29 março 2017

Resenha - O prédio, O Quarto, Erik



Título: O prédio, o quarto, Erick
Autor: Monica Bokel Conceição
Cortesia: Chiado Editora
Skoob
Páginas: 194
Onde comprar: Saraiva

Próximo a Cracolândia, em São Paulo; um estudante do interior, que vem à capital, aluga um cômodo num prédio invadido, o "125". Conhece uma mulher viciada e seu filho. Entre tramas acaba envolvido em descobertas de um passado de desilusão de seus novos e antigos moradores.
Narrada por duas amigas, que dividem um dilema e um segredo familiar. É ambientado no Rio de Janeiro, num antigo casarão já demolido, onde sua mais antiga proprietária; uma mulher intelectualizada; vive trancada em seu quarto a mais de trinta anos.
Aceitação, o caráter e a esperança. Erick, um rapaz que morou dentro de um hospital em Santa Tereza, no Rio de Janeiro, devido a um grave acidente. Entre questionamentos espirituais, o amor e entendimento da condição humana, diante do abandono e da escolha pela felicidade.











O livro é composto por três contos intitulados na sequência do nome do livro. Vou falar um pouquinho do enredo de cada um e minha opinião sobre eles.

O Prédio nos conta pela visão de Franklin sobre a sua vida e a de outros moradores de um antigo prédio invadido, próximo à Cracolândia de São Paulo. Tem mãe alcoólatra que maltrata o filho, imigrantes ilegais, entre tantos outros personagens que vamos acompanhando o drama ao longo do enredo. Esse foi o único conto que eu gostei do livro e achei interessantes os temas que a autora abordou, como: violência, pobreza, prostituição e a realidade nua e crua de pessoas que vivem na miséria. As vezes reclamamos da vida de boca cheia, pois existem pessoas em situações bem piores que a nossa.

O segundo conto O Quarto conta a história de uma família tradicional que vive em um casarão e esconde vários segredos. Inclusive a avó vive trancada em um quarto por anos e ninguém ao certo sabe o motivo por ela ter se isolado. Sinceramente eu até achei legal a proposta da autora nesse conto, mas acho que ela não soube desenvolver ele muito bem, inserindo elementos que tornou a leitura bem cansativa e, por muitas, vezes confusa.

E o terceiro e último conto, Erick, conta a história de um menino que sofreu um acidente e vive há anos dentro do hospital, esquecido até mesmo por sua família. Mesmo diante de situações tão adversas, ele sempre está sorrindo e com palavras positivas para os funcionários do hospital. Mais uma vez, achei a proposta do conto boa, mas confusa, e senti que faltou algum detalhe ali para que eu pudesse compreender o final.

Quando recebi o convite para ler e resenhar esse livro achei a proposta bem interessante, todavia, quando comecei a ler, confesso que fui me decepcionando um pouco. Achei que os contos não foram bem desenvolvidos e alguns elementos inseridos só deixou a leitura confusa e cansativa. Apesar do livro ser curtinho, levei duas semanas para ler, pois não estava conseguindo engrenar na leitura. Acho que autora tem potencial nas suas ideias e precisa apenas um pouquinho mais de amadurecimento na escrita.

Quanto à diagramação, está simples, mas bem caprichada. As páginas são amareladas e a fonte e espaçamento são confortáveis para leitura.

Lembrando que essa resenha é minha opinião pessoal sobre o livro, e não é porque não funcionou para mim que significa que não vai funcionar para outros leitores. Então, acho que quem se interessar pelos temas abordados nos contos vale a pena dar uma chance.

Boa leitura!

18 comentários:

  1. Olá
    Eu não conhecia esse livro, mas no momento não chamou a minha atenção, talvez porque não leia muitos contos. Apesar disso a proposta se mostra interessante sim, mas é uma pena que você não achou os contos muito bem desenvolvidos.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi, apesar de ter achado a ideia boa, a historia não faz meu estilo de leitura. E provavelmente concordaria com a sua resenha no final da leitura. Acho que vou deixar passar, bjs

    ResponderExcluir
  3. Camila, quando vi que se tratava de contos, fiquei empolgada, mas confesso que a sua opinião, influencia muito a minha, então, vou deixar passar a empolgação e não vou procurar para ler não.
    Amo resenhas sinceras.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila, tudo bem ?
    Embora sua resenha esteja ótima, eu não gosto muito de contos, não me acerto com eles, ainda mais sabendo que você se decepcionou, é mais um motivo para eu nem me arriscar na leitura.
    Beijos
    Resenha de Peça-Me o Que Quiser

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Achei o assunto tratado no livro muito interessante, só pela sinopse eu já começava a ler. Parece que ele demonstra muito a realidade do Brasil e isso é um fator que devemos dar atenção. Mas fiquei triste em saber que você não deve uma boa experiência com a obra, isso é realmente chato, também já tive contato com história que tiveram tudo para serem ótimas, mas que o desenvolvimento estragou tudo. Enfim, acho que leria esse livro sem problemas, amei sua sinceridade! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem?
    Eu não gosto de contos então sempre tento evitá-los. Uma pena que não foi uma boa leitura para você, também não gosto de leituras cansativas. Que pena que o autor não soube aproveitar o enredo, pois a premissa do livro em si é bem interessante.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Curti a sinopse demais!Mas ultimamente a minha vive tem sido os romances históricos rsrs .E saber q vc não curtiu muito me deixou mais desanimada mas sempre curto dar uma oportunidade as novidades literárias

    ResponderExcluir
  8. Oi,

    Me assustei com a nota do livro. =0
    Bem, eu gosto muito de livros de contos, ultimamente tenho lido bastante, então eu super leria, se não fosse sua opinião sobre ele. Apesar do tema ser tão "real", eu tinha uma outra ideia dele. Acabou que não me chamou mais a atenção e não lerei por um bom tempo. Parabéns pela sinceridade. :)

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas e uma pena que não tenhas gostado.. Não senti qualquer curiosidade pelo livro..!

    Não costumo ler contos e e mau que seja uma leitura cansativa e que te tenhas dececionado tanto.. :(

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Camila, realmente as propostas dos contos são bem interessantes. O primeiro que fala sobre a verdadeira "vida real" de muitos brasileiros, o segundo que conta os segredos de uma família aparentemente "normal" e o terceiro de um rapaz que apesar de tudo encontra meios para ser feliz. Não sei quais elementos foram esses que deixaram a história confusa e difícil de deglutir, só posso lamentar isso pois como já disse, os temas são interessantes. Enfim, acho que a autora conseguirá encontrar o caminho, é questão de tempo. :)

    Beijos
    Vento Literário / Facebook / Twitter

    ResponderExcluir
  11. Oi Camila, tudo bem?
    É uma pena que apenas o primeiro conto tenha funcionado com você e que faltou um aprofundamento maior por parte da autora nas outras histórias. É algo interessante mesmo as propostas, uma senhora trancada em um quarto e um menino esquecido no hospital, mas se a autora inseriu elementos que tornou a leitura cansativa, prefiro passar longe mesmo. Gostei da sua honestidade na resenha!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  12. Oie! Tudo bem?

    Que pena que o livro não tenha funcionado para você, infelizmente ele não me chamou nem um pouco a atenção, acredito que a proposta dele seja muito boa, mas por enquanto estou procurando outros tipos de leitura, mas deixarei a dica anota quem sabe futuramente eu o leia!

    BJss

    ResponderExcluir
  13. Oi, Camila!
    Não conhecia o livro e é a primeira resenha que leio sobre ele, confesso que não fiquei curiosa para ler. Contos não é um gênero que me agrada e o fato de não serem bem desenvolvidos só fez com que não ficasse interessada.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  14. Olá, Camila

    Que pena que você não curtiu. Eu não curti desde a sinopse, então sua resenha negativa nem foi, digamos, "culpada" por fazer eu não querer ler! Hahahah
    Bom o seu comentário falando que essa é sua opinião, sempre faço isso nas minhas resenhas negativas. Às vezes as pessoas olham uma resenha negativa e já falam logo que não vão ler, mas eu acho que todo mundo deve tirar suas próprias conclusões a respeito de algo, né?

    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Olá Camila,
    Que bacana que a premissa desse livro te agradou a ponto de você querer lê-lo. Confesso que, desde a sinopse, não fiquei curiosa para ler o livro. Acho que ele não faz muito meu estilo de leitura. É uma pena que, apesar da vontade, o livro não tenha te agradado.
    Vou deixar a dica passar.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bom?
    Primeiramente, queria dar os parabéns pela resenha sincera. Muita gente deixa de fazê-lo por serem livros de parceria e fico feliz de saber que aqui no blog sempre temos uma opinião sincera.
    Quanto ao livro, confesso que o mesmo não havia chamado minha atenção e ver que você não gostou só me deu menos vontade ainda de lê-lo. Uma pena que os contos não tenham sido bem desenvolvidos e que alguns elementos só deixaram a história mais confusa.
    Ótima resenha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oie
    poca, de cara parece ser um livro interessante mesmo, uma pena que te decepcionou e não agradou, acontece as vezes né? haha faz parte mas ótima sua sinceridade e resenha, parabéns

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia o livro ou a autora. A capa não é muito atrativa, mas acredito que a sinopse seja no minimo intrigante.

    Não gosto muito quando me animo com a leitura, mas sinto falta de elementos. Como aconteceu com você, a leitura começa a se demorar demais por não me sentir atraida e acaba se tornando uma obrigação.

    Gostei mesmo das premissas dos contos, mas acho que depois de ler sua opiniao, eu mudo de ideia!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir