11 junho 2018

Resenha - Uma Mentira Perfeita


Titulo: Uma Mentira Perfeita
Autora: Lisa Scottoline
Cortesia: Editora HarperCollins
Paginas: 400
Skoob
Onde comprar: Livraria Cultura

Chris Brennan acaba de se mudar para Central Valley, na Pensilvânia. Ele veio atrás de um emprego como professor substituto e treinador de beisebol na escola de ensino médio local, com um currículo impecável e boas maneiras que só um bom homem poderia ter. Mas tudo sobre ele é uma mentira. Seu nome é um pseudônimo, seu currículo é falso. E ele veio para a cidade com um plano, que a princípio é perfeito – e para cumpri-lo, precisa ficar de olho no time de beisebol. Encontrar o que precisa para cumprir seus planos não deve ser tarefa difícil, e Chris foca sua busca em três meninos cujas vidas (e as de suas mães) giram em torno do time: Raz Sematov, o arremessador, um menino geralmente alegre e bem humorado que acabou de perder o pai; Evan Kostis, que é rico, mimado e problemático além de ser a sensação do time, e Jordan Larking, o novato, um garoto tímido e reservado. Encantador e repleto de suspense, A mentira perfeita é um incrível thriller emocional, uma história criminal suburbana que prende os leitores até o final, com reviravoltas impressionantes e personagens que você não esquecerá facilmente.



Em ``Uma Mentira Perfeita`` vamos conhecer Chris Brennan; de inicio, um desconhecido que se mudou para Central Valley em busca de emprego. E seu principal interesse é em uma vaga especifica de professor e treinador de Beisebol para uma turma do ensino médio, porém o que ninguém desconfiava é que sua identidade e seu currículo eram uma grande mentira. Além do desafio de esconder sua falsa formação, ele precisa cumprir a qualquer custo os seus planos e para isso precisa tentar se aproximar de três garotos do time de beisebol para obter informações na execução de sua primeira tarefa.

``Os alunos eram cobaias em um experimento, eles só não sabiam disso. As negociações dariam pistas sobre a personalidade dos garotos: quem tinha poder e quem não tinha, quem poderia ser manipulado e quem não poderia.``


Mas, Chris terá que ser extremamente cauteloso com os seus planos, pois um passo em falso e tudo pode vir a sair de seu controle. Então, com o passar das páginas, são nos reveladas suas reais intensões e também teremos a oportunidade de acompanhar e conhecer a rotina de três mães guerreiras que lutam dia-a-dia para educar seus filhos. Claro que cada uma delas tem seus próprios problemas e isso afeta a vida dos seus filhos adolescentes ajudando com que se tornem alvos do professor misterioso.

``Ele sentia que estava conectado ao time de beisebol, mas não conseguia ligar as coisas. Faltava uma peça do quebra-cabeça e ele tinha fé de que iria encontrá-la; só não a tempo``

Isso e muito mais vocês terão que conferir lendo o livro, porque se eu escrevesse mais além disso, eu estaria dando spoilers, por isso a resenha acabou ficando bem curtinha, mas aproveitem e correm para descobrir esse mistério que rodeia esse professor, pois tem muito mais para ser contado e mostrado durante os capítulos.



[- Minhas Impressões -]

Quando solicitei essa obra, confesso que estava bastante animada para mergulhar na história, pois a capa me chamou bastante atenção e até imaginei que aconteceria alguma coisa bem misteriosa dentro dessa escola. Eu tinha lá minhas desconfianças, claro e fiquei bastante curiosa, porque esperava algo grandioso que com certeza viria a me surpreender. Mas após as minhas impressões iniciais, muita coisa mudou; pois além do foco claro em nosso protagonista, como citei no inicio, é abordado o cotidiano de três mães dos garotos do time de Chris. As dificuldades que as mães passam tomam um pouco de conta do enredo e se você não focar mesmo no inicio da trama, você pode esquecer que nosso “foco” principal é Chris. Já li outros livros que dividem o protagonismo entre um personagem e outro e estou super acostumada com isso, mas confesso que as impressões que alimentei no início, me levaram a mudar de ideia com o passar das páginas.


A trama em si é bem camuflada, capitulo a capitulo e isso torna a leitura curiosa, nada é revelado de imediato o que achei muito bom, porém eu achei que houve um excesso de preparo para que as ações realmente começassem a acontecer. Isso dificultou minha conexão com a história, me cansou em alguns momentos também, mas decidi continuar e terminar a obra para ver realmente quais seriam minhas impressões. Alguns fatos abordados no enredo ajudaram esse retardo na leitura, como por exemplo a abordagem sobre terrorismo doméstico que até então eu não havia lido nada igual. Achei de fato bastante interessante e diferente o assunto abordado. 


O livro é bom? Sim, porém é uma daquelas histórias que exigem paciência e uma abertura literária maior para conter expectativas iniciais, como foi comigo. É um livro especifico de se ler. Um livro para aqueles que querem começar a ler e conhecer mais sobre o gênero.

O que me pegou na verdade foi o costume que tenho com certos assuntos nas leituras como o suspense e a ação em si que gosto bastante. Eu achei a ideia da autora brilhante, pois para mim iria para minha zona segura na leitura, só que me senti, com o passar das páginas fora do meu habitat. A ação no livro chegou no momento em que eu estava buscando paciência e entendimento para continuar,  e devido a isso, acabei não sentindo a mesma pegada de outros livros que normalmente me deixam até sem fôlego (risos).  Outra coisa é que eu achei que o desfecho do livro foi tudo resolvido de uma maneira muito rápida e fácil, porém essa é a minha opinião. Com certeza, vocês devem ler para poder tirarem suas conclusões.

Mas o que nos ajuda, com certeza, é a narrativa super fluída da autora. Ela faz com que você fique preso as páginas para saber aonde o personagem principal irá nos levar, pois isso é algo que você fica questionando o tempo todo sem saber o que realmente ele está pretendendo, até de fato entender a sua verdadeira intensão. Outra coisa, é que apesar de eu ter demorado um pouco para finalizar a leitura, os capítulos pelo menos foram curtos e isso acabou colaborando para que a leitura não se tornasse cansativa. Para mim acabou se tornando um ponto super positivo. Um livro que pode ser lido e muito bem aproveitado com toda certeza. 


Quanto a diagramação, preciso dizer que o trabalho da Editora ficou excelente, porque como eu disse, foi algo que me chamou bastante atenção. A fonte é de um bom tamanho e as páginas são amareladas facilitando a leitura. 

Recomendo a leitura, porém como eu disse, não vão com muitas expectativas esperando acontecimentos grandiosos ok? Espero que tenham uma BOA LEITURA!

Inscrições Abertas - Participe!!

7 comentários:

  1. Desde seu recente lançamento este livro tem meio que dividido opiniões realmente.Como namoro ele, tenho lido muita coisa positiva e outras, nem tão positivas.
    Mas acredito que seja isso de gosto mesmo. Do livro acabar pegando o leitor. Para quem já entende muito do gênero, talvez ler algo assim, deva ser até tedioso. Mas para os que estão entrando no gênero agora, o livro deva ter funcionado melhor.
    Eu gosto demais do gênero e espero não me decepcionar na leitura.rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Uma pena quando temos grandes expectativas em relação ao livro, mas acabamos nos desapontando, mas nunca aprendemos e no próximo lançamento, estamos lá já na expectativa (risos). Confesso que a história de inicio não me interessou tanto assim, claro que despertou minha curiosidade em saber o que acontecerá a essas três famílias e quais os reais motivos do Chris na nova cidade?! Logo meu lado Sherlock falará mais alto e vou me arriscar na leitura (sem grandes expectativas) para entender melhor o que aconteceu ao longo de toda a história.

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Fiquei muito curiosa pra saber qual é A mentira perfeita, esse tipo de livro deixa mesmo uma expectativa, pois vamos lendo e se nada acontece vai frustrando nossa leitura. Mas não entendi bem o porque desse desenvolvimento todo a respeito das mães ,mas acho que só lendo para entender. Eu gosto de histórias mais descritivas mesmo, não me chateiam,Eu quando leio vou fazendo conjecturas e tentando adivinhar o final, mas tomara que tenha um final lógico e que descubram a farsa desse professor.

    ResponderExcluir
  4. Ola Sil lindona, o que me chamou atenção na sinopse do livro foi exatamente a mentira, pois manter uma mentira em diversos setores de sua vida, ou seja mentir sobre sua vida é muito difícil acredito eu, estou muito curiosa com o desenvolvimento da história e atitudes do protagonistas. Irei ler com certeza. beijos

    Joyce Penedo

    ResponderExcluir
  5. Oi, Silvana!
    Confesso que não curto livros que dividem o protagonismo entre um personagem e outro, e sinceramente não gosto de histórias com diversos personagens, mas dá pra perceber que o ponto forte do livro é esse suspense envolvendo o Cris - qual realmente é a sua intenção - o que provavelmente é o que prende o leitor a leitura, a curiosidade... Uma mentira perfeita não possue uma trama que desperta a minha atenção, mas sua resenha me deixou interessada, e por isso se eu tiver a oportunidade de ler esse livro vou arriscar a leitura sim... Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Silvana!
    Gosto quando podemos ir desvendando aos poucos o segredo do livro, porém tem de ter o 'time' certo para não se tornar enfadonho.
    Por vezes os autores trazem mesmo um final veloz e sem grandes expectativas, tornando o obvio mais segura para o fechamento.
    Bom que os capítulos sejam curtos e a linguagem fluente.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Eu também li esse livro e fiquei um pouco decepcionada com os acontecimentos que não são de grandes proporções apesar de ter gostado também da escrita da autora mas não é um livro que eu recomendaria

    ResponderExcluir