25 fevereiro 2015

Resenha - Um milagre chamado Grace





Depois de ter sobrevivido a uma tragédia em que vários de seus amigos foram mortos, Lila Elliot sabe que suas cicatrizes só amenizarão com o tempo. E ela é grata pelo carinho de sua melhor amiga, que a hospedou em sua casa para que ela não ficasse sozinha e recebesse seus cuidados. Entretanto, algo em seu coração não consegue esquecer a tristeza e a dor desse trauma. Até que ela conhece Grace, uma golden retriever que sofreu abusos e maus tratos, mas que havia sido resgatada por Adam, um homem de bom coração que não suportou ver um animal tão triste e sofrido. Lila, que tem verdadeiro pavor de cães desde a infância, terá de dividir o espaço com Grace. As duas precisam de amor e de tempo para superar suas tragédias pessoais. Grace mantém distância de Lila, pressentindo o medo que ela sente. Aos poucos, porém, Lila consegue enxergar pelos olhos de Grace o amor e a coragem que são tão importantes para seguir em frente.Um romance apaixonante, sobre os dramas da vida, as incertezas e o amor que chega inesperadamente.

288 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Única ||
Classificação:|| OndeComprar ||


O pai de Lila a chamava de teimosa, mas ela preferia ver pelo lado positivo e dizer que era determinada.







Lila Elliot tem uma vida até que comum, trabalha numa empresa de relações públicas, lugar que NUNCA pensou que trabalharia, para juntar dinheiro e então sair do muquifo que é seu recente apartamento e finalmente se dedicar em tempo integral a pintura, seu dom e paixão para poder superar e esquecer de uma vez por todas o traíra do seu ex que a trocou por outra.

Como podem ver, uma vida até que comum, ou ela pensava ser até que um de seus colegas de trabalho invadiu o escritório armado e matou sete colegas e feriu gravemente outros três, inclusive Lila, antes de se suicidar.

Finalmente, ao acordar dias depois no hospital, Lila constata que ainda está viva e que não está em estado grave, mas tem que se cuidar pois do contrário ela pode não recuperar o movimento de um dos braços.

Assim ela sai do hospital com uma enorme cicatriz para lhe lembrar todos os dias o acontecido, um gesso incômodo, um medo angustiante de tudo e todos que antes não existia e uma debilidade sofrida que a fez aceitar o convite de Cristina para passar alguns dias com ela e sua família, afinal Cristina é seu porto seguro, é sua melhor amiga, nesse caso, até porque seus pais morreram anos antes e não havia problema nenhum em se apoiar nela, em aceitar ajuda.

Ou era isso que ela pensava; pois quando ela avista a Golden Retriever, Grace, que Cristina vem tentando empurrar para ela, tudo parece desabar mais um pouquinho, pois ela tem pavor a cães, ela sabe o quanto eles podem ser perigosos e agressivos e uma golden tristonha e antipática não chega nem perto de ser reconfortante, mesmo que seu maior defensor, Adam, seja extremamente atraente e insuportável.

Os dias se arrastam, as dores não melhoram, as lembranças ainda vívidas demais, os medos todos abertos e expostos e Cristina solta a bomba de que ela vai para Washington por seis meses, que Grace vai ficar com ela na casa e que Adam vai ajudar a tomar conta da cachorra enquanto não arrumam um dono para ela, e então, os polícias aparecem insinuando que talvez ela seja o gatilho que tenha feito Yuri surtar e matar.

Será que aqueles olhinhos pidões, pelo dourado e orelhas abaixadas vão bastar para Lila superar seu medo por cães? Será que ela foi mesma culpada pelo que aconteceu? Se sim será que ela vai se perdoar por isso? Será que Adam no fim das contas é mais legal do que ela pensou? Será que é tão simples assim quando dizem seguir em frente?


O livro é narrado em terceira pessoa do ponto de vista de Lila e devo dizer que foi uma grata surpresa.

Entendam, amo animais de um modo geral, menos os anfíbios e aquáticos, porque esses me parecem pegajosos demais, mas ao longo da minha vida criei um certo distanciamento deles por questões pessoais e evito ler/assistir coisas que os envolvam num nível extremamente emocional, contudo disse a mim mesma "Se arrisque, vai que você se surpreende.", e isso aconteceu.

Lila é uma mulher, algo perto dos trinta e cinco e ama pintar, passou por uma fase horrível e agora está tendo que se virar nos trinta para viver e seguir seu sonho, os pais morreram e a única pessoa próxima a ela é sua melhor amiga Cristina.

Quando ela é baleada e depois acaba tendo que conviver com Grace e Adam vemos com certa clareza na mente de uma mulher que está traumatizada e tendo que enfrentar seus medos bem de perto. Foi encantador pra ser sincera, nem sempre bom, pois em alguns momentos me peguei querendo bater em Lila, porém eu sei que cada pessoa reage de determinada forma a traumas e por isso relevei seu comportamento diante de certas situações, porque apesar de toda a sua confiança e teimosia, ela, ainda que relutante, admite seus erros e tenta concertá-los.

Adorei a Grace e o Adam - que é do tipo que te convence que cachorros são mágicos e ponto. Os dois junto com Cristina formam a base para nossa protagonista e gostei como a autora levou os acontecimentos, como ela desenvolveu as relações e como ela consegue descrever as reações de Grace. Pois acreditem, as sobrancelhas de um cão fazem milagres comunicativos!!!

De forma resumida pois sinto que já falei muito, recomendo o livro para quem curte uma leitura mais profunda, com uma pegada mais real dos dramas e tragédias que nos cercam e queiram ver um romance surgir naturalmente e uma cadela encantadora. O livro te faz refletir sobre muitas coisas, sobre assassinatos, sobre nossas vidas, sobre nossos sonhos, sobre as pessoas que amamos, sobre os animais e sobre maus tratos, que infelizmente sabemos que ocorrem frequentemente. Tem uma pegada mais psicológica também, estilo As vantagens de ser invisível e O Reino das Vozes que não se calam.

50 comentários:

  1. Olá!
    Pelo jeito é um livro bem reflexivo, né? Não tinha me interessado, nem dado nada, por ele, mas sua resenha me deu uma nova perspectiva sobre a história, e agora até fiquei curiosa para ler. rs
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Dessa!
      Menina eu também pensava assim e quebrei a cara, ainda não é meu gênero preferido mas é uma boa leitura, de verdade super recomendo.
      Bjinhos e espero que goste e obrigada, fico feliz em ter te convencido a dar uma chance para o livro.

      Excluir
  2. Agatha apesar de tudo quero ainda conhecer a história de Grace, porque me pareceu ser uma história bastante tocante apesar de ser uma leitura que você disse que é pesada, mas sua resenha me encantou sabe? Espero ainda ter a oportunidade de ler assim que possivel, pois eu amo cachorros e já tive um que sofreu pra karamba por ataque de outros cães e que hoje não se encontra mais ao meu lado. Mas mesmo assim quero te parabenizar, porque você vem me surpreendendo bastante com suas resenhas. Continue assim que você vai longe GAROTA ! hahahaaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Sil!
      Que bom amiga que você gostou, e claro que você deve sim ler, nunca se sabe e o livro é muito bom, te faz pensar e refletir, quando sentir que é o momento leia sim viu?
      Bjs e obrigada, espero continuar assim e só melhorar!!!

      Excluir
  3. Oi, tudo bom? Adorei a sua resenha! E já tinha ouvido falar do livro e me recomendaram. Mas não leio livros e vejo filmes que os personagens principais são animais. Sei que vou chorar uma hora, mesmo que nem tenha coisa de tristeza eu choro. Enfim, gostei muito do livro e sua resenha me fez me interessar ainda mais, mas não sei se vou ler. Beijos!

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Wandressa!
      Como vai? Fico feliz que minha resenha tenha te feito ter um novo olhar para o livro, mas fique tranquila, a Grace - a cachorra - não é a personagem principal, mas tenha certeza de que se você é emotiva vai lagrimejar sim, mas aí é com você linda!
      Bjos e obrigada!

      Excluir
  4. Agatha, pelo que você narrou a história é linda.
    Reflexiva e pra mexer com o leitor, até porque envolve traumas.
    Fiquei curiosa para ler, apesar de não curtir muito o livro na primeira olhada.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Déborah!
      Sim é muito tocante e tem uma pegada que te faz pensar sim, por isso recomendo para quem gosta e não ligue de o livro mexer contigo, até porque é uma estória encantadora.
      Fico feliz que tenha gostado!
      Bjs e obrigada.

      Excluir
  5. Se tem cachorro na história eu já gosto. É claro, que a carga emocional de livros como esse é sempre grande e já prevejo fortes emoções durante a leitura. Vou colocar esse na minha lista, pois adoro esse tipo de livro. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Gleyce!!!
      Se você gosta de livros com cães vai amar este livro!!
      Bjs

      Excluir
  6. Que linda essa história. Gosto de conhecer livros que contam coisas de animais, pois sempre lembro de "Marley e eu". Uma ótima indicação para eu conhecer.

    beijos

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br
    @rs_juliete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Ju.
      Lembro que quando li Marley & eu chorei muito com o fim, mas graças a Deus que esse final é lindo.
      Que bom que gostou.
      Bjs

      Excluir
  7. Olá, amei sua resenha, acho que é a melhor desse livro que já li. Deu vontade de ir correndo comprá-lo.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico tão feliz Marijleite! De verdade, que bom que é a melhor não?!
      Bjinhos e obrigada.

      Excluir
  8. Que sinopse interessante, mas nota-se que a carga de dramaticidade é grande no enredo. O que se confirma ao ler sua resenha. Apesar de ser uma leitura emocionante, não estou muito preparada para livros que me arranquem lágrimas neste momento..rs

    Adorei seu blog. Seguindo aqui.

    http://cafeecomletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Andreza, a carga emocional é grande, mas nada que não possa ser contido para se curtir a estória. Mas se você não está no clima espere sim? Afinal fica a dica!
      Bjs.

      Excluir
  9. Oláaa,
    Primeiramente, como sempre, adorei a sua resenha. Sempre bem escrita e detalhada. Além que nos faz ficar com vontade de ler o livro.
    Amo animais, principalmente cachorros, mas nunca li algo sobre. Acho que é porque sempre relaciono com morte ou algo triste, então sempre fujo porque tenho certeza que irei morrer de tanto chorar.
    Já tinha ouvido falar desse livro, mas é a primeira resenha que leio. Ele parece ser muito bom, com várias reflexões, bem no estilo que eu gosto.
    Beijos,

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana.
      Você é uma fofa, obrigada, fico feliz que tenha gostado e fico contente que tenha ficado instigante.
      Olha eu também relaciono mas o mais importante nessa estória é a superação entende? É lindo.
      Bjokas e obrigada de novo! Espero que caso venha a ler goste e se surpreenda!

      Excluir
  10. Eu não gosto muito de ler livros com animais na história, mas esse me chamou muito a atenção. E mesmo você dizendo que o livro é um pouco pesado, eu me interessei em ler. E também amei As vantagens de ser invisível que você citou, então acho que vou gostar.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Sil, eu também não costumo mas devo dizer que esse livro me surpreendeu e muito, achei que era algo e foi outro kkk.
      Acho que você pode gostar sim, afinal a carga emocional de As vantagens de ser invisível é bem mais pesada e você gostou.
      Espero que quando ler adore e fico contente em ter te feito ficar interessada.
      Bjs e obrigada.

      Excluir
  11. Oi, Agatha! Tudo bem?!

    Eu amo animais! Qualquer um deles. Sempre fico emocionada com leituras que envolvem eles... Juliana Garcez |Livros e Flores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Juliana, estou sim e você?
      Se você gosta de animais acho que esse é um livro feito sob medida!
      Bjs

      Excluir
  12. Eu amo um drama, histórias trágicas e coisas do tipo então acho que vou gostar muito desse livro. Ainda mais que tem um cachorro e deve deixar a leitura um pouco mais leve. A história parece ser bem interessante e eu fiquei curiosa para ver com Lila vai superar todo esse trauma.

    Beijos!
    Essa atriz arrasa e sempre que passa algum filme dela na sessão da tarde, por exemplo, eu tô assistindo! Tenho um sério problema com nomes de atores/atrizes e foi uma grande descoberta saber o nome dela, hahaha.

    E nossa, tô muito mas muito ansiosa para assistir simplesmente acontece. Deve ser muito fofo! <333

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Beatriz.
      Menina se você curte esse tipo de leitura esse é um livro que eu recomendo, e muito, e ela supera de uma forma meio inesperada kkk.
      E eu também estou muito ansiosa para assistir Simplesmente Acontece, o nome da atriz é Lili Collins ;)
      Bjos

      Excluir
  13. Que capa linda! Fiquei totalmente encantada com a premissa do livro, além de trazer assuntos reflexivos, tem companheiros ótimos, sou apaixonada por cachorros. Espero poder um dia ler esse livro, tenho certeza que toda estória me conquistará.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aah Wislanny, acredito que você vai gostar bastante então, a Grace é um amor, de verdade.
      E eu também espero que você possa ler ele, e logo!
      Bjs

      Excluir
  14. Oi Agatha!
    Sou exatamente como você. Amo animais, mas não assisto ou leito ABSOLUTAMENTE nada sobre animaizinhos, ainda mais gato e cachorro porque eu sempre sofro muito. Você foi muito corajosa ao dar uma chance a esse livro, não sei se eu conseguiria.
    Agora, falando do livro, gostei da sua resenha, a maneira como descreve o livro é clara e dá pra saber bem o que esperar do livro, já não sei se vou ler por essa questão de ser de bichinho... Não quero chorar T_T
    Beijos

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Lu!!!
      Menina eu mesma me surpreendi em ler o livro! Mas quando o assunto é leitura e trabalho, eu sempre tento ser responsável kkk.
      Quanto a chorar, isso eu não sei dizer se vai acontecer contigo, afinal eu não sou do tipo chorona, contudo devo dizer que apesar de tudo o livro não tem nenhuma cena assim chorosa por conta da Grace.
      Assim obrigada

      Excluir
  15. Oi, Agatha! Tudo bem? Já li muitas resenhas positivas desse livro e apesar de amar leituras que envolvam os animais, por algum motivo eu não fui conquistada pela sinopse de "Um Milagre Chamado Grace". :/ De qualquer forma, acho bacana a autora aliar um trauma ao lado positivo que um pet pode trazer para a sua vida, ainda não li histórias com essa perspectiva e espero que o livro possa me surpreender mais do que eu estou esperando. Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Jéssica.
      Eu sempre tento ler um livro, que não esteja dentro da minha área de conforto, com olhos neutros e sem muitas expectativas, assim as chances de me surpreender são maiores!
      Espero que goste do livro

      Excluir
  16. Oi Agatha, tudo bem?
    Adorei sua resenha! Não conhecia o livro ainda, mas achei a premissa dele bem bacana!
    Eu sou apaixonada por animais em especial por gatos, mas também não resisto a um belo cachorrinho!
    Filmes ou livros que envolvem animais sempre acabam me emocionando bastante então sempre invisto neles!
    Espero em breve poder conhecer mais essa história e ver de perto o drama da Lila, acho que não deve ser nada fácil para ela superar a situação horrível pela qual passou!

    Beijo ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Maiara.
      Eu já tento não ver! Mas aqui estou eu indicando um livro ótimo sobre p assunto. Bem a estória de Lila é forte e espero que você goste bastante!
      Bjs e obrigada, fico feliz que tenha gostado!

      Excluir
  17. Oie Agatha
    não costumo ler tramas com animais, mas essa capa é tão gracinha,e pela sua resenha o livro parece ser tão gostoso de ler.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Jac.
      Sim o livro é mesmo fofo, apesar de tudo tem seus momentos mega ultra gracinhas.
      Bem obrigada e bjs

      Excluir
  18. Oi Agatha tudo bem? Nossa parece ser um livro mega tocante, e eu já sabia disso mesmo antes de ler sua resenha =x Existe cão, existe a vasta possibilidade de eu me emocionar! Aceitei hahaha

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk Joi, essa foi boa.
      Então é um fato já, livro + cão = emoção!!!
      Bjs e espero que goste caso leia.

      Excluir
  19. Eu gostei da temática do livro e a história realmente me deu vontade de dar uma chance pra leitura, mas confesso que eu não sou muito fã de livros assim. Não sei, sempre tem um jeito de ser algo de auto-ajuda, e eu não sou a maior leitora de livros assim. Mas vou guardar a dica, quem sabe?

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Agatha...
    Li este livro e amei demais. Também me peguei com raiva de Lila em muitos momentos. Ela foi muito chatinha no começo pra falar a verdade. Mas Grace consegue mudar isso..rs
    A Grace é uma fofa que amei conhecer, e adorei a narrativa da autora. Pesquisei depois que li este livro, e já desejo outros livros da autora, pois parece que ela gosta de contar história sobre cães. Além de ser uma super protetora deles.
    Todos deviam ler este livro. O amor de um animal cura tudo. Adorei a resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Agatha-flor,
    Que resenha linda! Eu vi a capa e o título desse livro há algum tempo, mas não me atentei a ele mais que isso. Agora, lendo sua opinião, vejo que é o tipo de leitura que qualquer pessoa que aprecia animais vai curtir! Depois de Marley & Eu, nunca mais li nada que envolvesse um cão como protagonista. Mas agora, flor, sinto que posso me doar um pouco mais ao gênero outra vez (rs).
    Só digo uma coisa… coitada dessa mulher! Que vida *udida!
    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Oie! Que resenha, hein? A capa já me conquistou de cara, conseguiram colocar uma capa que faz a pessoa querer comprar o livro só de vê-la, hahaha. Não sei se eu leria o livro, mas achei bem legal e interessante.

    Beijos,
    http://www.girlfromoz.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá, Agatha.

    Eu ainda não em sinto tentada a ler um livro com animais, acho que porque perdi o meu a um tempo e ainda sinto falta. Não me arrisco em leituras assim. Gosto de livros mais profundos e esse parece que seria um dos que eu amaria, mas ainda não sei se tenho coragem. No momento procurando leituras mais leves.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Participe: Sorteio

    ResponderExcluir
  24. Oi! Tudo bem?
    Meu, parabéns pela resenha. Estou com o livro aqui pra ler e mal vejo a hora de colocar as mãos nele. Sou muito sentimental com cachorros e tenho quase certeza de que vou amar a história.

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Olááá Agatha, tudo bem?
    Eu já tinha visto esse livro a um tempinho já, essa capa é linda e já que vai mostrar um cãozinho em sua narrativa é impossível não se apaixonar, não é mesmo?! Após assistir o filme Marley & Eu eu fiquei extremamente emocionado e me faz uma reflexão que temos que ter mais atenção com os animais, assim como ele tem a atenção com uma gente (infelizmente, já perdi 2 cachorros por causa de uma doença com eles) e não sei se você já leu a AMOSTRA que a Editora Novo Conceito mandou para alguns blogueiros, tem um cãozinho por aí também! Fiquei extremamente curioso ao ler suas palavras a respeito, espero ler brevemente!
    Beijos,
    http://umgrandevicioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oie

    Olha não curto muito este estilo de livro com animais, mas sempre tento dar uma chance a eles. Sua resenha nos convence a ler a obra sem nem pensar muito a respeito, rs. Gosto de livros tensos e com uma leitura mais difícil e por isso meu desejo de ler a obra e quem sabe eu acabe lendo, né?

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  27. Oii... perfeita a sua resenha, parabéns...
    Não conhecia esse livro, mas ele parece ser bem intenso e emocionante... fiquei realmente curiosa

    beijos
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Olá, Agatha
    O livro me pareceu interessante e emocionante.
    Não costumo ler muitos livros que envolvam animais, porque sou uma manteiga derretida.
    Mas talvez eu leia esse.
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Oi, Agatha! Como vai?
    Ao olhar para a capa do livro, pensei "ai, mais um livro sobre cachorros, não aguento mais", porém sua resenha me surpreendeu. Sério. Fiquei com MUITA vontade de saber mais sobre Lila, Adam, a cachorra e as outras personagens. Parece ser apaixonante! Adoro livros com uma pegada mais psicológica, traumas e coisas assim. É muito interessante <3 Vou adicionar ao Skoob e espero poder ler em breve!!
    Beijinhos,
    Karol.
    heykarol.com

    ResponderExcluir
  30. Não costumo ler livros sobre cachorros pois eles tendem a ser muito dramatico e prefiro evitar! HAHAHA Esse parece ser bem fofo, mas passo! rs

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Camila, o livro tem um cachorro mas não é sobre ele, ainda sim, obrigada pelo comentário e quem sabe um dia você não dê uma chance para ele não?
      Bjs

      Excluir
  31. Gostei muito, não conhecia e fiquei super curiosa e com vontade de ler. Como você, eu também evito filmes e livros com animais, justamente por conta do meu lado manteira extremamente derretida rsrs. Vou coloca-lo na minha listinha de desejos. ;)
    Beijos
    http://www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir