13 agosto 2018

Resenha - Como Se Vingar de Um Cretino


Título:  Como se vingar de um cretino 
Autora: Suzanne Enoch 
Editora: Harlequin 
Páginas: 288 
Skoob 
Onde comprar:  Saraiva
Era uma vez um notório visconde Dare, que seduziu lady Georgiana Halley e tomou sua inocência para ganhar uma aposta, e agora ele vai ter que pagar. O plano é simples: ela vai usar cada artifício de conquista que conhece para ganhar o coração de Dare, e então quebrá-lo. Mas o olhar do visconde tenta Georgiana a se entregar ao prazer mais uma vez, e quando ele a surpreende com um pedido de casamento, ela se pergunta: esse é mais um de seus jogos, ou dessa vez é amor verdadeiro? 



Lady Georgiana, é uma bela mulher. Contudo, com 24 anos ainda não se casou, sendo considerada, portanto, uma solteirona nos padrões da Inglaterra, no século XIX. Esse fato, está diretamente relacionado a um escândalo ocorrido a 6 anos atrás, envolvendo a jovem e o visconde de Dare. Entretanto, o que ninguém sabe é que esse acontecimento envolveu muito mais que o divulgado na época, há uma aposta e um coração quebrado. 

Sendo assim, cansada de ver Tristan Carroway, visconde de Dare, enganando jovens damas como ela, Georgiana Halley resolve tomar uma 
atitude e colocar o plano de vingança do que aconteceu seis anos atrás em prática. Para isso a jovem irá tentar impedir que Tristan se envolva com uma outra herdeira rica,.

Mas como ela irá impedir um visconde galanteador de seduzir outra jovem?  
A resposta para essa pergunta é: Ensinando algumas lições ao cretino, fazendo com que ele prove do próprio veneno. 

Todavia, na teoria a ideia parece formidável e com grande chance de sucesso. Porém, na prática poderá mostrar a Lady Georgiana uma nova face desse tal cretino e talvez um resquício de sentimento. Então para colocar o plano em andamento, Georgiana resolve como desculpa se oferecer para cuidar das tias idosas do visconde como dama de companhia, então, com esse álibi, Georgiana passará a frequentar a casa do "cretino" e até mesmo viver lá por um tempo. 

Tristan Carroway, lembrando do que aconteceu no passado, fica com uma pulga atrás da orelha com a suposta gentileza de Georgie, já que ela sempre o odiou após o ocorrido e desde então eles são como cão e gato.  

Mas, esse é o menor dos problemas do visconde, pois a família dele está à beira da falência e com 3 irmãos para cuidar, além das duas tias e uma casa enorme, ele não vê outra opção a não ser se casar com uma herdeira afortunada para salvar a família. 

No entanto, a tarefa de conquistar uma jovem, fica ainda mais difícil com Georgiana na sua casa, já que, além da relação conturbada deles, há algo mais escondido no coração dos dois, um sentimento do passado que resolve reaparecer.  

Como se não bastasse, um pedido de casamento inesperado deixa a situação ainda mais complicada para esse casal. Com isso, será que Lady Gorgiana conseguirá dar uma lição em Lorde Dare, sem se machucar no caminho, ou ela está enganada quanto ao que sente pelo tal cretino? 

Com uma mistura de romance de época e uma boa dose de comédia envolvendo uma família fora do comum, Suzzane Enoch encanta com sua escrita envolvente e divertida. Se você é fã do gênero ou pretende começar essa incrível jornada dos romances de época essa opção é maravilhosa!


" O que não percebi era que você também tinha algo a me ensinar: que as pessoas podem mudar, e que, às vezes, pode-se confiar no coração. O meu está  apaixonado por você a muito tempo..."




 [-Minhas Impressões-] 

Se você quer dar boas risadas e ao mesmo tempo se apaixonar por esses personagens assim como eu, Como se vingar de um cretino deve ser sua próxima leitura! 

Com uma escrita, viciante e fluida, atrelada a um pouco de sedução, Suzanne Enoch me conquistou logo no primeiro contato que tive com a escrita dela. Consegui concluir esse romance em apenas uma tarde de sábado, e quando acabei, fechei o livro com um sorriso no rosto e um quentinho no coração. 

Sou suspeita em falar sobre o gênero, já que sou apaixonada por romance de época, mas esse entrou para o meu TOP 3. A diversão a cada página e os personagens cativantes me conduziram a um encantamento pela obra. 


Os protagonistas desse livro foram essenciais para a formação da minha opinião sobre o romance. Lady Georgiana Halley é maravilhosa, adorei ela a cada página. E apesar do sentimento de vingança, ela não deixou de ser carinhosa com as tias do visconde, e além disso, não deixou que isso mudasse seu real sentimento, pois mostrou ser divertida e uma mulher bem diferente dos padrões da época. Já o sedutor visconde de Dare, Trinsta Carroway, mostrou ser um homem que honra a família e é capaz de tudo por eles, mas além disto mostrou ser virtuoso com relação a Georgie apesar do terrível erro cometido no passado. A relação dos dois é a típica de cão e gato, mas com algo mais especial. Além disso o livro contém algumas partes "hot", mas garanto que não atrapalham em nada a leitura 

Falando dos outros personagens, a família pouco convencional de Lorde Dare foi um dos pontos que me fizeram amar esse romance, as tias são incríveis e mais que isso, tem grande importância na história. Já os irmãos do Visconde não ficam por baixo, são divertidos e até fofos. 

Além de todo esse conjunto, a editora fez um ótimo trabalho quanto a diagramação, capa e detalhes no interior do livro. Achei adorável o detalhe da contracapa. E como se não bastasse, no começo de cada capitulo há um quote de peças de Shakespeare, como Macbeth e Romeu e Julieta. 

Portanto, se você está procurando um belo romance de época, seja para começar no gênero, seja para se apaixonar ainda mais. Esse livro pode ser uma opção encantadora.  A escrita da autora é envolvente e os personagens cativantes, super recomendo! 

Se você ficou curiosa(o) pela obra não deixe de dar uma chance. <3 


Inscrições Abertas - Participe !

12 comentários:

  1. Eu sou apaixonada por romances de época e pelo que ando lendo por aí, pelo mundo literário, Suzanne é uma das grandes promessas no gênero. A autora bem dia a dia, conquistando mais e mais leitores!
    Ainda não tive oportunidade de ler este livro, mas já ouvi e li muita coisa boa a respeito dele e não vejo a hora de poder conferir.
    Esse lance de misturar bom humor e romance é algo que sempre rende enredos maravilhosos!!
    Lerei com certeza!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Vingança, romance e bom humor! Precisa de mais alguma coisa para se fazer uma boa história??
    Suzanne vem mostrando pouco a pouco como tem conseguido se firmar neste cenários dos bons romances de época e a autora tem mostrado a que veio!
    Ainda não pude ler este livro,mas está na listinha de desejados faz um tempinho.
    Como fã do gênero, não vejo a hora de poder dar boas risadas e de quebra, alguns suspiros.rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá Karol!
    Gostei muito da resenha, sou louca pra ler os livros da autora, parece ser fluída e super gostosa essa leitura, já está nos meus desejados...
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu também sou completamente apaixonada pelos romances de época, com uma leitura amorzinho que ao terminar sempre estou com um sorriso no rosto. Já li alguns livros da Suzanne e gostei bastante, ainda não conferi essa história, mas já quero saber mais sobre como Georgiana vai dar uma boa lição nesse cretino (ele merece). A família nada convencional também chamou minha atenção e tenho certeza que assim como nossa protagonista vou adorar conviver com eles e me diverti bastante.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Karol,

    Enredos assim, me ganham rapidamente, pois ver o aflorar do amadurecimento dos personagens, como o Tristan, e o nascer do perdão e da confiança reconquistada entre ambos, não tem preço. Tudo isso reunido em um bom livro mostra quão magistralmente a autora conseguiu conduzir o livro.

    Sem dúvidas vale a pena acompanhar todo esse processo, pois são elementos cruciais para a resolução final.

    Enfim, a narrativa parece ser bem única, e espero que pra mim, essa seja uma boa leitura. ^^

    ResponderExcluir
  6. Esse livro está na minha lista desde o lançamento, me apaixonei pela capa. Adorei a resenha também ,parece um romance de época perfeito.É claro que os dois se gostam mas por tudo que aconteceu lá no passado fica essa raiva na nossa Lady Georgiana,que busca sua vingança contra o lorde Tristan. Achei a história bem bolada, o motivo da vingança, a necessidade de estar na mesma casa, o que vai acabar aproximando os dois, mesmo que renda muitas situações engraçadas. Gosto quando personagens secundários tem sua parte no livro., e se são as tias simpáticas do Visconde melhor ainda. A edição é linda mesmo, esses detalhes da contracapa e no interior do livro são um charme à mais. Louca pra ler e torcer por esse casal.

    ResponderExcluir
  7. Karol!
    Não li ainda, mas fiquei bem intrigada por esse seu comentário, e é por isso que não gosto de ler sinopses, prefiro as resenhas, porque as vezes, as sinopses enganam para atrair mais os leitores.
    Melhor que ele não é nada do que foi dito, muito pelo contrário.
    Adoro romances descontraídos e hilários e quero muito poder acompanhar esse romance delicioso.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros que contém vingança mesmo que esse seja uma versão divertida de vingança só o título já tinha me deixado interessada. Adorei a premissa, esse ano comecei a ler mais de época, sempre fui mais do tipo de ler os romances contemporâneos, não que não gostasse de romances de época, mas tinha lido bem poucos. Os personagens parecem incríveis e fofos, assim como a estória. Esse já está na minha lista ha muito tempo e quero muito ler.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Karol!
    Conheci a escrita da Suzanne Enoch anos atrás, através dos romances de banca, e é mesmo como você disse, a escrita da autora é muito viciante e envolvente!
    Ainda não li Como se vigar de um cretino mas pretendo; amo romances de época ainda mais quando a história possue uma boa dose de comédia e os protagonistas se comportam como cão e gato, mas confesso que a atitude negativa de Dare anos atrás me deixou com um pé atrás em relação a ele... Contudo, vou arriscar a leitura sim, afinal é um livro da Suzanne Enoch e provavelmente irei me apaixonar pela história de Giorgiana e Dare como aconteceu com você... Valeu pela dica! Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Oi Karol! Eu ainda não embarquei no mundo dos romances de época, apesar de amar um bom romance, mas adorei a premissa da história e achei essa capa tão linda! Espero conseguir ler em breve! Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Karol.
    Eu adoro romances de época, então fiquei bem interessada em ler esse livro. Ainda mais que ele entrou para o seu top 3.
    Adoro esses casais que essa interação de gato e rato, mas que na verdade se gostam muito.
    Georgie parece ter uma personalidade forte, que sabe o que quer e não vai abrir mão disso. Mas, sem maltratar aqueles que estão próximos a ela. Já gostei dela!
    Espero ter a chance de ler esse livro logo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Confesso que romance não é meu gênero preferido, mas este em especial me chamou muita atenção. Só pela sinopse e resumo do enredo dá pra perceber que será uma leitura bastante leve e divertida, que proporciona boas risadas. Além disso, é sempre bom ver uma protagonista fora dos padrões em cena, eu acabo conseguindo criar uma empatia maior com elas e até me identificar em várias situações. Com relação aos personagens secundários, acho muito importante eles serem tão relevantes e interessantes quantos os protagonista, isso enriquece ainda mais a obra e dá uma complexidade que seria impossível na situação contrária.

    ResponderExcluir