-cassandra.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Amanda.
      Sim, se tornou mesmo.
      Olha deixa eu te falar, fica a dica!!! Espero que adore a leitura e que você indique para muitas outras, uma coisa eu falo, esse britânico arraza!
      Bjokas

      Excluir
  22. Oi, Ágatha!
    Eu li esse livro antes dele ser lançado no Brasil e gostei dele, mas perdi um pouco a paciência com a protagonista. Eu achei que não é um livro erótico, como você bem colocou, mas o foco sobre a virgindade acabou por me deixar um pouco irritada. Acho que faltou mudar o foco para "relacionamento" antes da metade do livro, sabe?
    Mas, assim como você, gostei dele! E pretendo relê-lo para fazer a minha resenha. Não li a sequência e acredito que seja tão interessante e divertida quanto esse livro. :) Espero que você goste e fico no aguardo da sua opinião (ou da Silvana – rs).

    Beijos!
    http://myqueenside.blogspot.com/2015/03/resenha-78-infancia-interrompida.html

    ResponderExcluir
  23. Me diverti muito com a resenha. Não sei se gostaria de ler, pois não é meu estilo, mas acho que é uma história muito boa e que imagino rende boas risadas por causa da situação da personagem Bliss. Bjs

    ResponderExcluir
  24. Oi Agatha!
    Esse é um livro bem problemático. Leio resenhas que o elogiam e resenhas que o difama, e eu simplesmente não sei o que sei pensar. Você fez uma boa análise do livro, de que ele trata de questões mais profundas do que imaginamos, e isso me fez ter vontade de ler para tirar minhas próprias conclusões. Adorei a resenha!

    B-jussss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir