15 março 2015

Resenha - Como Viver Eternamente





Meu nome é Sam. Tenho onze anos. Coleciono histórias e fatos fantásticos. Quando você estiver lendo isso, provavelmente já estarei morto. Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos.


232 páginas || Skoob || Cortesia: Geração Editorial ||
 || Classificação:  || OndeComprar ||



Sam é um garoto de onze anos que está com leucemia. Ele já foi diagnosticado com câncer duas vezes onde toda sua família teve esperanças e apostaram nos tratamentos, mas na terceira vez, tiveram de reduzir os medicamentos para deixar Sam vivo, pois ele estava ficando cada vez mais fraco devido a tantos remédios.

Sam tem aulas em casa junto com seu melhor amigo Felix, que tem treze anos e também foi diagnosticado com câncer. Em uma dessas aulas, a professora deu o dever de escreverem fatos sobre si mesmo, ou um livro. Sam fica animado com a ideia e decide que aquele será o livro que vai contar sua história, e a partir daí vemos como é a vida de um garoto de onze anos que sofre de câncer, vamos ver o mundo do ponto de vista dele e apesar da sua doença, ele prefere ver tudo pelo lado bom. Ele cria listas de coisas que quer fazer antes de morrer, de suas coisas favoritas, seus melhores momentos e seus desejos para um futuro que ele não vai estar presente.


No decorrer da história podemos perceber o quanto a amizade de Sam e Felix é verdadeira e sincera, Felix está disposto a ajudá-lo a realizar seus desejos. Sem medo eles partem para um aventura de realizações, alguns desejos de Sam são simples, mas outros são difíceis (ou não?) de realizar, juntos eles descobrem que nada é impossível para dois amigos determinados a não desistir dos sonhos.

Como viver eternamente é um livro que deve ser lido por todos, é extremamente emocionante do começo ao fim, ele vai falar sobre dor, perda, amizade, família e morte. O que mais me cativou foi a força de Sam, se para um adulto é tão difícil enfrentar o câncer, imagina para uma criança de onze anos. Ele se mostra forte, ele não fala que tem medo de morrer, apesar dele saber qual será seu destino perante a uma doença pela qual ele não pode vencer. Apesar disso, ele enxerga a vida de um ângulo tão bonito, ele valoriza cada momento. É realmente incrível e triste ao mesmo tempo.

"... Deus é como um grande médico. Faz as pessoas ficarem doentes só para depois fazê-las melhorar - do mesmo jeito que os médicos dão quimioterapia às pessoas para fazê-las melhorar. Não importa para Deus se você morrer, porque você acaba indo para o céu, que é onde Ele vive, de qualquer maneira."



Senti meu coração apertado durante toda a leitura, principalmente nos momentos em que ele fazia perguntas que não tinha respostas, como "Morrer dói?" ou "Como você sabe que morreu?". É um livro digno de nota dez, com uma leitura que flui perfeitamente deixando o leitor ansiando por mais, com personagens cativantes e uma premissa maravilhosa.

A editora está de parabéns pelo trabalho que fez com a capa e a diagramação do livro, com listas feitas por Sam, desenhos e observações que nos da a impressão de estar lendo um diário, o que deixa tudo mais bonito.

42 comentários:

  1. Amei a resenha! O livro parece ser bem emocionante mesmo. Ai, me emociono mto fácil, to até vendo q foi manchar as páginas com lágrimas rsrs Bjss linda amei o blog, já to te seguindo. Dá uma passadinha no meu, faço resenhas de filmes de vez em qdo. Acabei de postar uma sobre Cinquenta Tons de Cinza. Bjsss

    http://milcoisasquevocedeveriasaber.blogspot.com.br/2015/03/50-tons-de-cinza-analise-critica.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tati, é um livro muito emocionante mesmo, inclusive eu manchei muitas páginas com lágrimas!! É muito lindo.

      Excluir
  2. OI Ketrin!!
    Ai, que livro triste. Só de ler a sua resenha, meu coração já ficou apertadinho.
    Não sei se estou preparada para ler esse livro agora. Acabei de sair do "A Mais Pura verdade", que até é bem parecido com esse e não sei se eu aguento ler sem desabar!!
    Parabéns pela resenha

    Beijos

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu, a leitura é de ficar com o coração apertado mesmo. Tenho certeza que você iria adorar a leitura, mas é bom dar um tempinho já que você acabou de sair de uma leitura emocionante!

      Excluir
  3. Amiga querida estou vindo aqui para te parabenizar pela sua resenha, porque olha apesar de ter o livro em minha estante, ainda não tive oportunidade de ler, mas lendo sua resenha, percebi que ele é aquele tipo de livro gostosinho e também que nos trás uma lição de vida. Espero gostar bastante e ler assim que possivel. Continue assim Kétrin, pois tenho gostado bastante das resenhas que você tem colocado aqui para o blog. PARABÉNS mesmo viu? Tu é uma menina de OURO. Estou absolutamente ORGULHOSA xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amigs, estou muito feliz que você gostou da resenha e do livro, se você ler ele, tenho certeza que irá amar tanto quanto eu! Fico muito feliz em ajudar nas resenhas aqui no blog e venho dando meu melhor, terá muito mais pela frente ainda! :D

      Excluir
  4. Que coisa linda esse livro. Apesar de eu tê-lo achado meio triste. Vou anotar na listinha dos que quero ler, mas acho que vou deixar mais pra frente haha estou em uma fase que é melhor não ler coisas tristes. ótima resenha. <33

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anne, é um livro lindo e triste realmente, se ele vai estar na sua lista eu tenho certeza que você vai amar!

      Excluir
  5. Olá!
    Adorei a resenha, adoro esse livro, eu li e resenhei ele no blog tbm, achei super delicado e trite por causa do final, mas ver o jeito que ele encara essa situação da doença é inspirador <3
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tabatha, concordo com você, é inspirador ver o modo como o protagonista encara a doença, é muito lindo!

      Excluir
  6. Eu quero muito ler esse livro, ele parece ser muito lindo. A minha amiga leu e eu invejo dela, acho que vou pegar emprestado, hehehe Gosto desse tema, câncer, sabe? Até porque para quem quer medicina e se especializar em oncologia tem que gostar mesmo, não? Mas eu acho tão emocionante, também gosto de ver a força deles, ainda mais quando é uma criança que sofre com isso. Parabéns pela resenha, me deixou ainda mais curiosa! (A capa é maravilhosa)
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, se você gosta desse tema, vá em frente com a leitura! Peça para a sua amiga emprestado que você não vai se arrepender :D É uma história muito comovente!

      Excluir
  7. Kétrin, que livro triste e lindo aparentemente.
    Esses livros que deixam a gente de coração apertado...
    Tristes, mas lindos. Com certeza entrou para a minha lista de desejados.
    Gostei de tudo que você falou desde as listas até as perguntas sem respostas.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Déborah, a leitura me deixou com o coração apertado mesmo, é uma história linda e triste realmente, mas vale muito a pena a leitura!

      Excluir
  8. Oi Kétrin!
    Eu adoro sick-lits. Mesmo sabendo que vou me acabar de chorar, eu leio todos que posso, e Como Viver Eternamente está na lista de desejos.Na Bienal de SP eu quase comprei mas máquina de cartão crédito me sacaneou e aí não deu.

    B-jussss
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina, se você gosta do tema, tenho certeza que irá amar a leitura :D eu também adoro livros que me fazem chorar!

      Excluir
  9. Oi, Kétrin! Tudo bem?

    Eu não conhecia a obra... Tenho a impressão que ultimamente os livros que retratam crianças que tem câncer no fundo são todos muito parecidos. Por esse motivo, apesar de você alegar que todos deveriam ler, não me sinto muito instigada e cativada não =( Todavia, não tiro o mérito dessa linda resenha que escreveu! =) Por que será que as editoras amam capas azuis para livros com essa temática? rsrs

    Beijos,

    Juliana Garcez |Livros e Flores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana, fico feliz que você tenha gostado da resenha. Concordo com você que livros sobre câncer em crianças são todos meio parecidos, mas cada um dos que eu li, consegui tirar uma reflexão diferente... sobre as capas azuis, é realmente um mistério! haha

      Excluir
  10. Esse livro é simplesmente fantástico. Merece mesmo ser lido por todos. Eu já comecei a leitura receosa, pois ele disse já no início que morreria... é bem triste. E o Felix... Ai, meu Deus. JKALSJA Eu gostei muito da leitura, devorei em um dia :)
    beijos,
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata, o livro nos deixa intrigada pelo fato que na primeira página ele já diz que vai morrer né? É de partir o coração!

      Excluir
  11. Olá! Já tinha visto este título algumas vezes na livraria e apesar de achar a capa bem bonitinha, não fazia ideia de que a história tratava de uma criança com câncer. A narrativa deve ser mesmo de deixar aquele nó na garganta por falar de uma assunto tão complicado (como a morte) a partir da ótica de uma criança.

    Beijos
    Espero sua visita =)
    http://numrelicario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Erika, o que mais me tocou na história foi o modo como o protagonista encarou os fatos, isso vindo de uma criança. Amei a leitura!

      Excluir
  12. Oie Kétrin
    esse livro é realmente super emocionante.
    Eu amei a leitura, e a diagramação é muito fofa
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jacqueline, a diagramação do livro deixou um charme especial né? Tudo contribuindo para a leitura fantástica que tem o livro :D

      Excluir
  13. Esse é um tema que me toca muito, principalmente por já ter trabalhado na área. Sempre vejo resenhas positivas a respeito dele, a sua é mais uma pra me lembrar que preciso comprar e ler logo.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla, se você comprar o livro, tenho certeza que não irá se arrepender. É um livro de tirar o fôlego !

      Excluir
  14. Olá!
    Acho que livros que relatam histórias de pessoas com câncer é um dos clichês que não me cansam nunca. Principalmente por estarem sempre em constante mudança quanto ao foco, tem tanta coisa pra ser abordada e pelo menos até agora, todos esses livros "A culpa é das estrelas", "A mais pura verdade" e "The F it list" se diferenciaram.
    Fiquei bem interessada por esse que você falou e vou procurar saber mais sobre! :D
    Beijos!
    http://www.vivendonoinfinito.com/

    ResponderExcluir
  15. Amei a resenha,e confesso que fiquei curiosa para saber quais são os últimos desejos do personagem, mas não sei se estou preparada emocionalmente para ler um livro com uma história tão triste. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bom? Já tive a oportunidade de folhear esse livro e você tem toda a razão, a diagramação está muito linda.
    É difícil eu ler uma história triste, eu me abalo muito fácil e fico triste por dias. Por isso evito ler sobre isso, mas o Como viver eternamente é um livro que eu tenho muito interesse em ler. Espero conseguir ler logo e gostar tanto quanto você gostou.
    Beijos, lendocomabianca.blogspot.com
    Instagram:@lendocomabianca

    ResponderExcluir
  17. Oieeee
    Esse mês li dois livros com personagens com câncer, e é sempre tão único, emocionante e aprendemos tanto!
    Cada um deixa uma lição de vida diferente. Espero ler esse também.

    Beijos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Nossa!!! como não desejar ler um livro desse depois dessa resenha? Vi vários comentários sobre esse livro em outros blogs, mas até então não tinha parado para ler uma resenha sobre ele direito e a sua só aumentou minha vontade de ler ainda mais esse livro. :)


    Bjuuus!

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Que resenha mais linda! Simplesmente encantada com ela e doida para conhecer a história de Sam. Adoro sick-lits e esse com certeza tem tudo para me agradar!
    Quero muito lê-lo!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Nossa, como a maioria das leituras que valem a pena, essa é daquelas que vão me fazer chorar MUITO. Amei a resenha, agora estou doida pra achar o livro na livraria e começar a ler!
    Bjos

    http://casteloanimado.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Kétrin querida, muito legal te ver por aqui, ainda não li o livro, mas sempre li resenhas super profundas do livro, os sick-lits sempre nos tocam com uma intensidade incrível, por ser justamente algo longe de nós =\

    São grandes lições, parabéns pela resenha

    Beijos Joi Cardoso,
    www,estantediagonal.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi Kétrin!
    Eu amo suas resenhas, e essa foi sem dúvidas a mais gostosa que eu li.
    Você conseguir me fazer ficar necessitado desse livro. Faz algum tempo que não leio um bom drama, ou algo assim, e sem dúvidas esse livro irá se tornar um dos meus preferidos, pois amei a premissa e a forma como você falou do livro!

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi, Kétrin!
    Amei sua resenha, menina! Eu já tinha lido outras opiniões tão positivas quanto a sua – que me fizeram adicionar esse livro aos que desejava ler. Mas é sempre bom encontrar uma nova opinião e, de novo, ter a certeza de que esse livro – com certeza – me encantará tanto quanto te encantou. Adoro sick-lit, porque é um gênero que nos emociona e muda o nosso jeito de pensar sobre as coisas. E esse livro, em especial, me parece cumprir isso de um jeito muito envolvente.

    Espero lê-lo ainda nessa ano.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Oi Ketrin...
    Nossa, como quero ler este livro. Faz tempo que namoro ele, o mais perto que cheguei dele foi na Bienal, mas acabei levando outros..
    Eu imagino o misto de emoções que este livro deve causar mesmo. É o que todos falam.
    O conteúdo deve ser tudo de bom, e a capa eu amo também. Apesar da editora insistirem em uma capa azul para toda historia de alguém com câncer.
    Adorei a resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Eu já conhecia a obra pelo título e ao ler a sinopse agora fiquei encantado! Com o que você falou fiquei mais encantado ainda *-*

    Adorei sua resenha! O livro já está na listinha e planejo, não espero, eu planejo ler logo, logo! ♡

    Bjs!

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi, Kétrin! Como vai?
    Que resenha bonita <3 Estou querendo ler esse livro faz um tempo, mas após algumas resenhas negativas - que não me desmotivaram a ler -, deixei o livro mais pro meio da lista de desejos. E agora eu quero ele profunda e verdadeiramente. Pois é... Apesar de estar mais do que exausta do tema câncer, parece ser uma bela história, principalmente por ser narrada por um garoto de onze anos, coisa que eu ainda não tinha visto - e agora tem aquele livro A Mais Pura Verdade que pode ser até mesmo parecido... ou não, mas enfim. Sou apaixonada por essa capa e estou morrendo ainda mais de vontade de saber o fim da história e chorar, chorar, chorar. Eu sou muito chorona, mas se eu choro em um livro é porque ele me emocionou, e ultimamente eu estou precisando ser emocionada, mas está meio difícil. Colocarei o livro um pouco mais na frente da lista de compras. Espero gostar tanto quanto ou como você!
    Beijinhos,
    Karol.
    www.heykarol.com

    ResponderExcluir
  27. Esse livro é uma doçura!
    Li no lançamento ano passado e fiquei muito emocionada. O final é tão simples, mas tão real... Muito tocante mesmo!
    Na época foi comparado a Culpa é das estrelas, mas acho que a temática só é parecida por causa do fundo mesmo. Talvez este seja ainda mais profundo, afinal, estamos falando de um garotinho que precisou amadurecer logo cedo pra lidar com algo sério. Lindíssimo mesmo. :)

    ssentrelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Oie.
    Este livro é mesmo muito fofo e tocante. Não chorei lendo ele, pois acredito que não era a viber da trama, mas foi um livro que ensinou-me como ser um pouco melhor comigo e com o meu próximo.

    Parabéns pela resenha
    Beijos
    http://www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  29. Oiiiii,
    Que tudo já quero esse livro, mais estou com medo de sofrer muitoooo :(
    Deve ser absolutamente lindo, vou ir atrás do meu exemplar com certeza.
    Beijos.

    http://ateliedoslivros.blogspot.com.br/2015/03/resenha-eu-sei-o-que-voce-esta-pensando.html#comments

    ResponderExcluir